E o Frevo faz 100 anos!

1
Josué · Recife, PE
13/2/2007 · 131 · 9
 

“Deixa o frevo rolar / Eu só quero saber / Se você vai ficar / Ah! Meu bem, sem você não há carnaval/ Vamos cair no passo/ E a vida gozar”

E todas as atenções em 2007 são para ele! Pois é, não é pra qualquer um não! E em nove de “frevereiro” de 1907 surgiu pela primeira vez no “Jornal Pequeno” a palavra que melhor traduz o Estado de Pernambuco. Não tem como dissociar um do outro. "Pernambuco tem uma dança / Que nenhuma terra tem./ Quando a gente entra na dança / Não se lembra de ninguém... [...] É uma dança, que vai e que vem / Que mexe com a gente / É frevo, meu bem!”, já dizia Capiba, o maior compositor pernambucano do século XX. Ah! E vai virar patrimônio cultural imaterial do Brasil, tal qual o samba-de-roda da Bahia! Nós pernambucanos temos um orgulho danado e aqui todo mundo vai levá-lo à exaustão. O Carnaval de 2007 promete ser o melhor de todos os tempos e você vai ter que fazer clone de você para participar dessa frevação e da gigantesca programação do Recife e Olinda (sinta só no www.pernambuco.com).

“E eu quero entrar na folia, meu bem / Você sabe lá o que é isso / Batutas de São José / Isso é parece que tem feitiço”. Os passos do frevo têm origem na capoeira, enquanto que a música vem dos dobrados tocados pelas bandas militares (imagine só!) aos quais juntaram-se um toque de polca, valsa, maxixe, galope e marcha e deu no que deu. Ninguém sabe quem surgiu primeiro, se foi a música ou se foi a dança. São mais de 100 passos diferentes, cada um mais acrobático que o outro. Mas tem a sombrinha para dar equilíbrio e beleza aos frevolentos movimentos. É pra quem pode, não é pra quem quer! “Quero sentir a embriaguez do frevo / Que entra na cabeça / Depois toma o corpo / E acaba nos pés.”

O frevo é dividido em três categorias: o frevo-de-rua, o frevo-canção e o frevo-de-bloco. O primeiro, que tem algumas subdivisões (abafo, coqueiro e ventania), é tocado pelas orquestras de metais e é puramente instrumental; o segundo é iniciado por uma forte introdução de frevo-de-rua, seguida por uma canção; e o terceiro, mais lento, é executado por uma orquestra de pau-e-corda, acompanhado sempre por um coro feminino, sendo o mais lírico dos três. Durante o Carnaval, são os ritmos dos clubes, troças e blocos que desfilam pelas ruas e ladeiras de Olinda e Recife: Homem da Meia-Noite, Galo da Madrugada, Vassourinhas, Elefante, Pitombeira dos Quatro Cantos, Cachorro do Homem do Miúdo, Mulher do Dia, Madeira do Rosarinho, Eu Acho é Pouco, Eu Quero Mais, Cordas e Retalhos, Bloco das Flores, Lenhadores, Siri na Lata, Ceroulas, Enquanto Isso na Sala da Justiça...

“Bom demais / Bom demais / Bom demais / Bom demais / Menina, vamos nessa / Que esse frevo é bom demais”.

Evoé, Pernambuco!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Daniel Duende
 

Tem post sobre os 100 anos do Frevo até no Global Voices! :D

A festa é boa!


Abraço do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 12/2/2007 20:44
sua opinião: subir
Josué
 

Valeu, Daniel!
A festa é ótima! Só vc vindo, comprovando e vivendo suas experiências. O post do Pedro Seiler no Global Voices diz tudo e muito mais! Ele teve sorte que tava rolando simultaneamente às comemorações do centenário, a Feira Música Brasil, que tb foi tudo!
Evoé!
Ah! E só atualizando, já é Patrimônio Cultural Imaterial do Brasil!

Josué · Recife, PE 13/2/2007 09:33
sua opinião: subir
Fernanda Nix
 

Freve Pernambuco! Muitas saudades dessa terra tão rica. E dança aí por mim, Josué, q eu só vou poder ver pela televisão dessa vez. A festa desse ano deve estar mesmo maravilhosa.

Fernanda Nix · São Paulo, SP 13/2/2007 09:45
sua opinião: subir
Josué
 

Oi Fernanda, como diz aquele frevo "Quem é de fato bom pernambucano/ Espera o ano/ Pra cair na brincadeira/ Esquece tudo quando cai no frevo...". No ano que vem tem mais! Grande abraço.

Josué · Recife, PE 13/2/2007 10:08
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Opa... viva a Freveção! Mais que patrimônio imaterial, é delicia do povo e da terra! :D

Só uma coisa.... acho que o post do GV é de autoria do José Murilo, não?

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 13/2/2007 13:16
sua opinião: subir
Josué
 

Eita, foi mal! O post é realmente do José Murilo, mas no meio do patchwork tinha um texto do Pedro, q foi a ele q me referi no meu comentário. Pronto, agora tá claro, né?
Um abraço.

Josué · Recife, PE 13/2/2007 13:27
sua opinião: subir
Daniel Duende
 

Sim sim... o post é um patchwork de posts sobre o assunto na blogosfera nacional. Logo, podemos dizer que o post é de um monte de gente, organizado pelo Murilão. :D

E viva o remix em todas as áreas!

Abraços do Verde.

Daniel Duende · Brasília, DF 13/2/2007 13:57
sua opinião: subir
Pedro Vianna
 

"E frevo ainda apesar da quarta-feira
No cordão da saideira
Vendo a vida se enfeitar "

Edu Lobo

Pedro Vianna · Belém, PA 13/2/2007 18:27
sua opinião: subir
prisci guimaraes
 

evoé!
abs

prisci guimaraes · Rio de Janeiro, RJ 21/2/2007 22:25
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados