Festival e Prêmio Omelete Marginal

divulgação/site
1
Ilhandarilha · Vitória, ES
9/12/2008 · 176 · 9
 

A revista Omelete Marginal, que fica hospedada no portal cultural IU - Intervenções Urbanas, foi fundada em 2007, pelo agitador cultural Fred Entringer, e logo ficou conhecida entre a classe artística e formadores de opinião. Tornou-se referência por permitir a livre expressão, tanto de artistas, quanto de seus colaboradores, fazendo notícia com artigos pungentes sobre música, cinema, literatura, dança, fotografia, artes plásticas, teatro, comportamento e política. A revista tem em seu corpo editorial um de seus grandes diferenciais, ampliando o debate ao dar voz a um coletivo de grande expressividade e representatividade, formado por realizadores sem amarras. Reflexo da juventude, da geração MP3, a Omelete Marginal vem acompanhando a evolução da cultura pop no Espírito Santo, discutindo, problematizando e promovendo a renovação, sem jamais perder o tom crítico. Apoiada nos fundamentos democráticos trazidos pela web, a revista ultrapassa os limites do estado, reverberando por todo país, levando a cultura local para além das divisas - as cinco cidades que mais acessam o portal são Vitória, Vila Velha, Rio de Janeiro, São Paulo e Belo Horizonte.

O idealizador do IU, Fred Entringer é um carioca inquieto. No Rio, trabalhava como produtor cultural e era vocalista de uma banda no Rio de Janeiro, o Mutreta, que lançou dois discos e durou dez anos, fazendo shows importantes no Canecão, Circo Voador e Festival Humaitá Pra Peixe, entre outros. Por lá, idealizou e realizou eventos que movimentaram e cena artística no Rio de Janeiro entre 2002 e 2006, como Tim Rock Hour, Rock na Varanda e Rock na Areia, e promoveu shows de bandas como Cansei de Ser Sexy, Moptop, Maurício Baia, Canastra, Detonautas, Dani Carlos, Rock Rocket, Luxúria e mais uma centena de bandas. Também trabalhou no mercado fonográfico no Rio, passando pela Rádio Cidade e pela gravadora BMG (hoje Sony BMG), além de desenvolver projetos nas produtoras Inova (que transmitiu o Rock in Rio 3 e realizou a 1ª edição do Resfest Brasil) e Cristal Multi Music (escritório de artistas como Teresa Cristina, Ls Jack, Ramirez e Arlindo Cruz).

Fred conta que quando mudou-se para Vitória, no início de 2007, começou a pesquisar na internet sobre a cena cultural daqui: “foi difícil. Não encontrava informação centralizada. Apenas sites com fotos de baladas, obsoletos e que não promoviam o diálogo, pelo contrário, eram vias de mão única. Mas ao mesmo tempo fui descobrindo dezenas de artistas com trabalhos geniais. Pensei: "porra, como pode? tanta gente boa sem aparecer... tá faltando uma vitrine!" Foi aí que tive a idéia do Intervenções Urbanas, o IU, um lugar onde fosse possível catapultar essa safra incrível. A revista Omelete Marginal veio junto, como o braço de opinião do IU.” Mesmo sem conhecer muita gente por aqui, Fred saiu espalhando e-mail, deixando recado em Fotolog, blog, Orkut, e convidando colaboradores para a empreitada: “ao invés de jornalistas, convoco realizadores. Esse é o segredo. No primeiro mês foram 2.000 visitas. Hoje, onze meses depois do IU ir ao ar, já passamos das 100.000 visitas mensais. Tá dando certo. Estamos promovendo a movimentação artística por aqui, naturalmente. Vem muito mais por aí, pode anotar!”

O Prêmio Omelete Marginal veio um ano depois da fundação do portal Intervenções Urbanas e Revista Omelete Marginal. Segundo Fred, a premiação não é uma disputa, nem uma competição de melhores: “é a tentativa de mapear a produção criativa do Espírito Santo. Tudo pelo propósito da convergência. Por isso tantas categorias em diferentes vertentes. Queremos fazer com que as pessoas se percebam. Quando saiu a lista dos indicados fiquei feliz em ver tanta gente reunida. Fiquei imaginando a cerimônia, com todo aquele povo se esbarrando no mesmo espaço, trocando idéias, compartilhando sonhos, vendo o que o outro está produzindo. Fiquei sabendo que o Juliano Gauche, vocalista e compositor do Solana, está fazendo a trilha sonora de uma peça da Virgínia Jorge, e que ela vai dirigir o novo videoclipe dele. Bingo! Esse é o objetivo, a troca. Está funcionando. Estamos aplaudido um ao outro sem vaidade rasa.”

Para a escolha dos indicados para o prêmio Omelete Marginal, foram disponibilizados no portal IU apenas as categorias. Os leitores do portal se encarregaram de sugerir nomes por meio dos comentários. Ao mesmo tempo, a equipe da Revista se encarregou de colher opiniões dos colaboradores e pessoas envolvidas nas áreas culturais específicas. A relação dos 130 indicados nas 26 categorias saiu “desse montão de pitacos”, conta Fred. “Por ser a primeira edição, optamos por levar em conta trabalhos produzidos a partir de 2006, mas priorizando produções mais recentes. Ficou muita gente boa de fora. Ainda bem. Porque só reforça que estamos passando por um momento de intensa produção criativa. São muitos nomes, grandes talentos. Está chegando a hora em que o Brasil, enfim, vai notar o ES, não vai dar mais para ignorar o acontece por aqui”, diz o entusiasmado produtor.

Bom, como o cara é inquieto e toda idéia vira realização desdobra-se em outra, já que existia a premiação, por que não fazer também uma grande festa para comemorar o aniversário e a premiação? Festa? não: Festival Omelete Marginal. Que surgiu com o propósito de mapear a movimentação artística no ES, descobrir quem são, onde estão e o que fazem as mentes mais criativas do Estado, reunindo artistas e bandas que estão se destacando num novo modelo de mercado cultural capitaneado pela internet. Tudo com o propósito de promover o diálogo entre os agentes culturais do ES e estimular a formação de novas platéias e a difusão da produção artística local. “Mais do que tudo, o festival pretende incentivar a produção autoral, integrando a nova geração de artistas capixabas. Assim, focando no trabalho em rede, cooperativista, o evento está inserindo o Espírito Santo no calendário anual de festivais, conectando o Estado com o Brasil e fomentando a cena local, envolvendo artistas, produtores e comunicadores, revelando novos nomes para o cenário cultural local e brasileiro”.

A programação do Festival pode ser vista no Intervenções Urbanas. A votação para o Prêmio Omelete Marginal também será realizada por meio do portal até domingo, dia 7 de dezembro. Não esqueçam de entrar lá e votar nos overmanos indicados (sempre é bom puxar a brasa pra nossa sardinha, heheh!). No portal você concorre também a convites para o evento, que acontecerá de 13 a 14 de dezembro, na Praça do Papa e no Hotel Ilha do Boi. Imperdível!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Helena Aragão
 

Olha, eu não tinha me dado conta que esse Fred era o mesmo do Mutreta e do Rock na Varanda! Que ótimo! Cheguei a fazer uma matéria (e adorei) sobre o evento do Méier quando trabalhava num jornal aqui do Rio... O objetivo era justamente mostrar eventos culturais feitos na cara e na coragem na Zona Norte e no subúrbio do Rio. Fiquei com as melhores impressões das empreitadas do Fred. Pelo visto agora ele mudou de cidade, mas não de disposição. Que ótimo!

Eu já dei meus votinhos por lá :)

Helena Aragão · Rio de Janeiro, RJ 5/12/2008 17:00
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ilhandarilha
 

É isso, Helena, disposição não falta pro carinha. Acho que ele conseguiu, via o Intervenções Urbanas, juntar outras pessoas com disposição também e todos estão fazendo um trabalho bem legal.
bjos

Ilhandarilha · Vitória, ES 5/12/2008 20:40
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Claudia Almeida
 

Salve! Teresa Cristina

Claudia Almeida · Niterói, RJ 10/12/2008 10:37
sua opinião: subir
Mirtes Carvalho
 

Estimado FRED como foi bom poder pesquisar no Overmundo e encontrar vocês OMELETE NARGINAL. Sempre vivi com jornalistas, uma ilha, cerca de notícias por todos os lados. Até comecei a Faculdade HELIO ALONSO de Jornalismo mas não dei continuidade devido a trabalhos. Fizemos um Jornal específico para PX há 27 anos atrás mas só saiu 6 números pois meu companheiro ( Maurício Manoel Glatt do grupo que fundou o PASQUIM ) faleceu. Não dei continuidade. Hoje, aposentada há pouco, voltei a fazer minhas poesias e textos... Daí Overmundo... e encontrei vocês o que me fez vibrar por ver jovens maravilhosos caminhando com um projeto tão bonito e que pode incentivar tantas pessoas a abrir o coração e CRIAR. P A R A B É N S !!! Beijos para todos desta iniciativa.

Mirtes Carvalho · Rio de Janeiro, RJ 10/12/2008 12:35
sua opinião: subir
ayruman
 

Bela iniciativa. Projeto de grandes talentos artísticos. Sucessos a Todos.
Saúde. Luz e Paz. jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 10/12/2008 13:06
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Oh Ilha,
Me recordou algumas investidas outras, lá bem atrás,
abraço
estou indo ler o julgamento parcial da RAPOSA TERRA DO SOL

Andre Pessego · São Paulo, SP 10/12/2008 16:27
sua opinião: subir
fernando ciscozappa
 

ilhandarilha...
estamos nessa
nasciclovias insurgentes
inquietos produtores de subjetividades rebeldes...

abraços ternos,


fernando ciscozappa · Belo Horizonte, MG 10/12/2008 17:56
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ilhandarilha
 

E os grandes vencedores foram:

Personalidade: Neymara Carvalho
Banda ou Artista: Solana
Disco: “feliz, feliz” – Solana
Site: Solana
Show: Dead Fish
Videoclipe: “AM” - Amaro Lima
Festival: Vitória Cine Vídeo
Evento ou Festa: Supermercado da Moda
DJ: Sindicato du Dub
Filme: “Mangue Negro” - de Rodrigo Aragão
Atriz de Cinema: Kika Oliveira - “Mangue Negro”
Ator de Cinema: Fábio Matos - “No Princípio Era o Verbo”
Diretor de Cinema: Virgínia Jorge - “No Princípio Era o Verbo”
Documentário: “Touro Moreno” - de Juliano Enrico
Peça de Teatro: “O Grande Circo Ínfimo” - Grupo Z de Teatro
Atriz de Teatro: Alexsandra Bertoli - “Quatro Intérpretes Para Cinco Peças”
Ator de Teatro: Reginaldo Secundo - “O Estranho e o Cavaleiro”
Diretor de Teatro: Marcelo Ferreira - “Esperando Godot”
Dança: Ivna Messina
Artes Plásticas e Visuais: Mônica Nitz
Moda: Lamartine Neto
Literatura: Erly Vieira Jr. - “-sse”
Fotografia: Lucas Aboudib
Jornalismo Cultural: Tati Wuo - “TV Gazeta”
Programa de TV: “Em Movimento” - TV Gazeta
Programa de Rádio: Rock Revolution - “Rádio Cidade”

Tirando o pessoal do Solana, ganhadores (e merecedores) em várias categorias, a premiação foi bem equilibrada. O importante foi ver a galera da cultura comemorando junto, na bela festa de premiação que aconteceu no domingo, a união em torno do ideal da arte. Parabéns a todos nós, ganhadores, indicados ou batalhadores da cultura, e parabéns ao Fred, mentor de tudo isso!

Ilhandarilha · Vitória, ES 17/12/2008 21:31
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

A cineasta Virginia Jorge na capa da OM zoom
A cineasta Virginia Jorge na capa da OM
Alguns dos indicados na capa da última edição zoom
Alguns dos indicados na capa da última edição
Fred Entringer e Tati Wuo no lançamento do prêmio zoom
Fred Entringer e Tati Wuo no lançamento do prêmio

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados