Doutores por um Triz leva alegria aos doentes

Foto: Delcimar Ribeiro
1
Marlon de Paula · São João del Rei, MG
9/3/2013 · 0 · 0
 

Nos anos 70, quando o médico americano Hunter Adams propôs uma política de modificação da aplicação da medicina através de uma humanização das relações com o paciente para melhoria clínica, talvez não imaginasse o poder de transformação de sua ideia pelo mundo. Após formar medicina na Medical College of Virgina, Patch, como prefere ser chamado, e um grupo de amigos fundaram o Gesundheit! Institute para oferecer atendimento médico gratuito seguindo os seus preceitos. Para isso, Patch e seu grupo vestem-se de palhaços buscando aliviar o sofrimento e fazer com que eles se reconectem através do riso e da amizade. Essa iniciativa inspirou o lançamento do filme “O amor é contagioso” (Patch Adams, no original) que conta a história de vida do médico e seu trabalho huminatário, inspirando milhares de pessoas ao redor do mundo.

Assim, no ano 2001 nasceu na cidade São João del-Rei, uma iniciativa da divisão de recursos humanos e do departamento de Letras, Arte e Cultura da Universidade Federal de São João del-Rei em parceira com um grupo de teatro amador, o “Doutores... Por um triz”. O grupo busca através de uma série de atividades lúdicas aliviar o sofrimento e as tensões causadas pela internação dos pacientes no Hospital das Mercês e Santa Casa de Misericórdia, e dos idosos no Albergue Santo Antônio.

A cidade é um pólo que concentra as principais urgências médicas da região das vertentes, composta por 23 municípios. Através de um trabalho de levantamento de dados, os “Doutores... Por uma triz” identificaram as maiores necessidades e carências para determinar o trabalho realizado do projeto. Por meio de brincadeiras e conversas rápidas o grupo tenta deslocar o paciente ou idosos de seu estado de vulnerabilidade para um mais acolhedor e otimista, recuperando sua autoestima e melhorando o conforto do paciente.

“Para a construção do personagem realizamos oficinas, com o objetivo de despertar o sujeito para o jogo, para a improvisação e para o palhaço”, explica Isabella Bassi Lourenz que faz parte do grupo há mais de seis anos sobre o processo de treinamento dos integrantes. “O grupo possui algumas brincadeiras que subsidiam o trabalho e através delas elaboramos e improvisamos outras”, ela acrescenta. Com o apoio da UFSJ e de algumas empresas da cidade, o projeto atende em média 400 pessoas por mês.

O “Doutores... Por um triz” também conta com o apoio da psicóloga Isaura Portella para ajudar os integrantes do grupo a lidar com possíveis dificuldades vividas ao se depararem com algumas situações nas instituições que visitam. “O trabalho desse tipo de grupo visa levar alegria, bem estar para o corpo e para a alma e solidariedade, também”, avalia a psicóloga. “É o próprio alívio de se perderem no tempo e espaço e sentirem que existe toda uma possibilidade de ausência de dor e desamparo e que aquela situação de enfermidade pode não ser para sempre”, conclui.

Para o integrante Delcimar Ribeiro, que entrou no projeto há cerca de dois anos, participar das atividades é motivo de grande aprendizado. “É muito gratificante, pois saber que por alguns instantes nos conseguimos retirar a pessoa daquele ambiente através de nossas brincadeiras e sair dali com o sentimento de que fomos essenciais para o sorriso. Levando conosco o conceito de que a felicidade só é verdadeira quando é compartilhada” relata.

Marlon de Paula e Luana Levenhagem, 9 de março de 2013

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados