Quanto vale uma história?

Danyella Euzébio e Paula Wiederkehr
Sherazades
1
Tangolomango - Festival da Diversidade Cultural · Rio de Janeiro, RJ
18/2/2011 · 30 · 4
 

Narrativas transmidiáticas expandem o universo do projeto de uma série de TV.

Há tempos descobrimos que grupos com propostas diversificadas podem realmente realizar um trabalho juntos, misturando e expandindo sua mensagem, apenas com a mão na câmera. Foi no Festival Tangolomango 2006 que tivemos a ideia de produção compartilhada em audiovisual, com uma equipe criada por mulheres de grupos comunitários ou escolas de cinema, onde as participantes trocam suas vivências e misturam suas didáticas para construir um roteiro de uma minissérie ligado ao universo feminino.

Da ideia até a execução do projeto foram cinco anos, e finalmente começamos. Mulheres da Ideia ao Projeto está em andamento desde fevereiro, com o início de uma oficina para 15 participantes selecionadas pelo Tangolomango entre dezembro e janeiro de 2011, que resultará na documentação do processo de produção de uma série de TV, contendo roteiro, análise técnica, cronograma físico-financeiro, orçamento, plano de negócios e projeto de comercialização.

Em nossas aulas, que vão de segunda a sexta, no SESC Rio e no sábado, no Cinema Nosso, já discutimos o papel da mulher com Bila Sorj e Ilana Strozenberg, aprendemos sobre o caminho do roteiro à direção de série de TV e Web com Rosane Savartman, Paula Lobato e Pedro Salomão e expandimos nosso universo na palestra sobre conteúdos transmídia e possibilidade de produtos a partir de uma boa história, ministrada por Maurício Mota.

“A menor distância entre duas pessoas é uma história”

A frase, de autor desconhecido, baseou as quase quatro horas de aula de Maurício Mota, que nos mostrou como transformar temas sociais em um conteúdo fácil de propagar, utilizando narrativas transmídia de forma clara e perene.
Mas o que são narrativas transmídia ou transmidiáticas? Entenda dessa forma: uma superhistória foi pensada de forma a se materializar em várias mídias, ela é lançada no cinema (sua nave mãe) e ganha criações paralelas na internet, games online, livro, áudio livro, quadrinhos, vídeos online – as chamadas plataformas de exibição. O filme Matrix e a série Heroes são bons exemplos dessas narrativas.

Mas uma narrativa transmídia exige mais que uma história bem contada, ela pede a criação de universos dentro daquela história, sem que se desconecte da nave mãe. Imagine uma série de TV cujo segundo episódio traga personagens e a continuação de situações que não foram apresentadas no piloto, e sim, em sua extensão em quadrinhos. Isso provocaria, no mínimo, a aversão do público que só assiste TV e desconhece essas histórias em quadrinhos.

Nossas mulheres fecharam a primeira semana de palestras prontas para desenvolver o projeto trabalhando numa narrativa consistente e coerente em todas as plataformas que estipularmos. “Faça uma história boa o suficiente para ganhar o tempo das pessoas. Conteúdo compra tempo”, ensinou Mauricio Mota citando, também, o exemplo de Sherazade, que criou hiperlinks em suas histórias, estendeu seu prazo de vida, tornou-se a amada do rei e salvou as outras mulheres do harém.

O caminho para transformar nosso tema em um conteúdo fácil de propagar foi indicado na forma de mil e uma noites onde cada uma delas é um mundo a ser descoberto. Nossas Mulheres da Ideia ao Projeto são “Sherazades” do Transmedia Storytelling embasadas por Robert Fulford e Henry Jenkins em seu espetacular Cultura da Convergência. Conectaremos pessoas!

*Nossas reuniões acontecem no SESC Santa Luzia – Centro/RJ de segunda à sexta, às 18h, e no Cinema Nosso – Lapa aos sábados. As aulas são restritas às participates do projeto Mulheres da Ideia ao Projeto, mas postamos conteúdo e vídeos no Blog. Acompanhem!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Zezito de Oliveira
 

Quanto vale reunir belas e inteligentes mulheres ??

Os produtos estarão disponiveis aqui no overmundo??

Parabéns pela iniciativa

Zezito de Oliveira · Aracaju, SE 19/2/2011 11:13
sua opinião: subir
Ray Cenna Rabello
 

Parabéns...

Ray Cenna Rabello · Rio de Janeiro, RJ 21/2/2011 10:29
sua opinião: subir
Michelly Dominiq
 

Parabéns!!!!!!!!! Adorei!!!!!!!!!
Onde podemos acessar os vídeos????????

Michelly Dominiq · Campo Grande, MS 21/2/2011 11:00
sua opinião: subir
Antonio Diniz
 

1001 parabéns! Força guerreiras! Aguardo o belo resultado desse coletivo.
Antonio Diniz

Antonio Diniz · Rio de Janeiro, RJ 21/2/2011 15:36
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados