RECBEAT: DIVERSÃO E OUSADIA SEM PERDER A ALEGRIA

Arquivo Rec-Beat
Rec-Beat e algumas de suas atrações
1
Jarmeson de Lima · Camaragibe, PE
3/2/2007 · 171 · 8
 

Desde 1995, o Carnaval em Pernambuco não é mais o mesmo. Foi neste ano que surgiu o Festival Rec-Beat, que hoje é um dos maiores eventos do calendário musical pernambucano. O que parecia improvável naquela época logo se revelou ser um imenso sucesso: reunir bandas de rock e de outros estilos não-oficialmente carnavalescos para tocar no berço do frevo. Diversão, irreverência e originalidade são alguns dos ingredientes do festival, que procura a todo ano trazer novas e diferentes atrações para o público que participa em peso da folia pernambucana.

E sempre tentando melhorar para satisfazer o público que cresceu ao longo dos anos, o Rec-Beat mudou de local algumas vezes em sua trajetória. Começou em Olinda, onde boa parte das clássicas bandas do movimento manguebeat surgiu. A primeira edição do Festival Recbeat foi num pequeno bar em Olinda, chamado Oficina Mecânica, que funcionava no Pina, com uma "filial" em Olinda, naquele ano. Bandas como Eddie, Paulo Francis Vai Pro Céu e Dreadful Boys presenciaram esse momento histórico. A empreitada deu certo e chamou a atenção do público olindense, do público recifense, que passava a ir para a noite de Carnaval em Olinda para conferir estas bandas e, claro, dos turistas.

Nos anos seguintes, aconteceram alguns atropelos. Antônio Gutierrez, o Gutie – organizador do evento em entrevista para o site Recife Rock revela que em 97 o evento quase não aconteceu. No ano anterior, Gutie estava em turnê com o Mundo Livre S/A pelo México e deixou a produção do Recbeat a cargo de alguns amigos. No entanto, no momento em que estavam preparando a volta ao Brasil, ficaram sabendo da morte de Chico Science. “Quando desembarquei no Recife, haviam cancelado toda a produção do Festival. Estávamos todos extremamente abatidos com a morte de Chico”, relembra. Para Gutie, aquele foi um momento bem importante para todos que faziam música no Recife. “Era um momento decisivo: ou a gente mergulhava na tristeza pela morte de Chico, ou fazia o Festival Recbeat em homenagem a ele e a nova música pernambucana que ele havia criado. Optamos pela celebração”, revela o produtor. E dessa forma, em 97, o Rec-Beat aconteceu novamente em Olinda, mas no Centro de Cultura Luiz Freire, que abrigou o evento por mais dois anos.

Em 1999, o evento ganha uma dimensão maior do que as estruturas de Olinda podiam comportar. E a convite da Prefeitura do Recife, o festival passa a acontecer em palco na Rua da Moeda, no lado então mais rústico do Recife Antigo. Gutie conta que “como o festival teve suas origens no bairro, ainda com o Projeto Recbeat, no Francis Drink's, foi um processo natural voltar pro bairro, pra rua da Moeda, pro mesmo local onde tudo começou”. Foi lá na Rua da Moeda que o público pôde conferir as então bandas novas do Recife: Querosene Jacaré, Matalanamão, Via Sat, Supersoniques, Spider & Incognita Rap e DMP e os Fulanos. Nos anos seguintes, além da diferentes posições do palco, que alternava de lado da rua a cada edição, atrações de fora do estado como Karnak, Bidê ou Balde, Pinduca, MV Bill, Fellini, Wado, Trio Mocotó e Seu Jorge pisavam pela primeira vez em solo pernambucano no Rec-Beat para delírio dos foliões.

Não demoraria para a Rua da Moeda tornar-se estreita demais para o grande público do festival, que em 2004, passou a conferir os shows do Rec-Beat em outro local: o Cais da Alfândega, também no bairro do Recife Antigo. Com um palco instalado às margens do Capibaribe, tornando a paisagem mais poética e inspirada para os foliões e para os artistas, o Rec-Beat trouxe atrações naconais de destaque e de ritmos diversos, a exemplo de Rogério Skylab, Bojo e Maria Alcina, F.U.R.T.O., Replicantes, Black Alien, Ludov, Riachão, Sonic Jr e Jumbo Elektro, entre tantos outros.

2007 - E completando doze edições, o Rec-Beat neste ano, é dedicado à memória de Chico Science, e prossegue com sua principal característica que é a de revelar novos talentos e abrir espaço na programação do Carnaval Multicultural do Recife para abrigar atrações diferentes e ousadas. O festival é uma forte referência para o carnaval de Pernambuco, que agora passa a trazer nos palcos principais de seus pólos, grupos que começaram a despontar neste “pólo alternativo”. Há 12 anos inovando e promovendo uma saudável mistura musical, o Rec-Beat se aprimora em sua principal característica que é a de estabelecer pontos de contato entre tradição e novas tendências.

Neste sentido, despontando como grandes promessas, grupos como Vanguart, Bonde do Rolê, Montage, Digitaria, Canja Rave, Supergalo e Zefirina Bomba representam bem essa nova geração de grupos nacionais, diferentes entre si e dispostos a conquistar novos espaços. De outro lado, um pouco da história da música brasileira aparece aqui capitaneada por Tom Zé (que dispensa apresentações), Isca de Polícia (banda de Itamar Assumpção, expoente da música de Vanguarda Paulista nos anos 80) e Instituto (que se apresenta com repertório exclusivo do álbum Tim Maia Racional). E com a responsabilidade que adquiriu com os anos, em se manter diferente e original buscando os novos expoentes da música pernambucana, o Rec-Beat aposta na diversidade das produções locais, a exemplo da participação dos grupos Digital Groove, Parafusa e Trombonada, Mellotrons e Rivotrill.

E como já se tornou tradição, mesmo com shows noturnos, o Festival Rec-Beat promove eventos especiais durante as tardes, como a concentração do irreverente Bloco Quanta Ladeira, que acontece no domingo (18), sob comando do compositor Lula Queiroga em parceria com Lenine. Através de sátiras de músicas conhecidas e canções carnavalescas em tom hilário, sempre acompanhados de convidados ilustres, eles não perdoam ninguém e fazem a festa em meio à multidão que já acompanha o bloco. E além das opções de diversão para jovens e adultos, o Rec-Beat conta com uma edição vespertina na segunda de carnaval: é o RecBitinho com blocos e atrações voltadas ao público infantil. Neste ano o Rec-Beat mirim traz a Cia do Teatro Rasgado para apresentar o belíssimo espetáculo de rua “O Pequenino Grão de Areia”, com textos e músicas de João Falcão e dirigido por Luciana Lyra.

Vale lembrar que o Rec-Beat, assim como o Carnaval Multicultural do Recife, é gratuito e aberto para público de todas as idades e lugares. Com tanta oferta de atrações legais e gente animada, dá pra perder o Rec-Beat? Senão, só no próximo carnaval!

PROGRAMAÇÃO - RECBEAT 2007

SÁBADO - 17/02

19:30 - DJ BIG & CONFLUÊNCIA (PE)
20:30 - ERASTO VASCONCELOS (PE)
21:30 - DIGITAL GROOVE (PE)
22:30 - SUPERGALO (DF)
23:30 - ZEFIRINA BOMBA (PB)
00:30 - Z`AFRICA BRASIL (SP)

DOMINGO - 18/02

16:30 - CONCENTRAÇAO BLOCO QUANTA LADEIRA
20:30 - CANJA RAVE (RS)
21:30 - RIVOTRILL (PE)
23:00 - ISCA DE POLICIA (SP)
00:15 - DIGITARIA (MG)
01:20 - BONDE DO ROLÊ (PR)

SEGUNDA-FEIRA - 19/02
17:00 - RECBITINHO: CIA TEATRO RASGADO / "O PEQUENINO GRAO DE AREIA"
19:30 - MELLOTRONS (PE)
20:30 - VANGUART (MT)
21:30 - RAIES DANÇA TEATRO (SP)
23:00 - MR CATRA (RJ)
00:00 - INSTITUTO / Show Tim Maia Racional (SP)
01:20 - MONTAGE (CE)

TERÇA-FEIRA - 20/02

18:30 - MARACATU NAÇÃO CAMBINDA ESTRELA (PE)
19:30 - JOÃO DO PIFE E BANDA DOIS IRMÃOS (PE)
20:30 - PARAFUSA & TROMBONADA (PE)
21:30 - CURUMIN & THE AIPINS (SP)
23:00 - 2IN-PAR (ESP)
00:00 - MACACO BONG (MT)
01:20 - TOM ZÉ (BA)

Festival RecBeat 2007
Quando:
17, 18, 19 e 20 de fevereiro
Onde: Cais da Alfândega (às margens do Rio Capibaribe) - Recife Antigo - Recife / PE
Horários: A partir das 19h30 - exceto o Quanta Ladeira às 16h30 (no domingo, dia 18) e Recbitinho às 17h (na segunda-feira, dia 19)
Capacidade do local: 30 mil pessoas
Ingressos: ENTRADA FRANCA

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Sergio Rosa
 

Muito bacana esse post/histórico sobre o Recbeat. Bem completo: bom texto, imagens e áudio. Um belo exemplo.

Imagino que o festival deve ser visto também como uma celebração da capacidade de organização da cena musical recifense.

Sergio Rosa · Belo Horizonte, MG 31/1/2007 15:35
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Carlos ETC
 

Nossa! Deve ser muito legal isso aí!

Carlos ETC · Salvador, BA 2/2/2007 11:57
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Keila
 

Aê galera só uma dica; tá no ar o site de uma das figuras mais ativas na guerrilha pela cultura recifense, um legítimo canal de discussão!
www.rogerderenor.com.br

Keila · Recife, PE 4/2/2007 00:14
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Bruno Montalvão
 

legal REC BEAT... Vanguart ansiosa por seu show dia 19... fazer o folk no Carnaval vai ser bem legal!

Bruno Montalvão · São Paulo, SP 4/2/2007 19:55
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
pedrobayeux
 

http://www.pirex.com.br/recbeat-e-o-hipertexto/ --> ano passado fiz um documentário tendo como base o recbeat: "Um link entre o festival recbeat, gratuito no carnaval do recife, e novos paradigmas do cenário musical pós-internet (como o copyleft).
Direção: Pedro Bayeux. Brasil, 2006, 54 minutos."

pedrobayeux · São Paulo, SP 4/2/2007 22:03
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Jarmeson de Lima
 

Tinha tanta coisa no texto que esqueci de mencionar isso.
O documentário "RecBeat e o Hipertexto" vai ser lançado no próximo dia 07 de fevereiro, no primeiro dia da Feira Música Brasil, no bar Boratcho, no Pina, em Recife.
Quem estiver na cidade, apareça e compareça! :)
E assista no link que Pedro indicou acima.

Jarmeson de Lima · Camaragibe, PE 4/2/2007 23:24
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Andre  Intruso
 

im a sex machine!

Andre Intruso · Jaboatão dos Guararapes, PE 18/2/2007 14:56
sua opinião: subir
Malu Xavier
 

O show de VANGUART marcou, bicho.

Malu Xavier · Olinda, PE 25/2/2007 22:10
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Bonde do Rolê já se prepara para brincar no Rec-Beat 2007 zoom
Bonde do Rolê já se prepara para brincar no Rec-Beat 2007
Lula Queiroga e Lenine no Quanta Ladeira em 2006 zoom
Lula Queiroga e Lenine no Quanta Ladeira em 2006
Jumbo Elektro no Rec-Beat 2006 zoom
Jumbo Elektro no Rec-Beat 2006
Jorge Du Peixe e Fred 04 no Rec-Beat 2004 zoom
Jorge Du Peixe e Fred 04 no Rec-Beat 2004
Carimbó Uirapurú no Rec-Beat 2006 zoom
Carimbó Uirapurú no Rec-Beat 2006
Público na Rua da Moeda no Rec Beat 2003 zoom
Público na Rua da Moeda no Rec Beat 2003

áudio

Digital Groove - "Tubarão"

Instale o Flash Player para ver o player.

Mellotrons - "Tongue"

Instale o Flash Player para ver o player.

Parafusa - "A história do boi tatau"

Instale o Flash Player para ver o player.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados