Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

LARANJEIRAS: BARROCO EM SERGIPE

Eudenice Uchoa
1
Marcelo Uchoa · Aracaju, SE
28/1/2008 · 121 · 4
 

A cidade de Laranjeiras, situada no Vale do Cotinguiba, era um imenso canavial e durante muito tempo a cana-de-açúcar representou seu principal ciclo econômico. Com os engenhos, chegaram os escravos e as igrejas, com suas irmandades e festas. A cidade possui 16 igrejas católicas e se orgulha de ter sediado o primeiro templo protestante de Sergipe, a Igreja Presbiteriana, fundada em 1884. Laranjeiras é o maior pólo folclórico do estado de Sergipe. É no ciclo de natal, especialmente na Festa dos Santos Reis, que a tradição laranjeirense toma as ruas da cidade. As Taieiras rezam na Igreja de São Benedito, o santo preto e em seguida saem pelas ruas da cidade acompanhadas pelos Cacumbis, Reisados, Chegança, Congada, São Gonçalo, Caboclinhos e os Lambe - Sujo.

Laranjeiras teve sua colonização iniciada no final do século XVI, após a conquista de Sergipe por Cristóvão de Barros. A presença dos padres jesuítas na região, em fins do século XVII, teve grande influência na colonização e religiosidade. A cidade fixa-se às margens do riacho São Pedro, local onde foi erguida a primeira igreja e, também, a residência dos religiosos, conhecida como Retiro. Em 1734, é concluída a obra da Igreja de Comandaroba, hoje um dos mais importantes monumentos arquitetônicos do estado.

O desenvolvimento econômico aconteceu com a chegada da cana-de-açúcar, fazendo com que as margens do Cotinguiba se desenvolvessem e atraindo comerciantes de várias partes do estado. Na época existiam muitas laranjeiras no local, dando origem ao nome da cidade que, no século XVIII, com o ciclo de cana-de-açúcar, chegou ao apogeu financeiro.
Antes pertencente a Socorro, Laranjeiras é elevada à categoria de vila, em 1832, devido ao seu grande desenvolvimento e vida social intensa. Em 1836 é designada como primeira alfândega de Sergipe, por sua importância como grande centro comercial e exportador. Em 1848 passa à categoria de cidade.

A maior parte do patrimônio arquitetônico de Laranjeiras é de influência barroca. A essa característica juntaram-se outras influencias gerando uma característica eclética em muitos de seus prédios.

Por muito tempo, o que hoje conhecemos como estilo barroco foi visto de forma pejorativa, como sinônimo de algo bizarro, prolixo, deformado. A própria palavra barroco, em sua origem, tem uma conotação depreciativa: nas joalherias espanholas, eram chamadas barrueco as pérolas defeituosas. Observe-se que a atribuição ao barroco de significado depreciativo não é caso único na história da arte: termos como Impressionismo, Fauvismo, Cubismo, no começo, foram assim também interpretados. Parece claro que tal conceito tomava como referencial de perfeição a arte clássica do Renascimento, sua pureza de linhas, seu equilíbrio formal, sua clareza na concepção. A partir do trabalho de autores como Wölfflin e Eugênio d'Ors é que o Barroco se reabilitou, passando a ser percebido como um estilo que, partindo de conquistas estéticas herdadas dos renascentistas, se propôs a introduzir nas formas novos elementos: a emoção, o efeito, a retórica dramática, o movimento, a intensidade expressiva.

Em Laranjeiras o Barroco se integra a atmosfera da cidade. Essa total integração entre o patrimônio arquitetônico existente e a paisagem da cidade se fundem de tal forma que os elementos arquitetônicos completam a visão paisagística e nunca são vistos como algo que interfere na paisagem natural.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Zezito de Oliveira
 

Marcelo,
Fico muito satisfeito em encontrá-lo aqui no Overmundo e escrevendo sobre Laranjeiras então...
Entretanto, sinto falta de uma ou várias fotos que poderiam enriquecer visualmente o texto e atrair as atenções de muita gente por esse mundo afora,
Abraços,

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 24/1/2008 19:20
sua opinião: subir
Marcelo Uchoa
 

Obrigado Zezito, esse tempo de edição vou acrescentar imagens para ilustrar e apresentar laranjeiras Brasil.

Marcelo Uchoa · Aracaju, SE 24/1/2008 20:40
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Marcelo,
Parabéns pelo texto e pelas fotos e se puder continuar trazendo novidades de Sergipe para o Brasil e para o mundo será muito bom.
Abraços,

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 28/1/2008 12:35
sua opinião: subir
silviaraujomotta
 

Fico encantada com suas colaborações artísticas culturais.Um bj docinho Sílvia

silviaraujomotta · Belo Horizonte, MG 7/2/2008 02:33
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados