O legado de Nego Viana

divulgação
1
Ricardo Fela · Sorocaba, SP
22/7/2006 · 108 · 3
 

Acima, a Orquestra Andradinense de Viola Caipira durante as gravações do Viola, Minha Viola

Uma frase atribuída a Euclides da Cunha foi tomada como profecia de uma cidade que fica a 640 quilômetros noroeste da capital paulista, quase no Mato Grosso do Sul: “No vértice da confluência do caudaloso Paraná com o legendário Tietê, surgirá uma grande metrópole”. A localização próxima aos dois rios fez com que Andradina adotasse o trecho como referência.

Reza a lenda que foi inspirada nela que o maior fazendeiro do Estado de São Paulo na época áurea do café resolveu criar uma nova rota para a Estrada de Ferro Noroeste do Brasil e, para tanto, planejou a urbanização da futura cidade. O 'Rei do Gado', como era conhecido, inspirou até novela da Globo, motivo de orgulho até hoje para os andradinenses.

Atualmente, entretanto, é um outro motivo que tem deixado a população local orgulhosa. Criada há pouco mais de dois anos, a Orquestra Andradinense de Viola Caipira Nego Viana vem realizando algumas façanhas. Recepcionou autoridades estaduais que visitaram a cidade e foi convidada para tocar na posse dos conselheiros regionais do Turismo Paulista, em São Bernardo do Campo.

O sucesso foi tão grande que a Secretaria de Estado da Cultura contratou-a para uma turnê pelo Estado, um reconhecimento inesperado, segundo o maestro João Wesley Antero da Silva. “O grupo é formado por trabalhadores humildes que têm amor à viola e música raiz, mas não imaginávamos que chegaríamos tão longe”, conta.

Com isso, nos últimos dois meses o grupo visitou Capivari, Indiaporã, São Pedro, Saltinho, Charqueada, Itapuí e São João do Iracema.

Formada por cerca de trinta músicos, dos quais nove tocam viola, a orquestra tem ainda 15 violonistas, um contrabaixista e um percussionista. O repertório passeia pelo popular e pelo folclore brasileiro, sempre ligado à música caipira, mas com uma conotação sinfônica, como explica o maestro: “Eu tento dar mais dinâmica e ritmo a eles, mas a autenticidade mostrada nas vozes tenho que deixar natural porque é algo de quem nasceu e vive no meio caipira”.

Pós-graduando em música por uma universidade de Londrina, João Wesley explica que o uso de violões não tira a originalidade da orquestra. “Os solos e as introduções são sempre feitos pelas violas”. E acrescenta que, além de tocar, os músicos cantam. “Fazemos a primeira e a segunda voz como a música caipira original”.

Para ele, a Orquestra melhorou a auto-estima dos músicos e até da cidade. “Ensaiamos aos sábados, a partir das 20 às 22 horas. E eles não faltam, são dedicados, têm disciplina. Aqui temos lavradores, pedreiros, carpinteiros, mulheres e crianças tocando. O importante é que poucos teriam coragem de subir num palco sozinhos ou mesmo em dupla. Mas com o coletivo se tornam mais fortes”. O repertório inclui clássicos como Cuitelinho e Cabocla Tereza.

Associação e escolinha
Segundo a diretora de Cultura de Andradina, Sandra Pardo, com a evolução, a orquestra organizou a Associação dos Amigos de Viola Caipira de Andradina (Aavica) para levantar fundos para a manutenção do grupo e para projetos futuros, entre eles, a gravação de um CD e a Escolinha de Viola Caipira Nego Viana. Atualmente, quem quiser ingressar na orquestra pode ir aos ensaios abertos, que são realizados no Centro de Ensino Artístico de Andradina.

A Aavica é presidida por Ana Cândida da Silveira Koga, filha do personagem que dá nome ao grupo. Nego Viana, falecido em janeiro de 2004, foi radialista por 55 anos em Andradina. Foi em seu programa “Viajando pelo Sertão” que Tião Carreiro cantou pela primeira vez no rádio, segundo Ana.

No próximo dia 29, o público andradinense tem a chance de ver a orquestra, que toca nos festejos do aniversário da cidade (comemorado no último dia 11).

No último dia 12, entretanto, veio a consagração. A Orquestra Andradinense participou das gravações do programa Viola, Minha Viola, de Inezita Barroso, na TV Cultura. O programa tem previsão de ir ao ar no dia 12 de agosto, às 9h, para que enfim o legado de Nego Viana seja visto pelo grande público.

Serviço
Orquestra Andradinense de Viola Caipira Nego Viana
Dia 29, em Andranina
Dia 12 de agosto, 9h, Viola, Minha Viola, TV Cultura

Contatos
(18) 3722-2259 e (18) 3723-5358, com maestro João Wesley
(18) 3723-4877, com Sandra Pardo

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Rodrigo Teixeira
 

Parabéns Fela. É para levantar este pessoal q estamos nesta vida. Vida longa a Orquestra!

Rodrigo Teixeira · Campo Grande, MS 22/7/2006 01:25
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Ricardo Fela
 

E são eles que nos dão energia para continuar, Rodrigo. Valeu!
Abs!

Ricardo Fela · Sorocaba, SP 24/7/2006 12:46
sua opinião: subir
Érica Franzon
 

Que legal a matéria! Não sabia que tão perto de casa (sou de Tupi, mas moro em Campo Grande) tinha uma coisa dessas! Parabéns por divulgar o trabalho da orquestra.

Érica Franzon · Campo Grande, MS 25/7/2006 23:00
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados