Bandalheira mostra como se dança carimbó Paidégua

Divulgação Bandalheira
Bandalheira Paidégua divulga a cultura do norte no Rio
1
Carol Assis · São Paulo, SP
21/10/2007 · 120 · 4
 

A Bandalheira Paidégua surgiu, como sugere o nome, de uma bandalheira entre amigos e vem dando muito certo. Trata-se de um projeto musical que mistura num só balaio ritmos nortistas como carimbó, siriá, marabaixo, além de batuque, ciranda e o que mais rolar. Os amapaenses Ton Rodrigues (voz e percussão), Bárbara Castro (voz e percussão), Aline Castro (guitarra) e o paraense Fábio Lobo (voz e violão), se encontraram no Rio de Janeiro e na terra do samba resolveram fazer um som multicultural. As primeiras apresentações eram nas festas de amigos, até que começaram a surgir os convites para shows, não apenas pelo ritmo dançante e contagiante dos estilos regionais adotados, mas também pelo visual e pela atitude performática peculiar do grupo.

A Bandalheira mistura elementos da musicalidade afro, indígena e caribenha, mas foi a pegada de raiz do carimbó que chamou a atenção do percussionista e produtor musical, Reppolho, que está produzindo o disco da banda, ainda nas primeiras etapas do trabalho de gravação. “A Bandalheira tem de especial essa possibilidade de misturar o popular e o contemporâneo, afirmando uma identidade musical que mesmo sendo nova, chega valorizando esses ritmos tradicionais como o marabaixo ou o carimbó, sem medo também de inserir elementos tecnológicos e é nesse sentido que o disco está sendo trabalhado”, diz o produtor pernambucano.

O termo carimbó é originalmente referente ao instrumento musical, mas desmembrou-se também em música e dança. A música mistura vozes, instrumentos melódicos e percussão, tendo como base os tambores. Mas a formação instrumental do carimbó não é rígida e pode abarcar violões e cavaquinhos, incluindo fontes acústicas e também eletrônicas. Grupos musicais contemporâneos como a Bandalheira Paidégua, utilizam instrumentos como a guitarra, o contrabaixo elétrico, a bateria e até o teclado, estabelecendo uma identidade com outros estilos.

A dança tem chamado a atenção dos cariocas, que já começam a entrar na roda e a imitar as coreografias que representam o erotismo e a conquista, em movimentos sensuais de cortejo. A poesia revela os elementos culturais do trabalho cotidiano ou do lazer da cultura amazônica, enfocando elementos como o caboclo, a fauna amazônica, o amor, a culinária, entre outros.

No repertório da Bandalheira Paidégua estão músicas tradicionais de domínio público, sucessos consagrados de mestres do carimbó como Verequete e Pinduca, melodias do compositor paraense Nilson Chaves e os trabalhos autorais que revelam estas e outras influências musicais, afirmando uma personalidade nova no cenário musical carioca. A difusão dessa identidade cultural é a base de todo o resultado que a banda vem conquistando por onde passa. As próximas apresentações da Bandalheira Paidégua irão acontecer nos dias 26 e 27 de outubro, no Largo das Neves, em Santa Tereza, por ocasião do I RioCírio, o Recírio do Rio de Janeiro, em homenagem a N. Sra. De Nazaré. Uma oportunidade única de aproveitar os sons e gostos do norte.

SERVIÇO:
Tel.: 93568785/ 99470874
E-mail: bandalheirapaidegua@gmail.com




compartilhe

comentrios feed

+ comentar
Ode Maria
 

Filhos do mesmo chão.
A "Bandalheira" é manifesto da alma tucujú, Sol equatoriano banhado pelo Rio Amazônas.

Obrigada Carol e parabéns, pela achada e pela apresentação.

Ode Maria · Belém, PA 20/10/2007 10:10
sua opinio: subir
River Coelho
 

A bandeirelha é realmente uma tradução da criatvidade e do espírito de liberdade e festivo do brasileiro. Além de ser mais uma prova que no norte do país existem coisas maravilhosas e que precisam ser melhores divulgadas.
Parabéns, Bárbara Castro e sua bandalheira. Muito sucesso para todos!

Parabéns Carol, pelo brilhante texto. Arrasou!

Beijos!

River Coelho · Rio de Janeiro, RJ 20/10/2007 18:52
sua opinio: subir
PauloZab
 

Conheci melhor a Bárbara e a Aline recentemente em um passeio que fizemos à Mazagão Velho para prestigiarmos a Festa de São Tiago. São pessoas muito interessantes e criativas (pápápápápá rsrs). Sinto que a proposta do grupo está musicalmente bem representada pelas figuras que compõe.
Também fico feliz de te ver produzindo Carol. SAiba que eu estou sentindo a tua falta.

Há braços!!!

PauloZab · Macapá, AP 21/10/2007 20:42
sua opinio: subir
Benny Franklin
 

Isto que é Paidégua, saber que um pouco da cultura paraense invade e encanta os sulista... Paidégua mesmo!
Abçs. Benny

Benny Franklin · Belém, PA 23/10/2007 00:53
sua opinio: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faa primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Voc conhece a Revista Overmundo? Baixe j no seu iPad ou em formato PDF -- grtis!

+conhea agora

overmixter

feed

No Overmixter voc encontra samples, vocais e remixes em licenas livres. Confira os mais votados, ou envie seu prprio remix!

+conhea o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados