Cultura cobra ações do Governo de Brasília

Frente Unificada da Cultura do DF
Mais de 700 profissionais da cultura lotaram o Teatro Dulcina de Moraes
1
Rodrigo Machado · Brasília, DF
24/3/2019 · 0 · 0
 

Profissionais da cultura lotaram o Teatro Dulcina nesta segunda-feira, dia 18/03, com o propósito de debater encaminhamentos do setor junto ao GDF


A plenária, de iniciativa da Frente Unificada da Cultura do DF, mobilizou mais de 700 trabalhadores da cultura, atuantes em todo o DF e nas mais de 18 linguagens. Deste encontro, foi redigida uma carta ao Governador do Distrito Federal, Senhor Ibaneis Rocha.

No conteúdo do documento, protocolado na manhã de hoje (quarta-feira, 20), profissionais cobram do GDF a retomada imediata das atividades competentes à Secretaria de Estado de Cultura do Distrito Federal, órgão responsável pelas políticas públicas imprescindíveis à geração de milhares de empregos e renda na região, além de impostos aos cofres públicos.

Dentre os temas levados ao Palácio do Buriti, estão:
- Publicação do saldo e do Superávit do FAC remanescentes de 2017 e 2018, conforme reza o art. 64 da LOC - Lei Orgânica da Cultura;
- Blindagem definitiva do FAC - Fundo Apoio à Cultura;
- Nomeação de profissionais qualificados na Secretaria de Cultura e Rádio Cultura FM, bem como a nomeação dos aprovados em concurso;
- Pagamento de projetos já aprovados no FAC 2017/18;
- Reativação LIC - Lei de Incentivo à Cultura;
- Retomada dos programas Conexão Cultura Permanente e Conexão Cultura Negócios;
- Publicação dos resultados pendentes dos editais do FAC, de exercício anterior;
- Reativação dos Conselhos ligados a Secretaria de Cultura; e
- Levantamento e divulgação dos indicadores econômicos e de geração de emprego do setor cultural no DF.
- Compromisso do governo para garantir o calendário de publicação dos novos editais conforme determina o art. 64 da LOC


Presentes na plenária desta segunda-feira, os Deputados Distritais e líderes de bancadas Fábio Félix (Psol), Cláudio Abrantes (PDT) e Machado Martins (PRB). Cláudio e Fábio reverberaram no Plenário da CLDF as demandas apresentadas pelos artistas em sessão ordinária desta terça-feira (19). Fábio Felix (PSOL), líder da minoria, cobrou da secretaria de Cultura a publicação do superávit do exercício anterior do FAC. O deputado sustentou que as pesquisas apontam que investir na cultura é um ótimo negócio. Segundo ele, o setor gera mais de 50 mil empregos formais, fora microempreendedores individuais e autônomos.

Já Cláudio Abrantes (PDT), líder do governo na casa, reforçou o papel da cultura para o desenvolvimento socioeconômico do DF. "Precisamos blindar o FAC, que é a principal ferramenta para impulsionar o setor. É impossível pensar em retirar recursos desse fundo", defendeu. "Faço questão de firmar compromisso com a cultura, fortalecendo o que foi conquistado ao longo de décadas", concluiu.

A carta aberta do Setor Cultural ao Governador conclui afirmando que Os Movimentos Culturais do DF, reunidos na Frente Unificada da Cultura do DF não admitirão qualquer retrocesso ou modificação do espírito presente na Lei Orgânica de Cultura, qual seja a ampla participação social e acesso democrático a todas as formas de financiamento da cultura nela contidos, fruto de árdua luta dos fazedores de cultura do DF, durante muitos anos”.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados