O músico independente e o voto de pobreza

1
Leo Salazar · Recife, PE
9/8/2010 · 9 · 4
 

Aqui no Brasil existe um paradigma, uma mentalidade, de que quanto mais precária for a estrutura do músico, tanto mais independente será sua carreira e mais autêntica sua obra.

Esse modelo de trabalho sacrificante é louvado por muitos, não apenas músicos, como também jornalistas e até produtores. É um grande equívoco. Se fosse para ser assim, o patrono dos músicos seria São Francisco de Assis, e não Santa Cecília, que pertencia a uma tradicional família de Roma.

Lembro o caso de Neilton Carvalho, guitarrista do Devotos. Por falta de recursos, ele improvisou sua guitarra com material de sucata. Ele não tinha opção. Me disse, certa vez, que ele gostava, e gosta mesmo, é de instrumentos e equipamentos de boa qualidade. Mas a imprensa e a gravadora BMG, na época do lançamento do primeiro disco, queriam apenas chamar atenção para esse fato pitoresco: “banda pobre da periferia do Recife”.

Ninguém, nem o pobre, por opção, escolhe a pobreza. Isso é comportamento de jovem e intelectual de classe média, que vê no culto à pobreza uma forma de deleite sociológico.

Como dizia Joãozinho 30, o carnavalesco: “quem gosta de pobreza é intelectual; pobre gosta de luxo”.

Nenhum músico quer passar a vida toda carregando amplificador nas costas.

A maturidade e o reconhecimento pedem conforto.

Ser independente, portanto, é trabalhar com autonomia e dignidade.

É não se curvar à ditadura – nem da abundância, nem da escassez.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Pera
 

Mais que pertinente esse texto.

Pera · Teresópolis, RJ 9/8/2010 13:12
sua opinião: subir
Cida Fernandes
 

Adorei!

Cida Fernandes · Rio de Janeiro, RJ 10/8/2010 07:44
sua opinião: subir
Alex Sant'Anna
 

Sempre acreditei nisso!! Parabens!!

Alex Sant'Anna · Aracaju, SE 10/8/2010 09:31
sua opinião: subir
Srº Lebron
 

Ser musico é no fundo ser original, alguem que expoe a cara tapa o seu modo de pensar e de viver e as criticas de certa forma "as dores do mundo" . Mas o realidade é que os musicos modernos se privam de seu estilo para buscar o que a mídia quer estão a merce de um publico ficticil qualquer novidade que o diferencie de "n" bandas por ai, ser pobre não é a questão e sim ter talento e opções; grande parte dos musicos tem talento mais faltam as oportunidades, por que na real falar que é musico no Brasil isso é ser levado na brincadeira é ser uma piada , por que ainda não é tratada com uma profissão

Srº Lebron · Ji-Paraná, RO 10/8/2010 23:08
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados