Revista do Cinema Brasileiro: diversidade em foco

Tota Paiva
No programa de 23/10, Julia Lemmertz entrevista a diretora Malu de Martino
1
P. Paralelo · Rio de Janeiro, RJ
22/10/2010 · 0 · 0
 

O Revista do Cinema Brasileiro deste sábado aposta na liberdade de escolha e falará sobre a diálogo do cinema com a diversidade sexual. Atualmente, os filmes abordam abertamente o tema, que foi tabu durante décadas. No estúdio, a apresentadora Julia Lemmertz conversa com Malu de Martino, diretora do filme Como Esquecer. O longa, baseado em um livro homônimo de Myriam Campello, rompeu com os gêneros para falar de amor e perda.

O projeto Districted, criado por Neville Wakefield - curador do Centro de Arte Contemporânea do Museu de Arte Moderna de Nova Iorque -, foi exibido em Londres e em Cannes e agora chega ao Brasil. Sem regras de realização, os curtas têm em comum a pornografia e a possibilidade de mostrar a sexualidade explicitamente. Lula Buarque de Hollanda é um dos responsáveis pela produção do Districted.br e também assina um dos curtas exibidos.

Nesta edição, será possível conferir ainda um bate-papo virtual com o jornalista André Fischer, um dos organizadores do Mix Brasil, que completa 18 anos como o pioneiro entre os festivais dedicados à diversidade sexual. Direto de São Paulo, Fischer conta quais foram as maiores conquistas do evento neste tempo de estrada e revela as expectativas para a edição deste ano.

E o Revista traz uma reportagem sobre o grupo Somos, de Porto Alegre, o primeiro do país a levar a arte para quem tem o acesso restrito com o foco voltado à um público LGBT. O projeto agora se prepara para lançar o Close – Festival de Cinema da Diversidade Sexual, que exibirá curtas de todo o Brasil e premiará dez categorias entre os participantes.

E ainda neste sábado, uma reportagem sobre o documentário Written in Stonewall, do brasileiro Ricardo Bravo. O filme conta a história de Leslie e Beth, duas americanas que vivem juntas há 34 anos. Elas serviram de modelo, há mais de três décadas, para duas estátuas esculpidas em uma praça de Nova Iorque, como celebração à diversidade sexual. Através desta história de amor, o longa fala das conquistas que a sexualidade alcançou nas últimas décadas.

O Revista do Cinema Brasileiro vai ao ar aos sábados, às 23h30, como reprises às terças-feiras, à 1h.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados