FORRÓ EM DESTAQUE - GLORYA RYOS (ENTREVISTA)

Glorya Ryos
Glorya Ryos - Brasileira, Nordestina e Artista
1
LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP
10/3/2008 · 188 · 23
 


O Brasil é um país de dimensões continentais. É o óbvio escrito e comentado em qualquer meio teleguiado pelas leis da física. E sendo assim, as surpresas aparecem, como poeiras deixadas pelas revoluções culturais passadas e perdidas, naqueles caminhos retos e tortos da antiglobalização. Não é uma história sem pé e sem cabeça! É uma introdução aleatória para trazer ao público um talento da Música Brasileira, natural do Estado do Piauí, e de nome Glorya Ryos.


Esta menina - de meia idade - é uma das legítimas sucessoras da “Rainha do Forró - Marinês”. Sua voz tem um timbre agradável e afinação perfeita. Poderia ser (com toda certeza) uma cantora de MPB (Música Popular Brasileira), e constar no seleto grupo das divas da voz.


Sem qualquer dor de consciência, Glorya Ryos escolheu o “Forró” como bandeira política e alimento espiritual. O “Forró” ainda é um estilo musical diferenciado pelos intelectuais? A brasileira, mulher, radialista, comunicadora, compositora, cantora, Bacharela em Direito e amiga pessoal, Glorya Ryos, responde (sem qualquer censura) às provocações culturais...



01) PERGUNTAS E RESPOSTAS



Lailton Araújo - Quem é Glorya Ryos?

Glorya Ryos - Sou mulher, nordestina e artista. Só por isso eu já poderia estar reclamando de todos os tipos de preconceitos. Acho que nunca fui de perder tempo pensando no lado difícil da vida. Meu tempo foi bem aproveitado na produção de coisas boas. Como geminiana sempre quis desenvolver várias habilidades. Fui secretária! Formei-me em Direito e trabalhei na Bolsa de Valores de São Paulo durante 12 anos. Gravei 10 discos (LPs e CDs). Fui ainda comunicadora e produtora artística no programa de rádio Mulher Atual (Rádio Atual - 1370 AM) - durante 13 anos - participando ativamente de todas as campanhas sociais. Estive ainda envolvida na área política (como assessora) de uma cidade na Grande São Paulo. Na literatura: escrevi um livro de primeiros socorros (em parceria com minha irmã - Nélia Maria), e que está em fase de divulgação. No momento, apresento um programa musical na TV SPL - Zona Leste da capital paulista.
...........................

Lailton Araújo - No mar cultural do Brasil, as sardinhas e outros pequenos peixes conseguem sobreviver nas mesmas águas de tubarões e lulas?

Glorya Ryos - “De jeito nenhum!” As sardinhas que se virem! Trabalhando duro! Inventando alternativas... E o cardume ou indivíduo sempre morre na praia!
..........................

Lailton Araújo - O que é "Forró"?

Glorya Ryos - "Forró" é a maior manifestação cultural do Brasil. O "Forró" é a música do “Sertão Nordestino” - região castigada pela seca e abandonada por governantes durante anos. Mesmo assim - teimosamente como o "mandacaru" ( planta da flora local - nome científico: Cereus jamacaru ) - muitos e muitos talentos nascem, crescem ou tentam crescer, e terminam morrendo sem oportunidades profissionais. Esses citados talentos estão por aí...
..........................

Lailton Araújo - Sem acordeom (sanfona), zabumba e triângulo, o "Forró" não pode tornar-se um “Funk” nordestino?

Glorya Ryos - Rindo muito (risos)... Não! Mesmo sem estes tradicionais instrumentos musicais, o "Forró" tem sua própria autenticidade e espaço. E continuará sendo o bom e quente "Forró".
..........................

Lailton Araújo - Será que o "Forró Universitário" tem razão em discriminar o "Forró Primário"?

Glorya Ryos - Isto é uma prova (ou argumento) de que só a universidade não dá sustentação e sensibilidade para as pessoas respeitarem a sua história cultural. "Forró" não é "Universitário" nem "Mobral" (programa de alfabetização). "Forró" é música “nordestina boa e bem feita”. Nada impede que existam estes movimentos inovadores tocando "Forró" e colocando o estilo em evidência. Mas, a autenticidade fica mesmo com Luiz Gonzaga , Marinês, Jackson do Pandeiro , Ary Lobo , Anastácia e muitos e muitos outros.
...........................

Lailton Araújo - Quem ficará na história do "Forró": Luiz Gonzaga e sua voz grossa, adulta, política e nordestina, ou o grupo Falamansa com a fala maneira, jovem e paulista?

Glorya Ryos - Com o devido respeito aos meninos do Falamansa (aprendi a respeitar todos os artistas, pois a luta é árdua e desleal), o mestre Luiz Gonzaga é o “papa” da música nordestina.
............................

Lailton Araújo - Rindo à Toa no Xote dos Milagres e com um Xote da Alegria, o comentado grupo musical Falamansa vendeu quase três milhões de Cds. Luiz Gonzaga (o Velho Lua) nunca chegou perto de tal marca fonográfica. Na batalha musical Luiz Gonzaga (x) Falamansa, quem venceu?

Glorya Ryos - Este resultado de venda foi a novidade de um “momento” e muita divulgação (não invalidando evidentemente o valor do Falamansa, que ajudou a evidenciar o "Forró" novamente). As "Mídias" pedem jovens bonitos! Com um considerável investimento, a “coisa” acontece. O artista Luiz Gonzaga foi uma construção bem feita. Tijolo por tijolo, na raça, no suor, no "gogó", contando a nossa história, construindo verdadeiras pérolas da nossa música nordestina. Quando você ouve a música Apologia ao Jumento (O Jumento é Nosso Irmão), você se transporta para a região Nordeste do Brasil, construindo uma paisagem em seu pensamento.
...........................

Lailton Araújo - Os cachês musicais brasileiros caminham nos passos das formigas, jacarés, avestruzes ou mamíferos?

Glorya Ryos - Não só os cachês... Como qualquer remuneração (em qualquer profissão)... Para uns em passos de formigas! Para outros em passos de avestruzes!
..........................

Lailton Araújo - Uma mulher pode ser a matriz ou filial? É justo?

Glorya Ryos - A mulher pode tudo! Ela é quem define o que lhe convém. O importante é ser feliz na postura escolhida. Se ela não prejudica outra pessoa... É válida tal postura! Respondendo ao segundo argumento: a mulher e o homem têm que caminhar lado a lado.
..........................

Lailton Araújo - A independência financeira é uma peça fundamental no jogo de xadrez da relação homem (x) mulher?

Glorya Ryos - Embora muitos digam que não, beijinhos e abraços não pagam contas nem eternizam amor algum. Se os dois trabalharem, a possibilidade de dar certo é bem maior. A receita para tudo é trabalho. E acho que não importa quem ganha mais. No conjunto, o casal é quem vence.
...........................

Lailton Araújo - A intolerância sexual e racial é uma realidade ou mito na época do Orkut?

Glorya Ryos - É uma realidade... Muitas vezes velada! Outras vezes: camuflada!
...........................

Lailton Araújo - A migração foi algo necessário no Brasil. Qual é a atual estrada dos novos migrantes?

Glorya Ryos - Acho que cada um deve lutar pelos seus sonhos. Voltar para a cidade ou região de origem às vezes é o caminho necessário. Muitos migrantes - sem quaisquer experiências profissionais - não têm condições de concorrer no seletivo mercado de trabalho.
...........................

Lailton Araújo - O Estado do Piauí vai receber o “Funk” dos morros cariocas?

Glorya Ryos - Está tudo tão louco que é bem capaz de um empresário artístico (desconhecido e sem currículo), levar tal idéia. O nordestino é receptivo! Ele sempre esquece dos preconceitos que sofreu, sofre ou sofrerá fora de sua terra natal.
...........................

Lailton Araújo - E a “manga” da Mangueira? A “Tropa de Elite” vai combater com o “Urso de Ouro” ou “Oscar”?

Glorya Ryos - Rindo muito (risos)... O brasileiro sempre procura o melhor caminho...
...........................

Lailton Araújo - Uma escolha ao acaso: "Jornal Impresso", "Rádio", "Cinema", "Televisão" ou "Internet"?

Glorya Ryos - Eu gosto de "Televisão". Minha comunicação é visual. O "Rádio" foi e será sempre a grande força determinante para o sucesso de uma tendência. Principalmente em AM onde o ouvinte interage com o locutor.
...........................

Lailton Araújo - Sabe-se que o "Rádio" foi responsável pela existência e sobrevivência de vários artistas. O "Cinema" é a sétima arte. Talvez a primeira! A "Televisão" trava uma briga de audiência com a "Internet". O que está acontecendo com a "Mídia"?

Glorya Ryos - É uma briga boa... Quem sabe se desta forma a "Televisão" não melhora o padrão de qualidade!
...........................

Lailton Araújo - O que foi a Rádio Atual na vida da artista Glorya Ryos?

Glorya Ryos - Foi uma fase boa e de aprendizado. Valeu enquanto durou! Agora é tempo de mudanças, de novos projetos e novas experiências. Estou feliz!
..........................

Lailton Araújo - O CTN (Centro de Tradições Nordestinas) foi responsável pela divulgação da atual música do Nordeste do Brasil. Alguns frutos musicais estão por aí. Como você define os estilos "Forró-pop", "Axé" e outras fusões "Bregas", românticas e regionais?

Glorya Ryos - Esta nova fase do "Forró" aconteceu com o advento da Rádio Atual e do CTN. Nem sempre o que está "rolando" agrada a todos. Existe o lado positivo: o "Forró" está em evidência. É um momento novo, com tendências agregando-se ao estilo "Forró". Tudo é válido!
...........................

Lailton Araújo - No sonho religioso do povo humilde aparecem três personalidades: Padre Cícero do Juazeiro , Frei Damião e Padre Marcelo Rossi . Tente decifrar o enigma de tal sonho!

Glorya Ryos - Você mesmo diz que é um enigma de um sonho. Cada personalidade religiosa - no seu tempo - encantou e continuará encantando pessoas com suas mensagens. Toda mensagem de fé e de esperança fala alto no coração de quem está preparado para ouvir.
...........................

Lailton Araújo - Na escolha das ordens: OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) e OMB (Ordem dos Músicos do Brasil), como se posiciona a Bacharela em Direito e Artista Glorya Ryos?

Glorya Ryos - Eu escolhi o apelo do meu coração: a OMB (Músicos). A OAB (Advogados) é necessária para a sobrevivência de um grupo muito especial de profissionais.
...........................

Lailton Araújo - A moeda “jabá” existe? Você conhece alguém que viu? Se existe: ela é cunhada em ferro, prata ou ouro? Qual é o brasão da tal moeda? A mídia recebe o tal “jabá”? O “jabá” não está ficando mais caro que o “bacalhau”?

Glorya Ryos - Rindo muito (risos)... Sou alternativa! Sempre fui! Quando gravei meu primeiro LP (Long Play) pela gravadora Continental, aconteceu algo inesperado: a diretoria artística e todos os artistas foram dispensados da “casa”. Eu havia largado meu emprego na Bolsa de Valores de São Paulo para cantar! Estava eu com um LP (lindíssimo) na mão e sem saber o que fazer. Não conhecia nada dos mecanismos do meio artístico. Não desisti! Fui à luta e busquei espaços musicais para meus shows nos teatros e praças públicas. Valeu à pena! Continuo batalhando e só faço o que me dá prazer e alegria. Gravo o que eu quero e não aceito palpites de quem não vem somar. Sobre o “jabá”: é uma delícia (risos)! Qual é o nordestino que não gosta de um "jabá" bem temperado e com todo o sabor dos condimentos de uma das culinárias mais especiais do Brasil?
............................

Lailton Araújo - Um vôo musical para 2008...

Glorya Ryos - Voar nas asas da emoção sempre! Cantar e encantar no ritmo de um Brasil cheio de esperança, e que acredita que tudo vai dar certo. Os brasileiros merecem!



02) OUTRAS INFORMAÇÕES



GLORYA RYOS

SITE OFICIAL:
Glorya Ryos

VÍDEOS:
Música "Caboclo"
Outros Vídeos

PROGRAMAS NA TELEVISÃO:
TV SPL - Canal Glorya Ryos & Você
ART TV SAT - www.arttvsat.com.br
Café e Revista - www.cafeerevista.com.br

CONTATOS:
gloryaryos@uol.com.br
gloryaryos@yahoo.com.br

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Nydia Bonetti
 

Que beleza de trabalho, Lailton.
Tanto o teu como reporter e redator, como o de Glórya Ryos.
Confesso que não a conhecia. Que vóz gostosa.
"Voar nas asas da emoção sempre!" Muito bom!
E viva o "Forró"!
abraços!

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 9/3/2008 19:56
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Parabéns pela entrevista Lailton, um importante trabalho de registro da produção musical brasileira.

Grande abraço Guaicuru!

Marcos Paulo Carlito · , MS 9/3/2008 20:21
sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Ei LAILTON, cara, conterrâneo ainda por cima?
Que bom e gostoso saber disso.
Da Glória sei um pouco muito bom agora.
Gosto muito do forró, mas sou exigente, não gosto de muita mistura não. Gosto do tradicional, só vocal, triângulo, sofona e zabumba, se os trÊs ou quatro são bons no que fazem , não precisa de mais nada. A gente só se entrega e pronto.
Dois prum lado, dois pro outro,
e no terceiro você acerta no meio.
Irei com mais calma, ouvir a Glória Ryos, uma geminiana da gema.
Arretada a matéria, visse?
Beijos e obrigada pelo convite.
Que bom que você não sumiu!

Dora Nascimento · Olinda, PE 9/3/2008 20:31
sua opinião: subir
Saramar
 

Lailton, a entrevista foi completíssima.
Você tratou de tudo e ela é uma flor, como a música que estou ouvindo agora.
Que mulher! Forte, decidida e, ao mesmo tempo, delicada nas respostas. Senti uma forte empatia por ela.
A voz de Glorya é como você disse, maravilhosa, límpida, afinadíssima.
Gostei demais de conhecer esta brava artista.
Que o sucesso lhe seja constante.
Muito obrigada.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 9/3/2008 20:46
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
BETHA
 

Laílton,
parabéns pela entrevista e divulgação de merecidos talentos, como o de Gloria Rios.
abçs de betha.

BETHA · Carnaíba, PE 9/3/2008 20:48
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Lailton
Estou, fiquei facinado. Voce mesmo conheço de professor de biologia, de música de passagens na região da Aurora....
Glória de fama, nome trbalho,
Agora tenho o atestado das duas capacidades. Capacidade de conduzir e capacidade para responder o que lhe convém, como deve ser,
legal. um abraço, andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 9/3/2008 21:09
sua opinião: subir
Rubenio Marcelo
 

Lailton, grande artista:
Uma Gloryosa entrevista esta sua! Inteligente, objetiva e consistente.
Temos que parabenizar os dois (a carismática entrevistada e o competente entrevistador). Informações preciosas estão timbradas a mancheias neste magistral trabalho.
Parabéns!

Rubenio Marcelo · Campo Grande, MS 9/3/2008 22:08
sua opinião: subir
apple
 

Lailton?!

Assim você me agradar demais! AMO música, com toda a “força” de que sou capaz. Música atrai feito ímã e age como que por mistério.

Letra de boa qualidade é imprescindível também. Nesse quesito, o genuíno e o elevado espiritualmente são festa para a alma.

“Coração de beija-flor me leve em tuas asas por aí
Prá encontrar o meu amor que se foi e me deixou aqui
Esse rio é meu olhar, é saudade, é ilusão
É vontade de voar e pousar na tua mão”


Divino é esse trabalho, Lailton! Dá vontade de ficar ouvindo e cantando, cantando, cantando. A música chega e, em razão de seus predicados, conquista.

Canta-se, de um jeito especial, a seca:

“Se água dos olhos não fosse salgada
Eu te juro que chorava até molhar o chão
Mas carregado é o sal dessa mágoa”


Canta-se, igualmente, o menor abandonado:

“Vagando na rua, sem rumo certo para ficar
O tempo desveste, a rua está muda, o movimento parou
Criança que chora no imenso abandono
O orfanato demonstra mais um desfecho de sonho
Sonho de amor que não passou de ilusão
Ninguém sabe do pai, ninguém sabe da mãe
Criança sozinha igual passarinho caído no chão”


Por aqui, “desfila” até o bíblico fruto do pecado:

“Deita no meu colo, vou te dar um cafuné
Se você deitar não quer mais largar meu pé
Esse chamego é bateu-colou
É especial quem provou gostou
Sabor de quero mais, gosto de maçã
Estou te esperando amanhã de manhã”


O ritmo, por sua vez, segue delicioso. Assim, eu é que fico até amanhã de manhã...

Super abraço

apple · Juiz de Fora, MG 9/3/2008 23:03
sua opinião: subir
Marcos André Carvalho Lins
 

Lailton,

belíssima entrevista, muito bem conduzida!
bom entrevistado e arguto entrevistador.
Mas o forró não morre nunca, viu! o nordestino já nasce no passinho miúdo do xote, leva umas lambadas da vida, mas o seu destino é o forró.

legal demais!!!

Abração,

Marcos André Carvalho Lins · Recife, PE 9/3/2008 23:34
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Lairton,
Depois eu vo(l)to. Por enquanto só posso dizer que a entrevista está sensacional, depois lerei com mais, atenção e alegria.
Parabéns!!!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 10/3/2008 09:42
sua opinião: subir
Teka Karpstein
 

Grande repórter e redator...Parabens Laílton....e está votado!
Bjos querido

Teka Karpstein · Bauru, SP 10/3/2008 19:41
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Lailton.. 'velho de guerra'... tem jangada no mar... eh eh eh, hoje tem... eh forro... podes crer velho, tu ta mais novo que 'arrastao' lavando a egua e levando informacao e cultura pra gente poder gingar a vida, arrastando os pes, e batendo parma cum a mao...

bate palma pra ele , meninu eh bao... e ta tudo nos conforme a tua 'volta ao (over)mundo' com esse toque de maestro.

Parabens!

Voltei, ta vortado nos conforme.

abr

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 10/3/2008 19:43
sua opinião: subir
Lígia Saavedra
 

Lailton, amigo, olá!

Entro no estúdio em agosto e em dezembro lanço o CD "Além dos Muros".

A entrevista está ótima.
Eu não conhecia esta moça que além de muito bonita canta maravilhosamente bem. Inteligente, articuladíssima e com certeza conseguirá todo o sucesso que lhe é merecido.
Eu também sou geminiana. Rsrsrsrsrs!!!

Bjs

Lígia Saavedra · Ananindeua, PA 10/3/2008 20:05
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Licenca mano, Lailton... e, o povo BR, artista & outros "500"... que somos, fazem a gente ser? ou, fazemos nois o que forrozamos... !?

Pois eh, mandei em cima, agora vai em "baixo" , claro, ja que mandinga tem que ladainhar:

O nordestino é receptivo! Ele sempre esquece dos preconceitos que sofreu, sofre ou sofrerá fora de sua terra natal.

Pois eh, tava (eu) lah em casa... (to no nordeste alias nesse tempo que escrevo esta ladainha... ) sem pensar nem imaginar, quando alguem(foi Lailton bateu a porta) convidou para 'gingar'(sinonimo de ATIVISMO; VOTO; CIDADANIA... etc)...

As palavras da Gloria, o entusiasmo pra exaltar nossa cultura do povo do nordeste... caminhava em hj, meio dia, pela praia da Ponta Verde, Jatiuca e Cruz Das Almas... chuva bateu cedo... a praia ta que eh um lixo, de plastico de camisinha (qual delas? todas que os nordestinU USa!!), lata de cerveja; porcaria que sai do esgoto, e de outros "canais"(?)... )...

Pois eh Gloria, Lailton... imagina o gosto desse "jaba" feito nessa base? Imagine o gosto do que vai sair da boca, que a mente do que compoe vai poder fazer... ?! Forroh... pra que, pra quem (serve) essa musica, cultura??

Ta precisando a gente da uma CHAMADA GERAL, pro povo ve se acorda(?) pro Forroh nos EDUCAR!

Nego veio... doi, caminhar numa praia aqui no nordeste e ver tanta porcaria de dentro (e fora)da casa dos cumpade: esses, que ela diz que sofre aqui, e quando imigra. Bom, gosto, Num se discute, neh?!

Acao, e consciencia de fazer pra sih, isso sim, podemos aqui, afora, discutir, e compor versos e poesias. Senao, vale pra que?

Entao... Gloria... pro Sertao Virar Mar... exaltando a maxima do Gonzagao... do jeito que ta, sujeira e desleixo, melhor deixar na "seca" --- quero ver eh FORROH na pra servir pra EDUCACAO!

Senao, que adianta tanta malhacao, por ex, no tal do "funk do creu" e outros "calipso" "brega" e outrens do genero, sem qualidade, e em grande numero?

Bom.. se naUm deu pra entender o meu FORROH... melhor dizer que eu mandei essa foi na queixa do... FOR ALL!!

Serah que por aih ia dar peh... 'de serra' --??

Bom... chamou, pediu pra gente gingar... na resenha do forroh... ja mandei minha embolada!

Iee... pra quem de lah... e de ca!

E Viva o Sertao... e a beira-mar do sertao (limpa, sem sujeira de platico e outros "500" que essa corja arrogante e ignorante que governa o povo arigo sub-servente promove pra falta de evulucao da raca humana!)

Axe' Baba!

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 10/3/2008 20:42
sua opinião: subir
Alê Barreto
 

Muito legal Lailton, ao ler a entrevista fiquei pensando se você é também um radialista. A entrevista passa o ambiente de um programa de rádio.

Alê Barreto · Rio de Janeiro, RJ 10/3/2008 21:27
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Lairton,
Vê que coisa: completo os 70 pontos. Completar a pontuação num trabalho teu é assim uma satisfação; em se juntando voce se referindo à Gloria é também uma gloria.
Mas, também se fica entre contrariado: Vai sair da fila de votação, fica menos exposto, tem-se a impressão tira a facilidade de visualisação, pelo menos familiarisados
Mas votei, claro com muito prazer,
um abraço, andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 10/3/2008 22:04
sua opinião: subir
Evandro Bonfim
 

gostei muito do estilo das perguntas e da maneira franca como Glórya Ryos respondeu. Sobre o Luiz Gonzaga: sua música está marcada como uma experiência regional, e não nacional, por isso dificilmente terá o reconhecimento que merece. Diferente de uma Bossa Nova, criada e consumida primariamente por um grupoi superrestrito e que é considerada uma música nacional...

Evandro Bonfim · Rio de Janeiro, RJ 11/3/2008 00:39
sua opinião: subir
Lioviola
 

Falar da Gloria, como agente diz por aqui, é chover no molhado.
quero falar sobre vc, com essa sua incansável vontade
de arte,de luta, em defeza dos completamentes desfavorecidos dentro da cultura brasileira.
meu irmão, vc, já é um vencedor, dentro daquilo que se propôs
a fazer,dentro do seu estilo, sem nunca se entregar, pela tão
miserável estratégia de comercio onde nunca deveria ter.

A ENTREVISTA ESTÁ PERFEITA,VC, NÃO PERGUNTA
COM QUEM ELA ESTÁ"FICANDO" AGORA...

COMO OS ENTREVISTADORES DE ELITE.

GRANDE ABRAÇO MEU IRMÃO PARCEIRO.




Lioviola · Carnaíba, PE 11/3/2008 07:00
sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

Demorei mas tô aqui. Meu acesso tá meio minguado. Sabe como é, estou naquelas de Trabalho de Conclusão de Curso. Bem, quando ao forró, gosto do rítmo, gosta da dança. Não conhecia esta artista mas, agora com tua excelente entrevista, já estou sabendo quem é.
Um abraço meu amigo.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 11/3/2008 09:27
sua opinião: subir
Higor Assis
 

Olá, Professor...

Desculpe a demora, mais que atarefado estou e ando demais da conta sumido.

Muito bacana a entrevista, adorei..

Higor Assis · São Paulo, SP 11/3/2008 10:11
sua opinião: subir
Paulo Esdras
 

Lailton, parabéns pela entrevista e saiba que ela está sendo recomendada! Abraços!

Paulo Esdras · Brumado, BA 11/3/2008 13:52
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Caro Lailton,
Ainda não ouvi as músicas, mas desde já parabenizo pela apresentação tua de Glorya, que já vou aplaudindo pela delicadeza no trato com o meio artístico. Os piauienses, de lá e da diáspora, a quem me somo, agradecem.
Para acrescentar ao teu belo postado, um pouquinho da Wikipédia:
Forró é a denominação de vários gêneros musicais surgidos no Nordeste do Brasil. Entre vários ritmos diferentes que são comumente identificados como Forró destacam-se o baião, o coco, o rojão, a quadrilha, o xaxado e o xote.
...
O termo Forró, segundo o folclorista potiguar Luís da Câmara Cascudo, notável estudioso das manifestações culturais populares, vem da redução da palavra forrobodó, que significa, além de arrasta-pé, farra, confusão, desordem.
...
Possui semelhanças tanto com o Toré e o arrastar dos pés do índios quanto com os ritmos binários portugueses e holandeses, com o balançar dos quadris dos africanos. A dança do forró têm influência direta das danças de salão européia.

Deppois de ouvir volto aqui para conversarmos mais.
Forte abraço. tchê bichinho.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 12/3/2008 15:09
sua opinião: subir
Michelle Morais
 

Laylton, Parabéns pela entrevista... e a Glorya é ótima mesmo!!
Uma voz linda e um grande talendo. Realmente a entrevista está muito completa. PESSOAS... OUÇAM AS MÚSICAS.. Muuuito boas

Michelle Morais · São Paulo, SP 15/3/2008 00:04
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Momentos Especiais zoom
Momentos Especiais
Shows Musicais no Brasil zoom
Shows Musicais no Brasil
Glorya Ryos e o Rádio zoom
Glorya Ryos e o Rádio
Discografia - LPs e CDs zoom
Discografia - LPs e CDs
Programa Sílvio Santos - Participação Especial zoom
Programa Sílvio Santos - Participação Especial
Programa Pedro de Lara - Participação Especial zoom
Programa Pedro de Lara - Participação Especial

áudio

MATANDO SAUDADE (Anastácia/Edmilson Silva)

Instale o Flash Player para ver o player.

PRIMEIRA FLOR (Tônia Santos/César Fontes)

Instale o Flash Player para ver o player.

GOSTO DE MAÇÃ (Anastácia/Liane)

Instale o Flash Player para ver o player.

MENINO SOZINHO (Glorya Ryos)

Instale o Flash Player para ver o player.

CORAÇÃO DE BEIJA FLOR (Maria Dapaz/Fátima Romero)

Instale o Flash Player para ver o player.

TUA ALMA (Glorya Ryos/César Fontes)

Instale o Flash Player para ver o player.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados