Cravo da Terra e o show Infinito som

Marina Moros
Show Infinito Som
1
Josalba Ramalho · Florianópolis, SC
8/9/2008 · 146 · 10
 

No dia 26 de agosto às 20hs no Teatro da Ubro, ouvi o grupo Cravo da Terra pela primeira vez. Era um show do segundo CD - Infinito Som, lançado em junho deste ano. À espera da entrada do grupo pude analisar o cenário: no palco uma bandeira de cetim vermelha e branca postada no alto de onde partiam, em leque, as fitas de cetim finas e coloridas, remetendo nosso olhar às tradicionais festas do Divino.

Aos poucos fui conhecendo um grupo que possui uma sonoridade leve, uma música de caráter lírico e, neste CD, com diversos cantos d´água que fluem em harmonia com o cenário entremeado de água desta ilha que abriga os músicos / compositores. O grupo --formado por Ive Luna - Vocal, Flauta transversal e Percussão, Mateus Costa - Vocal - Contrabaixo Acústico , Marcelo Mello - Violino, Viola, Violão, Vocal , Otávio Rosa - Violão - Vocal , Rodrigo Paiva - Percussão - Vocal -- iniciou o show mostrando sua música instrumental, mas também desfilando canções que passeavam elegantemente pelo frevo até uma espécie de maracatu. Esse passeio por diversos gêneros musicais me remeteu imediatamente a outros quintetos que muito influenciaram meu gosto musical: O Quinteto Violado e o Quinteto Armorial.

A experimentação dos gêneros se expande para destacar os diversos instrumentos usados para compor esse universo musical tão peculiar. Neste show, a percussão é central em algumas canções, mas nunca chega a ser barulhenta ou vistosa demais. Nem mesmo em um samba (“me veste que eu vou, nem que seja para ficar na beira”).

Esse contenção e inventividade se revelam, em seguida, no uso do pandeiro durante a introdução da quinta música quando este típico instrumento de samba é tocado para dar uma surda batida medieval. No entanto, voltamos do medieval e caímos direto na contemporaneidade de uma balada da Praça da Figueira - uma saga do pixote ilhéu, ou um pivete da ilha. A essa saga seguiu-se um choro leve que aumentou o ritmo para quase chegar a frevo.

O tema da água flui e reflui em todas as canções e aparece na oitava música com uma refinada introdução composta em fuga. O violino tem papel de destaque servindo para destacar a linha melódica de diversas canções. “Foi na beira do mar...” começa como um blues e vira toada de pescador com uma ritmada percussão - quase um xote - com brilhantes toques de violão soando como viola caipira. Segue-se a “canção da caixa” quando o competente percussionista dá o ritmo e a deixa para a décima canção.

A próxima música apresenta um diálogo inicial do contrabaixo e do violino costurado pela percussão que poderia servir de trilha sonora para um texto de Guimarães Rosa tal como “A terceira margem do rio”. E assim como nas narrativas rosianas, essa música se transforma em “redemoinho no meio da rua” e descamba num quente baião. A densidade sonora continua na canção que diz: “... pingo primeiro do meu pranto...mar de mim”. Nesse momento, em definitivo, pensei que este show vai ficar na minha memória como Mar de Mim ao invés de Infinito Som.

Para fechar o show, o quinteto escolheu a faixa título que conta com castanholas tocadas por Ive Luna. Essa canção mais uma vez cheira e soa como mar e eu percebo que as letras das canções remetem às cantigas de rodas, leves na estrutura recorrente, mas densas na poeticidade. Essa é uma música de despedida com força de começo. Os músicos acompanham com palmas ritmadas o som que deliciosa e colaborativamente fazem. Eu também bato palmas. “Vida longa para o Cravo da Terra!”

Para fechar essa resenha remeto ao texto do também ilhéu Chico Saraiva ( cujo CD “Saraivada” foi lançado em 2007 e cuja resenha fico aqui devendo) que serve de introdução para o site do grupo: " Viva o Cravo-da-Terra! Flauta, percussão e cordas tramadas com inteligência armorial e iluminadas pela palavra cantada, calma a ponto de ser ouvida. Som de chuva boa caindo nas folhas e nas águas da Ilha de Santa Catarina."

Produtora:
Marta Cesar: (48) 9967 3324
contato@cravodaterra.com.br


Para quem não esteve nos shows na Ilha de Santa Catarina, segue a agenda do grupo:

Agenda
06 de setembro
Cidade: São Paulo | Local: Itaú Cultural - Av Paulista 149 - Paraíso
Horário: 19:30 hs | Ingresso: serão distribuidos gratuitamente meia hora antes.
O espetáculo será transmitido on-line.

07 de setembro
Cidade: São Paulo | Local: Livraria Saraiva do Shopping Morumbi
Horário: | Ingresso: gratuito

08 de setembro
Cidade: São Paulo | Local: Universidade da Cantareira
Horário: 18:00 | Ingresso: gratuito


Ficha técnica:

Nome: Infinito Som
Artistas: Ive Luna, Mateus Costa, Marcelo Mello, Otávio Rosa, Rodrigo Paiva
Estilos: Popular
Formato: CD
Rótulo: Cravo da Terra
Info: Gravado, mixado e masterizado por Renato Pimentel no estúdio The Magic Place, de janeiro a outubro de 2007, em Florianópolis/SC.
Auxiliar Técnico | Rodrigo Doug Herd
Projeto Gráfico | Paula Albuquerque
Ilustrações | Fábio Dudas, sobre fotos de Ale Haro

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Raiblue
 

Oi, Josalba!!

Que grupo mais lindo!!!Cravo da Terra!
Fiquei encantada com a sonoridade...muito lírica!!
Gostei muito de todas as músicas, mas destaco "Infinito som'...que letra!!
Muito obrigada,Josalba!Foi um presente!!

Parabéns ao grupo e a vc,querida, pela divulgação desse belíssimo grupo!

Um beijinho azulll...
Blue

Raiblue · Salvador, BA 5/9/2008 23:35
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Wellington Coelho
 

Josalba,
Cravo da Terra remete a tantas coisas... Imagine no meu caso que sou mineiro! E você passou isso tão bem através do seu texto. A música é linda.
Parabéns

Wellington Coelho · Belo Horizonte, MG 6/9/2008 08:17
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Josalba Ramalho
 

Raiblue e Wellington,
queria que outros soubessem dessa sonoridade que se faz aqui na ilha. Notícias dentro de uma garrafa virtual, esse overmundo. Mas sem os comentários de edição do Felipe Obrer o acesso ao som teria ficado incompleto. Valeu a tutoria, Felipe.
Bj
Bj

Josalba Ramalho · Florianópolis, SC 6/9/2008 09:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Elliana Alves
 

votadooooo

Elliana Alves · Petrolina, PE 7/9/2008 04:51
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
alcanu
 

Parabens pela tua iniciativa !
Um beijo !

alcanu · São Paulo, SP 7/9/2008 12:48
sua opinião: subir
milu leite
 

beleza de matéria, josalba. eu já ouvi, e não poucas vezes, muitos elogios ao cravo-da-terra. ainda não os vi, mas já os ouvi.
são muito bons!
vou aguardar a tua resenha sobre "saraivada", do chico saraiva. o disco é o que costumo chamar de "grandiosamente simples".
bjo

milu leite · Florianópolis, SC 8/9/2008 16:59
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Wellington Coelho
 

Votado!

Wellington Coelho · Belo Horizonte, MG 11/9/2008 22:43
sua opinião: subir
Josalba Ramalho
 

eliana, alcanu e wellington,

continuo aqui ouvindo o grupo e a cada vez descubro novas sonoridades.

abraços

Josalba Ramalho · Florianópolis, SC 13/9/2008 19:56
sua opinião: subir
Josalba Ramalho
 

milu,

agora que prometi e você também aprecia o trabalho do Chico, "grandiosamente simples", vou tentar ser mais ágil nessa resenha, bj

Josalba Ramalho · Florianópolis, SC 13/9/2008 19:58
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Iniciei sua votação

Coluna do Domingos · Aurora, CE 28/10/2008 13:53
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados