II Mostra Arte e Cidadania em Sergipe

Arquivo Ação Cultural
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão
1
Zezito de Oliveira · Aracaju, SE
26/1/2007 · 80 · 6
 

Surpreendente! É a melhor palavra que resume o resultado do trabalho apresentado pelos artistas e grupos das cidades de São Cristóvão, Barra dos Coqueiros, Aracaju e Nossa Senhora do Socorro, que se apresentaram na noite do sábado, 13 de janeiro de 2006, no Teatro Lourival Batista em Aracaju.

Surpreendente! Para Raimundo Venâncio, escolhido para diretor do Teatro Lourival Batista pelo próprio Secretário de Cultura, Luís Alberto, e que se dedicou com especial carinho e atenção ao evento!

Surpreendente! Para Virginia Lúcia, Isaac Galvão e Milton Leite, artistas e militantes no movimento cultural há décadas! Eles puderam constatar que, apesar do descaso, do desinteresse e da falta de compromisso da grande maioria dos gestores estaduais e municipais, as iniciativas culturais na periferia resistem e são capazes de mostrar uma gama de talentos individuais e coletivos que os equiparam aos de muitos profissionais reconhecidos pela sociedade sergipana.

Surpreendente! O trabalho de Nelson Santos e Cia. de Dança do município de São Cristóvão, com o espetáculo “Puro Instinto” e pelo coreógrafo e professor Joubert Azevedo no solo “Meu Erro”, que dialogam com aquilo que temos de melhor na produção atual da dança contemporânea no Brasil como o Grupo Corpo, o Balé Quasar, a Companhia 1º ato , entre outros.

Surpreendente! O trabalho da Companhia de Dança Rick di Karllo, do Conjunto Eduardo Gomes, localizado em São Cristóvão, e parceira antiga da Ação Cultural, que além das coreografias com as alunas da turma infanto-juvenil da academia, apresentou o espetáculo “No fundo da minha alma o medo do pecado que não cometi”, que em nossa opinião representa um dos momentos mais brilhantes da carreira do coreógrafo e professor Carlos Henrique, incorporando as cores e os ritmos sergipanos e brasileiros de forma estilizada, sem perder o elo com a trajetória da companhia que tem se notabilizado pelo estilo da dança moderna, com forte influência do pop universal. Em sintonia também com o momento político e estético pelo qual estamos passando, a partir das intervenções de milhares de artistas, companhias e grupos famosos e anônimos que têm sobremaneira valorizado aquilo que o brasileiro tem de melhor, que é a nossa tradição cultural.

Surpreendente! A apresentação da Companhia “I” Dance, da Barra dos Coqueiros, que apresentou um par de deux com os bailarinos Paulo César e Carol, uma linda performance sensual e romântica, com o toque sutil da graça e da beleza do ballet clássico intercalados com movimentos de livre expressão inspirados pela composição “Alma Gêmea”, de Ivo Pessoa.

Outros destaques na área da dança foram as apresentações de um solo de dança moderna da professora Mércia Conceição de Aracaju, do bailarino Alisson Soares de São Cristóvão e o Grupo de dança de rua Pop Dance, do Conjunto Jardim, em Nossa Senhora do Socorro. Na área do teatro a apresentação do esquete “Um Encanto de Conto” com os alunos que participaram do Projeto Oficinas Ecarte (Educando com Arte), do Colégio Leão Magno, também do Conjunto Jardim, Nossa Senhora do Socorro, coordenado pelo ator amador e documentarista Lázaro Emidio.

E, finalmente, na área da poesia, a performance do ator e poeta Jobys, do Bairro América, localizado na periferia de Aracaju e a apresentação da poetisa Nely Alves, de Nossa Senhora do Socorro.

Problemas, falhas, dificuldades, também houve, mas como disse a atriz, teatróloga e arte-educadora Virginia Lucia, “é a prática constante que poderá diminuir e até acabar com tudo isso”. A companheira de longa data também nos colocou um desafio, que foi aceito prontamente: sem deixar de continuar exercendo o importante papel de agente e produtor cultural, colocar o nosso potencial de conhecimentos na área de história e educação popular a serviço da fundamentação teórica dos rapazes e moças que estão envolvidos com os grupos culturais, com foco nas artes cênicas, enfatizando aquilo que o Brasil e a humanidade produziram de mais significativo. Segundo ela, isso é urgente para que os meninos e meninas possam enriquecer os seus referenciais, não se restringindo em estabelecer diálogos através dos espetáculos, apenas com a produção atual e com projeções futuristas.

Todos os que estiveram lá e todos aqueles convidados, mas que não puderam estar presentes, terão mais surpresas em setembro, quando pretendemos realizar a III Mostra Arte e Cidadania com uma melhor estrutura, inclusive de divulgação, em função de termos sido selecionados no concurso de projetos culturais do Banco do Nordeste, para o ano de 2007.

Destarte, esperamos também o apoio efetivo da Secretaria de Cultura, que comprometeu-se em tornar possível ao maior número de sergipanos e sergipanas o acesso aos meios de produção e fruição da cultura, negado pelas gestões autoritárias, elitistas e excludentes que tivemos nos últimos anos.

José de Oliveira Santos “Zezito” – Coordenador Geral da II Mostra Arte e Cidadania e Diretor-Presidente da Ong Ação Cultural.
Texto publicado no blog da Ação Cultural.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Marcelo Terça-Nada!
 

Oi Zezito,
Tudo bem? Queria te dar um toque para melhorar seu texto mais ainda: Evite usar todas as letras em maiúsculas nos títulos das colaborações.
Abraços,

Marcelo Terça-Nada! · Belo Horizonte, MG 22/1/2007 20:04
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Valeu !!!
Marcelo Terça-Nada!
Salve !!!
Marcelo Rangel.
Lembrei de Arnaldo Antunes
"Seus olhares melhora o meu."

Abraços,

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 24/1/2007 18:53
sua opinião: subir
Lucy Paixão
 

Estou muito feliz com a Materia e como direção da Cia de Dança Rick Di Karllo, quero agradecer o apoio de todos vcs.
Obrigada

Lucy Paixão · São Cristóvão, SE 25/1/2007 16:07
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
boneka
 

ola queria poder saber como participar das aulas de balle

boneka · Rio de Janeiro, RJ 13/3/2007 13:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
boneka
 

esquece entrei no lugar errado wlw

boneka · Rio de Janeiro, RJ 13/3/2007 13:39
sua opinião: subir
Duo Liberation -
 

Fico sempre muito honrada em saber que pude conviver com pessoas incrivelmente artísticas e talentosas no Estado de Sergipe. Ao ler essa iniciativa, em Sao Cristóvao, me faz ter ainda mais certeza de que o estado de SE é um terreno fértil para a arte.
Bravo! Parabéns!

Duo Liberation - · Alemanha , WW 5/9/2007 05:39
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Oficina de integração com Joubert Azevedo zoom
Oficina de integração com Joubert Azevedo
Oficina de integração com Nelson Santos zoom
Oficina de integração com Nelson Santos
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão zoom
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão zoom
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão
Lucy Paixão, coreógrafa e bailarina, dirigente da Ação Cultural zoom
Lucy Paixão, coreógrafa e bailarina, dirigente da Ação Cultural
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão zoom
Cia. de Dança Rick di Karllo, do Conj. Eduardo Gomes, São Cristóvão

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados