Rota Catarinense de Cervejas Artesanais

1
Demetrio Panarotto · Florianópolis, SC
6/3/2006 · 164 · 13
 

Que o brasileiro é um apaixonado por cerveja, isso não é novidade nenhuma. Talvez, para ser mais preciso, seria mais sensato dizer que o brasileiro é um apaixonado por cervejas claras e de baixa fermentação, especificamente, as cervejas "Pilsen"; a popular "loira gelada". Quem sabe as exceções ficam por conta da cerveja Malzebier (escura e doce) e da Bock (avermelhada), nada além disso.

Um tempo atrás, quando a Antarctica e a Brahma anunciaram a fusão, eu, um apreciador de/apaixonado por cervejas, fiquei me perguntando: será que a qualidade das cervejas brasileiras (do tipo Pilsen) não cairia diante da possível falta de concorrência que estava sendo imposta ao mercado? Afinal de contas, a falta de concorrência me levava a pensar em uma padronização ainda maior do produto. Uma padronização que nem sempre leva em conta o paladar do consumidor (aquilo-que-eu-gostaria-de-beber), mas sim o bolso do consumidor (o-quanto-eu-posso-pagar).

Vejam que, para minha surpresa (de leve), um reduto cervejeiro no país fez surgir à margem do grande mercado nacional uma quantidade interessante de pequenas cervejarias que, além da tradicional cerveja Pilsen, passaram a dar alternativas (de boa qualidade) ao consumidor. Além disso, o próprio reduto se obrigou a disponibilizar outros tipos de cerveja que até então, não sei se por falta de interesse ou por não perceber o mercado existente, não disponibilizava. Vale lembrar que a Bohemia, nos últimos tempos, lançou a Bohemia Weiss, a Escura, a Royal Ale, e recentemente, a Confraria. Todas cervejas premium, com a intenção de atingir um público consumidor específico que, me parece claro, se propõe a pagar um pouco mais por um produto diferenciado.

Rota das cervejas

A forte colonização germânica do Estado e a paixão dos catarinenses pela cerveja concedem (hoje) a Santa Catarina destaque no cenário nacional pela produção de cervejas artesanais. Essa idéia ganhou força a partir das festas típicas dos descendentes de alemães do vale do Itajaí. A Oktoberfest, de Blumenau, é a mais conhecida, mas não é a única. Várias outras festas, nas quais o chope é o combustível, movimentam o Estado durante o mês de outubro.

Agora, se pensarmos em um roteiro catarinense de cervejas artesanais, esse roteiro, obrigatoriamente, começa em Blumenau, pois ali estão sediadas as cervejarias Bierland e a Eisenbahn, que desenvolveram tipos de cervejas diferentes para o consumidor médio brasileiro. A Eisenbahn, a única que até o momento engarrafa o produto, consegue atingir um público maior, chegando a outros centros, todavia a Bierland, como as demais cervejarias da região, permanecem conhecidas por um público menor, mas que se sente orgulhoso pela qualidade que o produto consegue atingir.

Começamos falando da Eisenbahn (www.eisenbahn.com.br). A cervejaria apresenta oito opções (de cervejas) para agradar os vários paladares: cinco delas Ale (Kölsch, PaleAle, Weizenbier, Weizenbock e WeihnachtsAle - esta última, produzida especialmente para o Natal) e outras três Lager (Pilsen Natural - orgânica -, Pilsen e Dunkel). As Ales são cervejas de alta fermentação, normalmente mais encorpadas e com uma graduação alcoólica mais alta. As Lagers, por sua vez, são cervejas de baixa fermentação e entre elas está o tipo de cerveja mais conhecido em todo mundo, a popular Pilsen (o nome vem de uma pequena cidade no interior da República Tcheca, Pils). Todas elas são um convite a um mundo de sabores, texturas, tons, aromas e perfumes.

Uma passada na Bierland (http://www.bierland.com.br) é caminho obrigatório. A cervejaria apresenta ao mercado três tipos de cerveja, uma pilsen (clara e de leve sabor), outra âmber (escura, um pouco mais encorpada) e uma terceira weizer (de trigo, lançada durante a Oktoberfest de 2005). O controle de qualidade desta cervejaria, como das demais, segue a Lei de Pureza Alemã, de 1516 (Reinheitsgebot). Segundo a Bierland, "a cerveja elaborada sob essa prática, utiliza apenas malte de cevada, água, lúpulo, e levedo cervejeiro em sua composição. Sendo ISENTA de qualquer outra fonte de matéria-prima, de aditivos, corantes, antioxidantes, estabilizantes, etc; comumente utilizados na indústria cervejeira".

A Zehn Bier é uma outra bela opção, sediada na cidade de Brusque - distante 40 Km de Blumenau. A cervejaria oferece aos apreciadores dois tipos de chope, além do tradicional Pilsen (suave e bastante marcante no malte), o Bock (mais encorpado e avermelhado).

E o roteiro não pára por aí. Outras duas cidades muito próximas a Blumenau também estão preparadas para receber os visitantes com um produto que vai agradar. Em Indaial, tem a Heimat e em Timbó, a Borck - www.guiatimbo.com.br/vale/borck/home.htm -, em Treze Tílias, cidade conhecida como o "Tirol Catarinense", no meio oeste do estado, tu vais encontrar a Microcervejaria Bierbaum. As três últimas trabalham com o chope pilsen, mas cada chope apresenta peculiaridades.

As cinco cidades citadas no texto apresentam uma riqueza cultural muito interessante e, é claro, as cervejarias são apenas mais uma opção neste contexto cultural. Da próxima vez que tu pensares em visitar Santa Catarina, se essas cidades estiverem no seu roteiro turístico, tire um tempo para ver como são fabricadas as cervejas artesanais - cada uma apresenta um sistema diferente para atender o visitante (É legal se informar antes como proceder para visitar cada fábrica). No entanto, todas elas possuem bares/restaurantes vinculados as fábricas, o que facilita, se o interesse for apenas saboreá-las. Quem gosta do líqüido precioso, tenho certeza, não vai se arrepender, mas, por favor, aprecie com moderação, e não pegue a estrada depois de prová-lo, pois é bem provável que tu não vais resistir e vai acabar tomando mais de um. E como dizem os alemães da região: Ein Prosit!

compartilhe

comentários feed

+ comentar
sibilante
 

Demetrio, após ler a excelente matéria que o amigo redigiu. Resolvi:" tomar uma gelada" e repassar o artigo de utilidade pública a outros
necessitados.

sibilante · Rio de Janeiro, RJ 11/3/2006 10:31
6 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Tati Magalhães
 

Ao ler o texto, lembrei do filme Sideways, quando saí com uma imensa vontade de tomar vinho (não entrando no mérito do filme, foi o que ficou de mais marcante em mim). Lendo o seu texto, me deu uma vontade enorme de fazer uma degustação de cervejas... pena ser tão longe. Tem problema não: quando for a SC, entra no roteiro!

Tati Magalhães · Maceió, AL 11/3/2006 17:46
5 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Demetrio Panarotto
 

Fala Tati, quando estiveres de passagem por SC, estás convidada a fazer uma degustação das cervejas catarinenses, é só dá um ALÔ!!!

Demetrio Panarotto · Florianópolis, SC 31/3/2006 16:34
sua opinião: subir
Daniel Cariello
 

Fala, Demétrio. Me inclui nesse passeio etílico aí também.
Abração!!!

Daniel Cariello · Brasília, DF 9/4/2006 13:10
sua opinião: subir
Rafael Dias
 

Ola Demetrio, bela matéria sobre cervejas.
Sou colecionador de latas e faço parte do Clube Brasil Chapter de colecionadores de Itens de Cerveja, Refrigerantes e Afins.
Já tivemos em nosso jornal mensal, varias materias com um amigo que visitou algumas dessas cervejarias.
Temos um site com forum onde discutimos tudo relacionado a cerveja etc etc.. caso lhe interesse dá uma passada lá.
www.lata.org.br
Falou!! valeu

Rafael Dias · Vila Velha, ES 2/6/2006 20:19
sua opinião: subir
Demetrio Panarotto
 

Fala Rafael, legal a dica (e já conferi o site)!! Nunca me dei (muito) bem na arte de colecionar nada, por esse motivo, me transformei em um mero apreciador das coisas, neste caso, de (boas) cervejas; fico a disposição, se tu precisares de algo por essas bandas é só falar!!!

Demetrio Panarotto · Florianópolis, SC 5/6/2006 00:45
sua opinião: subir
arcindu
 

É Demétrio..... confesso que tua matéria me fez sentir vontade de beber uma boa cerveja!!! Logo eu que aprecio mesmo é um bom vinho..... aliás, fica aí a sugestão. Que tal a Rota Catarinense dos Vinhos .... boa...muito boa!!!
abraços

arcindu · Chapecó, SC 7/8/2006 15:17
sua opinião: subir
Leopoldo Furtado
 

Muito legal a matéria. Estava justamente pensando em escrever sobre a Eisenbahn e resolvi procurar alguma outra publicação.
E espero fazer este roteiro!

Leopoldo Furtado · Itabira, MG 13/11/2006 21:05
sua opinião: subir
dMart
 

tá um calor danando aqui em Porto Alegre. me deu uma vontade de tomar uma cerveja.

; )

baita abraço!

dMart · Porto Alegre, RS 16/11/2006 14:27
sua opinião: subir
Andressa Back
 

Eu sempre soube da existência de outros tipos de cerveja, mas encontrar cervejas diferentes é muito difícil. Uma bock já me deixa contente. E como é uma cerveja de inverno, é difícil encontrar por aqui. Gostei do seu texto, é bastante esclarecedor, principalmente para quem só conhece as pilsen. E dá uma enorme vontade de ir conferir esse roteiro cervejeiro.

Andressa Back · Fortaleza, CE 10/3/2007 22:42
sua opinião: subir
Demetrio Panarotto
 

Olá Andressa, valeu o comentário!

Desde q o texto foi escrito tivemos novidade no universo cervejeiro do estado, é um ramo que está se desenvolvendo bastante e dando alternativas p os apreciadores de uma boa cerveja,

até mais

Demetrio Panarotto · Florianópolis, SC 15/3/2007 11:52
sua opinião: subir
armandofontes
 

Demétrio, as cervejarias na rota estao aumentando.
Fiz o tour em julho passado. Segui esse roteiro do Bob aqui.
http://latinhasdobob.zip.net/images/mapasc3.jpg

armandofontes · Belo Horizonte, MG 13/8/2007 10:52
sua opinião: subir
Demetrio Panarotto
 

Diga lá Armando, primeiramente, valeu pelo comentário. Em relação ao texto, ele é do final de 2005 e foi postado no início de 2006, já está ficando ultrapassado; de lá pra cá surgiram várias outras cervejarias, a rota realmente está aumentando com várias opções interessantes. Estive percorrendo a região novamente, agora em função de um documentário que estamos produzindo p uma TV de SC. Quem sabe eu consiga atualizar as informações por aqui,

abs

Demetrio Panarotto · Florianópolis, SC 13/8/2007 12:33
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados