É FILME! É LIVRE!

1
Roberto Maxwell · Japão , WW
29/1/2007 · 271 · 6
 

Chega à sua sexta edição, a Mostra do Filme Livre, evento realizado anualmente no Rio de Janeiro e que exibirá, no Centro Cultural Banco do Brasil, 235 obras produzidas por cineastas brasileiros no país e no exterior com o intuito de discutir o conceito de "filme livre". A seleção das obras pode dar uma pista. De acordo com o site do evento, das 649 obras que foram inscritas nesta edição, 572 ou 88% do total foram produzidas sem qualquer apoio estatal. 80% delas escolheram ser exibidas em DVD e 60% foram finalizadas em mini-DV. Seria, então, o "filme livre" aquele produzido em meios digitais e sem o apoio do governo?

A própria curadoria da mostra, este ano a cargo dos cineastas e produtores Guilherme Whitaker, Marcelo Ikeda, Christian Caselli e Francisco Serra, confessa não ter uma definição exata para o conceito. Whitaker, um dos idealizadores do evento, aposta na subjetividade. Segundo ele, em texto para o site da mostra, "mesmo amplo, o conceito de filme livre é também uma essência que habita em todos as obras que exibe". Por isso, ele convida os espectadores a assistir aos filmes da mostra no intuito de entender o que é o "filme livre". Ikeda, por sua vez, acrescenta à sua análise a experiência de trabalho na ANCINE — Agência Nacional de Cinema —, responsável pelo fomento à produção cinematográfica nacional. Para ele, a mostra chega num momento em que a indústria do cinema se reorganiza no país para "dizer sem rodeios e em alto e bom tom que 'o rei está nu'". O realizador lembra que “'filme livre puro” é uma utopia" e que, "provavelmente, não existe um filme 100% livre". No mesmo caminho, Chico Serra abre seu discurso, imbuido da influência do materialismo histórico. "Como pode ser livre um filme se a própria matéria fílmica depende de meios técnicos para existir fisicamente?", questiona ele, lembrando o difícil caminho da produção cinematográfica brasileira atual, para a qual os meandros do mercado são obstáculos quase intransponíveis. Já o muso da produção udigrudi carioca, Christian Caselli, inspira-se em movimentos como o Dogma 95 e cria os 14 mandamentos do que ele chama de "filme livre®". Os mandamentos de Caselli apontam, propositalmente, para uma produção utópica. Apesar de seguir caminhos diferentes, os quatro curadores chegam a uma mesma conclusão: apontar uma definição exata de "filme livre" não é apenas uma tarefa impossível como indesejável. Como destaca Ikeda, "se aprisionarmos o filme livre em torno de um conceito já estaremos, por definição, tirando a liberdade de ser do filme".

A grande novidade da edição 2007 da mostra é a premiação que, segundo Whitaker, "a razão desta segmentação é evidenciar quais filmes são não apenas livres mas também exemplos daquilo que consideramos ideais de liberdade numa obra audiovisual". Enfim, mais uma vez, a questão da subjetividade, uma vez que é sempre um júri que decide os prêmios. No entanto, apesar da mudança que fez o evento caminhar na direção dos outros festivais do país, a Mostra do Filme Livre ainda se destaca pela diversidade. São aceitas obras de todos os formatos e épocas e, apesar de a maioria dos selecionados ser de produção recente, integra a lista uma obra de 1971! Chico Serra lembra que a maioria dos festivais privilegia produções recentes nas mostras competitivas. "Cinema é memória, e condenar filmes experimentais de todos os tempos ao esquecimento é tarefa para os burocratas", escreveu ele. A Mostra do Filme Livre também não separa os filmes por bitola e é talvez a única no Brasil que possui um sessão especial para filmes produzidos por realizadores brasileiros no exterior. Com isso, a Mostra rediscute as idéias de tempo e espaço na afirmação do que pode ser chamado de "cinema brasileiro" ou "produção cinematográfica brasileira".

Outra novidade desta edição é a produção de intinerâncias com as obras selecionadas. Os interessados poderão contactar a organização para ter a Mostra do Filme Livre como parte de seu evento ou mesmo organizá-la em outros espaços.

A Mostra do Filme 2007 será realizada em fevereiro de 2007 e os interessados em mais informações podem acessar o site www.mostradofilmelivre.com

compartilhe

comentários feed

+ comentar
mariana s
 

nessas horas até queria estar no RJ!

mariana s · Barueri, SP 30/1/2007 02:15
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Roberto Maxwell
 

Mariana, eu tb tive essa vontade, ate pq meu filme esta no evento e eu nunca estive em nenhuma exibicao dele no Brasil...

Roberto Maxwell · Japão , WW 30/1/2007 03:31
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
victorb
 

vontade não me falta também; até aumenta depois de uma degustação de uma semana, na mostra de tiradentes . e talvez por essa recente degustação de produções cinematográficas na sua grande maioria bancadas por leis de incetivo, ver centenas de trabalhos idependentes pode ampliar o conceito que tenho de cinema brasileiro . mas enfim, não vou poder .. argh !

victorb · Belo Horizonte, MG 30/1/2007 12:06
sua opinião: subir
tarokid
 

FANZINE EPISÓDIO CULTURAL E REVISTA DO CINEMA MACHADENSE


OLÁ, MEU NOME É CARLOS E SOU O EDITOR DO FANZINE EPISÓDIO CULTURAL E DA REVISTA DO CINEMA MACHADENSE (1911─;2005). ESTOU DIVULGANDO O FANZINE PELA INTERNET EM ARQUIVO PDF (DE GRAÇA )!
O MEU MAIOR INTERESSE É DIVULGAR O MEU TRABALHO. CASO QUEIRA VER OS FANZINES ( QUE SÃO IMPRESSOS AQUI EM MACHADO/MG) É SÓ MANDAR UM E─;MAIL ,OK?
APROVEITE E VEJA O VÍDEO DA MINHA REVISTA NO YOUTUBE. O LINK É:



http://www.youtube.com/watch?v=WEpox-M6zyw





tarokid · Machado, MG 9/2/2007 23:03
sua opinião: subir
Glauber X
 

Vocês nos inspiram bastante. Inclusive o regulamento de vocês nos guiou para nossa proposta FOCCL. Descobri vocês e me encantei com o lugar que se encontram agora. Vamos seguir para frente e para o alto.

Vejam se podemos interagir mais:
FESTIVAL OLHAR CIRCULAR DE CULTURA LIVRE
OVERMUNDO
Saudáveis Subversivos

Glauber X · Maceió, AL 3/11/2008 13:01
sua opinião: subir
Glauber X
 

SOMOS TODOS CO-CRIADORES

Glauber X · Maceió, AL 3/11/2008 13:02
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados