Cabral, Colônia, Império, República e Cultura

Arte: Lailton Araújo / Fotos: Autores Não Identificados
Que bicho é esse?
1
LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP
8/10/2007 · 394 · 42
 



CINCO REFLEXÕES: 1) Música e Músicos; 2) Sociedade e Povo Brasileiro; 3) Literatura e Política; 4) Cultura e Meio Ambiente; 5) Mediano ou Intelectual. E a Avenida Paulista (São Paulo/SP) é palco do 3º Corredor Literário na Paulista... ( www.corredorliterario.com.br )



1) MÚSICA E MÚSICOS


Partindo do princípio que o Brasil é um país com as diversas faces culturais dos povos que aqui chegaram (alguns forçados; outros - exilados; e uma minoria em busca de fortuna), e colocando em questão a homogeneidade da música brasileira em análise, dispomos de três pilares básicos que sustentam a musicalidade tupiniquim:

* Luiz Gonzaga - com a cara pernambucana, pele cabocla, harmonias árabes e o canto da “Asa Branca”;

* Dorival Caymmi - que tem a negritude baiana do recôncavo, influências lusitanas e as cantigas “É Doce Morrer no Mar”, “Promessa de Pescador” e outras obras primas;

* Pixinguinha (Pizindim) - neto direto da Mãe África, músico, compositor, arranjador e cidadão maior do planeta.

Estes “mestres” foram responsáveis pela quebra dos preconceitos musicais e raciais, no meio daqueles, que rotulam a produção musical brasileira como algo de elite. Algumas minorias, ainda cometem o erro de apropriação ilícita, daquilo que conhecemos popularmente como “MPB - Música Popular Brasileira”. As citadas minorias acham que a “MPB” é única e, portanto: homogênea e de poucos.

A globalização com as suas armadilhas e informações democráticas na era da internet, mostra que o segredo da “produção musical brasileira” - de qualidade indiscutível, não deve ser confundida com as aparências “homogêneas ou heterogêneas”. Cada pedaço do solo brasileiro foi há muito e é hoje, a moradia dos povos nômades (milenares ou contemporâneos), responsáveis por toda a beleza melódica, harmônica, rítmica e poética dos sons “multirraciais” e “multiculturais”, que diferenciam a nação “Brasil”, das outras tão iguais nos cantos dos pássaros, barulho do vento, espiritualidade dos terreiros e templos e democracia quase completa na criação artística.

Os artistas brasileiros (colocando em pauta, os que trabalham a expressão artística musical) sabem qual é a diferença entre criação, plágio e repetição. O Brasil sempre produziu e produzirá inovações na área da música, e seus filhos e filhas, beberam, bebem e beberão na fonte da universalidade (uma utopia - vale a pena sonhar!). A linguagem musical será a futura forma de comunicação entre os seres humanos, e quem sabe: os brasileiros serão os professores!

( http://revistacult.uol.com.br/website/forumEspecial.asp?nwsCode=056F8B0F-A897-4FB6-84B5-78B9F6D3FF64 )



2) SOCIEDADE E POVO BRASILEIRO


Ai Jesus! Onde eu fui atracar minhas caravelas! As calmarias traíram-me, e levaram-me para esta terra tão difícil! Saí de Lisboa em direção às Índias... Levei toda a base política (e que base!) e cultural do futuro povo brasileiro e eis, que após 500 anos, vejo está grande lama. O que fiz de errado? Jesus! Não sei o que é "dossiê"... Não sou sanguessuga! Não bebi ou bebo sangue! Não sou vampiro!

Deixei no Brasil os degredados, os ambiciosos e os presos políticos. Levei para Portugal, o ouro, o pau-brasil e dormi com as belas patrícias de peles vermelhas e negras. Também levei muito açúcar e tomei minhas cachaças! Eis que como castigo, em 2007, recebo esta classe política brasileira, medíocre e oportunista, sem coração e sem alma! Ai Jesus! Só rezando e pedindo perdão pelo erro de não saber navegar.

Desembarquei de minhas naus na Terra de Santa Cruz! Fui católico... Até o nome está politicamente correto! Fiz minha cagada, mas sou humano! Os franceses, holandeses e ingleses também cagaram nesta terra! Que Deus tenha compaixão de minha alma e das almas dos que ainda tiveram coragem de votar em Outubro. Tomara que não tenham cagado na escolha do político!

Oh Jesus! A ex-colônia lusitana continua na mesma merda e parece com a antiga corte portuguesa de 1500. Querem dividir o Brasil! Isto é uma “cagada”... Um novo "Tratado de Tordesilhas" trará problemas com os nossos patrícios do “além-mar”! Portugal já não é uma casa portuguesa (com certeza!) Hoje, Portugal faz parte do primeiro mundo e do mercado comum europeu.

( http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx?cnt_id=15&art_id=141 )



3) LITERATURA E POLÍTICA


Um pobre ancião criou uma fórmula chamada felicidade
Ele disse que na fórmula tinha açúcar e amor, e um bolo
A fórmula genial mostrava sabedoria e conceitos de divisão

Somar (+) Somar (=) A dividir (:) quantas (x) O Brasil precisar

O ancião iluminado mostraria o segredo da tal felicidade
Mas temendo que alguém surgisse do nada e criasse oposição
O esperto ancião escondeu o segredo e caiu no anonimato

E num mundo de intrigas, inveja, corrupção e tantas religiões
Como fazer o ancião sair do anonimato e falar de felicidade?
Uma sugestão para reflexão! Poderá ser a sua...

Talvez... Fazer o coração bater o bolo do amor, com açúcar
Sal, ovos, farinha de trigo, chocolate, fermento e divisão
Será que eles são socialistas ou capitalistas disfarçados?

É Lula cá (X) Alckmin, Aécio e FHC no centro (X) Lula lá
Em Paris? Oxente... Varig! Varig! Varig! Cadê o Aerolula?
Será que Tucano voa? Uai sô! Sei não!

( http://www.jornaldedebates.ig.com.br/index.aspx?cnt_id=15&art_id=1043& )



4) CULTURA E MEIO AMBIENTE


A fauna e flora do Brasil, já não suportam tamanha agressão e descaso por parte dos poderes públicos. Vários habitantes de nichos ecológicos (em destaque, a espécie Homo sapiens) informam que o “fogo na mata” e a “poluição das águas”, são apenas detalhes na nova agenda governamental e talvez sejam discutidos no futuro. As prioridades com habitação, saúde, educação, cultura e segurança, ainda são “Segredos de Estado”.

Novos “silos” foram construídos para armazenar a próxima safra e exportação de grãos. Os olhos racionais e irracionais estão bem abertos! A fome, nunca mais será moeda de equilíbrio na balança comercial - um animal faminto, ataca, morde e devora. Depois de décadas e séculos, servindo como cobaias nas experiências de líderes ou manipuladores políticos de centro, direita e esquerda, o povo brasileiro adapta-se aos novos tempos. É a lei natural da evolução. Hoje, o povo sofrido, come, bebe e respira a frase: "toma lá, dá cá”, mostrando que a cidadania caminha lado a lado com a evolução natural da espécie Homo Sapiens.

Nas periferias das citadas selvas ou grandes cidades, surgem as novas “tribos urbanas” - vestidas de “contracultura”. Elas simbolizam as rupturas dos velhos nichos ecológicos e provam que a espécie humana, caminha nos passos do jacaré, da formiga ou do piolho. O efeito “dominó” já contamina a sociedade pseudo-harmoniosa e puritana. Alguns gritam: não me toques! Muitos alegam que acontecerá a divisão natural em todos os aspectos e a ultrapassada sociedade elitista, sucumbirá no processo gradual da evolução. Os descendentes dos primatas continuarão em harmonia?

( http://www.leialivro.sp.gov.br/texto.php?uid=12423 )



5) MEDIANO OU INTELECTUAL


O que é ser um Homo sapiens intelecto? Será o resultado da mistura do acúmulo de conhecimentos e arrogância? Será a soma de todas as horas na leitura de temas importantes? Para alguns, esses citados temas possuem enormes valores culturais e para outros, não passam de uma perda de tempo? SER OU NÃO SER?

O ser humano é um bicho - Homo sapiens - muito complicado e possui vantagens de adaptação em relação aos primos e irmãos de outras espécies. A espécie Homo sapiens intelecto (descobri essa espécie no Brasil), acha que a sua adaptação é diferenciada do Homo sapiens primary (espécie nativa da região Nordeste do mesmo Brasil), pois as grandes universidades, os títulos de doutor, os idiomas falados (alguns meia boca) e a convivência com outros bichos da mesma espécie - Homo sapiens intelecto - dá-lhe o direito de escrever manifestos endereçados a todas as outras espécies Homo sapiens (são elas: Homo sapiens poetics, Homo sapiens musics, Homo sapiens quaisquers e aquelas geneticamente modificadas), fazendo da carta ao ecossistema brasileiro, uma teoria evolucionista que até Darwin, será confundido com Freud.

Não é criticando o Homo sapiens primary, que o bicho Homo sapiens intelecto subirá mais um degrau na escala evolucionista da intelectualidade. Os outros Homo sapiens também pensam e sabem dar os seus “pulos e nós” nos galhos das árvores. Quem não lembra do refrão: cada macaco no seu galho!

O ecossistema brasileiro Brasiles politicy e todas as espécies que o habitam, deverão entrar em sintonia com outros ecossistemas, como fala e grita ao vento o Homo sapiens intelecto. Mas, sabendo que ecologicamente a biogeografia traz uma vicariância de aspecto ético e moral - assunto para a bioética - a voz da suposta verdade soa como falsa e oportunista.

Alguns Homo sapiens politicy (espécimes não explicadas na primeira Lei de Mendel), já não utilizam as mesmas formas da comunicação ou aproximação (moedas-bananas) em Brasiles politicy. Hoje a forma de agregação (discurso político) de todas as espécies Homo sapiens do ecossistema brasileiro, é vazia e disfarçada em evolução gradual no Habitat.

Será que a espécie Ramphastos vitellinus (nome popular: Tucano) evoluiu ou sofreu mutação da espécie Homo sapiens intelecto?

( http://recantodasletras.uol.com.br/ensaios/295258 )

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Andre Pessego
 

Professor, sem tempo - estou sem internet desde sexta. Estou emprestado. Um abraço, andre.
Feliz, com essa possibilidade do convivio mais de perto.
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 7/10/2007 10:19
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Rubenio Marcelo
 

Laiton, companheiro de ideais culturais,
Sou-lhe grato pelo convite para visitar esta publicação maravilhosa. Realmente, eu me deliciei de cultura acompanhando os tópicos relevantes constantes deste ensaio. Fantástico!
Vou reler tudo!
Vo(l)tarei com certeza.

abraço fraterno,

Rubenio Marcelo · Campo Grande, MS 7/10/2007 17:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
crispinga
 

Adoro seus textos e a produção deles! Seja muito bem-vindo! Estava com saudades! A fila anda rápido, hoje aqui, amanhã acolá...E o futuro só Deus...
bjs

crispinga · Nova Friburgo, RJ 7/10/2007 17:45
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

perfeito, Lailton!!!
ri pra caramba!
Parabéns!!!
abração,

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 7/10/2007 18:04
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Saramar
 

Lailton, quase me enganou, mas já sei de sua verve indobrável (risos).

Este admirável texto não se lê assim, de uma só vez. É necessário refletir. Por isso, vou guardá-lo aqui para reler, apesar de haver lido tudo e votado.

Bem vindo de volta.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 7/10/2007 18:52
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Noelio Mello
 

Laiton.
Uma viagem de verdades e alegrias, tudo o que precisa nossa alma.
Execelente, parceiro.
Abraços
Noélio

Noelio Mello · Belém, PA 7/10/2007 19:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Lailton lah do agreste, sertao do nordeste, recife, homem do mundo...

Vamos ver entao se esse teu texto cai de novo "nas malhas" dos tais Ramphastos vitellinus que vc clas$ifica, como ja rolou antes, ao que, portanto, serah uma graduacao pro que vc produz, em verso e em prosa, quica, em poesia politizada que mistura rock, Axe', afoxe, danca-do-pau, e outros "500" ... contos de fadas?!

Bom, a photo " " da paulista eh exoberante!

E vc, entusiasmado pra escrever pra gente gingar, so precisa agradecer, e dar bem vidas: Parabens!

**me fala entao, o que rolou no meio do texto, parece que tinha algo?, ou, so foi um desvio, daqueles tipo do tiete, que ainda estao tentando ordenar, mas, partindo do teu mote: Será que Tucano voa?

Sei lah... Clementina bem que podia nos encantar!!

Abraco icnoclat

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 7/10/2007 19:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

E... pra nao dizer que nao 'falamos das flores'...

Portugal já não é uma casa portuguesa (com certeza!) Hoje, Portugal faz parte do primeiro mundo e do mercado comum europeu.

Pois eh, inclusive, to aqui agora na terra dos patricios... e nao sei te responder, se fosse uma pergunga essa que fazes alusao nesta parte do teu jogo: com certeza, tem muita casa portuguesa por aqui, algumas, com uma cara parecida com as do BR... coisa pra se pensar, burocracia, e novelas(ate no domingos aqui rola essa "educacao"?)... daih, da pra pensar aonde vbamos no BR... ja que nao temos caravelas, mas, a cara(ta ficando): velha?!

Piedade, das almas dos que ainda tiveram coragem de votar em Outubro?!

Pra que?!

A cesar... o de D. Pedro II = ?!

Sarava!!! ( O BR nunca vai parar... !?... -- serah?!)


Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 7/10/2007 19:22
sua opinião: subir
brigitte
 

Salve Lailton. Senti uma falta danada dos teus textos que colocam o dedo na ferida e faz a gente se sentir recompensado.
Fantástico. Votadíssimo!

brigitte · Goiânia, GO 7/10/2007 19:41
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ju Virginiana Jussára C Godinho
 

Estou aqui!!
Abçs1

Ju Virginiana Jussára C Godinho · Caxias do Sul, RS 7/10/2007 20:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Elizete Vasconcelos Arantes Filha
 

Lailton, chegasse em alto estilo, me fez bem ri no dia de hoje.
Elizete

Elizete Vasconcelos Arantes Filha · Natal, RN 7/10/2007 21:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Lailton, voltou em grande estilo! Muito bom! Adorei! Abçs...

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 7/10/2007 22:43
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Mauro Paz
 

1) MÚSICA E MÚSICOS
Realmente, grandes arquitetos da música brasileira que demonstram a diversidade cultural do nosso país.

2) SOCIEDADE E POVO BRASILEIRO
Lendo seu comentário lembrei do espetáculo teatral "O Descobrimento das Américas" de Dário Fo.

3) Gostei muito. Grande relação com meu poema "Porto Alegre, setembro de 2005"

4) Vou responder se os descendentes dos primatas continuarão em harmonia num texto que esta no forno que dá seguimento ao Plano Alien. Aguarde...

5) Tenho pensado muito sobre as falsas legitimações que levam pessoas a venderem a suas verdades como únicas. Tenho visto tanta coisa, no entanto tento me policiar para não cair nessa armadilha.

Abraço!


Mauro Paz · São Paulo, SP 8/10/2007 01:09
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

prof. votei pra voltar, vou ler os links, noutra hora, um abraço, andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 8/10/2007 05:17
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Nada como ser Professor...Conteúdo pra lá de bom. Estarei lendo atentamente..Estou de olho (rs)
Votado. abçs

Deixo aqui Dori...




Na ribeira desse rio
Ou na ribeira daquele
Passam meus dias a fio
Nada me impede, me impele,
Me dá calor ou dá frio
Vou vendo o que o rio faz
Quando o rio não faz nada
Vejo os rastros que ele traz
Numa seqüência arrastada
Do que ficou para trás
Vou vendo e vou meditando
Não bem no rio que passa
Mas só no que estou pensando
Porque o bem dele é que faça
Eu não ver que vai passando
Vou na ribeira do rio
Que está aqui ou ali
E do seu curso me fio
Porque se o vi ou não vi
Ele passa e eu confio
Ele passa e eu confio
Ele passa e eu confio




Cintia Thome · São Paulo, SP 8/10/2007 06:52
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
victorvapf
 

Parabens, muito ja foi falado corretamente! Voto! victorvapf

victorvapf · Belo Horizonte, MG 8/10/2007 06:55
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Branca Pires
 

Lailton, Parabéns em Grande retorno!
Nossa, que maravilha em bela profusão de temas!
E em meio a esse passeio gostoso, quero reafirmar o meu apreço pelas tuas GRANDES palavras em Grandes verdades.
Votadíssimo!
E tenha o meu grande abraço!

Branca Pires · Aracaju, SE 8/10/2007 07:31
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Lailton, Salve!
Teus postados são verdadeiros ensinamentos culturais.
Parabéns! Votado.
Abçs.
Benny.

Benny Franklin · Belém, PA 8/10/2007 07:52
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Mansur
 

Votadíssimo!
Sem mais, para não atrapalhar a leitura...
Abraços

Mansur · Rio de Janeiro, RJ 8/10/2007 09:25
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

Sempre muito bem sacado... Grande Laílton... irreverência é tudo meu amigo. Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 8/10/2007 09:54
sua opinião: subir
Higor Assis
 

Lailton.

Tens meu voto por causa do 2 ao 5 o número 1 faltou alguém indispensável na lista.

Cartola nobre amigo, sem ele o samba não teria poesia.

Higor Assis · São Paulo, SP 8/10/2007 10:26
sua opinião: subir
Ériton Berçaco
 

Sobre a Música, vale voltar os olhos para um grupo de São Paulo, zona pobre: Racionais MC's. Eles ritmam algo que carece nossa atenção. Além, claro, do ponto de vista social, é preciso q se olhe para esta vertente da "música" brasileira com os olhos da crítica literária e musical.

É preciso arte e responsabilidade política neste BRASIL, para homos, heteros e bi sapiens. E, neste país tropical e supostamente abençoado, não só os tucanos voam, mas outras espécies marinhas e terrestres... voam e nadam em nosso dinheiro.
Abraço

Ériton Berçaco · Muqui, ES 8/10/2007 10:38
sua opinião: subir
crispinga
 

Olha aí! Primeira página do Over!!!Dá-lhe Laílton!!!!!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 8/10/2007 11:35
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Lailton,
Diversidade de tema e de formato, unidos pela força da criatividade do povo brasileiro, inclusive do autor.
Parabens!!!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 8/10/2007 15:07
sua opinião: subir
BETHA
 

Laílton,
parabéns... obrigada pelo convite, valeu!

BETHA · Carnaíba, PE 8/10/2007 15:24
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

No "Jogo doTempo" é tempo de rir, de pensar e de saber o que fizeram com o nosso "Pau Brasil" e conosco.
O texto é ótimo e as musicas melhores ainda. Adorei.
Bjs e votos.

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 8/10/2007 18:04
sua opinião: subir
marcio rufino
 

Somos todos frutos de uma coisa feudal e absolutista que inventado num momento renascentista, até hoje se estranha.
Os portugeses aqui chegando desfez do nosso milho, da nossa mandioca, do nosso feijão, do nosso maracujá, do nosso amendoim. Etratou de trazer da África e da`índia o café, o inhame, a cana-de-açúcar e até hoje a gente se come e se vomita. se bebe e se cospe. E assim a gente vai vivendo. Como diria Chico Buarque e Maria Bethânia a gente vai levando.

Belíssimo artigo, querido Laílton.

Um forte e carinhoso abraço!!!

marcio rufino · Belford Roxo, RJ 8/10/2007 19:57
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Lailton,

Trabalho de fôlego em amigo!!!

Parabéns e um grande abraço!

Marcos Paulo Carlito · , MS 8/10/2007 22:01
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Lioviola
 

amigão, perfeito, texto de poeta, escritor, ARTISTA .


GRANDE ABRAÇO, AMIGO.

Lioviola · Carnaíba, PE 9/10/2007 06:15
sua opinião: subir
Paulo Apolonio
 

Lailton, meu primero dia nesse sote e já fui agraciado com esse belo texto.
Muito divertido e interessante o jeito que você escreve. Vou ler novamente e mandar para meus amigos.
Abração

Paulo Apolonio · Salvador, BA 9/10/2007 15:50
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


....................................

MEUS AMIGOS E AMIGAS...

De coração...

Obrigado! De verdade!


Um poema de agradecimento...


E O TEMPO NÃO DEVORA

( Lailton Araújo )

Será que sou um passageiro de um trem noturno
viajante sem rumo nas terras européias?

Será que sou um cidadão do mundo nos aviões
voando sem metas nas retas continentais?

Talvez eu seja um aprendiz de poeta escrevendo
os versos que voam e viajam sem métricas

Será que sou o protetor dos desertos, guardião órfão
guerreiro sem armas, lutando por igualdade?

Será que sou o cantor das minorias, amado e odiado
por críticos ferozes, nas arenas das comunicações?

Talvez eu seja um homem tímido, buscando novo ar
e formas de sobrevivência sem dar um único grito...

Sei que não sei o que sou e não saberei o que virá
e viajarei nesse mundo seguindo o que Deus mandar

Serei sempre um andarilho nas novas vielas do acaso
e falarei de amor em versos longos e abstratos

Foi o coração que aproximou os nossos caminhos
nas distâncias que o tempo marca e não devora


Abraços.

Lailton Araújo


LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 10/10/2007 15:24
sua opinião: subir
Marluce Freire Nascasbez
 

Lairton,

Nossa que volta!
Parabéns!

Amei!

Um aBRAÇO, Marluce

Marluce Freire Nascasbez · Carnaíba, PE 10/10/2007 19:59
sua opinião: subir
brigitte
 

Voto nesse seu poema-agradecimento. Beleza pura!

brigitte · Goiânia, GO 10/10/2007 22:36
sua opinião: subir
PIERROFXZ
 

Spero poder ler, + d sua forma d expressar...
Se puder dar 1 confers...
Muit obrigado.
http://www.overmundo.com.br/banco/orahora

At +, 1 abrço.

PIERROFXZ · Lages, SC 13/10/2007 15:57
sua opinião: subir
 

LAILTON, desculpe-me a imensa demora em visitar este teu texto, mas história do Brasil, textos políticos e coisas semelhantes não me agradam nem um pouco.
De qualquer forma, isso mais parece um CONVITE... esse resumo não ajuda muito na compreensão/discussão dos temas prpostos.
ADORO CAYMMI... fiz uma canção em homenagem a ele, usando trechos de É DOCE MORRER NO MAR, ficou linda.
Valeu a lembrança desse ídolo antigo da MPB verdadeira e inesquecivel! Abraços,

"NATO" AZEVEDO · Ananindeua, PA 14/10/2007 15:49
sua opinião: subir
Denise Sampaio Ferraz
 

Pois, Lailton, gostei tanto dessa informação! Desses tópicos, pois que quando penso no humano, sempre fico entre o riso e o choro, na desmedida! Dá o que pensar, o tal intelecto que cresce e se desfaz do outro lado da sua perna: o coração! Abraços.

Denise Sampaio Ferraz · São José do Rio Preto, SP 22/10/2007 23:34
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


RUMOS CULTURAIS... FALTAM BÚSSOLAS

( Lailton Araújo )


Os navegantes do “Oceano Atlântico” tentam descobrir o segredo das tempestades, calmarias, ondas, marés e águas navegáveis, neste lado continental. Talvez não conheçam a geografia destes mares. A nação da análise é Brasil ou Brazil?


Estando em qualquer porto seguro, as naus dos descendentes lusitanos, franceses, ingleses e holandeses, caminham na escrita em 2007. São textos, poemas, letras e rascunhos. As criações literárias são livres! Não podem ser vinculadas aos interesses comerciais dos anunciantes nacionais ou internacionais. Muito menos: multinacionais. Sem quaisquer dúvidas: esse pedaço de chão (cagado e cuspido) pode precisar de uma revolução meio “dente por dente (x) nota por nota (x) letra por letra”. Por aqui existem poetas, compositores, letristas, músicos, fotógrafos e outros aprendizes sérios. É a maioria! A outra parte - pode ou não - está usando o lema: "tenho que me arrumá, senão, perco meu barquinho!” Desculpem a sinceridade! O mar já não é de marinheiro de primeira viagem! Quem não lembra do refrão: “Marinheiro, marinheiro (Marinheiro só)... Quem te ensinou a nadar... Ou foi o tombo do navio... Ou foi o balanço do mar...” (Bi Ribeiro/João Barone).


Muitas obras culturais - da antiga “Terra de Santa Cruz” - são originais. Aquelas tão comuns, massificadas, com a assinatura da mediocridade - ajudam ou não - no nascimento natural de uma concepção artística duvidosa, não crítica, que não recebeu crítica, e que jamais receberá crítica. Quem navega em tal mar poderá se afogar na monotonia; sonolento; em mar calmo. A viagem literária - às vezes - é previsível ou imprevisível. Depende da condução do capitão e marujos da embarcação. Como escrever sem colocar palavras ovais e frases triangulares? Aqui é América do Sul. O Caribe fica lá em cima! Se existem léguas ou milhas marítimas é uma questão de história? Qual é a praia ou litoral? Eles são de fora... “Eu não sou daqui (Marinheiro só)... Eu não tenho amor (Marinheiro só)... Eu sou da Bahia (Marinheiro só)... De São Salvador (Marinheiro só)...” (Adaptação de Caetano Veloso).


Entende-se que o objetivo é a meta necessária. O subjetivo lembra a arte. Chocar um ovo pode ser arte? Depende da ave! Ave César! Ave de rapina! Ave-da-avenida! Ave Maria! Quebram-se as formas! Rompem-se os conceitos e preconceitos! Talvez, aconteçam mudanças! As formações culturais das elites brasileiras soam como afronta ao simples, verdadeiro e genuíno. Será que os povos do Brasil sabem o que é cultura? Monteiro Lobato e Amacio Mazzaropi fazem falta!


Onde estão os artistas independentes? Será que não se afogaram nos patrocínios estatais do país? As MTV's diárias concorrem com as linguagens das TV’s digitais abertas! E haja amor, chavões, carrões e algumas bundas com silicone! É cultura “cult”, curtida, malhada, de melodias fáceis, harmonias baratas e letras esculachadas. Os brasileiros e brasileiras sentem tesão por bumba! É normal! São formas de mídia, comunicação, música, literatura e sacanagem - sobrevivendo - no mercado do MP4! As gravadoras tornaram-se gravadores caseiros e que computam prejuízos. Os novos direitos autorais dos que criam, já não são garantidos. A internet mutilou a criação do autor? “É a vida, é bonita e é bonita...” (Gonzaguinha).

Abraços.

Lailton Araújo


LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 30/11/2007 22:46
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Professor,
Só queria que voce lesse o ultimo comentário em
www.overmundo.com.br/overblog/a-imigracao-japonesa-e-o-negro-brasileiro href="http://aqui">

Andre Pessego · São Paulo, SP 1/3/2008 06:30
sua opinião: subir
clara arruda
 

Aqui estou para dar meu voto e agradecer por esse trabalho tão maravilhoso.Um grande abraço.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 14/3/2008 04:31
sua opinião: subir
Bruno Resende Ramos
 

Ah! Se esse corredor fosse rio...
Rio que 'a chuva das gentes
transbordasse suas idéias até o meu quintal - longinquo afluente

Bruno Resende Ramos · Viçosa, MG 26/3/2008 22:09
sua opinião: subir
Roberto Girard
 

Excelente!
Abs
Beto

Roberto Girard · Rio de Janeiro, RJ 5/4/2008 08:57
sua opinião: subir
Eduardo Pereira ODÙDÚWA
 

Muito bom , parabéns!!!Votado.
Ps. Devido a importância da criação da Primeira Biblioteca Comunitária Especializada Em Cultura Afro-brasileira e Africana, no subúrbio de Salvador-Ba. Por Favor vote em: http://www.overmundo.com.br/agenda/biblioteca-comunitaria-especializada-em-cultura-afro-brasileira-e-africana

Eduardo Pereira ODÙDÚWA · Salvador, BA 25/4/2008 03:15
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Dorival Caymmi, Luiz Gonzaga e Pixinguinha zoom
Dorival Caymmi, Luiz Gonzaga e Pixinguinha
Cabral, caravelas e futuro povo brasileiro zoom
Cabral, caravelas e futuro povo brasileiro
A cadeia alimentar e a cultura zoom
A cadeia alimentar e a cultura
Rio São Francisco (Velho Chico) zoom
Rio São Francisco (Velho Chico)
Os caminhos da evolução humana zoom
Os caminhos da evolução humana
Fidel, Lula, Quércia, PT e Banda Moxotó zoom
Fidel, Lula, Quércia, PT e Banda Moxotó

áudio

No Jogo do Tempo

Instale o Flash Player para ver o player.

Pau-Brasil (Carmem, Vera, Venturosa)

Instale o Flash Player para ver o player.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados