Espaço Cultural Marreta

Marcelo Perez
Entrada do espaço
1
Marcelo Perez · Boa Vista, RR
31/12/2006 · 173 · 7
 

A entrada é um garajão imenso, que nos leva a um longo corredor arborizado, com mesas espalhadas ao seu redor, e ao fundo um quadro na parede que se destaca. Uma figura com traços marcantes, típicos do norte, de terno e gravata. Uma dessas fotos amareladas que o tempo insiste em desgastar. Personagem principal na história deste Espaço Cultural underground da cidade. O ilustre Marreta.

O Espaço Cultural Marreta, com apenas um ano, já é uma referência cultural na cidade de Boa Vista. Lugar agradável e familiar que consegue atrair todas as tribos. Um ótimo lugar para se passar o tempo, aliás, o tempo pode ser contado através de diversos quadros com fotos e recortes de jornais espalhados pelas paredes do espaço.

Estive conversando com Franco de Souza Cruz Soares, 37 anos, responsável pelo Centro Cultural, que me contou um pouco da história do espaço. “Na verdade a idéia do espaço foi acontecendo ao longo dos anos. O site bvroraima, que é um site de esporte e cultura surgiu em 97 e de lá pra cá veio crescendo e serviu de base para vários concursos públicos, onde as pessoas usaram de base para conhecerem o estado e virem pra cá. É a primeira revista virtual do estado de Roraima e com o passar dos anos divulgamos muitas fotos e imagens nele, então resolvemos unir esse material, esse conteúdo e disponibilizar no Espaço Cultural Marreta, para que as pessoas pudessem conhecer um pouco do estado”.

Franco logo me esclareceu a razão do nome Marreta, que é uma curiosidade de todos que ali chegam pra conhecer o espaço. “Marreta é uma homenagem ao meu avô”. Isso mesmo, Marreta foi um saxofonista muito famoso em Boa Vista. Estava sempre presente nas festas locais, Carnaval, eventos sociais, ele era um ótimo saxofonista. “Divertiu durante muito tempo o povo de Roraima”. Diz o neto com orgulho. “Fazia parte das bandas que levavam o povo pras ruas pra brincar o Carnaval, na época das batalhas de confete. Divulgou muito a cultura, a dança do boi, quadrilhas juninas e foi uma homenagem a ele”.

O apelido foi dado pelos amigos de quartel, pois ele era baixinho, gordo e parecia mesmo uma marreta. Durante muito tempo trabalhou como pedreiro e construiu mais de 200 casas em Boa Vista, inclusive foi mestre de obras do antigo prédio da prefeitura.

O Espaço Cultural Marreta tem o 1º sebo do Estado de Roraima, apesar do espaço ter apenas um (01) ano. “Este material será disponibilizado na internet”, diz Franco. Existe um acervo muito interessante sobre a história de RR. “Desde que o espaço foi inaugurado eu sempre venho aqui pra estudar. Na época do vestibular encontrei muita informação importante no sebo. A história de Roraima está ali e pra concursos públicos também vale a pena dar uma pesquisada”, diz Paulo, funcionário público e freqüentador do espaço. Ainda é possível de se encontrar um dos primeiros jornais do estado, O Átomo, de 1950. Encontramos também algumas curiosidades escondidas como um rádio que funciona à corda, uma coleção de vinis e um toca disco bem antigo, que contribui para o charme do local e muitas fotos de programas de auditório da década de 50. Quando os programas de rádio eram realizados no Teatro Carlos Gomes.

Por ali não é difícil de encontrarmos artistas, poetas e músicos, que muitas vezes utilizam o espaço para ensaio e apresentações. “Quando começo a ensaiar algum espetáculo, sempre venho aqui. O lugar é calmo, dá pra estudar o texto numa boa”, diz Priscila, atriz.

Grupos de teatro como o “Malandro é o Gato”, que ensaiou seu mais recente espetáculo por lá, agora já fizeram do espaço o seu ponto de encontro, onde se reúnem regularmente para tratarem de assuntos pertinentes à trupe. “É difícil de encontrar um lugar como esse aqui na cidade. O bacana é que temos uma parceria bem legal, aqui temos acesso livre”, diz Renato Barbosa, diretor do grupo.

Durante a semana, a comunidade utiliza bastante o espaço para leitura, estudo e pesquisa no cyber café. Ainda dispõe de cursos de teatro, salas de ensaio, feira de artesanato local, competições de xadrez e o restaulanche, com pratos variados e deliciosos. “Estamos abertos para todas as manifestações culturais. Divulgar a arte desse estado é o nosso objetivo”, diz Franco.
Serviço:

Segunda a sábado:
De 8:00h até quando tiver gente usufruindo do espaço.

End:
Rua Cerejo Cruz, 786 – Centro.

Fone: 95 XX 3623-4841

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Tetê Oliveira
 

Oi Marcelo, pena só agora receber a dica sobre o Espaço Cultural Marreta. Estive em Boa Vista há pouco mais de um mês e perdi a oportunidade de ir até lá.
Por falar em espaço, vai uma pequena dica: procure evitar a repetição de palavras em seqüência, o que torna o texto um tanto cansativo. No último parágrafo, por exemplo, há quatro "espaço (s)". Poderia evitar isso com algo como:

Durante a semana, a comunidade utiliza bastante o espaço para leitura, estudo e pesquisa no cyber café. Ainda dispõe de cursos de teatro, salas de ensaio, feira de artesanato local, competições de xadrez e o restaulanche, com pratos variados e deliciosos. “Estamos abertos para todas as manifestações culturais. Divulgar a arte desse estado é o objetivo deste espaço”, diz Franco.

Abraço.

Tetê Oliveira · Nova Iguaçu, RJ 29/12/2006 22:33
sua opinião: subir
Marcelo Perez
 

Valeu, Tetê! Faltando menos de 20min. ainda consegui fazer a modificação que me sugeriu, ufa!
Beijão

Marcelo Perez · Boa Vista, RR 30/12/2006 01:31
sua opinião: subir
Alê Barreto
 

É importante perceber que por todo o Brasil estão surgindo espaços culturais como este, o que me provoca a pensar que está surgindo uma rede de espaços in(ter)dependentes, mais acessível aos criadores, produtores, financiadores e público, e com identidade bem brasileira. Mas também abertos às outras culturas.

Alê Barreto · Rio de Janeiro, RJ 31/12/2006 14:00
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

É o que me dá vontade de conhecer o Brasil todo, Alê: esses espaços que são "glocais", ou seja, têm o seu quê de globalidade (no que isso tem de bom: conexão com a Web, notícias de outros pontos do mundo) e a cultura local, mostrando o que a região tem de melhor.

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 31/12/2006 18:05
sua opinião: subir
Fábio Fernandes
 

Bela matéria, Marcelo! Parabéns!

Fábio Fernandes · São Paulo, SP 31/12/2006 18:05
sua opinião: subir
Antonio Rezende
 

Tem meu voto, Marcelo. Mas acho que a foto principal não está a altura da matéria.

Antonio Rezende · Palmas, TO 1/1/2007 15:10
sua opinião: subir
Tetê Oliveira
 

Legal, Marcelo. Até mais e parabéns pela matéria.

Tetê Oliveira · Nova Iguaçu, RJ 2/1/2007 01:24
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

O famoso Marreta... zoom
O famoso Marreta...
O 1º sebo de Boa Vista... zoom
O 1º sebo de Boa Vista...
Cia. do Lavrado (grupo de teatro local) na maior feijoada... zoom
Cia. do Lavrado (grupo de teatro local) na maior feijoada...
Jornal Brasil Norte contando a história... zoom
Jornal Brasil Norte contando a história...
Época dos programas de rádio ao vivo... zoom
Época dos programas de rádio ao vivo...

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados