Bienal de neófito

Divulgação/ Todos os direitos reservados
Peter Hugo
1
Fernand Alphen · São Paulo, SP
8/10/2006 · 188 · 7
 

Fiz uma incursão de bicão à Bienal de São Paulo.

Como sempre, tem de tudo: instalações que desconjuntam o pescoço, outras cujo texto explicativo é melhor que a obra, e mais outras experiências.

Mas tenho que admitir que tive pertubações de sono ontem à noite. Portanto, se alguém se interessar em fazer uma incursão desavisada à Bienal de SP, aí vai minha seleção que vou fazer consciencemente sem referências, sem veleidades de crítico e tampouco sem dar nome aos bois.

- Em primeiro lugar, o enorme painel chines. Me pareceu uma citação artística da Grande Marcha de Mao. São centenas de recortes de papel vermelho representando animais, ornamentações, fantasias malucas. Além da singeleza do trabalho e da quase mórbida ficha técnica, é como uma rede invísivel, uma infinita colaboração artística, a anônima expressão planetária da opressão.

- Depois as fotos do Peter Hugo. Quase dispensa descrição (foto) mas o efeito daqueles bad-boys africanos com seus pitt bull de estimação - que são hienas acorrentadas - é como que uma baforada de ingênua, desprovida, desesperada violência.

- Também quero destacar as fotos de índios devidamente numerados. Me lembrou os massacres de Pol Pot documentados com esmero sádico.

- Tem um artista inglês - só me lembro da nacionalidade dele - que faz uns mapas malucos com colagem meticulosa de palavras e frases. A organização é temática e cheia de, por vezes óbvias, por vezes surpreendentes, verbatins morais. Mais um mapa maluco para a enciclopédia do Alberto Mangel. Me lembrou o Calvino que anotava o que passava pela sua cabeça e organizava tudo em enormes pastas por assunto. Assim ele escreveu "cidades invisíveis" como resultado concatenado da pasta "cidade".

- Finalmente, para não dizer que tudo é políticamente engajado (embora quase tudo pareça), tem a sala das pranchas de flores e plantas artificiais. Um "gabinete de curiosidade" não naturais. Muito divertido.

A Bienal de um neófito vale a pena. Vá sem expectativa, sem ansiedade, com uma curiosidade infantil. É garantia de muitos sonhos malucos.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
ronaldo lemos
 

Uau, a bienal nem abriu ainda e já tem um artigo aqui no Overmundo! Valeu Alphen.

ronaldo lemos · Rio de Janeiro, RJ 5/10/2006 14:44
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fernand Alphen
 

Valeu você Ronaldo! É um artigo ingênuo mas acho q a gde maioria das pessoas q vão visitar a bienal são assim como eu, curiosos e sinto falta às vezes de uma cobertura um pouco menos pretenciosa.

Fernand Alphen · São Paulo, SP 5/10/2006 14:51
sua opinião: subir
cesar001
 

Impressionante a foto! A descrição das obras já me deu vontade de correr pra fila... :P

cesar001 · Parati, RJ 5/10/2006 15:24
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Marcelo Uchoa
 

Cara!!!! valeu tua visão da bienal. Tenho lido todas as revista, visitado site e pego qualquer informação acerca da mostra. Quanto mais souber sobre melhor para quando for vê-la. valeu!!!!

Marcelo Uchoa · Aracaju, SE 10/10/2006 17:55
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fernand Alphen
 

Então vai lá...digo, vem. Aproveita tb para ver a Paralela q é a mostra paralela de artistas que não entraram na bienal. Eu vi e comento em breve.

Fernand Alphen · São Paulo, SP 10/10/2006 19:39
sua opinião: subir
pedro roll
 

aproveite para ver tambem a exposicao ''paisagem bruta" na galeria virgilio que fica em pinheirosabs

pedro roll · São Paulo, SP 11/10/2006 12:37
sua opinião: subir
Fernand Alphen
 

opa, boa dica!

Fernand Alphen · São Paulo, SP 11/10/2006 12:40
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados