Pai de Santo pode ser candidato?

1
etetuba · Belém, PA
8/9/2008 · 121 · 47
 

Este é um debate que aconteceu em diversos grupos de discussão pela internet depois que eu divulguei uma nota publicada na coluna “Bacana” do jornal Diário do Pará, onde, assim como já aconteceu no programa do Ratinho (SBT) em 1 de outubro de 2002, mais uma vez os afro-religiosos de Belém foram desrespeitados pela imprensa com motivos aparentemente eleitorais.
Pensei em relatar o ocorrido, mas depois de voltar a ler as manifestações achei que devia preservar as falas das pessoas em suas próprias mensagens, só lamento ter que editar e cortar algumas manifestações pelo limite de espaço no overmundo.
Por isso segue apenas uma parte da troca de emails, e em ordem cronológica. Se manifestam sacerdotes afro-religiosos, professores, artistas e produtores culturais, o Coordenador de Igualdade Racial da SEJUDH-PA, profissionais liberais e demais cidadãos que se indignaram com o fato. A discussão aconteceu nas listas de discussão: unifap@yahoogroups.com, Fórum Permanente das Culturas do Pará , arte-educar@yahoogrupos.com.br, Afro-religiosos da zona metropolitana de Belém , corocoletivo@yahoogrupos.com.br, politicacultural@yahoogrupos.com.br, culturaspopularesBR@yahoogrupos.com.br e por emails particulares.E o debate não está encerrado, e outras manifestações serão acrescentadas como comentário.

De: etetuba Data: 30 de agosto de 2008 1h22min18s GMT-03:00 Assunto: Alguém se manifesta, é preconceito?
É apenas uma pergunta quase inocente... proponho abrir o debate sobre o caso.
link http://www.diariodopara.com.br/colunas_ler.php?idcoluna=50
Caderno D Marcelos Marques BACANA.
PODE? PODE! - O PSol nos apresenta como candidato a vereador... ...um pai de santo. Imagina se o cara resolve fazer trabalho nas encruzilhadas da vida para se eleger, Belém vai ficar igual a terreiro de candomblé pela noite, cheio de velas.

2008/8/30 antjose45
Nós afros Religios@s de Belém, temos que reunir com urgência para, respondermos sobre a nota públicada. Oque temos que responder é que em terreiro de Candoblé e nem em outro não vivem cheios de velas. Temos que responder a esse cidadão da Familía Barbalho agora, aos afros de Ananindeua pensem bem em votar em Helder.
Proponho uma reunião segunda-feira às 17:00 no espaço afro. para dicurtimos tal assunto.
Que oxóssy dê muito axé a esse cidadão e que iãnsa lhe dê juízo para respeitar a sociedade.
Kytalamy

2008/8/30 De: Ekedy Rita
mais um caso de intolerância religiosa!!!
não podemos cruzar os braços, vmos fazer barulho, colocar nossas contas no pescoço, pano na cabeça e ir pra frente do ministério público pedir providências, direito de resposta e uma retratação por parte desse cidadão
esse cara precisa se informar pra tá falando das religiões de matriz africana,
fico me perguntando onde iremos parar quando um jornal de grande circulação abre espaço pra um cidadão com essa capacidade limitada de cultura, conhecimento e intelectualismo possa despejar seus pré-conceitos
Que meu Pai Ogum nos de caminho!!!

Em 30/08/2008, às 16:37, etetuba escreveu:
acho que a gente deve exigir que a justiça responda ao jornal....
ele perguntou se pode... e eu entendi que ele quer saber se um pai de santo pode ser candidato....
se foi isso que ele perguntou, quem tem que responder ao colunista é o presidente do TRE....
vamos, então ao TRE pedir que seu presidente lhe responda.
mas se a pergunta foi se ele pode acender vela e fazer trabalhos pela cidade?
Eu gostaria de ouvir as autoridades constituídas...
O que pensa disso o Secretário de Cultura? Hoje est´lá no Hangar o Sérgio Mamberti, que é o secretário da diversidade do MInc - poderíamos perguntar pra ele, e o próprio Edilson Moura falou, na inauguração do espaço afro-religioso da rua Domingos Marreiros, que a Secretaria de Cultura estava de portas abertas para as questões da cultura afro-religiosa.... Então, se a pergunta foi se a cidade pode, neste ou em outro momento de sua história, ficar parecida com um terreiro de Candombé, talvez seja ao titular da SECULT que caiba a resposta....
Muitas interpretações são possíveis, o problema é que a maioria delas são maldosas, como bem disse Mametu Nangetu, e acrescento, carregam o peso dos preconceitos cristãos ... Por isso também quero saber o que pensa a Secretaria de Justiça e Direitos Humanos... pois questões de preconceito e discriminação cabem a pasta dela...
Mas é possível que essas autoridades não se manifestem sobre o fato, por que a nota se refere a um partido concorrente e estamos em pleno processo eleitoral, e pode ser que não interesse a elas defender direitos humanos ou a diversidade cultural quando aparentemente essa defesa poderá beneficiar um concorrente.... E vejam bem que eu estou apresentando uma hipótese, e uma hipotese que espero que esteja errada, por que se o pensamento for esse não será os interesses e os direitos da diversidade (em todos os sentidos) o que o atual governo defende.... e se assim for, isso desencadeia varias outras possibilidades e caminhos para a discussão....
Volto a perguntar, QUEM se manifesta?
enquanto isso, e em apoio as candidaturas afro-religiosas de qualquer partido, bora escolher um dia pra acender velas....
Táta Kinamboji/ Arthur Leandro.

2008/8/30 De: negrinhodopaea@yahoo.com.br
A Nazaré Cruz do MOCAMBO me informou sobre o caso penso que deve haver resposta, para isso, sugiro que na reunião do GT DA COPPIR na segunda feira às 15 horas no auditórioi da SEJUDH para tratar de reunião com o ministro Edsom Santos no dia 03/09/08, seja pautado esse assunto e portanto, todos estão convidados.
Do Coordenador da COPPIR Domingos Mocambeiro Conceição.

Date: Sun, 31 Aug 2008 07:45:14 -0300 From: nangetu@bol.com.br
Subject: [culturasparaenses] PEDIE PARA O PAI GILMAR SE MANIFESTAR.
Conversei com o Pai Gilmar,ele me falou que foi na rba pedir direito de resposta, falei que estamos nós manifestando,para ele tambem entrar na discursão.

2008/9/2 etetuba
Tayandô: CARISSIMOS(AS). MAIS UMA VEZ ESCUTAMOS NOSSOS IRMÃOS REVOLTADOS PELA INTOLERANCIA PRATICADA CONTRA UM MEMBRO DE NOSSA COMUNIDADE AFRO DE BELÉM. AI O TEMPO PASSA E TODOS VOLTAM A CUIDAR DA SUA VIDA E TUDO FICA NO ESQUECIMENTO, ASSUNTO PARA CONVERSAS E DE BATES APOS REUNIÕES. HOJE UM GRUPO SE SACERDOTES PREOCUPADOS COM O FUTURO DE NOSSA RELIGIOSIDADE, RESOLVERAM COMEÇAR UM MOVIMENTO PACIFICO MAIS ORGANIZADO E COM UM OBJETIVO: CRIAR UM NUCLEO CONTRA A INTOLERANCIA AOS AFRO-RELIGIOSOS DO PARÁ. NO PRIMEIRO MOMENTO JA RECEBEMOS A SOLIDARIEDADE E APOIO DO COORDENADOR DA COPPIR/PARÁ SOCIOLOGO DOMINGOS CONCEIÇÃO. DA REUNIÃO FEZ PARTE ARTUR (TATA KINAMBNOGI), EKEDI RITA, YALORIXA NALVA DA OXUM, ROBSON E BABA TAYANDÔ; ESTE GRUPO FICOU COM A RESPONSABILIDADE DE MOBILIZAR AS PESSOAS DE BOA VONTADE E DE GARRA PARA CONSTRUIR OS CAMINHOS QUE NOS GARANTIRÃO O DIREITO A LIBERDADE DE CULTUAR NOSSA FÉ.
QUE MAWU LISSA NOS ABENÇOE
BABA TAYANDÔ
A essa mensagem do Babá Tayando no meu iorgute, acrescento que:
1. o Domingos ainda falou que a SEJUDH vai se posicionar oficialmente sobre o caso.
2. a COPPIR se comprometeu em enviar oficio ao TRE denunciando o caso; e também ao jornal pedidndo retrataçao.
3.Domingos ainda falou de provocar processo judicial, mas nao recordo exatamento o que foi dito sobre isso.
4. tentamos contato com o Pai Gilmar de Oxossi, um dos candidatos afro religiosos lançados pelo PSOL (o outro é o Pai Fábio de Ogum) e que já apareceu na propaganda televisiva, pra perguntar quais as providencias por ele tomadas. Nao tivemos sucesso na tentativa, mas quem o encontrar diga que é preciso registrar queixa o quanto antes.
5. independente da queixa-crime que o Pai Gilmar deve registrar, qualquer afro-religioso que se sentir ofendido pode e deve registrar queixa contra o jornal na delegacia que trata de crimes de racismo e discriminaçnao, que fica na Avertano Rocha prox. a Padre Eutiquio, no Centro (referencia: descer na parada de onibus da praça da Bandeira), e eu , Pai Tayando, Ekedi Rita e Mãe Nalva faremos isso ainda nesta terça.
6. dia 3 o titular da SEPPIR estara em Belém, e vamos aproveitar sua presença para tratar da intolerancia que sofremos na midia brasileira - preparem faixas e cartazes para levar para esse encontro.
7. o Zulu, da Palmares, também esta aqui, ele vai fazer uma palestra no CCBEU na tarde de quarta, e também estaremos com faixas e cartazes por lá.
8. levei o caso a advogados meus conhecidos que atuam na SDDH, ja enviei o jornal scaneado e parte das nossas conversas pra eles.
9. um comite contra a baixaria nas eleicoes esta funcionando na CNBB, na Barao do Triunfo entre almirante barroso e 25 de setembro, e é preciso que alguém leve o caso pro comite o mais rapido possivel - com copia do jornal (segue novamente no anexo o arquivo em JPEG)
é isso,
Arthur

Em 02/09/2008, às 22:17, etetuba escreveu:
Aos diretores e editores do Jornal Diário do Pará.
É lamentável que um jornal de grande circulação, como o Diário do Pará, tenha publicado a nota pejorativa sobre o Pai Gilmar, o único candidato a vereador que até o presente momento apareceu em propaganda televisiva caracterizado como sacerdote afro-brasileiro.
Nessa nota não há nenhuma informação relevante para seus leitores, ao contrário, trata-se de um texto malicioso e maldoso que compromete negativamente a imagem de sacerdotes das religiões afro-brasileiras, coloca em dúvida o direito de um cidadão concorrer e exercer cargo eletivo, e reforça preconceitos históricos que resultam em conflitos sociais que tendem a confinar a prática afro-religiosa em guetos, e seus praticantes ao anonimato.
Ao contrário do incentivo a violência psicológica, ao racismo e ao massacre cultural, o que esperamos de um órgão de imprensa respeitado e competente é o compromisso com a cultura da paz e com a promoção da convivência pacífica entre pessoas de credos e modos de vida diferentes, principalmente numa sociedade formada por tantos povos diferentes como é a sociedade em que vivemos.
Isto posto, solicito:
1. a retratação pública do jornal;
2. a orientação para que seus colunistas atentem para o respeito a dignidade e para a promoção dos direitos humanos;
3. a realização e publicação de uma série de reportagens sobre a cultura de terreiros - cultos, divindades, festas e ações de combate ao preconceito e a discriminaçnao - divulgando e valorizando positivamente as culturas das matrizes afro-religiosas praticadas em Belém. Como essas matrizes são muitas, sugiro que a editoria procure as entidades que agregam os terreiros, como o Instituto das Tradições e da Cultura Afro-brasileira - INTECAB/PA, que funciona na Tv. Pirajá, 1194, fone 32267599; e a Federação Espírita, Umbandista e dos Cultos Afro-brasileiros do Estado do Pará - FEUCABEP, que funciona na Tv. Eneas Pinheiro, 697, fone 32764036; e, ainda, os pesquisadores do assunto, como os professores da Faculdade de Ciências Sociais da UFPA e do curso de Ciências da Religião da UEPA.
Sem mais, aguardo resposta e ações reparadoras.
Arthur Leandro, ou Táta Kinamboji uá Nzambi ria Mansu Nangetu.
Artista e Professor Assistente da Faculdade de Artes Visuais da UFPA
Mestre em História da Arte pela EBA/UFRJ
Diretor do Instituto Nangetu de Tradição Afro-religiosa e Desenvolvimento Social
RG 1414229/SSP-PA - fone: 91785341

De: "socorro.patello" socorro.patello@terra.com.br Data: 3 de setembro de 2008 10h45min49s GMT-03:00
De fato a nota foi pejorativa, preconceituosa e desrespeitosa para com a diferença de religiões, o que o art. 5º da Constituição Brasileira não permite: "todos são iguais perante a lei" e a ofensa atinge todos os adeptosdo candomblé.
O escritor Jorge Amado, também adepto do candomblé, como todo baiano que se presa, foi candidato e nem por isso Salvador/BA se encheu de velas pelas esquinas. Aliás, Salvador é um grande terreiro, com o tabuleiro de suas baianas vendendo acarajé nas ruas e apresentando Mãe Menininha como um grande personagem de sua história, cantada em verso e prosa.
Bem mais civilizado, não?
Socorro Patello

Em 03/09/2008, às 14:04, claudethap escreveu:
Arthur, a tua iniciativa em buscar retratação e levantar discussão sobre o fato é perfeita. É dessa forma que devemos agir contra a intolerância, contra o preconceito e contra a ignorância (FALAR DO QUE NÃO CONHECE), porém, essa questão não é localizada. A posição do jornalista e consequentemente do jornal não se apresenta apenas como racista. Eu acredito inclusive, que hoje, diferente da História do passado, o preconceito contra as religiôes afrodescendeste passa pelo viés da discussão do cristianismo, haja vista que a religião afrobrasileira apesar de não negar o cristinismo (não seria posível negar valores culturais absolutos), vai de encontro a esses valores, haja vista que a cosmovisão da religião afrodescendente vai de encontro as verdades cristãs.
Neste sentido, acredito que a posição do jornalista, sendo uma atitude contemporãnea, não foi racista, foi uma posição contra os valores diferente dos valores cristãos. Veja só, não quero aqui e agora me apresentar enquanto advogado do diabo (de algo visto como mau). Eu quero apenas, discutir de forma mais ampla, pois, se queremos lutar contra esses valores que corróem a sociedade, temos que buscar o cerne, o âmago, além das questões de entorno, é claro. Veja só, não estou invalidando sua posição, apenas dizendo que a postura do jornalita e do jornal tem origem além do que parece.
Sabemos que a sutileza é mais perigosa do que a forma escancarada de se expôr valores. Ora, a religião afrodescendeste, seja, a umbanda ou o candombé sempre foram vistas como religião do mal (do DIABO), E QUEM CRIOU O DIABO? O Diabo é filho do cristianismo!
Outro exemplo é a forma como as religiões evangélicas falam, exemplificam e expressam sobre a religião afrodescendente. São informações, expressões (com sutileza e sem sutileza)que são disseminadas diariamente em diferentes veículos de comunicação.
E, portanto, como nós queremos que as pessoas se comportem diferente. Como vamos conseguir que elas tenham olhares diferentes?
Na universidade onde você fez o mestrado, inclusive, vi claramente o preconceito contra a pesquisa sobre a cultura, a religião afrobrasileira. (COM SUTILEZA É CLARO. O QUE É MAIS PERIGOSO).
Por exemplo, a gente que pesquisa sobre a cultura e/ou a religião afrobrasileira enfrenta diariamente ESSE PRECONCEITO. Inclusive, para a situação ficar mais leve, a gente ri, a gente se diverte com a posição das pessoas (com a ignorância das pessoas).
Veja só, eu pesquiso sobre: OS EXÚS E POMBAS-GIRA NOS TERREIROS DE UMBANDA E CANDOMBLÉ E SUA RESSIGNIFICAÇÃO NA CIDADE DE MACAPÁ ENQUANTO FORMA DE PODER (é o meu projeto do doutorado). As pessoas não falam nada a minha pessoa contra o meu projeto (QUE PENA), porém, chega ao meu conhecimento muitos comentários. Fazem perguntas/comentários "inocentes":
- Porque ela pesquisa isso?
- Com tanta coisa pra ela pesquisar? ela é inteligente....., com tanta coisa interessante para ela pesquisar!
- Fazer o doutorado pesquisando isso?
Risos, muitos risos. Gargalhadas.
Bem Arthur, isto é apenas uma pequena parte da amplitude que demosntra que o preconceito é cristão. UM PRECONCEITO QUE COMEÇOU, NO PASSADO, COM A QUESTÃO RACIAL. PORÉM, HOJE, ATRAVESSOU ESSA FRONTEIRA.
Abraços,
Claudeth

Em 04/09/2008, às 01:43, etetuba escreveu:
Claudeth,
Concordo discordando de ti quando dizes que a intenção do colunista pode não ser racista, e tanto eu considero a hipótese de ser desconhecimento de causa que solicito fazerem reportagens sobre as culturas de terreiros. Entretanto, se a intenção pode não ser racista, o ato o é... o texto é maldoso... e entre o que ele quis dizer, o que ele disse e o que os leitores vão entender encontraremos vários abismos... E aí mana, se a defesa da cristandade se der atacando as demais culturas religiosas, em breve os cristãos estarão retomando cruzadas, queimando bruxas e obrigando a catequese dos afro-religiosos, dos xamãs, dos budistas, xintoistas, dos judeus... Mas o que foi exposto negativamente no jornal, e sem nenhum motivo aparente, foi as religiões de matrizes africanas, e isso acontece por que? Por que é religião de preto?
Trata-se do jornal que divulga ser o de maior circulação atual, e veículos de imprensa e jornalistas são formadores de opinião.... Então...
eu disse que a nota incita, ou incentiva, o racismo e a discriminação, e reafirmo o que eu disse, pois ele da a entender que pai de santo não pode ser vereador ; a nota transforma a imagem das oferendas públicas em "trabalho para se eleger" e a imagem dos terreiros como "cheio de velas"; e, mais, não sei se isso pode ser caracterizado como crime eleitoral - pergunto aos professores do Direito - por que eu acredito que possa prejudicar a campanha do candidato.
Enfim, considerando a possibilidade da nota ser resultado de desconhecimento e ingenuidade, ainda assim isso não redime os autores da responsabilidade com a discriminação negativa da imagem pública das religiões afro-brasileiras, dos prejuizos para com a candidatura do Pai Gilmar.... Por que poderia ser considerado normal um jornalista tratar um cidadão, e todos os afro-religiosos e/ou praticantes de Candomblé com desrespeito as suas/nossas crenças e práticas religiosas? E por que a cidade não pode se parecer com um terreiro? Isso não é racismo/discriminação?
A constituição diz que:(ver os Art 1 e 5 da constituição nos comentários)
Quanto a questão das universidades.
1. o teu projeto de pesquisa é muito bom, mas da mesma forma que existe a possibilidade do colunista do jornal não ter tido a intenção de ser racista e discriminatório, de ser ignorancia, existe a possibilidade da tua proposta não ter sido aceita na UFRJ por desconhecimento de causa, porém tem outros programas... faz tua pesquisa num programa onde os professores possam contribuir com o seu desenvolvimento - E mana, larga o povo que faz esses comentários,,, entrega a Kitembo,,, se ficares te desgastando com isso podes terminar não fazendo... deixa o tempo responder....
2. o mesmo pode-se dizer dos professores de arte da rede de ensino fundamental, media e superior, inclusive os da UNIFAP e da UFPA, em relação a aplicação da Lei 10659, usa-se a desculpa de que não tiveram formação na área de arte e cultuta africana e afro0brasileira para assumir a postura blazé (e racista?) de ignorar a Lei e não procurarem estratégias para a sua aplicação... No máximo aproximam exemplos de manifestações artísticas africanas com o entendimento de arte eurocêntrico, mas desconsideram toda a diversidade cosmológica, e descontextualizam a produção dessa diversidade ao fazerem interpretações formalistas que ignoram o ritual que as envolve.
to sem tempo de escrever mais, mas...
bjs

Em 04/09/2008, às 08:45, Rosângela Guedes escreveu:
Arthur,
agora entendi tudo e acho q vc está certíssimo, chega dessa história de tratarem pai e/ou mãe de santo em tom de deboche. A nota foi maldosa sim e completamente desnecessária, um desrespeito grande.
Se eu puder ajudar, conte comigo!!
Rosângela Guedes

Em 04/09/2008, às 15:26, etetuba escreveu:
DIÁRIO DO PARÁ Belém-PA, quinta-feira, 4/9/2008
RESPOSTA - Uma nota publicada nesta coluna Bacana do Diário do Pará e no Blog do Bacana gerou um protesto de Gilmar de Oxóssi, que mandou-nos a seguinte nota como "direito de reposta". O babalorixá Gilmar de Oxóssi, candidato a vereador em Belém pelo PSol, sentiu-se discriminado pelo colunista Marcelo Marques, da coluna "Bacana". Na coluna do dia 28/08, Eu publiquei o seguinte texto: "O PSol nos apresenta como candidato a vereador um pai de santo. Imagina se o cara resolve fazer trabalho nas encruzilhadas da vida para se eleger, Belém vai car igual a terreiro de candomblé pela noite, cheio de velas". Para Gilmar, que é diretor social da Federação dos Cultos Afrobrasileiros do Pará, o colunista teve uma "atitude infeliz". "Só nós sabemos e passamos pela dor da intolerância religiosa, o preconceito. Temos um nome a zelar, seja rico, pobre, preto, branco, evangélico ou afro-religioso", conclui Gilmar. NOTA DA COLUNA: Certamente, Gilmar, fomos infelizes na nota. Fica aqui a minha retratação pública e meu pedido de desculpas a quem se sentiu ofendido, até porque, Gilmar, a discriminação não pode surgir de uma pessoa como eu, que tive um avô umbandista praticante do qual aprendi muito e guardo grande carinho. Mais uma vez, as minhas desculpas.
NOTA DO BLOG : Certamente Gilmar fomos infeliz na nota. Claro que a intenção não era ofender. Apenas sou contra religiosos - seja evangélico, católico ou outro qualquer - serem candidatos. Mas esta é uma opinião minha. De qualquer forma fica aqui o meu pedido de desculpas e a minha retratação pública sobre a infeliz nota.Postado por blog do bacana-marcelo marques às 11:23 AM 1 comentários Links para esta postagem

Em 04/09/2008, às 16:48, Veronica Maia escreveu:
É isso aí Etetuba, mostra quem é feio, quem é pobre. O que não pode é $%*#!& querendo dar uma de bacana.
Abs,
Verônica

Em 04/09/2008, às 19:09, Flavia Vivacqua escreveu:
Arthur,
apos a nota realmente infeliz do tal colunista...
parece que houve um desfecho atencioso.
apenas, sinto que seria necessario isso acontecer tambem no proprio jornal, pois o tal colunista dialogou com um publico leitor cotidiano.
tambem aproveitaria para uma manifestação simbolica e iluminada

compartilhe

comentários feed

+ comentar
etetuba
 

Dos Princípios Fundamentais
Art. 1º A República Federativa do Brasil, formada pela união indissolúvel dos Estados e Municípios e do Distrito Federal, constitui-se em Estado Democrático de Direito e tem como fundamentos:
I - a soberania;
II - a cidadania;
III - a dignidade da pessoa humana;
IV - os valores sociais do trabalho e da livre iniciativa;
V - o pluralismo político.
Parágrafo único. Todo o poder emana do povo, que o exerce por meio de representantes eleitos ou diretamente, nos termos desta Constituição.
(...)
TÍTULO II
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
CAPÍTULO I
DOS DIREITOS E DEVERES INDIVIDUAIS E COLETIVOS
Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes:
I - homens e mulheres são iguais em direitos e obrigações, nos termos desta Constituição;
II - ninguém será obrigado a fazer ou deixar de fazer alguma coisa senão em virtude de lei;
III - ninguém será submetido a tortura nem a tratamento desumano ou degradante;
IV - é livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato;
V - é assegurado o direito de resposta, proporcional ao agravo, além da indenização por dano material, moral ou à imagem;
VI - é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias;
VII - é assegurada, nos termos da lei, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva;
VIII - ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei;
IX - é livre a expressão da atividade intelectual, artística, científica e de comunicação, independentemente de censura ou licença;
X - são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito a indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação;

etetuba · Belém, PA 5/9/2008 18:10
sua opinião: subir
etetuba
 

algumas outras mensagens
2008/8/31
O mesmo espaço do jornal deve ser disponibilizado para defesa/informação .............

É L E I!
Eu garanto, mas Por favor pesquisem!

Fiquem com Deu

Uma nota publicada neste blog, e na coluna Bacana do Diário do Pará gerou um protesto de Gilmar de Oxóssi, que mandou-nos a seguinte nota como "direito de reposta"...

O babalorixá Gilmar de Oxóssi, candidato a vereador em Belém pelo
PSol, sentiu-se discriminado pelo colunista Marcelo Marques, da coluna
"Bacana". Na coluna de ontem, Marques publicou o seguinte texto: "O
PSol nos apresenta como candidato a vereador...um pai de santo.
Imagina se o cara resolve fazer trabalho nas encruzilhadas da vida
para se eleger, Belém vai ficar igual a terreiro de candomblé pela
noite, cheio de velas". Para Gilmar, que é diretor social da Federação
dos cultos afro-brasileitos do Pará, o colunista teve uma "atitude
infeliz". "Só nós sabemos e passamos pela dor da intolerância
religiosa, o preconceito. Temos um nome a zelar, seja rico, pobre,
preto, branco, evangélico ou afroreligioso", conclui Gilmar.

NOTA DO BLOG : Certamente Gilmar fomos infeliz na nota. Claro que a intenção não era ofender. Apenas sou contra religiosos - seja evangélico, católico ou outro qualquer - serem candidatos.
Mas esta é uma opinião minha. De qualquer forma fica aqui o meu pedido de desculpas e a minha retratação pública sobre a infeliz nota.
Postado por blog do bacana-marcelo marques às 11:23 AM 1 comentários Links para esta postagem

2008/9/4 Gloria
legal,conseguiram uma respostas e um pedido de desculpas

Em 05/09/2008, às 13:56, Andresa Ugaya escreveu:

Boa tarde!
Fiquei indignada com tal acontecimento, isso é inaceitável.
Obrigada Arthur por nos deixar informados dessas aberrações.
Faço parte da Comunidade de Jongo "Dito Ribeiro" de Campinas e levarei uma discussão para o grupo neste domingo dia 07, para que assim possamos nos manifestar com mais afinco.
Sem mais,
Att,
Andresa S. Ugaya

etetuba · Belém, PA 5/9/2008 18:13
sua opinião: subir
etetuba
 



---------- Forwarded message ----------
From: nangetu
Date: 2008/8/30
Subject: Os nossos direitos Humanos.
To: CEPPIR Divulgação


Infelismente este jornal colocou esta nota maldosa contra nós! não temos um programa de tv,jornal, radio,etc.presizamos fazer uma nota mais cade o dinheiro para pagar, podemos nós juntar e pedir direito de resposta para este jornal.mam´eto nangetu.


etetuba · Belém, PA 5/9/2008 18:19
sua opinião: subir
O NOVO POETA.(W.Marques).
 

bom trabalho.depois eu volto.

O NOVO POETA.(W.Marques). · Franca, SP 5/9/2008 19:00
sua opinião: subir
etetuba
 

De: "Marcelo Marques"
Data: 5 de setembro de 2008 19h4min40s GMT-03:00
Para: "etetuba" , , , Diario do Pará Cidades Divulgação , Fórum Permanente das Culturas do Pará , Afro-religiosos da zona metropolitana de Belém , , ,
Cc: Afro-religiosos da zona metropolitana de Belém
Assunto: Re: informando da discussão gerada pela nota ofensiva publicada na edição de 28 de agosto.
Responder A: "Marcelo Marques"

Caros
Minha nota foi infeliz, partiu sem nenhuma intenção de ofender. Não só ofender as religiões afro,mas também a qualquer tipo de pessoa. Foi escrita por mim, sem a colaboração de ninguém, sem a autorização da direção ou editoria do jornal Diário do Pará, sem o concentimento da família Barbalho, sem qualquer tipo de interferência.
Como já disse, fui infeliz mas não ttive o objetivo de magoar, chatear ou ofender.
Espero que possam ser comigo mais generosos que foi com minha nota. Me coloco a inteira disposição de quem for para qualquer outro tipo de exclarecimento. A Pai Gilmar, fica meu pedido de desculpas, aos religiosos, o meu pedido de perdão.
Meu pai sempre disse que errar é humano mas que quando erramos devemos nos desculpar e corrigir nosso erro. Claro que não tinha a idéia que poderia soar preconceituosa ou racista, a nota.
Convivo com gente de todas as etnias, todas as classes, todas as religiões, todas as opções sexuais. Sempre me orgulhei desta maneira que vejo o mundo e as pessoas. E é isso que nos faz tão especial como raça, a pluralidade.
Portanto, quem convive próximo comigo sabe que não sou e nem tenho nenhum tipode preconceito. Apenas tentei ser engraçado, mas fui sem graça e gerei mágoas graças a infeliz nota.
Que todos possam me perdoar.
abraços
Marcelo Marques

etetuba · Belém, PA 5/9/2008 20:15
sua opinião: subir
carlos magno
 

Concordo com você amigo Etatuba,

sou contra a qualquer tipo de descriminação. Meus sinceros aplausos e abraços.
Carlos Magno.

carlos magno · Rio de Janeiro, RJ 5/9/2008 20:51
sua opinião: subir
Doroni Hilgenberg
 

Etatuba.
Também concordo que não pode haver qualquer tipo de discriminação.
Se acaso for proibido um apto de determinada religião ou cultura de se candidatar, então que seja proibido na integra, porque perante lei todos somos cidadãos com direitos iguais, não importando a raça, o credo ou cultura.
bjssssssss

Doroni Hilgenberg · Manaus, AM 5/9/2008 22:36
sua opinião: subir
etetuba
 


Em 04/09/2008, às 19:48, etetuba escreveu:

> eu fico indignado..., e esse é um caso isolado e na região norte, onde ainda temos vias de acesso as autoridades e mesmo a direção do jornal. mas e os casos da TV Record?

etetuba · Belém, PA 5/9/2008 23:40
sua opinião: subir
francesco napoli
 

pode, contanto que ele separe a vida pública onde ele é cidadão da vida privada, na qual ele pode ser pai de santo à vontade.

francesco napoli · Belo Horizonte, MG 5/9/2008 23:41
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Axe' Baba....

A noticia, o 'jogo' (o 'ebo!) ja ta circulando na grande 'rod@ virtual' e outros meios que a gente ativa (!) pra conseguir melhorar nossa situacao humana, social, e, pra poder evoluir.

Em prol da educacao, nossa evolucao.

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 6/9/2008 00:04
sua opinião: subir
delen
 


Excelente trabalho, contra a qualquer tipo de discriminação , cada qual pode ter sua religião independente de qual for , o problema é que mesmo com tantos recursos e conhecimentos algumas pessoas vivem na idade da pedra ou voltados apenas nos seus interesses próprios. Abraço...

delen · Cotia, SP 6/9/2008 06:48
sua opinião: subir
Spírito Santo
 

Claro que Pai de Santo pode ser vereador, assim como Rabino pode, Mulá pode, Pastor evangélico pode, Xamãs de todas as linhas, feiticeiros e feiticeiras de magia branca ou preta, sacerdotes Xintoístas, Budistas. Até os Ateus de carteirinha podem.
Tiro o pé deu este cara que falou esta asneira tão comum nos pobres de espírito: Misturar racismo com intolerãncia religiosa é coisa de qO Pai de Santo está tendo um reforço e tanto na sua campanha que ganhou foros nacionais.

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 6/9/2008 10:25
sua opinião: subir
Spírito Santo
 

(saiu no susto) ...Tiro o pé deu este cara que falou esta asneira tão comum nos pobres de espírito: Misturar racismo com intolerãncia religiosa é coisa de quem não tem noção de nada, zero em política. O Pai de Santo está tendo um reforço e tanto - e merecido- na sua campanha que ganhou foros nacionais.
Saravá!

Spírito Santo · Rio de Janeiro, RJ 6/9/2008 10:27
sua opinião: subir
etetuba
 

--- Em sáb, 6/9/08, nangetu@hotmail.com escreveu:

De: nangetu@hotmail.com
Assunto: [culturasparaenses] DISCRIMINAÇÃO .
Para: culturasparaenses@grupos.com.br
Data: Sábado, 6 de Setembro de 2008, 10:22


Tambem me sinto discriminada, louvou a coragem do Pai GIlmar de ter saido canidato como afro religioso, presiza ter coragem meus manos. o Bacana tinha que bancar uma festa para se /retratar na casa do pai gilmar,mam´eto nangetu.

________________________________
> CC: religioes_afr


2008/9/6

MInha mãe,sua bença. Parabens pela proposta, e vai ter que ser uma grandiosa festa com direito a tudo.
Axé!!!
Kytalamy.




2008/9/6

...quero parabenizar a estes meus irmãos negros sempre em estado de vigília, com olhos abertos e a nos despertar para cosias que algumas vezes nos passam despercebidas, exatamente por conta de uma carga cultural e deneaneana que impregna o nosso incosnciente e faz com que sejamos mesmos uns autômatas!
...parabéns, camaradas, a Vossa vigilância e a Vossa coragem em denunciar nos tornam orgulhosos desta raça humana-amazônica...
... a Vossa manifestação, a Vossa indignação é também a nossa!

AXÉ.


--
© Francisco Weyl
Carpinteiro de poesia e de cinema

VISITE OS SITES
http://www.cinemapobre.org
http://www.mazagao.com. sapo.pt
http://www.cinemapobre.blogspot.com
http://www.alba.com. sapo.pt
http://www.carpintaria.blogspot.com
http://www.poesofia.blogspot.com

etetuba · Belém, PA 6/9/2008 14:23
sua opinião: subir
etetuba
 


---------- Forwarded message ----------
From:
Date: 2008/9/6
Subject: Re: [culturasparaenses] Bacana
To: culturasparaenses@grupos.com.br


Saudações marajoaras,
Quem sabe o sr. Marcelo tivesse pedido "consentimento" aos Barbalhos,
tivesse seu artigo vetado e teria evitado todo este constrangimrnto
por esta tremenda gafe jornalistica própria da imprensa marrom.
Edna Marajoara
Mestra de cultura popular e tradicional

etetuba · Belém, PA 6/9/2008 14:25
sua opinião: subir
etetuba
 



---------- Forwarded message ----------
From:
Date: 2008/9/6
Subject: RE: [culturasparaenses] Bacana
To: culturasparaenses@grupos.com.br


... o espaço é pequeno e fechado para as suas desculpas, por direito os grupos ofendidos
devem ter o mesmo espaço para se pronunciarem.
Como disse o espaço aqui é pequeno e fechado para as suas desculpas,
deve fazê-lo publicamente e ñ aqui na internet.
O homem da imprensa deve ter sensibilidade e visão, assim ñ cria oportunidades
para ser pressionado a pedir desculpas.
O positivo é q daqui em diante terá + cuidado quando se referir às pessoas, grupos ...

etetuba · Belém, PA 6/9/2008 14:26
sua opinião: subir
etetuba
 


---------- Forwarded message ----------
From: Érika
Date: 2008/9/6
Subject: RE: [culturasparaenses] Bacana
To: culturasparaenses@grupos.com.br


Salve!


"Apenas tentei ser engraçado, mas fui sem graça e gerei mágoas graças a infeliz nota".

Não se deve brincar com este tipo de assunto.
Espero que pelo menos o colunista tenha aprendido a lição!

Axé à todos!

Érika Moura.

etetuba · Belém, PA 6/9/2008 14:27
sua opinião: subir
etetuba
 


---------- Forwarded message ----------
From:
Date: 2008/9/6
Subject: Re: [culturasparaenses] Bacana
To: culturasparaenses@grupos.com.br


Marcelo, parabens pela retratação agora,proponho que vc publique isso na sua coluna.
Que oxóssy lhe dê axé!!!
Kytalamy.

etetuba · Belém, PA 6/9/2008 14:28
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

absurdo !...
o tal colunista, que acho que se "retratou" (??..), pela retranca que tomou, deve ser algum reencaranado ainti-abolicionista renitente, tb, né ?...rsrs...no mínimo...vai saber...
Aliás, MUITO BOM que tenhamos muitos paes-de-santo na política ( budistas,induistas, candomblistas, israeleitas, espiritas, cristãos, xamãs, católicos, pagés, babalaôs, mormons, evangélicos, paesdesanto, protestantes, luteranos, mulçumanos, umbandistas etc etc etc...).Quem sabe só assim essa "casta" (políticos em geral...) tão desprovida de moral e vergonha na cara, toma jeito, e se aprimora aos serviços públicos, sem se locupletarem sempre e sempre....
Sensacional a polêmica, o desenvolvimento e a divualgação !
abs
vo(L)to
Joe
Saravá, meu pai Oxalá, venha-nos...
Epa Hey Iansã !, leve em seus ventos toda discordia e preconceito...

joe_brazuca · São Paulo, SP 6/9/2008 16:55
sua opinião: subir
Karla Gohr
 

Chega de discriminação, pelo amor de Deus! E que seja qualquer Deus, santo, que a pessoa possa crer. legal o texo, Etetuba....

Karla Gohr · Curitiba, PR 6/9/2008 20:41
sua opinião: subir
tarokid
 

Os séculos passam e a estupidez humana contiua mais forte. Ela vai envelhecendo e ficando mais rude, mais ignóbil, mesquinha. Nada vai mudar enquanto algumas pessoas alimentarem o sonho de serem mais superiores que as outras. Essas pessoas deveriam renascer, acordar para a realidade e não este mundo utópico preconceituoso onde certos acéfalos se gabam vomitando essas blasfêmias racistas.

tarokid · Machado, MG 6/9/2008 21:14
sua opinião: subir
Juliaura
 

Que Tutatis e Belisama não permitam que os céus caiam sobre nossas cabeças!
Conterraqueanos pelo bem, venceremos!

Juliaura · Porto Alegre, RS 6/9/2008 22:47
sua opinião: subir
Lena Girard
 

O tal de BACANA, que de bacana não tem nada, considere-o um ser ignorante (que no dicionário significa aquele que ignora) . Só mesmo pessoas sem conhecimento - e ele se diz repórte!!! - para fazer comentário tão infame como esse.
Conta com meu apoio total.
Beijos

Lena Girard · Belém, PA 7/9/2008 08:12
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

joe_brazuca · São Paulo, SP 7/9/2008 18:39
sua opinião: subir
Saramar
 

Já comentei com Mestre JC e outros do grupo dele que, como você bem citou, no início dos comentários, a Constituição brasileira garante igualdade de direitos e deveres a todos os cidadãos, independente da cor, religião, sexo, etc.
Apesar de sabermos que, neste país, alguns são mais iguais que outros, a manifestação contra a candidatura do Pai de Santo (aliás, de qualquer um religioso ou ateu, como disse, Spirito), não deveria merecer senão gargalhadas de escárnio e um merecido processo judicial por racismo e discriminação.

beijos

Saramar · Goiânia, GO 7/9/2008 18:46
sua opinião: subir
Eloy Santos
 

Os direitos da cidadania acima de tudo! A igualdade é abstrata, mas devemos lutar por ela! No meu entendimento só não deveria haver o direito de ser fascista!

Eloy Santos · Rio de Janeiro, RJ 7/9/2008 20:23
sua opinião: subir
Sigrid Spolzino
 

Está lá na Constituição, escrita pra quem quiser ler... nossos direitos e deveres, qual seria a dificuldade?????? Pelo amor de Deus... né? Se a Lei maior sacramentou não há o que questionar... cumpra-se...
Teins meu voto!
Baci

Sigrid Spolzino · Brasília, DF 7/9/2008 20:46
sua opinião: subir
etetuba
 

De: "Alberto Jorge R. Silva"
Data: 6 de setembro de 2008 14h25min2s GMT-03:00
Para: culturaspopularesBR@yahoogrupos.com.br, etetuba
Assunto: Re: [culturaspopulares] Fwd: Nota ofensiva publicada na edição de 28 de agosto.
Responder A: dr_albertojorge@yahoo.com.br

Prezados:
Abaixo segue o e-mail que acabo de enviar ao Editor Geral do Diário do Pará.
Dado a situação geográfica entre Manaus e Belém, é o que posso fazer no momento.
Não podemos ficar calados.

Caro Editor(a)Geral do Diário do Pará:

Há um certo tempo eu não lia um texto com um sentimento de nojo ao profissional que o escreveu, como senti ao ler o texto infame do "colunista" Marcelo Marques - coluna Bacana, Caderno D pg D7 de 28.08.2008.
O texto vitimiza o candidato a vereador Pai Gilmar, que teve a ousadia de aparecer em horário eleitoral usando suas vestes sacerdotais.
A primeira pergunta que cabe nesse circunstância é se esse senhor possui registro de jornalista e se o tem onde foi que o mesmo "adquiriu".
Se foi em uma faculdade de responsabilidade ou em um desses cursos pp (pagou passou).
Se foi em uma universidade decente, no mínimo o "colunista" faltou as aulas de ética, ou se compareceu as mesmas em nada prestou a devida atenção.
O texto a que me refiro é preconceituoso, discriminatório, debochado em síntese: algo que precisa ser punido com os rigores da Lei.
Não se pode promover ridicularização, enxovalhamento de uma religiosidade tradicional popular, por conta de suas convicções pessoais.
Nós que atuamos nos meios de comunicação, de forma direta ou indireta (trabalhei 16 anos em telejornalismo e ainda hoje escrevo para jornais e revistas)temos um compromisso em promover a igualdade social, de lutar pelo fim do preconceito e da discriminação.
Texto infame como esse incitam o ódio, levam ao reducionismo de tradições milenares.
Pensamentos dessa natureza corroboram com a continuidade do discurso dominante das religiões Hebraico-Cristãs que consideram pecado tudo aquilo que não esteja contemplado por uma interpretação equivocada das "Sagradas" Escrituras.
Nosso País deveria ser laico, tratar a religiosidade, seja ela qual for, de maneira igualitária.
Talvez o "colunista" não tenha tido leitura antropológica suficiente para saber que os ritos, que ele ridiculariza,possuem mais de dez mil anos de existência.
Que esses ritos se apóiam em um sacerdócio milenar, instituído nos mesmos moldes da tradição Javistica (para um melhor entendimento buscar o conceito nos livros de teologia do antigo testamento. Essa tradição está apoiada no sacerdócio instituído por um Deus, transmitido ao homem por meio da unção, imposição das mãos e do hálito.
Se o "colunista" se detiver um pouco de tempo nos textos dos antropólogos como Vereger, Nina Rodrigues, Mundicarmo e Sérgio Ferretti, Pedro Ouro, Reginaldo Prandi, Elbein dos Santos, Heloísa Pires, Melo Sampaio, Cabemguele Munanga, Florestan Fernandes entre vários outros com teses de doutorado e pós doutorados em universidades como a de París,com toda certeza ele passará a ter uma visão diferenciada do que vem a ser religiosidade.
No lugar de ficar se aprimorando em escrever futilidades, coisa comum de se ler na coluna do referido "jornalista" ????, bem que o moço poderia tirar, pelo menos uma hora por dia, para aquisição de novos conhecimentos.
Enquanto comunicadores temos um papel social bem definido, temos grande influência na formação da consciência crítica de nossos leitores.
Quando o profissional perde esse rumo, quando passa a agir com veleidade é chegada a hora da aposentadoria.
Se o pensamento critico de tais "profissionais" não lhes permite ter uma visão auto-critica, para isso existem os editores, com poder de decisão de mandar pra o olho da rua todo aquele que desonra a classe dos que escrevem em jornais e revistas.
A não ser que ... a direção deste jornal tenha uma prática, deveras lamentável, de manter em seus quadros os lambe botas e puxa sacos de plantão. Esse tipo asqueroso de "profissional" apenas se mantém na função pelos simples fato de ser especialista na arte de LAMBER. O que? A resposta fica por conta de imaginação de quem lê.
Sei que estou sendo duro nas minhas palavras, mas isso é o mínimo que posso fazer, dentro das minhas limitações geográficas.
No aguado de uma resposta.
Cordialmente.
Alberto Jorge Rodrigues da Silva
Presidente do Sindicato dos Psicólogos do Amazonas.
Membro da Federação Nacional dos Psicólogos - FENAPSI
Membro do Fórum de Combate a Discriminação no Estado do Amazonas.
Conselheiro Municipal de Saúde.
Membro da Mesa Estadual de Negociação Permanente do SUS
Doutorando em Psicologia Evolutiva e da Educação pela Universidade de Santiago de Compostela Espanha
Coordenador Amazônico das Religiões de Matrizes Africanas e Ameríndias - CARMAA

Dr. Alberto Jorge Silva
Por um mundo sem preconceito e discriminações.

etetuba · Belém, PA 7/9/2008 22:29
sua opinião: subir
etetuba
 

De: "isabela Lago"
Data: 6 de setembro de 2008 23h22min57s GMT-03:00
Para: "Espaço Experimental De Dança" , "Eneida Guimarães" , etetuba@uol.com.br, "antonino alves" , "Adriana Reis" , "adilson rosario soares" , acireoli@yahoo.com.br, andrepianuts@yahoo.com.br, dimitrimaracaja@gmail.com, "gupre@nautilus.com.br" , "ketno lucas" , "Hellen Katiuscia de Sá" , "jureuda guerra" , "lucia martins"
Assunto: Reenviar: [culturaspopulares] Fwd: Nota ofensiva publicada na edição de 28 de agosto.

GRANDE PROBLEMA
Acredito que no Pará, o jornalismo tem uma história muito complicada... Temos poucos bons referenciais na prática desta profissão, tudo fica no âmbito mesmo da fofoca, da convesa de comadres, ou, quando muito, do "copiar-colar".
Pensar a prática da cultura popular é tarefa muito difícil, mas merece o máximo esforço, nossa terra é repleta de influências de várias culturas, de vários povos, e ao contrário do que se queixa o infeliz comentário do jornaleco, penso que será maravilhoso se o cara resolve fazer trabalho nas encruzilhadas da vida para se eleger, Belém vai ficar igual a terreiro de candomblé pela noite, cheio de velas.(Viu? é fácil escrever, meu texto seria bem melhor sem esta rica contribuição!) Porque as velas iluminam, chamam os bons espíritos para circular no meio das almas impuras, e também porque a iluminação pública anda qualquer coisa próximo do inferno, eu faria várias oferendas para mudar o quadro atual.
Respeitar diferenças já deveria ser uma prática mais comum, o que será que incomoda na cultura afrobrasileira? Que perigo pode representar um terreiro de candomblé para a cidade de Belém? acho que os prejuísos do preconceito vendido diariamente nos jornais adoecerá ainda mais seus leitores, entre o ritual de santos pretos e o ritual da mediocridade jornalística há um caminho bem longo, uma estrada longe, que cai sempre no lugar comum: Dominação, quem vende jornal, vende opinião, o povo compra, lê e reproduz o discurso criminoso.

Isabela do Lago
Atelier Cultural Corredor Polonês
(91) 32227543
(91) 8214 52 86

etetuba · Belém, PA 7/9/2008 22:30
sua opinião: subir
etetuba
 

De: "Eduardo M M Moraes Magno"
Data: 6 de setembro de 2008 23h29min43s GMT-03:00
Para: etetuba
Assunto: Re: acho que quando ele leu as manifestações ficou com medo.

Parabéns ETETUBA
Há uma rede de racistas discriminando aos cultos e valores religiosos africanos. Esse pedido de desculpa com comentários pútridos de um Bacana é pouco perante a cólera ideológica de um cristão estúpido.
Se continuarmos nesse viés de condutas não faltara muito tempo para nascerem homens bomba em nome de um Ala mandando todas para o inferno que não é diferente da ótica de um Jornal como esse nem tão pouco de seus colunistas.
Religiosos hipócritas, entusiastas da desordem do caus. Se não forem esses assim é então de fato que para esses poucos ou muitos as religiões não possuem um papel em comum ou melhor o principal objetivo. A comunhão de toda humana criatura.
O que se divulga sobre velas e despachos como coisas que denigrem o ser humano em cadeias de televisão não é brincadeira!
Toda essa prosa de clemência para que se perdoe é pura bobagem. Vão com o tempo se esquivando de seus erros singelos e sutis em simultaneidade com seus preconceitos pregando suas verdades e estuprando a paz celestial.

Eduardo Magno

etetuba · Belém, PA 7/9/2008 22:37
sua opinião: subir
etetuba
 

De: "José Oliveira de Paula"
Data: 7 de setembro de 2008 12h1min0s GMT-03:00
Para: etetuba@uol.com.br
Assunto: candidato

Parabens companheiro!!!

Atitudes como a sua,de socializar,denunciar e exigir retratacao e que coibem posturas discriminatorias,excludentes,preconceituosas por orgaos da imprensa e que se intitulam formadores de opiniao!!!!!
Que opiniao????
A opiniao deles!!!!!
Em Sao Paulo nao e diferente!
Parabens meeeessssmo!!!111
Com carinho

Teresa Cristina

etetuba · Belém, PA 7/9/2008 22:44
sua opinião: subir
etetuba
 

----- Forwarded message ----------
From:
Date: 2008/9/6
Subject: Re:[culturasparaenses] Fwd: [culturaspopulares] Fwd: Coluna BACANA.... ????
To: culturasparaenses@grupos.com.br


Ei, McArthur!!!! e o in-crí-vel é que a coluna se chama BACANA... !!!!!

e segundo o PRIBERAM (www.priberam.pt)
adj. 2 gén.,
Brasil,
gír.,
palavra que exprime ideias apreciativas;
bom;
excelente;


Então tá!!

etetuba · Belém, PA 7/9/2008 22:56
sua opinião: subir
delen
 

Parabéns pelo trabalho , votado . Abraço...

delen · Cotia, SP 8/9/2008 01:57
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


"EITA" ASSUNTO POLÊMICO... !!!!!!!!!!!!!!!


E vai rolar capoeira, kizomba (é assim que se escreve?)... Talvez samba! Música faz bem para o corpo e a alma!

Sou radical! Qualquer brasileiro deve ser candidato... Se a vaga está aberta! Devemos concorrer ao cargo! Se a vaga está fechada... Não tem problema! Abriremos as portas e os caminhos! Kizomba sempre! Viva a África! Viva o negro! Viva o negro no Brasil!

Sou negro sim! Dizem que sou moreno! Que nada! Meu nariz é arredondado... Minhas mãos trazem traços das senzalas! Os sons que soam no meu ouvido vêm da África! Sou negro sim! Viva o Pai de Santo (negro ou branco)! Viva a Mãe de Santo (negra ou branca)! Salve, salve Mãe Menininha do Gantois! Salve, salve Pixinguinha! Salve, salve Cartola! Salve, salve Joaquim Nabuco! Salve, salve Luiz Gonzaga! Salve, salve Gilberto Freyre!

Acho que “Pai de Santo” deve ser candidato à presidência da república. Já tivemos sociólogo, metalúrgico, militar, professor, pecuarista, ditador e etc. Chegou a hora de colocar um líder espiritual no Executivo. As religiões afro-brasileiras abrirão os caminhos da paz! O país caminha para um atalho perigoso: o da arrogância política! Vem "bomba armamentista por aí! Salve-se quem puder!

Pai de Santo é brasileiro! Como também é brasileira a padroeira do Brasil: Nossa Senhora Aparecida! Ela é negra!

Para leitura:

* Negro 1
* Negro 2
* Negro 3

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 8/9/2008 11:33
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Axe' Lainlton... Malungo de etiqueta de ativismo, cultural, educacional...

Quer dizer KZUMBA... serah que eh assim mano veio, que falamus, BRASILEIRO, mas, escrevendo, poesia inclusive, tem muita coisa sem identidade propria, no 'terreiro' ate de muitos... santos$$$.

Acho valido ter de todo tipo de "bixo" da arca-de-noe nessa redonda lah de BSB... pUrque nao?!

Ate lah... que se alastre um virus de educacao no povo, pelo povo.

Iee... manja...

Sarava!

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 8/9/2008 11:40
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


Saravá "Mano Jerônimo"!


Axé "pra ocê"! Muito Axé!

Grande abraço.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 8/9/2008 11:47
sua opinião: subir
camuccelli
 

Lí!

camuccelli · Rio de Janeiro, RJ 8/9/2008 14:24
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Axe...

interessante como esta "variacao" ( 01 ) veio cair neste jogo/tema...

Boa sorte, aos que buscam a sorte, atraves dos depositos.

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 8/9/2008 20:55
sua opinião: subir
Pedro Monteiro
 

Acho que não será bom para a democracia que, preconceituosos de quaisquer profissão, raça ou credo, venha a ser candidato, isso sim!
Quanto ao Pai de santo, oras!... é só o que me faltava!
Abraços

Pedro Monteiro · São Paulo, SP 8/9/2008 22:15
sua opinião: subir
macsax
 

Sou contra qualquer tipo de exclusão. Todos têm direito a se candidatar independente de credo, cor ou sexo.
Havendo ética na conduta, isto sim é que conta.
macsax

macsax · João Pessoa, PB 9/9/2008 00:01
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

Axe'

Como tem outros e-mails que foram 'oferecidos' neste tema, vai este que me foi enviado depois que circulei a nota 7 mares... volta do mundo sin sinho.


----- Original Message -----
From: Conceicao
To: Mestre J C
Sent: Tuesday, September 09, 2008 8:02 AM
Subject: Re: CONVITE DO IV SEMINÁRIO DO ALTO TIETE - INTECAB- SP


Prezado Mestre JC

Tanto pode, como deve?

Antes dele ser religioso e candidato, o mesmo é cidadão que paga seus Impostos e tem uma Família.

Seus dotes Sacerdotais são dons divinos que nós possuimos desde nossa placenta então, nada impede que o mesmo se candidate para poder ainda mais ajudar nossa Religião.

Lembre-se que para falar de sobre NÓS tem que ser um de nós.
CARINHO E AXÉ

EGBONMI CONCEIÇÃO REIS DE ÓGÚN
COORDENADORA INTECAB – SP
www.INTECABSP.WORDPRESS.COM
FONES: (0X11) 2099-1154/3492-5801
CELULAR:(0XX11) 8527-4852

De: Conceição Reis [mailto:m.cazemiro@uol.com.br]
Enviada em: sexta-feira, 5 de setembro de 2008 15:37
Assunto: ENC: CONVITE DO IV SEMINÁRIO DO ALTO TIETE - INTECAB- SP



Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 9/9/2008 06:15
sua opinião: subir
Mestre Jeronimo - JC
 

E,,, como a coisa nao parou no BR, discriminando pela 'cor' e pelo que "da cor"... vai essa outra pra vossa apreciacao...


----- Original Message -----
From: Luiz Rocha
To: Mestre J C
Sent: Tuesday, September 09, 2008 12:43 AM
Subject: Re: E os Estazunidos?


E os "estazunidos" que agora ta' pirigano ter um presidente preto? Sera' que tao ficando mais adiantados ou mais atrasados? hahahaha
Sei nao, mas to achando que o negao vai tomar um banho na eleicao... Vamo ver o que vai dar!


Health, Energy, Peace & Blessings,
and Axe' to whom is from Axe' !

Grande

http://www.capoeiraangolacenter.com


"CAPOEIRA ANGOLA IS A DANCE, AN ART,
A PROFESSION, AND A CULTURE"
MESTRE JOÃO GRANDE

"A aranha vive da teia que tece..."
("The spider nourishes from the net it weaves...")
Mestre Bimba

"Livrai-nos de todo o mal. Amem!"

Mestre Jeronimo - JC · Austrália , WW 9/9/2008 06:18
sua opinião: subir
Náthima Danel
 

Garoto, é inadimissível que nos dias atuais, com a evolução que o homem diz ter adquirido, ainda se tenha que discutir algo do tipo.
Meu Deus, ou qualquer santo em que se acredite, se existe a vaga e estamos em uma democracia, aliás, eu acho essa nossa muito fajuta, mas tudo bem; o importante é que tem que se respeitar a bela Constituição Federal, que diz que todos são iguais perante a lei. Então, se não é assim, rasgua-se a constituição, é simples, e faz-se outra.
Abraço em todos, indistintamente.

Náthima Danel · Boa Vista, RR 9/9/2008 09:18
sua opinião: subir
georgesaraiva
 

votado porque é bom; e precisa mais?

georgesaraiva · Guarapari, ES 9/9/2008 14:09
sua opinião: subir
Zezito de Oliveira
 

Etetuba,
Parece com o bordão que a Soninha, candidata a prefeita por SP, utiliza em sua propaganda. Quem foi que disse que não pode..Por que pode e deve, resolvi me manifestar aqui, em sinal de desagravo a essas manifestações de preconceitos arcaicos, que perdura em nosso país e no mundo.
Axé!!!

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 9/9/2008 17:03
sua opinião: subir
Rita Belém
 

ESTÁ MUITO BOM

Rita Belém · Belém, PA 9/9/2008 18:39
sua opinião: subir
Paulo Apolonio
 

Está muito bom.
As pessoas precisam perder essa maneira de tratar o próximo.
Belo trabalho.

Paulo Apolonio · Salvador, BA 3/11/2008 16:45
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados