O Mestre dos Doutores - Reminiscências da escola

1
anamineira · Alvinópolis, MG
10/12/2007 · 207 · 31
 

O Mestre dos Doutores


Já vem Sô Geraldo da Varginha. Um velho jovem de cabelos grisalhos, calça amarrada com um pedaço de corda e um sorriso de criança. Segue dengoso, abençoando quem por ele passa.
No seu balaio traz verduras e legumes frescos, colhido na sua rocinha.
Mora em Rio Piracicaba (Minas Gerais) no Distrito deVarginha, um lugarejo onde Judas perdeu as botas.
Dizem que suas "crias" foram mais de vinte. E todos bem criados naquele pequeno sítio, numa casinha branca e singela. De cá da estrada a gente vê fumaça sainda pela chaminé. Deve ser sua dona fazendo deliciosas quitandas. Até já provei algumas.
Um dia passou na minha porta oferecendo um feijão diferente. Lembro até da sua rizada falando que o feijão tinha o nome de "Rebenta Muié". Outra vez apareceu com uma cenoura baroa que era amarelinha igual ouro e dava em penca que nem banana, nunca tinha visto nada igual. Ganhava seus trocados vendendo de porta em porta seus achados da natureza.

Noventa e cinco anos de vivência!
Lembro dele contando todo orgulhoso que os "doutores" da Universidade Federal de Viçosa aparecia, de vez em quando, no seu sítio para aprender com ele o por que de algumas plantas que, no laboratório da Faculdade, não iam à diante.
Coisa simples, assim dizia ele, é só observar a lua para jogar a semente na hora certa. Mas Sô Geraldo, e esse fungo que pareceu nos pés de feijão? Também pudera, continuava ele, esses doutores não prestam atenção, observem os ventos, eles trazem os bichos todos no ar, tem que observar a natureza para plantar na hora certa. E assim ele dava uma aula, com sua sabedoria de matuto. Ia sempre na Universidade levar algumas sementes colhidas no seu quintal.
Todo final de ano, Sô Geraldo passava lá em casa todo orgulhoso, bem trajado nos contando que ia pegar o ônibus para Viçosa. É que era convidado de honra da Universidade e seria homenageado pela turma do Pós graduação e Doutorado. Foi até paraninfo de uma turma, não me lembro o ano. Já apareceu até no Globo Rural. Fazia palestras para os alunos da Engenharia Florestal, Agronomia e até Meio Ambiente.
Que beleza de engenheiro formado pela própria natureza!
Fazem cinco anos que ele se foi. Lembro de uma prosa dele só para me agradar: Sô Marquinhos, o senhor tem uma dona que nem a minha, ela conhece o manejo das coisas.Ela sabe manejar.
Quem soube manejar foi o senhor, meu saudoso e querido amigo.
Fica aí com Deus!



compartilhe

comentários feed

+ comentar
Chrispettita
 

Ana, você tem um jeito bem mineiro, pé de ouvido, pra contar histórias..dá até pra te imaginar contando causos..vai em frente, menina...Linda história...Acho que todo mundo que viveu em Minas conheceu um sô geraldo...Abraços, Christina

Chrispettita · São Paulo, SP 8/12/2007 20:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Sinvaline
 

Que gostoso ler sobre o sô Geraldo, dá vontade de conhece-lo pessoalmente, embora sua descrição é como se ouvisse a voz dele.
Senti falta de fotos.

Bjs
Sinva

Sinvaline · Uruaçu, GO 8/12/2007 21:23
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Que texto lindo, Ana!
Você me fez lembrar de "Nhô Danié", um "senhorzinho" que conheci na infância. As pessoas diziam que ele tinha mais de 100 anos. Era um negro forte, cabelos branquinhos... Lindinho. Ele gostava de contar suas lembranças. Dizia que conheceu a Princesa Isabel, D. Pedro II. Todos ficavam admirados. E ele continuava... D. Pedro I, Tiradentes, Pedro Alvarez Cabral... Conheci “tudus” eles... E sorria, um sorriso maroto, de quem se divertia com a vida... talvez por isso tenha vivido tanto...
Beijos!

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 8/12/2007 21:46
sua opinião: subir
anamineira
 

Chris, brigadim pelo comentário.
Numa noite de luar então, nem se fala, sai cada causo...
Abraços.

Sinvaline, Sô Geraldo já passou para o andar de cima.
Estou em busca das fotos.
Brigadim também.
Abraços,




anamineira · Alvinópolis, MG 8/12/2007 21:54
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
carlos magno
 

Olá minha querida Anamineira,

adorei a tua estória, esse Sô Geraldo é muito interessante. Dá pra gente imaginar a figura do Sô geraldo com seu balaio de verduras e legumes. E era um um homem inteligente e admirado pelos doutores que iam beber água na sua fonte do saber. Meus sinceros aplausos e beijos amiga.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 8/12/2007 23:51
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Sô Geraldo...Muito boa tua estória
bjus.

Cintia Thome · São Paulo, SP 9/12/2007 08:20
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Ana, ´só mesmo tua sabedoria de mineira e ainda por cima observadora. Vagarosamente observadora.
Nestes tempos de embates pol´ticos conservacionistas,
a sabedoria do Sô Geraldo, já ido, e de tantos ainda matutando,
deverá vir a ser de um valor extremo.
Pois que nos interiores do Piauí ainda ha pouco, já neste ano e por todo ele, andou bastante gente de fora e até de estrangeiros, aprendendo sobre o QUEBRANTO".
Lindo e merecido,
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 9/12/2007 18:01
sua opinião: subir
anamineira
 

André, Quebranto, na minha terra, significa mau olhado, espinhela caida, tá certo?
Agradecida pelo comentário.
Um abraço carinhoso.

anamineira · Alvinópolis, MG 9/12/2007 18:28
sua opinião: subir
anamineira
 

Carlos, esse véio era de lascar mesmo. Frenquentei por muito tempo sua rocinha. Me lembro que ele cevava um esterco perto da sua casa que suas verduras tinham um sabor diferente. E ele não dava a receita.
Obrigado pelo comentário.

anamineira · Alvinópolis, MG 9/12/2007 21:10
sua opinião: subir
anamineira
 

Cintia, estória assim, meio brejeira, é o que gosto de escrever.
Agradecida pela visita.
Abraços carinhosos.

anamineira · Alvinópolis, MG 9/12/2007 21:12
sua opinião: subir
Frazao my brother
 

Rebenta, muié. Texto matuto bem manejado. Boa prosa, sô, é a escola da vida, a cultura popular.
abrs

Frazao my brother · Anastácio, MS 10/12/2007 01:48
sua opinião: subir
anamineira
 

Frazão,
Obrigado pelo incentivo.
Um forte abraço.

anamineira · Alvinópolis, MG 10/12/2007 08:15
sua opinião: subir
Osmar Casagrande
 

Oi, querida, a prosa está muito boa, mas você precisa fazer uma revisão no texto e acertar algumas coisinhas. Ex: "à diante" (adiante); "rizada" (risada) e outras coisinhas.
Beijo. Continue a escrever. Queremos mais.

Osmar Casagrande · Palmas, TO 10/12/2007 10:09
sua opinião: subir
j.alves
 

Belo texto Ana.

j.alves · São Paulo, SP 10/12/2007 20:29
sua opinião: subir
tinah
 

Oi Ana!
li,
amei
e votei!
Muito bom esse jeitinho mineiro de prosear!
votadíssimo!
bjO ♥;

tinah · Cruz das Almas, BA 10/12/2007 20:51
sua opinião: subir
anamineira
 

Osmar, obrigado pela visita e pelas dicas. Vou logo fazer os acertos.
Venha sempre, preciso de muito incentivo e o seu valeu muito.
Abraços da mineira

Jota,
agradecida pela visita. Volte sempre.
Abraços.

anamineira · Alvinópolis, MG 10/12/2007 20:53
sua opinião: subir
crispinga
 

Tenho a honra de fechar essa votação. Belo relato, Ana!
Tenho uma amiga de Varginha, a cidade dos E.T.s...rsrs

crispinga · Nova Friburgo, RJ 10/12/2007 21:26
sua opinião: subir
Nydia Bonetti
 

Votado, Ana!
bjo!

Nydia Bonetti · Piracaia, SP 10/12/2007 21:48
sua opinião: subir
anamineira
 

Tinah,
Mineiro do interior tem prosa assim. Acho que é porque a gente tem tempo de sentar na porta da rua e contar estoria, principalmente tendo a lua como cúmplice.
Obrigado pela visita.

Crispinga,
Obrigada pelos votos.
Tô bem longe de Varginha, mas mineiro é tudo igual. Tem coração tamanho de um trem, abraço apertado e sabe fazer pão de queijo gostoso.
Um beijo mineiro.

anamineira · Alvinópolis, MG 10/12/2007 21:49
sua opinião: subir
Ize
 

Ana, já tinha lido este texto belíssimo, tão mineiro. E acho até que já tinha votado nele? Será que estou sonhando? Vai ver que Sô Geraldo andou povoando minha imaginação noturna.
Beijos

Ize · Rio de Janeiro, RJ 10/12/2007 23:10
sua opinião: subir
anamineira
 

Ôi Ize,
Então, espero que o Joca ache um cantinho pra ele no livro reminiscencias da escola. Fiz em homenagem a esse grande amigo com o qual convivi por anos a fio. Gostava de ouvir sua histórias, principalmente sobre as constantes visitas que fazia na Universidade Federal de Viçosa a convite dos alunos e professores.
Algumas vezes também os recebiam para dar as aulas práticas no seu sítio. Como amava a vida! Como respeitava a natureza!
Obrigada pela visita e pelo comentário.
Vou ver se consigo as fotos.
Um abraço carinhoso.

anamineira · Alvinópolis, MG 10/12/2007 23:45
sua opinião: subir
Marcos Paulo Carlito
 

Ana,

Você sabe valorizar as coisas importantes da vida. Essa é uma dádiva mui preciosa...

Marcos Paulo Carlito · , MS 11/12/2007 01:03
sua opinião: subir
anamineira
 

Marcos,
As coisas ruins estão por aí, de sobra.
As boas, se a gente passar batido, não serão amadas e nem valorizadas.
Como se diz por aqui: Trem bão é coisa boa.
Abraços.

anamineira · Alvinópolis, MG 11/12/2007 07:00
sua opinião: subir
FILIPE MAMEDE
 

A sabedoria do matuto anda espalhado pelas cercanias do interior do Brasil. Desde criança perambulo pelo sítio do meu avô e lá me deparo com dezenas de "Sô Geraldos", verdadeiros erudidos vivendo no corpo de matutos. Um bom exemplo vivo é seu Zé de Lino, figura que tive o prazer de apresentar aqui por terras overmundanas. Se quiser conhecer Ana, é só clicar AQUI!.
Um abraço.

FILIPE MAMEDE · Natal, RN 11/12/2007 11:48
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Sérgio Franck
 

Sabe, Ana, adoro senhores como o Sô Geraldo, sábios são eles sempre. Ensinam até mesmo quando se calam.

Lindo!

bjo.

Sérgio Franck · Belo Horizonte, MG 11/12/2007 12:06
sua opinião: subir
Ériton Berçaco
 

Ana,
adorei a frase "Ganhava seus trocados vendendo de porta em porta seus achados da natureza."
Se soubéssemos o quanto podemos ganhar sendo parceiros e não exploradores da natureza... Somos a natureza e cada vez q fizermos mal uso dela, com nossa cultura capitalista, estamos nos destruindo. Parece simples, mas muitos não vêem a importância disso. Até quando iremos nos matar por nossa ganância em explorar erradamente a natureza? Qdo nós e os países desenvolvidos vamos parar de poluir???

Bjos

Ériton Berçaco · Muqui, ES 11/12/2007 12:20
sua opinião: subir
azuirfilho
 

anamineira · Alvinópolis (MG)
Mestre dos Doutores .
Uma Memória Abençoada.
Um orgulho de resgatar.
Para as próximas geraçóes.
Pros nossos Não serem orfãos de Cultura.
Parabéns
Abração

azuirfilho · Campinas, SP 11/12/2007 19:55
sua opinião: subir
Psychojoanes
 

pena que não teve uma foto dele aqui...

Psychojoanes · São Domingos do Prata, MG 13/12/2007 12:42
sua opinião: subir
anamineira
 

Nydia,
Passei por aqui e vi que não te agradeci pelos comentários e os votos.
Obrigado, amiga.

anamineira · Alvinópolis, MG 25/12/2007 15:54
sua opinião: subir
danlima
 

ana, que grata surpresa encontrar você aquii... tava pesquisando assuntoas sobre alvinopolis quando dei de cara com suas cronicas, poemas, e outras impressões... achei que era ana terezinha, mas abri o perfil e vi sua foto... que legal sua maneira de escrever, doce, bem humorada, de bem com a vida... gosto demais de seus escritos... vou sempre ler... ah, se quiser ver escritos meus, to com um blog chamado Atipoesia.blogspot.com, entre lá e vamnos trocar idéias... abraços em todos.... DANILO.

danlima · Brasília, DF 30/1/2008 11:29
sua opinião: subir
anamineira
 

Danilo,
Este texto sobre Sô Geraldo da Varginha vai fazer parte de um livro projetado ppor um Overmano e que estamos em busca de patrocínio para ser publicado. Tenho outro texto falando sobre o Jardim de infãncia da Irmã Margarida, no monte, lembra?
Para ler é só ir no meu arquivo:Meu querido jardim de infancia.
Um abraço apertado.

anamineira · Alvinópolis, MG 30/1/2008 14:02
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados