Vale Curtir o Vale Curtas!!!

Chico Egídio
A plateia na abertura da primeira edição do Vale Curtas
1
Luís Osete · Juazeiro, BA
4/11/2009 · 52 · 6
 

Eu ia andando pela rua meio apressado, eu sabia que estava super atrasado, cheguei ao Centro de Cultura João Gilberto esbaforido, vi um “cabra arretado” chamado Chico Egídio e, como de costume, fui cumprimentá-lo.

Desajeitado, fui tomar o vão da escada para chegar ao teatro quando fui surpreendido por uma garota que me perguntou, de soslaio: “Você teve algum vídeo selecionado?”. “Sim”, respondi. E ela: “Será que você poderia dar uma entrevista?”. Claro, pois não, mas o que é que eu fiz, se é documento eu tenho aqui. Ela disse: “Pode sentar aí mesmo que a gente passa para o outro lado”...

E, realmente, passaram para o outro lado. O lado da criação, do enquadramento, das possibilidades infinitas que a luz, a câmera e a ação proporcionam para quem faz do audiovisual um exercício de autoconhecimento e de aprofundamento dialógico com o que constitui a nossa identidade cultural ou os outros de nós mesmos...

Ao meu redor, estudantes de escolas públicas de Petrolina-PE, participantes de uma das cinco oficinas de documentário em curta-metragem que o Ponto de Cultura Cine Raiz já ofereceu em cinco meses de atuação. “Todo mês, a gente escolhe uma escola pública e faz o convite aos alunos. Em média, 15 pessoas participam da oficina”, afirma Chico.

Além do Cine Raiz, há o projeto “Curta em Curso”, possibilitado pelo 2º Edital do Programa de Fomento à Produção Audiovisual de Pernambuco. Com a orientação da cineasta Maria Pessoa, quatro curtas em película (16mm) foram produzidos em Petrolina.

No “Cine Raiz”, a partir dos suportes teórico e prático, os alunos se dividem entre as funções cinematográficas e passam a experimentar o olhar nos retratos em comum sobre a própria comunidade em que a escola está inserida. Além do amor eterno, a consciência é convocada para desvendar, por exemplo, as faces do José e Maria - bairro de tradicional resistência cultural em Petrolina. Dentro do samba audiovisual, um domingo no parque ou mesmo o pátio da feira podem ser o mote para a concretização de sonhos de papel. Como o projeto tem três anos de duração, 36 documentários em curta-metragem devem ser produzidos. E haja Inclusão Audiovisual...

Na programação do Vale Curtas - Festival Nacional de Curtas-Metragens do Vale do São Francisco - razão de minha pressa em chegar ao Centro de Cultura, a próxima sexta-feira será dedicada à mostra das oficinas cinematográficas “Curta em Curso” e “Cine Raiz”. Os nove Curtas anunciados em itálico no parágrafo anterior serão exibidos.

Para deleite de Eduardo, um dos destaques do “Cine Raiz”, e que agora dirige o making of do Vale Curtas. Com a maturidade de quem já fez um passeio cinematográfico pelas raízes de sua comunidade, Eduardo (a La Coutinho) foi o responsável por conduzir a minha entrevista. Sábado de manhã o material será editado e, à noite, exibido, no encerramento da terceira edição do Vale Curtas. Um festival que, como Solange faz questão de ressaltar, “a cada ano tem se consolidado a nível nacional”...

E os números não dizem outra coisa. Este ano, 172 curtas foram inscritos para concorrer nacionalmente, 29 a mais do que no ano passado. Chico sabe o porquê: “Os produtores sentem que o festival é sério. Respeita as normas do fórum de festivais”. E, por isso mesmo, têm confiança em inscrever o curta para ser avaliado por um grupo seleto, composto pela professora Clara Angélica - da Universidade Federal de Pernambuco, pela coordenadora de audiovisual da Fundarpe, Carla Francine, a cineasta Maria Pessoa e Esmom Primo, coordenador-geral da Mostra Cinema Conquista.

No dia Internacional da Animação, “O anão que virou gigante”, de Marão, selecionado no festival do ano passado, desfilou por mais de 400 cidades, além de “Silêncios e sombras”, de Murilo Hauser, selecionado este ano. Coincidências como estas indicam que o Vale Curtas, promovido pela mesma Associação Raízes que realiza o festival Raiz e Remix, está trilhando um caminho primoroso, com a fé e a coragem que impulsionam Chico, Solange, Eduardo e tantos outros amantes eternos da sétima arte.

É por essas e outras que Vale a pena Curtir o Vale Curtas...

compartilhe

comentários feed

+ comentar
JACK CORREIA
 

Beleza! Mas como está sendo a divulgação na cidade? Os alunos da rede pública, além daqueles de Petrolina-PE estão envolvidos? Estou agora em Juazeiro e não fiquei sabendo. Abraços.

JACK CORREIA · Crato, CE 4/11/2009 09:16
sua opinião: subir
Luís Osete
 

Jack,

a divulgação tem sido o cancanhar de aquiles dos eventos culturais de Juazeiro e Petrolina. você bem sabe que tipo de evento a mídia gosta de massificar, né... ainda assim, tem muitos lambe-lambes espalhados pelas duas cidades.

quanto ao envolvimento dos alunos da rede pública, eu realmente não sei responder. o que eu vejo sempre é o pessoal do making of. é provável que na sexta, quando haverá exibição dos curtas das oficinas, os alunos apareçam...

abraços,

Luís Osete · Juazeiro, BA 4/11/2009 15:55
sua opinião: subir
Orisvaldo Tanniy
 

Maravilha de texto, gostei e votei.Abração!!!

Orisvaldo Tanniy · Teresina, PI 6/11/2009 09:23
sua opinião: subir
Andre Pessego
 

Maravilha de texto e muito mais - maravilha de iniciativa
abração
andre

Andre Pessego · São Paulo, SP 6/11/2009 19:25
sua opinião: subir
ayruman
 

Maravilha amigo. Cultura em essência é assim mesmo. A Mídia num tá nem aí. Mas vamos em frente. "Agua mole em pedra dura, tanto bate até que fura".
Um abraço. jbconrado.

ayruman · Cuiabá, MT 6/11/2009 23:11
sua opinião: subir
Silvio Nascimento
 

olá luis,
o festival rolou num formato de uma forma bem expontânea!
os filmes exibidos foram de altíssimo nível!
adorei os filmes vencedores, tanto na categoria nacional, quanto na local, em especial a dos "malucos"
valeu!
quem tava ligado, foi e curtiu ótimos filmes, tanto em juazeiro quanto em petrolina.
abraços

Silvio Nascimento · Petrolina, PE 9/11/2009 17:27
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

zoom

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados