Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Variedades da Linguagem Regional

Google
Vícios e virtudes orais de um país cheio de diversidade cultural
1
Gabriel Rodrigues · Ribeirão Preto, SP
10/10/2010 · 0 · 0
 

O Brasil é rico em diversidade cultural, isso pode ser explicado pela história da colonização de cada região que traz traços e características peculiares em sua cultura e linguagem. Nas vestimentas e nos hábitos alimentares, existem diferenças entre gaúchos, nordestinos, paraenses, paulistas e goianos, mas é na linguagem que se encontra a grande prova dessa variedade e regionalização.
Visto de uma forma global, o que era apenas uma fraca unidade cultural se torna uma grande massa miscigenada, possibilitando a interação entre as culturas. “Simbora” ver algumas curiosidades de cada região? O nordestino tem uma forma bastante particular de se comunicar, ele utiliza várias expressões típicas como “oxente”, “mainha”, “painho”. Percebe-se nesta cultura os traços da época escravagista.
No Centro Oeste, também existem expressões curiosas como “queijinho” para denominar rotatória. O sotaque também causa estranhamento já que eles “arrastam” bem o som do “R” lembrando um pouco o sotaque piracicabano.
O Norte do País traz uma diferença representativa na linguagem e principalmente na cultura, com seus ritmos dançantes e cheios de alegria. O povo nortista tem um sotaque parecido com o carioca, mas percebe-se uma sutil diferença na entonação usada nas frases. Já os sons das letras “r” e “s” lembram bem quem mora no Rio de Janeiro.
A região Sudeste concentra a maior variedade de linguagens regionais. O mineiro tem seu famoso texto “cantado”, o carioca seu sotaque característico e expressões que dão a cara da população do Rio de Janeiro como, “mermão”, “qualé”, “tirando onda”, entre outras. Dentro do próprio Estado de São Paulo fica claro quem é do interior e quem é da capital, graças ao famigerado fonema da letra “r”.
Assim, é fácil explicar porque o país é alvo de tantos estudos sociais. Aqui tem-se de tudo um pouco, de pobre a rico, de gaúcho a acreano. Aqui convive-se com todos e em harmonia, na maior parte do tempo, como se fossem vários países dentro de um só.

Por Gabriel Rodrigues e Roberta Saltori

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados