Costa Alvarenga, um cientista oeirense no sec XIX

acervo Carlos Rubem
Busto do Cientista
1
Joca Oeiras, o anjo andarilho · Oeiras, PI
5/4/2008 · 146 · 12
 

Quando, em 1834, deixou Oeiras-PI mudando-se, com toda a família, para Portugal, o menino Pedro Francisco tinha oito anos de idade e ele nunca mais retornou à sua terra natal.

Quando faleceu, rico e famoso, em 1883, em Lisboa o Dr. Pedro Francisco da Costa Alvarenga era um respeitadíssimo médico e cientista em dimensão européia.

Quando os oeirenses dizem que a água do riacho Mocha é inesquecível a gente pensa logo em patriotada, mas o Dr. Costa Alvarenga é um belo exemplo de que isto pode até ser verdade:

Quando faleceu era um homem muito rico e, em um de seus legados, destinou uma quantia à Província do Piauí para a construção de uma Escola em Oeiras. Provando, também, nunca ter renegado suas raízes piauienses, o cientista instituiu, com sua herança, o "Prêmio Alvarenga do Piauí” para as Academias de Medicina de Paris, Lisboa, Bruxelas, Viena, Berlim, Filadélfia, Estocolmo e Rio de Janeiro.

Saber que a mentalidade de "Corte Imperial" que fez com que a mudança da capital, em 1852, para Teresina, operasse, também, a mudança se suas duas escolas* para a nova capital, deixando Oeiras sem nenhuma, permite-nos aquilatar a importância do gesto do cientista para com a sua terra natal, ao consignar o legado. E não diminui em nada o valor da intenção o fato de o governo piauiense ter embolsado o dinheiro e postergado, por cerca de quarenta anos, a criação do "Grupo Escolar Costa Alvarenga".

Um Cientista de Primeira Grandeza

A grande descoberta que o fez conhecido mundialmente e lhe deu fama e fortuna foi a descrição sintomática do " sinal do duplo sopro crural da Insuficiência aórtica" também denominado "sinal Alvarenga/ Duroziez", mas não se limitou a esta a contribuição do Dr Costa Alvarenga às Ciências Médicas do Século XIX. É impressionante a sua contribuição bibliográfica:

Anatomia patológica e patogenia das comunicações entre as cavidades direitas e esquerdas do coração Outros 1872

Anatomia patológica e sintomatologia da febre amarela em Lisboa no ano de 1857 Memórias 1861

Apontamento acerca das etocardias a propósito de uma variedade descrita, a traquocardia Outros 1867

Apontamentos sobre os meios de ventilar e aquecer os edifícios públicos Memórias 1857

Apontamentos sobre os pontos de aplicação das vias de absorção dos medicamentos Outros 1882

Bosquejo histórico da percussão Outros 1874

Bosquejo histórico e crítico dos meios terapêuticos empregados contra a erisipela Outros 1873

Bosquejo histórico e escrito da cianose Outros 1873

Como atuam as substâncias brancas e cinzentas da medula espinhal na transmissão das impressões sensitivas e terminações de vontade Outros 1862

Considerações sobre o cólera-morbus epidêmico no hostal de S. José de Lisboa Outros 1856

Considerations et observations Outros 1869

Da cinose Outros 1871

Da importância da estatística na medicina Outros 1869

Da propilamina, trimetilamina e seus sais Outros 1877

De la therminologie generale Outros 1871

De la thermosemiologie et thermacologie: Outros 1871

Des medications hypothermiques et hyperthermiques, et des moyens therapeutiques que les remplissent Outros 1881

Do salicato de potassa no tratamento da erisipela: Outros 1875

Elementos de termometria clínica geral Outros 1870

Esboço histórico sobre a epidemia de febre amarela na freguesia da pena em 1857 Outros 1859

Estado da questão a cerca do duplo sopro crural na insuficiência das válvulas aórticas Outros 1863


Estatística dos hospitais de São José, São Lázaro e Desterro no ano de 1865 Outros 1868

Estudo sobre as perfurações cardíacas Outros 1870

Estudo sobre as variações de comprimento dos membros pelvianos na coxalgia Outros 1850

Farmacotermagenese Outros 1880

Fragmentos de farmacoterapiologia geral ou matéria médica e terapêutica Outros 1883

Grundzüge der Allgemeinen clinischen Thermometrie und der Thermosemiologie und Thermacologie Outros 1873

Leçons cliniques sur les maladies du couer Outros 1878

Memoria sobre a insuficiência das válvulas aórticas e considerações gerais sobre as moléstias do coração Memórias 1855

O doutor Pedro Francisco da Costa Alvarenga no Brasil Memórias 1884

Reclamations et reponses: Outros 1880

Relatório sobre a epidemia do côlera-mobus no hospital de Sant Outros 1856

Simtomatologia, natureza e patogenia do beriberi Memórias 1872

Theories de l´action therapeutique du tartre stibiè dans la pneumonie Outros 1881
Tratado de matéria médica e de terapêutica pelo Dr. Mothmagel Tradução 1879

Além de tudo isto foi, durante trinta anos (1845-1875), redator da "Gazeta Médica", perioódico lisboeta de caráter cientifico. A história do Dr Costa Alvarenga é uma das provas de que o Brasil não conhece – mesmo – o Brasil!!!! .

beijos e abraços
do Joca Oeiras, o anjo andarilho

Notas:
Oeiras foi a Capital do Piauí ( capital, antes mesmo de ser cidade, como gostam de lembrar os oeirenses) de 1759 a 1852.

*As duas escolas que funcionavam em Oeiras em 1852 eram o "Liceu Piauiense" inaugurado em 1845 e o "Estabelecimento de Educandos Artífices" de vida ainda mais efêmera, visto que, criado em 1847, só começou a funcionar em 1849.






compartilhe

comentários feed

+ comentar
alcanu
 

Isso é que se chama de sumidade, um cabra assim só de trezentos em trezentos anos e olhe lá !
Volto prfo voto, parabéns por achar unm assunto pra lá de interessante desses, homi !

alcanu · São Paulo, SP 1/4/2008 17:56
sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Hummmm....

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 1/4/2008 20:46
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

É verdadade Joca.
O Brasil tem memória curta... Infelizmente.
É preciso resgatar um pouco desta memória.
Muito bom.
Abçs.

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 1/4/2008 21:40
sua opinião: subir
Clarissa D
 

Terá o meu voto.

Clarissa D · Santa Maria, RS 1/4/2008 22:38
sua opinião: subir
anamineira
 

Joca,
Importante resgate.
Parabéns pela matéria.
Um abraço mineiro.

anamineira · Alvinópolis, MG 2/4/2008 08:29
sua opinião: subir
Maniefurt
 

Gostei muito do texto..lembrou-me meu bisavô, que era inventor e....piauiense...:D.

Voto e abraços

Maniefurt · Salvador, BA 2/4/2008 16:05
sua opinião: subir
crispinga
 

Um médico brasileiro que merece ser celebrado pelo seu legado à medicina e à educação. Salve o povo de Oeiras!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 2/4/2008 16:27
sua opinião: subir
Saramar
 

Desses personagens importantes e desconhecidos, o país deve ter tantos! Entretanto, privilegiamos as "celebridades" vazias e passageiras.
Os estudos e a contribuição desse ilustríssimo e ilustradíssimo oeirense nunca irão desaparecer (pelo menos no exterior). porque transformou dores em vida.
Obrigada, Joca, Anjo.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 2/4/2008 17:54
sua opinião: subir
zecadotrombone
 

Que bom que o Anjo Andarilho piou aí a magnífica história do Alvarenga. Meu voto é muito pouco.

zecadotrombone · Fortaleza, CE 3/4/2008 11:27
sua opinião: subir
rené ociné
 

Boa matéria, agora tantos como eu, porderão saber mais um detalhe importante desse Brasilzão.
Votado...Parabéns Joca

Abração!

rené ociné · São Paulo, SP 4/4/2008 14:40
sua opinião: subir
clara arruda
 

Acho maravilhoso seu trabalho,não por divulgação,mas pela oportunidade que nos dá de conhecer melhor um pouco desse imenso Brasil.Com meus agradecimentos e votos.

clara arruda · Rio de Janeiro, RJ 5/4/2008 04:06
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Joca,
Obrigado por esta lição de Paiuí, de piauiense. Confesso
que nunca tinha ouvido, lido qualquer coisa a respeito.
um abraço,
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 5/4/2008 06:07
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados