Música, dança e irreverência na periferia

Adriel Diniz
Wanzinho e seus dançarinos
1
Adriel Diniz · Porto Velho, RO
2/5/2007 · 258 · 5
 

Junte energia. Some juventude. Bote aí uma pitada de bom humor. Agora, misture tudo isso sob uma batida envolvente. Não esqueça de colocar sensualidade, persistência e muita, mas muita vontade de fazer da música um meio de vida. Eu tô falando de uma galera, que da periferia de Porto Velho, sonha em ganhar as pistas de todo o Brasil. O mais longe que eles já chegaram foi à vizinha cidade de Humaitá, no Amazonas, a cerca de 300 quilômetros de da capital de Rondônia. E eles não desistem. Viver de música ainda é uma utopia. Mas viver com música, aí meu irmão, você pode chamar.

“É melhor fazer música do que fazer assalto, usar droga”. Isso é que disse Djavan de Andrade, 22 anos, ou melhor, MC Wanzinho, o maior nome do dance nacional em Porto Velho. Morador do bairro JK, na zona leste da cidade, o cantor conta que tudo começou quando surgiu a oportunidade de gravar a primeira música (Será que ele é...), em 2002.

E eles são abusados, como se fala por aqui. As músicas de Wanzinho retratam o cotidiano, mas sempre com muita irreverência. “Nós já temos tantas tristezas, acho que a minha música é assim, para você dançar, sorrir, se divertir”. A música de trabalho do grupo é “Tem que ter motor”, que brinca com a velha história de que as meninas preferem os caras que têm carro ou moto, ao invés da galera da bike.

Tem que ter motor

Eu tinha uma mina
E eu gostva muito dela
Ela me deu o fora
Só por causa da magrela
...
Tem que ter
Tem que ter
Tem que ter é um motor
Pra pegar certas gatinhas
Não precisa de amor


Mas nem tudo é só graça para esses meninos. A violência é sempre um desafio para quem mora nos bairros mais distantes do centro de Porto Velho. O grupo de Wanzinho já foi vítima deste mal. Em 2004, um dos seus dançarinos foi assassinado. “Nós ficamos desnorteados, não sabíamos o que fazer”, conta ele, que deu a volta por cima e não desistiu de mostrar que fazer arte ainda é uma das melhores respostas ao crime. “Enquanto isso eu vou fazendo música”, brinca o rapaz, que ainda transparece no sorriso fácil, o jeitão de quem cresceu, mas não deixa de lado o espiríto de criança.

Mas olhe lá, não se engane. O sucesso de MC Wanzinho também é resultado das coreografias feitas no palco por Bruno (21), Jacson (19), Guilherme (17) e Cássio (17). Um dos passos que mais chama a atenção nos show é justamente da música “Tem que ter motor”. Num misto de criatividade e equilíbrio, os rapazes formam uma bicleta no palco, com direito a pedal e tudo.


Sonho

Gravar um CD. Este aínda é o sonho de Wanzinho. Reunir toda sua obra num trabalho simples, capaz de mostrar toda a criatividade da juventude da periferia de Porto Velho. “Nós já juntamos tudo, e pretendemos ainda este ano ir para o estúdio para gravar nosso primeiro trabalho”, afirma

Contato


Quem ainda não conhece o trabalho de MC Wanzinho, pode entar em contato com o grupo pelo e-mail: mcpvhwanzinho@hotmail.com ou pelos telefones 69 8418 2961 e 69 9959 5527. O grupo ainda não tem site, e, segundo Bruno, ainda estão dando os primeiros passos na Internet.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Zezito de Oliveira
 

Adriel,

Veja se é possivel postar um ou duas músicas em MP3 do grupo. Mais adiante um video com coreografias.

Abraços,

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 2/5/2007 18:50
sua opinião: subir
Adriel Diniz
 

É possível sim, pretendo fazer isso na próxima semana. Quanto ao vídeo, demora um pouco mais.

Adriel Diniz · Porto Velho, RO 2/5/2007 21:27
sua opinião: subir
diginois.com.br
 

ô Wanzinho! quando tiver o site pronto coloca uma musica em mp3 pro pessoal do resto do brasil conhecer.
abs!

diginois.com.br · Rio de Janeiro, RJ 3/5/2007 14:30
sua opinião: subir
Val Barbosa
 

Pow muito massa o trabalho dos meninos mesmo..
Tive a oportunidade e a honra de ver uma apresentação no lançamento do nosso jornal... Fiquei encantada..com tanta energia... Muito bom o trabalho mesmo... Parabéns Wanzinho e sua turma... a Galera da zona leste, ja tem na ponta da língua todas as músicas..e vão a loucura com os passos .... é isso aew

Mas uma galera do Norte... na batalha!!!

** Venha Forte que eu sou do Norte ***

Val Barbosa · Porto Velho, RO 4/5/2007 10:50
sua opinião: subir
Orisvaldo Tanniy
 

Tá legal!Votado.

Orisvaldo Tanniy · Teresina, PI 9/10/2009 09:58
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Coreografia que imita uma bicicleta zoom
Coreografia que imita uma bicicleta
Wanzinho, em casa, onde rolam os ensaios zoom
Wanzinho, em casa, onde rolam os ensaios
Ensaio dos dançarinos, no quintal de casa zoom
Ensaio dos dançarinos, no quintal de casa

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados