Transexual também é gente

1
Leandróide · Florianópolis, SC
28/3/2007 · 25 · 0
 

O lado bom do episódio de hoje foi a demolição de um mito. Transexual também é filho de Deus e é gente como a gente, (trocadilho não intencional), apesar do que diz a Encíclica Papal De orificius placere non usarebum.

Ocupando ontem meu tempo de ócio, conforme prescrição do Dr. De Masi, com joguinhos inofensivos em uma das comunidades do orkut de que faço parte, descobri um participante no mínimo curioso. Eu não sou de fuçar no orkut alheio, aprendi com erros passados que certas coisa convém não saber. Tomo a iniciativa de visitar apenas quando é mulher que me visitou primeiro e seu nome me desperta a curiosidade. Se for no mínimo simpática, i.e. feinha, deixo um olá e vou embora. Nada do tipo, "ei, que você andou fazendo no meu perfil?" (o meu melhor é o esquerdo). Se for bunita (sic), passo uma cantada barata qualquer, meu sorriso faz o resto.

Tergiverso e não chego ao ponto. Ok, a pessoa em questão me chama a atenção pelos trajes que usa na foto. Como são miniaturas, pensei se tratar de uma mulher liberal, usando um maiô-biquíni meio indecente, desses que deixa a barriga de fora, com alguém cortado da foto (ex-alma gêmea?). Caberia aqui o blábláblá filosófico sobre a forma como a internet serve como um canal para projetarmos o que ocultamos na vida real, louco para sair se a oportunidade aparecer, de nos fantasiarmos, como os caras que freqüentam chats e usam pseudônimos e personalidade femininos. Enfim, tudo aquilo que algum francês falou mais e melhor no Caderno + da Folha. Como estamos nesse tão bem freqüentando e não sou intelectual, isso fica em último plano e volto a falar do que interessa: Dominique.

Quem se chama Dominique nos dias de hoje? Lembro de uma canção chata que a Noviça Voadora ou a Rebelde cantava, era muito irritante. Movido pela curiosidade do nome, entrei em seu perfil e vi seu nome (de guerra) completo: Dominique Gatinha, normal, tem gente que não se enxerga. O nome não acaba por aí, há mais um sobrenome artístico: Transex. O que fazer uma vez que estou marcado como visitante? Aproveitei e dei uma olhada no álbum de fotos. Espantoso, matéria para pesadelos durante semanas. Fotos despudoradas de lingerie de noiva, de freira, entre outras. Grotesco, no sentido John Waters no começo de carreira da palavra. Falei dos livros do maus poetas no meu blog me perseguindo em sonho. Isso é fichinha perto dos horrores oníricos que poderei ser acometido.

O lado bom do episódio de hoje foi a demolição de um mito. Transexual também é filho de Deus e é gente como a gente, (trocadilho não intencional), apesar do que diz a Encíclica Papal De orificius placere non usarebum. Além dos padrões de comportamento sexual pouco ortodoxos, Dominique também quer se divertir com jogos inocentes como qualquer pessoa.

Bom, se ele(a) retornar a minha visita, vou ser simpático e deixar meu olá no seu scrapbuqui.

compartilhe

comentrios feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faa primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Voc conhece a Revista Overmundo? Baixe j no seu iPad ou em formato PDF -- grtis!

+conhea agora

overmixter

feed

No Overmixter voc encontra samples, vocais e remixes em licenas livres. Confira os mais votados, ou envie seu prprio remix!

+conhea o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados