Teatro português, africano e brasileiro no Piauí

Divulgação
Harém em cena: grupo realiza o I Festival Internacional de Teatro Lusófono
1
Eugênio Rego · Teresina, PI
15/7/2008 · 123 · 6
 

Por Eugênio Rego

Em 1998 o Grupo Harém de Teatro deu o primeiro passo rumo à experiência do teatro de língua portuguesa produzido na Europa e África. Foi nesse ano que o ator e produtor Francisco Pellé mudou-se temporariamente para Portugal, no intuito de trabalhar com as companhias daquele país e construir uma ponte de parcerias com elas. Pois em agosto próximo, o Harém faz o caminho inverso recebendo em Teresina companhias estrangeiras, nacionais e piauienses no I Festival de Teatro Lusófono, que acontece entre os dias 24 e 30 de agosto, com vastíssima programação dividida entre o Theatro 4 de Setembro e o Teatro Municipal João Paulo II. [Confira programação na agenda do Overmundo]. O lançamento oficial do evento acontece no dia 22 de julho. As companhias participantes vêm de Portugal, Moçambique, Angola e Cabo Verde, num total de seis grupos. A produção prevê ainda a participação de um grupo vindo de São Tomé e Príncipe, ex-colônia portuguesa localizada no Golfo da Guiné.
Do Brasil, presenças confirmadas no festival são o Teatro Bando Olodum [e mais três companhias brasileiras], a atriz Lucélia Santos, do ator Celso Frateschi [atual presidente da Funarte] e a coreógrafa piauiense Lenora Lobo, entre várias outras personalidades ligadas ao teatro lusófono e à Cultura.
Além dos espetáculos da programação oficial do festival, o evento prepara ainda uma programação paralela de oficinas, palestras e mesas redondas que ocuparão outros espaços como a Escola Técnica de Teatro Professor Gomes Campos.
“A realização deste festival é o resultado final de um processo que começou com a minha ida para Portugal há dez anos. Em todo esse tempo, o Grupo Harém tem viajado sistematicamente àquele país no intuito de sedimentar essa relação com o teatro de língua portuguesa”, destaca o ator e produtor Francisco Pellé.
Em 2000, Pellé participou da montagem de “Dois Perdidos Em Uma Noite Suja”, texto de Plínio Marcos, numa parceria com a portuguesa Cia de Teatro Extremo, de Almada. Em 2001, o Harém leva a montagem de “O Princês do Piauí” para terras lusitanas e repete a viagem em 2003 com “O Clone”, direção de Arimatan Martins para o grupo Shakespirados.
A vinda das companhias internacionais falantes de língua portuguesa inaugura a outra via dessa longa estrada pavimentada pelo teatro. “O objetivo do Festival Internacional de Teatro Lusófono é a integração entre os grupos teatrais falantes da língua. O critério de escolha dos convidados levou em conta exatamente o trabalho que elas desenvolvem para divulgar a língua portuguesa em todo o mundo”, explica Pellé.
Iniciativas similares, inclusive, serão tema da palestra “Divulgação e Preservação da Língua portuguesa no Mundo”, que contará com a participação da atriz Lucélia Santos – cuja figura tornou-se conhecida internacionalmente graças ao grande sucesso da novela “Escrava Isaura”, exibida em dezenas de países, incluindo a distante e reservada China.
Oferecendo espetáculos que são expoentes no repertório das companhias convidadas para o Festival Internacional de Teatro Lusófono, textos de outras línguas também serão encenados na programação. É o caso da peça “Pedro e o Lobo”, uma fábula musical escrita pelo compositor russo Sergei Prokofiev, em 1936; a montagem será feita pelo Cia de Teatro Extremo. Outro espetáculo cujo autor não é falante da língua portuguesa é ‘Nojo’, da angolana Teatro Serpente.
Outro expoente da programação será o retorno de ‘Raimundo Pinto Sim, Senhor’, o sucesso incontestável do Grupo Harém.
O I Festival Internacional de Teatro Lusófono já nasce congregando não só a dramaturgia portuguesa mas o texto teatral feito em outras línguas e culturas também. Viva o teatro !
O I Festival de Teatro Lusófono conta com o patrocínio da Oi Patrocínio, Governo do Estado do Piauí, Caixa Cultural e da Comunidade de Países de Língua Portuguesa (CPLP)




compartilhe

comentários feed

+ comentar
MarcilioMedeiros
 

Eugenio,
Parabéns. Sucesso!
Abs,

MarcilioMedeiros · Aracaju, SE 14/7/2008 12:23
sua opinião: subir
Natacha Maranhão
 

Que o primeiro seja um sucesso e que venham outros e outros!
:-D

Natacha Maranhão · Teresina, PI 14/7/2008 21:19
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Legal, muito interessante. Talvez pelo teatro o Brasil se encontre
(verdadeiramente ) com a sua ascentralidade,.
abraço
andre.

Andre Pessego · São Paulo, SP 15/7/2008 07:18
sua opinião: subir
Marcos França
 

Quando será a apresentação aqui em João Pessoa? Belo trabalho. Sucesso!

Marcos França · João Pessoa, PB 16/7/2008 10:40
sua opinião: subir
O Patifúndio!
 

Eugênio.
Muito interessante. Soube deste festival por sua reportagem.
Tenho um projeto de revista eketrônica voltado à lusofonia.
Te convido a conhecer e, por quê não, a colaborador conosco.

Um abraço

O Patifúndio! · São Paulo, SP 18/7/2008 17:17
sua opinião: subir
O Patifúndio!
 

Eugênio.
Muito interessante. Soube deste festival por sua reportagem.
Tenho um projeto de revista eketrônica voltado à lusofonia.
Te convido a conhecer e, por quê não, a colaborar conosco.

Um abraço

O Patifúndio! · São Paulo, SP 18/7/2008 17:17
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados