Revista de Autofagia

Capa da Revista - Projeto Gráfico de Bruno Brum
1
Makely Ka · Belo Horizonte, MG
19/5/2006 · 90 · 8
 

Ao contrário do que dizem os ressentidos e derrotistas, há hoje no país uma nova geração de poetas, artistas plásticos, músicos, atores, fotógrafos, cineastas enfim, criadores em geral que vem realizando ações significativas e das mais diversas naturezas no cenário cultural do país. Essas ações vão das mais diferentes formas de intervenções físicas e virtuais; publicação de livros, criação de blogues, instalações, mostras e exibição de videos, fotos, performances, apresentações musicais e uma infinidade de outras atividades afins. Vivemos num momento de ebulição criativa e temos os meios de produção em nossas mãos a um custo muito baixo. Isso nunca aconteceu antes! Ainda não nos demos conta de todas as possibilidades e muito menos das consequências disso tudo. O que sei é que há um novo tipo de criador e a principal característica dele, ou seja, o que o distingue de um artista do século passado, é o fato de ser um “não-especialista”. Ou então um especialista em generalidades. É um sujeito que cuida do projeto gráfico (para isso se vira em vários programas!), cuida da assessoria de imprensa (tem um jogo de cintura jornalístico!), faz a distribuição (espírito de aventura!) , escreve os projetos (alguém tem de fazer isso!), faz produção executiva (não confia em ninguém com mais de 30!), tudo sem deixar a peteca cair, ou seja, sem deixar de criar. Na verdade, todas essas atividades paralelas alimentam seu processo criativo. Talvez todos eles estejam condenados a viver menos que seus antepassados, devido ao desgaste gerado por tal desdobramento. Isso ainda não foi computado pelas estatísticas e vão ser necessários mais alguns anos de pesquisa e observação... Enquanto isso eles não param de produzir. A isso eu chamo Contra Indústria!

Foi dentro deste clima que chegamos à conclusão de que era necessária a criação de uma revista que, longe de dar conta, ao menos sirva como uma pequena vitrine deste momento, de algumas dessas ações, que expresse algumas dessas vozes que pipocam por aí. Escolhemos o ‘suporte’ papel porque ainda não conseguimos nos livrar de nossos vícios cultivados em sebos do século passado, temos apego carnal ao objeto-livro, gostamos de ver a lombada deles na estante, enfim, ainda não evoluímos como nossos irmãos mais novos, que dispensam qualquer tipo de informação que não seja passível de armazenamento em forma de bytes. Achamos também que assim estamos facilitando a vida de futuros arqueólogos. Ou contribuindo com a dieta de novas gerações de cupins. Seja como for a revista está aí. Pra cidade se orgulhar dela! Afinal de contas, uma revista, além catalizar toda uma cena, ou pelo menos dar uma idéia dela, também funciona como um instrumento de intercâmbio cultural dinâmico, levando e trazendo informações e dialogando com outras cenas e outros criadores. Nossa pretensão é muito humilde, a Revista de Autofagia pretende inaugurar um novo momento na cultura da cidade, fazendo um paralelo claro, intencional e trocadilhesco com a Revista de Antropofagia editada por Oswald de Andrade na década de 20. Para tanto pretende ser um porta-voz dos novos paradigmas estéticos/ideológicos, lançar mão das mais diferentes linguagens textuais e gráficas aliados a um projeto editorial arrojado.

10 razões para se lançar uma revista hoje

1 - Revistas são o veículo de publicação textual mais importante do meio literário dado o seu caráter informativo, sua circulação e seu espírito coletivo;

2 - Revistas são vitrines da produção de determinadas épocas, de determinados contextos;

3 - É através de publicações em revistas que a maior parte dos jovens criadores se lança no mercado;

4 - Revistas funcionam como parâmetro crítico para os leitores;

5 - Revistas funcionam como bússolas para escritores;

6 - Revistas são mais baratas que livros e portanto são mais democráticas;

7 - Revistas são vendidas em bancas de revistas;

8 - Revistas são periódicas e podem ser colecionadas como gibis;

9 - Revistas são lidas no banheiro;

10 - Há pouquíssimas revistas de poesia editadas hoje no país!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Rica P
 

Salve! Site? Onde comprar?

Me encaixo totalmente na descrição do artista-faz-tudo...outro ponto, até mais importante do que a possibilidade de vivermos menos (porque acho que isso não acontecerá) é se ao nos desdobrarmos em tantas atividades conseguiremos ser profundos em alguma delas, pelo menos nossa preferida. Às vezes queria conseguir focar em uma única coisa, por ex em escrever ou compor, mas simplesmente não é natural para mim! Vamos ver...

Queria te convidar para ver minha página. O conceito é exatamente o mesmo. www.acaravana.com.br

abraço!

Rica P · São Paulo, SP 16/5/2006 15:52
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Makely Ka
 

Pois é Rica, em alguns momentos eu também gostaria de me dedicar a algumas atividades mais do que outras. Mas não acredito que esse desdobramento seja incompatível com profundidade. Nem acho que a superfície seja pior do que a profundidade. Algumas vezes quero dar mergulhos profundos, outras quero ficar na flor d'água. Me interessam as conexões possíveis entre as várioas profundidades. Além do mais, depois de uma descida às profundezas convém sempre vir à tona, senão o ar acaba!

Já estou na sua Caravana!

Abraços,

Makely Ka · Belo Horizonte, MG 17/5/2006 00:03
sua opinião: subir
Hermano Vianna
 

alo Makely: gostei muito do disco que você me entregou lá no Porto Musical - bem-vindo ao Overmundo!

Hermano Vianna · Rio de Janeiro, RJ 17/5/2006 01:22
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Rica P
 

Jóia, Makely, vou guardar tua resposta para os momentos de dúvidas!
Ainda acho que você podia colocar os links e como comprar a revista...mas achei teu blog entrando na tua pg pessoal do Overmundo e pegando lá o link.
Valeu pela visita, vou dar uma bela pesquisada no teu blog para me inspirar...nada como qprender com quem já está aí a mais tempo.

Rica P · São Paulo, SP 17/5/2006 14:03
sua opinião: subir
Makely Ka
 

Rica, para encomendar a revista você deve enviar um e-meio para: revistadeautofagia@yahoo.com.br
Quem quiser se informar sobre o lançamento pode visitar o blogue: www.autofagia.zip.net

Valeu Hermano!
Quando a gente for se apresentar no Rio eu aviso. Mais uma coisa, você topa fazer uma entrevista para o próximo número da Revista?
Abraços

Makely Ka · Belo Horizonte, MG 17/5/2006 15:06
sua opinião: subir
Téo Ruiz
 

A revista Autofagia já se encontra em Curitiba. Juntamente com o lançamento do livro de Estrela Leminski, "Cupido: Cuspido, Escarrado" durante a II Feira do Livro de Curitiba, houve uma exposição da revista na capital paranaense, com a presença da própria Estrela, uma das colaboradoras do primeiro volume. Um lançamento com a presença dos editores e colaboradores da revista está previsto para novembro de 2006 em Curitiba.

Contatos em Curitiba:
(41) 3029-2107
teomruiz@hotmail.com
ruizleminski@yahoo.com.br
Falar com Estrela Leminski ou Téo Ruiz

Téo Ruiz · Curitiba, PR 26/5/2006 18:59
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Kuja
 

Sobre autofagia: sou um autofágico por natureza! Exemplo aqui. A revista tem site? Como colaborar?
Sobre especialização, tem um trecho impagável do livro "Time Enough for Love", de Robert Heinlein (sorry, people, vai em inglês mesmo):
A human being should be able to change a diaper, plan an invasion, butcher a hog, conn a ship, design a building, write a sonnet, balance accounts, build a wall, set a bone, comfort the dying, take orders, give orders, cooperate, act alone, solve equations, analyze a new problem, pitch manure, program a computer, cook a tasty meal, fight efficiently, die gallantly. Specialization is for insects.

Kuja · São Paulo, SP 7/4/2008 20:16
sua opinião: subir
Marcelo Terça-Nada!
 

Olá pessoal,
As edições 2 e 3 da Autofagia serão lançadas em BH:
http://virgulaimagem.redezero.org/revista-autofagia-lancamento-debate-sarau-performance-e-projecoes/

Abraços,
Marcelo

Marcelo Terça-Nada! · Belo Horizonte, MG 8/9/2009 21:46
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados