Vanguarda fora do tempo. Qual tempo?

recorte sobre arte de paola zanetti
1
eduardo ferreira · Cuiabá, MT
29/9/2006 · 193 · 11
 

Maestro carioca de música contemporânea e professor da UFMT, Roberto Victório é acima de tudo transgressor. Por isso, é admirado por alunos e estranhado por muita gente

O mundo é pop? Arrisco dizer que é pop, é rock, é samba, é tecno, brega, tecno-brega, rap, blues, rasqueado, lambadão e mais uma infinidade de comportamentos culturais-musicais. É erudito também, e alguns grupos estão se movimentando, formando novos atores nesse processo de desenvolvimento de novas linguagens e novos meios de transmissão musical. Sempre indo em frente, embalados nas ondas sonoras de todas as partes desse planeta louco e multifacetado.

Em Cuiabá, o maestro carioca de música contemporânea e professor da UFMT Roberto Victório é um legítimo representante das vanguardas musicais - que, mesmo consideradas anacrônicas por muitos, resistem e avançam. Ele comanda um grupo que atua na formação de novos compositores e novos regentes, valorizando sobremaneira a música erudita e transgressora no que essa prática tem de revolucionária.

Roberto Victório é professor titular da Universidade Federal de Mato Grosso e tem um currículo invejável com incrível reconhecimento internacional. Desenvolve um trabalho fascinante em sua atuação acadêmica. Sempre com um forte teor de ruptura. Ele foi maestro da Orquestra Sinfônica da UFMT por um ano. Experimentalista, provocador, compôs e interpretou composições de sua autoria com poesias de Wladimir Dias Pino, Silva Freire e Manoel de Barros. Quebrou tudo com suas partituras de notações malucas. As músicas soaram estranhíssimas aos ouvidos que esperavam Chopin, Bach, Beethoven, Villa Lobos e cia. Roberto disse que foi demitido porque não podia assinar dois contratos com a mesma instituição e não dava para continuar comandando a orquestra sem receber para isso, pela responsabilidade e gigantismo da tarefa. Como não queria interromper o trabalho que realizava no departamento de Música, preferiu a demissão. Uma pena, pois já existiam alguns convites para apresentações na Europa.

O grupo pesquisa e compõe músicas nas mais variadas formações e estilos: eletro-acústica, viola caipira, duos, trios, música de câmara, cameratas. Eles deram início à Bienal de Música Contemporânea em Cuiabá que terá sua segunda edição em 2006. É importante salientar que têm surgido bons compositores aqui em Mato Grosso, criadores de algumas obras musicais já interpretadas em outros estados brasileiros no circuito de música contemporânea.

A Orquestra de Câmara do Departamento de Artes da Universidade Federal (UFMT), por exemplo, é resultado dessa ação. A orquestra vem desenvolvendo um trabalho incansável de formação de novos regentes, além de se apresentar para públicos das mais novas gerações difundindo a música de concerto. É coordenada por Beth Alamíno, que, segundo Roberto Victório “é uma compositora de raro talento e criatividade”, e tem na regência a maestrina carioca Flávia Vieira, que trabalhou anteriormente com o maestro no Grupo Música Nova na Universidade Federal do Rio de Janeiro e atualmente leciona na UFMT.

Um time de peso que está colocando Mato Grosso nos trilhos da vanguarda. Ainda que tardia. Mas qual é mesmo o tempo certo?

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Balbino
 

Muito bom...o tempo certo é esse mesmo, o do fazer agora, parabéns Roberto, uma pena que você não ficou na orquestra, eram mui legais os concertos.

Balbino · Cuiabá, MT 27/9/2006 11:41
sua opinião: subir
Balbino
 

essa foto tá invertida? ele tá "canhoto"...

Balbino · Cuiabá, MT 27/9/2006 11:43
sua opinião: subir
eduardo ferreira
 

realmente a foto está invertida: imagem espelhada? vou verificar...

seguinte: roberto victório é um dos produtores da Bienal de Música Contemporânea de Mato Grosso que está prevista para o mês de novembro. a primeira Bienal foi sensacional. diversidade musical maravilhosa. trabalhos de pesquisa, de estudos, composições de ponta.
espero que a Bienal desse ano, no mínimo, tenha o mesmo nível, o que já seria excelente!

mais próximo da data estarei postando aqui mesmo no overmundo a programação completa.

eduardo ferreira · Cuiabá, MT 27/9/2006 20:38
sua opinião: subir
Moysés Lopes
 

Bah, tchê, mas isso é malvadeza... postar um texto interessante destes e não colocar nenhum áudio prá gente ouvir é - no mímino - perverso!! Um abraço prá ti, pro maestro e prá todo mundo que curte a vanguarda!

Moysés Lopes · Porto Alegre, RS 30/9/2006 14:42
sua opinião: subir
Romulo Fraga
 

infelizmente eu concordo com o moysés ...
é muito interessante, apesar de eu ser de cuiabá não conheço o trabalho dele... fiquei curioso para conhecer....
Se alguem tiver um audio dele por favor... post pra gente

Romulo Fraga · Curvelândia, MT 30/9/2006 19:22
sua opinião: subir
eduardo ferreira
 

seguinte: já falei com o maestro e estaremos disponibilizando suas obras aqui no overmundo.

entrem no site dele. o link tá no nome grafado em azul.

abraços.

eduardo ferreira · Cuiabá, MT 30/9/2006 20:11
sua opinião: subir
eduardo ferreira
 

é isso aí romulo, cuiabá tem dessas coisas. muita coisa boa para trazer à tona. roberto tem mais de 20 cds gravados e projetos para gravação de pelo menos mais umas 200 obras...

eduardo ferreira · Cuiabá, MT 30/9/2006 20:14
sua opinião: subir
Evandro Bonfim
 

O que vc quer dizer com "quebrou tudo com suas notações malucas"? Entendi a mistura de ritmos, escolas e referências no trabalho dele, mas não fiquei certo se além disso ele faz experimentações nas estruturas das composições como, por exemplo, Stockhausen...

Evandro Bonfim · Rio de Janeiro, RJ 2/10/2006 12:53
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
eduardo ferreira
 

como stockhausen, pierre boulez, john cage...arnold shoenberg...quem mais?...

eduardo ferreira · Cuiabá, MT 2/10/2006 13:03
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Gabi Biba
 

Bom... sou de Ribeirão Preto - SP, aqui nao tem muito incentivo à música e quando tem não é bem divulgado. Não conheço o trabalho do Roberto, mais gostaria muito de conhecer. Ele tem planos para vir em Sampa?!!

Gabi Biba · Ribeirão Preto, SP 2/10/2006 15:12
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
eduardo ferreira
 

ele toca sempre na bienal de música contemporânea do rio de janeiro. acesse aqui no site da bienal de mato grosso e comece a conhecer o trabalho dessa grande figura. quem sabe não podemos produzir um show do roberto e o grupo sextante em são paulo? alguém se habilita?

eduardo ferreira · Cuiabá, MT 2/10/2006 20:44
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados