Mulheres Pioneiras - Nise da Silveira

Nise da Silveira
1
Natália Amorim · Rio de Janeiro, RJ
10/3/2008 · 238 · 12
 

No Brasil, Nise da Silveira é considerada a introdutora da
psicologia analítica, e aquela que irá fundamentar as bases para o
trabalho arteterapeutico sem entretanto usar o termo arteterapia para o trabalho que desenvolvia.


Nise da Silveira inicia seu trabalho a frente da seção de
Terapêutica Ocupacional do Hospital Pedro II, no Engenho de Dentro, e vivenciando o dia a dia do ateliê percebeu que os trabalhos de pintura e desenho dos internos eram uma manifestação espontânea que requeria maior atenção e estudo aprofundado e sistemático.

"O atelier de pintura me fez compreender que a principal função
das atividades na terapêutica ocupacional seria criar oportunidades
para que as imagens do inconsciente e seus concomitantes motores
encontrassem formas de expressão" (SILVEIRA, 1981)

A produção de desenhos e pinturas do atelier aumenta
diariamente, apresentando qualidade artística impar; logo artistas se interessam pela produção e passam a freqüentar o atelier como colaboradores. Uma primeira exposição é elaborada em 1949 intitulada "9 artistas de Engenho de Dentro" exposta no MAM de S. Paulo. No catálogo da exposição Nise faz referências a Jung e aos conceitos de suas teorias como por exemplo as mandalas.

Em 1950 ocorre o I Congresso de Psiquiatria em Paris, o Brasil envia 236 obras. Já no II Congresso de Psiquiatria em Zurique, Nise da Silveira e Jung encontram-se publicamente, Jung faz questão de abrir a mostra brasileira percorrendo as cinco amplas salas tecendo comentários sobre as obras. Jung se surpreende com a qualidade das obras brasileiras e intrigado questiona a Nise da Silveira sobre em que condições eram criadas aquelas imagens, Nise responde que procurava criar um ambiente acolhedor, sem coibições e onde se pudesse expressar livremente. No
livro Imagens do Inconsciente Nise descreve:

"Mas eu não examinava as pinturas dos doentes que freqüentavam
nosso atelier sentada no meu gabinete. Eu os via pintar. Via suas faces
crispadas, via o ímpeto que movia suas mãos. A impressão que eu
tinha era estarem eles vivenciando "estados do ser inumeráveis e
cada vez mais perigosos" ( citado de Antonin Artaud) (SILVEIRA,
1981)

Nise da Silveira agrega as artes à base cientifica da psicologia
analítica e tranformar uma ocupação cotidiana em emoção. Com
genialidade criativa Nise reformula por completo o tratamento destinado aos pacientes do Hospital Pedro II. Nise sustenta a exclusão dos métodos terapêuticos tradicionais empregados, como o eletrochoque e a lobotomia , e opera uma reformulação na Seção de Terapêutica Ocupacional. Entretanto a Dr. Nise da Silveira
antipatizava-se com o termo "Terapêutica Ocupacional". Para
ela faltava-lhe algo: faltava emoção. (NISE, 1998,p.29) Nise
rebatizaria a expressão " Terapêutica ocupacional" após
fato ocorrido no atelier:

"Foi quando certo dia um rapaz freqüentador da Terapia
Ocupacional, em vez de entrar numa das salas de trabalho masculino preferiu entrar na sala de atividades feminina atraído pelas qualidades latentes que pressentia existirem num pedaço de veludo estendido sobre a mesa da sala. Dirigiu-se à monitora Maria Abdo e perguntou:" Posso com este pano fazer um gato? "A resposta foi sim. Então Luís Carlos começou a manipular o pedaço de veludo, dando-lhe a forma de um gato. A monitora ficou surpreendida, mas não interveio, salvo na colocação dos olhos do gato, a pedido de Luis Carlos. Completado assim o gato, Luis Carlos tomou um lápis e
escreveu:

Gato simplesmente angorá

Do mato,

Azul olhos nariz cinza

Gato marrom

Orelha castanho macho

Agora rapidez

Emoção de Lidar

Enquanto manipulava seu gato de veludo, com surpreendente habilidade,
Luis Carlos parecia feliz e disse: Como é macio! Sinto grande
emoção de lidar com ele em minhas mãos".

Essa expressão Emoção de Lidar foi ponto de partida para
substituirmos o pesado título Terapêutica Ocupacional." (
SILVEIRA,1998)

Nise acreditava que o estado psíquico dos pacientes que
manipulavam o material expressivo de tintas, pinceis, argila, através
da pintura, escultura, e outras técnicas, instruídos pelos
monitores e artistas, era dotado de forte carga emocional e afetiva.
Sendo esse pensamento o pressuposto fundamental da arteterapia: que ao lidar com os materiais expressivos mobilizamos sentimentos e emoções.
Libertamos as amarras do sentir, dando corpo plástico a emoção e
ao sentimento. Partindo deste pressuposto a Arteterapia começa a
sistematizar seus conhecimentos no Brasil, a partir da psicologia
analítica de Jung e do trabalho pioneiro da Dr. Nise.

Texto extraido da monografia " Arteterapia e Criatividade Feminina / Um encontro Potencializador)

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Pssil
 

Bela homenagem à Nise da Silveira, realmente uma pioneira e uma inovadora no tratamento aos doentes mentais. Pode-se dizer que ela foi a precursora dos nossos ainda incipientes CAPS (Centros de Atenção Psicossocial). Precisamos que os gestores de saúde mental coletiva acreditem e dêem mais espaço para as Nises de hoje.

Pssil · Porto Alegre, RS 9/3/2008 20:02
sua opinião: subir
anamineira
 

Natália,
Parabéns pela matéria.
Merece toda nossa admiração o trabalho dessa grande mulher: Nice da Silveira.
Votado.
Um abraçao mineiro.

anamineira · Alvinópolis, MG 9/3/2008 21:35
sua opinião: subir
Saramar
 

Nestes "dias da mulher", a sua apresentação de Nise é uma excelente lembrança pelo exemplo do trabalho e da sensibilidades extrema dessa grande mulher brasileira.
Obrigada pela publicação.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 9/3/2008 22:45
sua opinião: subir
analuizadapenha
 

Espetacular a referência a Dra. Nise, sempre a frente do seu tempo, propondo a inclusão dos portadores de transtornos mentais numa sociedade marcada fortemente pelo preconceito,estimulando a criação artística notadamente a pintura como expressão do pensamento. Sou admiradora da coragem e da antecipação de uma mulher que soube plantar revolucionando os procediementos no atendimento até os dias de hoje. Abraços

analuizadapenha · Natal, RN 10/3/2008 11:50
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Natália Amorim · Belém (PA)
Uma Grande Homenagem pela passagem do dia da Mulher e em especial a homenagem a Nossa Nisia de Oliveira, Mulher extraordinária com seu trabalho Revoluicioonário de respeito e humanidade com os Seres Humanos e os seus problemas de Saúde.
Grande contribuicáo para todos nós e para o Overmundo.
Tem todo Merecimento.
Parabéns.

azuirfilho · Campinas, SP 10/3/2008 14:50
sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Natália,

Fantástica esta figura Dra Nise da Silveira. Tanto entre as mulheres quanto entre os homens, bendito o fruto desta genial figura humana. Pena no nosso Brasil serem tão raras estas figuras.

Abs

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 10/3/2008 14:54
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
azuirfilho
 

Natália Amorim · Belém (PA)
Nise da Silveira Mulher Pioneira.
Orgulho da nossa Nacionaliodade
Desculpas pela troca na hora de escrever-
Parabéns pelo Trabalho de Divulgação desta admirável Senhora.
Grande abraço amigo

azuirfilho · Campinas, SP 10/3/2008 15:01
sua opinião: subir
Teka Karpstein
 

Natalia que matéria linda! Parabens! :)

Teka Karpstein · Bauru, SP 10/3/2008 16:44
sua opinião: subir
joao xavi
 

existe um museu da nise aqui no suburbio do rio, bem interessante.
tem milhares de obras de pacientes dela e tudo mais, vale a pena a visita.

joao xavi · São João de Meriti, RJ 10/3/2008 19:13
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Muito bom instrutivo; bem construído. Num momento em que deverá passar do circulo das comemorações,
um abraço, andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 10/3/2008 23:59
sua opinião: subir
veganito
 

Muito bom! gostei bastante...

Dá uma olhada no que eu tenho na fila de votação depois;;

Abraços

http://overmundo.com.br/overblog/a-revitalizacao-da-ordem-e-do-progresso

http://overmundo.com.br/banco/para-nada

veganito · Belo Horizonte, MG 11/3/2008 19:10
sua opinião: subir
Roberto Girard
 

Votadíssima!!!
Parabéns!
Beto.

Roberto Girard · Rio de Janeiro, RJ 15/3/2008 22:45
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados