Elinka Matusiak estréia BerimBaden com sucesso

divulgação
Pedro(e), Elinka e Ângelo
1
Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS
1/10/2008 · 162 · 20
 

Recebi da Elinka um convite, segundo ela, o mais especial que já enviou até hoje.

- Queridos amigos e fiéis admiradores da nossa MPB! Esse talvez seja o convite mais especial que já lhes enviei até hoje. Trata-se dum trabalho a que me dedicando desde maio: Um tributo para Baden Powell... Grande violonista e compositor que muita gente ou pensa que não conhece (nem imagina quantas canções dele já escutou ou até cantou), ou realmente não conhece... Eis uma bela chance de ser apresentado a ele!
Eu aprecio muito Baden Powell e venho gostando cada vez mais do que Elinka vem fazendo em música, como já escrevi aqui.
Fui.
E deleitei-me. Todo o auditório fez o mesmo ou mais.
Feliz por demais, Elinka, que saía de um vitorioso programa produzido por ela sobre os 50 anos da Bossa Nova, dizia que contava com a alegria da nossa presença para tornar a estréia ainda mais significativa.
Repetiu isso no palco na abertura da programação, linda, um sorriso imenso e cativante, cabelos negros soltos, a voz macia, aveludada, timbres incríveis, suave, vestido longo, gala reverenciando o homenageado.
Tudo isso de clima acabou ganhando espaço no programa.
Som adequado. Luz discreta.
Um espetáculo digno de Baden Powell, um violão de seis, um violão de sete cordas, um bandolim, uma voz que é muito mais instrumento que tantos.
Todas as partes de uma felicidade de execução inenarrável.
Êxtase.

Elinka estava faceira ao convidar, ao cantar, ao dar o bis, ao ser aplaudida de pé por um auditório reconhecido à qualidade do trabalho e dos intérpretes.
Sentia que o auditório do SESC era todo amigo dela.
ficou um tempão no palco autografando, fazendo fotos com fãs, amigos, familiares.

Por ocasião de um workshop promovido pelo SESC em maio de 2008, em Porto Alegre, os jovens músicos Ângelo Adriano (violão de 6, recém-chegado a Porto Alegre de Brasília), Pedro Franco (bandolim e violão de 7) e Elinka Matusiak (voz) receberam um convite inesperado de um grande mestre para prestar uma homenagem a outro grande mestre, ambos ilustres violonistas, reconhecidos internacionalmente.

Turíbio Santos ministrava o workshop. É o padrinho do trio protagonista do tributo. O programa acabou batizado BerimBaden, o trio ainda não tem nome..

A estréia matou a pau.
Foi tudo o que podia ser de melhor.
Os arranjos, os solos, o andamento e a fúria criativa de Baden assomaram o palco do Teatro do SESC-RS (Alberto Bins, 665), Centro, Porto Alegre., no Dia 26 de setembro de 2008,
das 21h20min até quase 23 horas.

BerimBaden tem o repertório delineado por arranjos que primam pela originalidade, o trio explora desde os afro-sambas mais tradicionais como Berimbau e Canto de Ossanha, da parceria
com Vinicius de Moraes, passando por outras profícuas parcerias como os sambas assinados com Paulo César Pinheiro, até obras pouco conhecidas. Dorme em Paz (letra de Heloisa Setta), que Elinka descalça os sapatos para cantar a que se segue "Canção de Ninar Meu Bem" (cuja importância histórica é ter sido a primeira parceria de Baden com o Vinicius, do que pouquísssima gente sabe).
E teve também a Valsa sem Nome (do Vinicius), quase desconhecida do público da qual há no máximo três gravações.

Um momento de êxtase, a virtuosa execução por Ângelo Adriano do Choro para Metrônomo.

Pedro Franco tem 17 anos e sua performance assombra, é par de qualidade em solos e base para Ângelo, um mestre violonista no rumo da perfeição. No bandolim, Pedro, em duo arrojado, fez exímias bases e solos para o canto afinadíssimo e desafiador de Elinka.

O público reverente a cada execução explodia aos finais das brilhantes performances.

Além da estréia em Porto Alegre, BerimBaden prevê espetáculos no interior gaúcho e também em São Paulo e Rio de Janeiro, que a produção está fazendo das tripas coração tentando viabilizar, incluindo apresentações no Museu Villa-Lobos (RJ) e no Festival do Vale do Café (Vassouras/RJ) em 2009, para onde já têm o convite de Turíbio Santos, diretor artístico do Museu e do Festival.








Ficha técnica

Voz: Elinka Matusiak
Violão 6 cordas: Ângelo Adriano

Bandolim e violão 7 cordas: Pedro Franco

Produção executiva: Elinka Matusiak e Eliane
Franco
Assistente de produção: Letícia Rodrigues

Iluminação: Leandro Gass
Sonorização: Caio Martinez
Figurino: Alana Beulke

Divulgação: Silvia Abreu

Fotos: Bruno Gomes
Video: Eliane Franco Arte gráfica: Elinka Matusiak

Apoio

SESC RS
Clube do Assinante ZH

TVE e FM Cultura
Silvia Abreu Consultoria Integrada de Marketing
Toccata Consultoria em Música
Impacto Signs
Intenso Moda
Cópias Todeschini
Ricardo Alvarenga (orientação cênica)
Pedro Figueiredo (consultoria artístico-musical)
Frederico Mendina (produção audiovisual)
Leandro Gass (criação de luz)
Caio Martinez e Cassio Barth (gravação de áudio)

Informações
Elinka Matusiak
(51) 8404.7608
(51) 8505.7608
encantando@gmail.com
http://www.elinkabrasil.blogspot.com
Assessoria de Imprensa
Silvia Abreu (MTB 8679-4) – F: (51) 8401.6895 – 19/09/08


compartilhe

comentários feed

+ comentar
Ize
 

Adro que beleza de matéria. Pena que não consegui ouvir a voz, os violões e o bandolim. Ainda mais num tributo a Baden Powell a quem amo de paixão. Procurei no youtube, mas não achei. Por coincidência, essa semana que passou meu irmão interrompeu o que eu estava fazendo pra me mostrar a maestria de Baden. Mando pra vc aqui
e aqui
Bjs

Ize · Rio de Janeiro, RJ 28/9/2008 03:38
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Ize,
Pulamor das musas e fados eu sim-ples-men-te não acredito que não tenhas ouvido sequer um tiquinho da voz, dos violões e do bandolim.
Estas, por erto, a ouvir as estrelas já quase da manhã, ora pois, que elas todas, as sonoridades, estão aí no texto, não percebeste... acordes magistrais, acordes!
Não apenas notas, seqüências frasais fantásticas, períodos inteiros de acordes menestreis magistrais.
E o solo fantástico para o choro do Metrônomo?
Também não!
Bem, deve ser coisa de fuso horário, confuso itinerário, sabe-se lá.
Ize,
Eu juro que tenho insistido com esse pessoal para disponiblizar os trabalhos deles em MP3 ou coisa que o valha que possa ser acessada, mostrada, divulgada, mas, eles são músicos de tempo integral e meio e se dão muito pouco com essas geringonças informáticas.
Se passarem por aí, eu te aviso.
O linque do Baden que nos deste de presente é supimpa!
Gostei de bolão, domo diria a vó da Juli.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 28/9/2008 14:12
sua opinião: subir
Ize
 

Oi, não sei se vc está falando por metáforas, como gosta. Eu deveria ter ouvido pq o som está contido no seu texto, é isso? Ou deveria ter ouvido mesmo, pra chuchu? SE é isso, onde está o link, pulamordedeus? O único que tem leva pruma outra matéria que tb não tem link pra música. QUERO OUVIR, QUERO OUVIR . Enqto isso, mando outro link do Baden

Ize · Rio de Janeiro, RJ 28/9/2008 15:13
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Perdão, Ize.
Eu disse que não consegui ainda desse pessoal que disponibilizasse algo do que produzem.
É que não gravaram nada do que produziram de BerimBaden até o momento.
Tem apenas um CD solo do Ângelo, que eu não consegui comprar, mas que não dá noção do que foi o espetáculo, embora fale muito da qualidade de instrumentista dele.
Desculpa-me ter metaforizado e brincado dessa forma com teu gosto.
Ao mesmo tempo, fico feliz em ter despertado tanto em ti, com esse pequeno registro.
Grato querida amiga.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 28/9/2008 15:47
sua opinião: subir
Juscelino Mendes
 

Excelente pedida, Adroaldo.
A velha e admirável, em todas as suas cores,
da MPB.
Abraços.

Juscelino Mendes · Campinas, SP 28/9/2008 22:56
sua opinião: subir
Elinka
 

Caros Adroaldo, Ize e demais visitantes...
Antes de mais nada, peço-lhes que virem novamente a ampulheta e concedam-me a honra de um pouquinho mais de tempo até que eu possa finalmente postar aqui um link para poderem escutar amostras do BerimBaden e outros trabalhos meus!!
Talvez para a surpresa do meu querido amigo, eu até lido bem com essas "geringonças informáticas", sim, hehe, tanto que estou nessa semana fazendo a edição do áudio e do video captados no show e tb num ensaio que gravamos no mesmo teatro umas duas semanas antes. Além disso, ainda tenho que atualizar os blogs e criar um "myspace" e um novo canal no youtube!!
Nem preciso dizer que não é fácil conciliar tudo isso com o meu cotidiano, não é??!!! Mas não me queixo, não! Faço tudo com e por amor à arte, como sempre! Só lhes peço clemência e mais um pouquinho de paciência!!!
Pra encerrar meu debut como comentarista aqui no Overmundo, registro um agradecimento infinito e sincero, (ilustrado com uma fermata em acorde orquestral de Ré Maior pleno!) ao amigo Adroaldo, por tão delicadas e gentis palavras...
Tuas impressões sobre meu trabalho são como o perfume de um bom vinho ou um ramo de jasmins: inebriam qualquer que lhes dedique um minuto de atenção!
Espero retribuir teu incentivo e estar sempre à altura da poesia deliciosa de teu discurso - que me enleva a alma e eleva meus pensamentos até mais além de onde eu supunha poder estar um dia...
Obrigada, querido!
Abraço melodioso a ti e a todos teus leitores!

Elinka · Porto Alegre, RS 30/9/2008 06:26
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Mas, bah, guria! Assim me matas de tamanha emoção.
E, sim, para imensa e agradável surpresa minha, que bom já teres muita noção (mais que eu até) das geringonças e trapizongas da informática. Perdão por não ter perguntado a ti e sair disparando avaliações.
Adorei saber disso e amei tê-la aqui em nesse cantinho postado. Agradecido.
Beijo.
Saúde e sucesso sempre, com a felicidade que mereces, amiga Elinka.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 30/9/2008 15:49
sua opinião: subir
Raiblue
 

Oi,Adro,querido!

Grande matéria!
Um tributo ao Baden Powell é digno de todo louvor!
Com arranjos de bandolim, então, deve ser muito lindo...que pena ainda não ter disponibilizado o link para podermos ouvir...pena mesmo...Fiquei com muita vontade de ouvir a Elinka!

Obrigada pelo convite,querido, e parabéns pela divulgação
de um evento como este!

Saúde e muita inspiração,meu querido!
Um beijinho azul....
Blue

Raiblue · Salvador, BA 30/9/2008 21:33
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

A MPB, viva, vivida, revisada, retornada e pulsando com todas as cores no universo do bom gosto e da beleza musical. Parabéns Grande mestre Adroaldo Bauer.

Coluna do Domingos · Aurora, CE 1/10/2008 12:58
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Imperdível Adroaldo quem presenciou vários momentos de Baden , inclusive a última vez que o vi foi num Bar em Campinas onde as pessoas lotaram sentando ao chão e em total silêncio...
Não esqueça de dizer quando etes preciosos músicos estarão aqui em Sampa. Ver esse rapaz de 17 anos, Pedro Franco, deve ser o máximo. Conto com você.ab

.

Cintia Thome · São Paulo, SP 1/10/2008 20:36
sua opinião: subir
celina vasques
 

celina vasques · Manaus, AM 1/10/2008 21:00
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

joe_brazuca · São Paulo, SP 1/10/2008 21:34
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

sampa ta esperando....

joe_brazuca · São Paulo, SP 1/10/2008 21:35
sua opinião: subir
Benny Franklin
 

Grande trabalho; Adro.
Assim aprendo (te lendo) sobre esse monstro da MPB.
Abs.

Benny Franklin · Belém, PA 1/10/2008 22:44
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Legal a materia em si, claro, mas o resgate. Esta coisa de re-viver
re-lembrar, re-avivar
abraço, Prof.

Andre Pessego · São Paulo, SP 2/10/2008 06:39
sua opinião: subir
crispinga
 

Matéria arquivada, mestre!

crispinga · Nova Friburgo, RJ 2/10/2008 12:02
sua opinião: subir
Paloma Naziazeno
 

Gostei demais da conta da matéria e ouvi Baden a tarde inteira...Gostaria de ter estre trio aqui, nas rua de Ara.Quem sabe a mágica não acontece?
Cheiro.

Paloma Naziazeno · Aracaju, SE 2/10/2008 12:14
sua opinião: subir
Juliaura
 

Viva Elinka, maravilha de guria! Parabéns pro trabalho do Trio. Banden é luxo só!

*5*6*
Eu vou aproveitar que aqui já virou a meia-noite e dar os parabéns e abraços bem apertados pro homem mais presente da minha vida, o Adroaldo Bauer, pelo aniversário de 56 anos dele hoje.

Ele é um presentão que eu ganhei já grandona, nem mijava mais na cama, quando tinha nove anos.

E aproveitar que ele tá melhor do coração, que deu aquele treco de iam nele em abril e eu meio que sai fugida pra trabalhar empurrada por ele me dizendo pra vir que o mundo sabia o que fazer dele e eu tinha que aprender o que fazer de mim, sem ele, sem a vovó, com mais gente como eu, do meu tamanho, da minha idade, da minha geração das minhas vontades.

E é por isso que eu queria dar uns beijões nas bochechas rosadas dele, com barba branca de papai noel, que agora ele não fuma mais e tá ficando com cara de duende do bem e sem mal cheiro de fumo.

E bebe agora menos vinho que eu, que era um trio parada dura vovó, ele eu na frente de um garrafão de cabernet sauvignon da colônia, feito à mão, com queijo, salaminho e lingüiça cortada à faca, frita, que agora gordura tá tudo proibido pra ele.

E eu queria dar de parabéns uma certeza, mas essa certeza eu acho que ele já tem: que é meu amor inteiro de cria dele que eu dô tudo de uma vez só assim de longe e espichado que é pra poder chegar, mas é que não sei se pode fazer isso por aqui por estes canais e eu queria dar e não sei se dá, mas vou dando e depois se não der que me digam porque não tenho outro lugar pra dar pra ele um abração do tamanho dum trem subterrâneo no canal da mancha para ele que é mais pra de la mancha que chicote, mais pra amar Dulcinéia nos moinhos de vento e sair de prosa com Sancho que pra fazer rancho e ficar de perna pro ar, agora que precisa caminhar pra baixar a pança.

Mas ele não aceitaria, porque ia dizer que o bush tá deixando o secretário do tesouro dele numa de coordenador das dinheiramas e que os dólares bons vão pras firmas das famílias deles e os podres pros cofres dos quebrados, o the povo como sempre.

E ia mudar de assunto, porque acha que não vai ficar velho... e não comemora anivérsário. Conversa! Se enrosca com um agradinho.

Mas eu ia mudar de assunto e só desejar, berrando a plenos pulmões: parabéns pra você, meu amado e querido, que a saúde te encontre sempre e te dê, como nos dizes sempre, mais felicidades do que queiras!
E disse.
E dei.
E pronto.
Té.

Juliaura · Porto Alegre, RS 2/10/2008 21:50
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Paloma, Cris, Mestre André, Benny, Joe, Celina, Cíntia, Juscelino, Blue...
Sois adoráveis pessoas, agradeço.
Sejam, por gentileza, compreensivas com os achaques desse velho amigo de vocês e tolerantes com os abusos dessa minha cria desabotina e irreverente:
Juli,
Só não levarás uma bronca porque estás longe há já cinco meses e a saudade não permite.
Faça planos de voltar menina, preciso da tua aprovação para os poemas que vamos publicar juntos, meus e teus.
Ou me deixa um enderço para eu poder envioar as provas, antes que se dissolva os ativos.
Agradecido por lembrar do aniversário desse teu velho.
Eu não conto mais anos.
Agora eu penso cada vez mais em minutos, horas, turnos, dias e, no máximo, em semanas.
Também tirei o apê da imobiliária.
Não venderemos antes que se tenha condição de formar preço, que tudo está indo pelo ralo do esgoto dos escrotos da família aquela amiga dos Bin Laden.
Terrorista é quem mesmo
Quem abala as negociatas da rua dos muros nesse momento?
Nenhum prédio arde em chamas, mas tá faltando elixir paregórico e imosec nas farmácias do mundo.
As bolsas estão cheias de encagaçados.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 3/10/2008 21:15
sua opinião: subir
Coluna do Domingos
 

Votado

Coluna do Domingos · Aurora, CE 4/10/2008 18:46
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Baden Powell em programa de alta gala zoom
Baden Powell em programa de alta gala
BerimBaden, um competente tributo mais que merecido a Baden Powell zoom
BerimBaden, um competente tributo mais que merecido a Baden Powell
A reverência de Pedro a Elinka e de ambos à excelência de Baden zoom
A reverência de Pedro a Elinka e de ambos à excelência de Baden
Ângelo conduz o violão aos caminhos abertos por Baden, em tom e som de Berimbau zoom
Ângelo conduz o violão aos caminhos abertos por Baden, em tom e som de Berimbau

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados