Brasil.gov.br Petrobras Ministério da Cultura
 
 

Voalá apresenta Kaosmos tendo o céu como cenário

Divulgação
Joca Vergo, um tempo à frente
1
Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS
1/9/2008 · 126 · 14
 

Joca Vergo dança. Coreografa. Empolga.
Estimula a que dancem. Propicia espaço de aprendizado.
É aplaudido. Recebe prêmios.
Viaja o mundo. É ovacionado. Joca Vergo dança!

Tem em Porto alegre uma companhia dele.

Eu recordo quando o programei em 1994 ao lado da Favela Divinéia, numa praça, sob uma lona, no chão, no programa Circo Fora do Centro. O palco fora montado para rock e samba. Tomado da parafernália tradicional.

Fizemos um improviso em acordo e pusemos o linóleo num tablado ao nível do chão.

A platéia ficaria em pé se espremendo junto ao tablado para assistir a um solo de Joca. Nosso primeiro programa de rua com dança.
Quando aparece em cena, poucas luzes, pouco escuro no palco, Joca em malha colante provoca chistes preconceituosos de algumas crianças e jovens.
Infla o peito. Assume a postura de que vai dançar.
Cala a platéia.
Faz um solo irretocável e inesquecível de sete minutos.
A platéia aplaude, delira, assovia, pede bis...
Aprende a ver e gostar de dança. Todos querem tocar, conversar, querem até autógrafos de Joca.

Das demais vezes que programamos dança no projeto de Descentralização da Cultura já havíamos aprendido: o palco seria exclusivo para o programa, mais alto do chão para que se vissem também os pés dos bailarinos, linóleo, breu e forração dupla, para amaciar as quedas, os saltos, os passos.

Sempre admirada a programação, sempre aplaudida, sempre requerida, já sem os chistes e apupos preconceituosos dos primeiros programas.

Joca Vergo é um artista popular de cultura. O sucesso dele, em Porto Alegre e no mundo, deve-se à qualidade do trabalho e do que estuda e cria, mas deve-se também, eu penso, a que esse homem de espírito simples, ousado, desafiador é também um grande amigo da difusão popular das artes.

Na turnê européia, Joca Vergo integrou o espetáculo Voalá.

Voalá!, uma companhia teatral Argentina, apresenta o espetáculo Kaosmos. Voalá é radicado na cidade argentina de Santa Fe. O grupo experimental tem o céu como cenário. As cenas se desenvolvem com os artistas suspensos por panos e cordas por uma grua hidráulica.


Depois de três meses viajando pela Espanha - Alicante, Murcia, Santiago de Compostela, Madrid, Valência, Barcelona, Cartagena - e Portugal - Porto y Santa Maria da Feira, chegou a Bogotá, na Colômbia, vindo de Tenerife e Ilhas Canárias.
Joca está feliz, diz que foi uma viagem alucinante com uma produção perfeita.
Há aqui um video da última apresentação em Bogotá.



Mais fotos e videos nos endereços a seguir.

http://festivaldeverano.idrd.gov.co/index.php?tipo=12&idgal=57
http://festivaldeverano.idrd.gov.co/index.php?tipo=10&idvideo=47

A companhia de Dança por ela mesma

Histórico da Joca Vergo Cia. de Dança

O coreógrafo Joca Vergo tem sido premiado em vários Festivais Internacionais de Dança no país e no exterior como Bailarino e coreógrafo: 1º Lugar No Festival Internacional da Amazônia 2000; 1º Lugar Festival da Internacional da Bahia 1998, 2º e 3º Lugar no Festival da Sogipa 1994 e 1º;2º, 3º Lugares em várias sucessões do Festival do Bento em Dança e Menção Honrosa de 1994 à 1999. Indicado ao Prêmio Quero-Quero , Melhor Espetáculo "Amplitude" pelo SATED-RS em 1994 e Melhor Bailarino em 1992.

Trabalhou com grandes diretores de teatro: Camilo de Lélis; José Possi Neto; Deolindo Checcucce; Lia Rogatto; Elisa Mendes; Dilmar Messias... E grandes Coreógrafos: Alexandre Sidedoff; Cecy Franck; Ronald Brow; Eva Schul; Heloisa Perez; Valério Césio, Andréia Druck., Ana Mondini; Lia Robatto...


A Joca Vergo Cia. de Dança é uma cia. jovem, mas com muitos artistas talentosos.
O coreógrafo e diretor artístico têm trabalhado com a Cia. há cinco anos. Inicialmente desenvolvia um trabalho solo, com os seguintes espetáculos: Personaria; Sobre o Banco, A Torre a qual ganhou o Prêmio IEACEN - Instituto de Artes cênicas do Estado do Rio Grande do Sul em 2002.

Com o espetáculo "Filtro Solar" ganhou 04 Indicações aos Prêmios Açorianos de Dança 2003 na cidade de Porto Alegre: Melhor Coreógrafo Joca Vergo, Melhor Bailarina Marilice Bastos, Melhor Figurino Duda Cambeses e Melhor Produção Roze Paz..

Foi convidado pelo Grupo Caosmos de teatro aéreo da Argentina como convidado especial para participar do 7º Festival de Teatro Callejero de Bogotá - Colômbia. E uma turnê por várias cidades da Colômbia.
Em 2005 ganhou 04 Indicações ao Prêmio Açoriano de Dança com o espetáculo "Fragmentos Personários" , Melhor Concepção Cênica Joca Vergo, Melhor Bailarina Marilice Bastos, Melhor Trilha Original Maninha Pedroso, Melhor Figurino Joca Vergo.
Em dezembro de 2005 realizou a pré-estréia do Espetáculo "A Torre" - Prêmio IEACEN de Dança.

A Cia foi convidada para o III Festival de Dança de Obera na Argentina em 2004.

Convidada para abertura do III e IV Festival de Dança de Bagé.

Apresentação no Fórum Social Mundial de 2005.

Única Cia de Dança selecionada para o Festival Palco Giratório Sesc-RS 2006.

Prêmio de Intercâmbio do Ministério da Cultura Governo Federal.

Convidada para encerrar a VI Semana Internacional de Cultura em Facatativa,
Bogotá - Colômbia 2006

Convidado para encerrar o VIII Festival de Teatro Callejero de Mesitas Del Colegio
Bogotá - Colômbia 2006.

08 Indicações ao Prêmio Quero- Quero Alergs/Satedrs 2006 com as seguintes indicações:

Melhores Espetáculos "Fragmentos Personários e A Torre", Melhor Coreógrafo- Joca Vergo; Melhor Bailarino Joca Vergo; Melhor Trilha Original Maninha Pedroso; Melhor Produção Joca Vergo; Melhor Cenografia Pablo Cuello; Melhor Bailarina Marilice Bastos.

Recebeu o prêmio Prêmio Quero -Quero Alergs/Satedrs 2006 com o espetáculo"A Torre" Melhor Coreógrafo; Melhor Bailarino; Melhor Produção Joca Vergo; Melhor Trilha Original Maninha Pedroso.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Compulsão Diária
 

Adro, meu tri querido
magnífica matéria!
Parabéns ao Grupo e ao Joca!
Belíssimo trabalho. Gostei muito de saber disso tudo.
Beijos
CD

Compulsão Diária · São Paulo, SP 31/8/2008 08:23
sua opinião: subir
LAILTON ARAÚJO
 


AMIGO ADROALDO...


Estou cansado de "tocar na mesma tecla" e tentar falar de cultura (música, dança, teatro e tudo aquilo que você conhece tão bem), em um país que prefere "Mulher Melancia", "Latinos da Vida" e sei lá o que vem por aí! As mudanças - em Brasília Teimosa - aconteceram! Tomara que tomem novos rumos!

Aproveitei este domingo frio – aqui tá de lascar - e resolvi ler o “que rola” (o spam foi definitivamente proibido) de bom no Overmundo...

Gostei demais do seu texto, das fotos e do “bailarino/coreógrafo - Joca Vergo”. Ele é um artista completo! É do povo! Da rua! Do improviso! O currículo artístico é a prova maior... A “Companhia de Dança” desse grande artista está coesa! Enche os olhos de quem aprecia qualidade artística. Quem selecionou o tal espetáculo não é bobo! (rsrs)

Quando você vem por aqui, amigo Adroaldo? Vamos programar alguns artistas de Porto Alegre, em São Paulo! Parceria é algo necessário... Eu topo!


Parabéns!

Abraços.

Lailton Araújo

LAILTON ARAÚJO · São Paulo, SP 31/8/2008 11:22
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Bah! Lailton, uma idéia tri-legal essa de intercâmbio artístico, mas eu ainda não consigo largar do batente diário que é nadaa ver com área. Eu vou falar da tua idéia com alguns produtores aqui, uma lástima que o Alê Barreto tenha se mudado pro Rio, que era um dos que podiam se interessar, e se tiver retorno positivo eu te falo. Agradecido, tchê.

---

Grato Cedê. És muitíssimo gentil. Fico feliz com tua presença e estímulo.

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 31/8/2008 14:51
sua opinião: subir
JOCA VERGO
 

Querido Adroaldo, hoje me deixou com coração na mão ler teu relato e me fez lembrar daquela apresentação no circo na Favela Divinéia.
Que bom que tem gente com memória fotográfica nesta cidade, que guarda em detalhes tão minuciosos uma apresentação de mais de 10 anos "eu acho" e poder colocar em algumas linhas, com tanta poesia e lirismo.
Muito obrigado por este lindo texto, emociona e resgata a história da dança desta cidade, que anda tão esquecida.
Um abraço, amigo se cuide e fique muito forte, para continuar escrevendo lindas poesias para nossos olhos verem se transformando em paisagens efêmeras nos nossos caminhos. Joca Vergo

JOCA VERGO · Porto Alegre, RS 31/8/2008 21:27
sua opinião: subir
JOCA VERGO
 

El sueño de volar ha sido por años uno de los propósitos del ser humano, y en éste empeño de simular la sensación de libertad de un ave, o cualquier animal capaz de suspenderse en el aire sin temor a caer, el hombre consigue acercamientos y no muy lejano de alcanzar éste tan anhelado sueño, inventa, recrea e imagina una vida en el aire.





No obstante por esto se ha inspirado en las creaciones de la naturaleza, para inventar aviones, helicópteros, o hasta personajes de ficción que representan esa ilusión de querer volar y conocer un mundo visto desde las alturas.



Esta fantasía ha sido acogida desde los mas influyentes científicos, físicos, y matemáticos de la sociedad, hasta los artistas con alma bohemia que descubren en el arte del circo y la acrobacia una forma de liberar esa sensación de vacío y libertad.



La ilusión que se convierte en realidad cuando un hombre o una mujer, con una magia inigualable se desprenden de las alturas pendiendo tan solo de unas cuerdas o telas de colores, ha sido la que ha inspirado a muchos a continuar sostenido sueños como lo afirman los integrantes del grupo Voalà!, quienes gracias a el reconocimiento y admiración del público por su maravilloso trabajo, hoy por hoy son uno de los grupos mas importantes en el arte del circo a nivel Latinoamericano.



Voalà! es una organización aérea dedicada a realizar espectáculos utilizando el cielo como escenario, este grupo que surge en la ciudad de Santafe en Argentina, ha logrado maravillar al público con un show realmente sorprendente, donde su característica más original es la coreografía en el aire con un dominio y belleza inigualable.



El grupo Voalà!, así mismo, está conformado por actores de teatro, acróbatas e intérpretes, que hacen de este un grupo único y excepcional, que nace con una iniciativa teatral, que se recrea en el aire contando las historias de 4 personajes que se enfrentan a situaciones cotidianas y que luego se convierten en todo un espectáculo



¨ Cuatro ejecutivos pierden el último tren de la noche demorados por una clocharde (pordiosera). Que les regala una flor. Poesía, magia y vértigo será el tratamiento intensivo al que se someterán estos personajes perturbados por la rutina. El canto de la clocharde y la seducción de las mujeres-cómplices serán los propiciantes de esta noche inolvidable¨



Esta historia es la que cuenta Kaosmos el show de la agrupación Voalà! en donde la realidad y la ficción se mezclan en una presentación que involucra desde las técnicas sofisticadas con la ingeniería de sonido, hasta la poesía y el teatro.



Por esta razón en el marco del Festival de Verano de Bogotá número XII, Voalà! se presentó el pasado domingo 10 de agosto, su trabajo en las telas descrestó a todos los asistentes al espectáculo. Acceso Directo estuvo en el cubrimiento con todos los detalles para ustedes.



2600 metros más cerca de las estrellas:



Con ansias los más de 1000 asistentes al Parque Simón Bolívar esperaban la presentación de la noche con el grupo Voalà!, eran las 4:00 de la tarde y la plazoleta de eventos se llenaba con personas de todo el país que llegaban solo por ver a la compañía aérea, los organizadores por su parte en medio de una agotadora jornada determinaban minuciosamente cada detalle para que todo saliera perfecto, entre pruebas de sonido, mantenimiento de maquinarias, y medidas de seguridad transcurría este día.



En el trabajo en equipo excepcional, a cargo de Roberto Estrada, director de la compañía aérea, radica el éxito de una de las agrupaciones de espectáculos más importantes en América Latina. Estos argentinos que con esfuerzo y compromiso han logrado por más de 10 años realizar impecables presentaciones por el mundo entero, una vez más hoy en Colombia, un país de múltiples colores y formas (como ellos mismos lo afirman) nos sorprenden y maravillan con su increíble espectáculo.



Son las 8:15 de la noche y un poco retrasado el evento, empieza la impaciencia de los asistentes de todo el país y los medios de comunicación que los aclamaba entre silbidos y aplausos interminables, con una escenografia única, comienza el espectáculo: piruetas, teatro, música, hacen parte de este show, que combina alto riesgo y un talento meritorio de estos argentinos.



Cuatro mujeres y cuatro hombres envueltos en sábanas, que realizan acrobacias a la altura casi del cielo y con una belleza inigualable. Las personas están perplejas, se escucha sólo la música de fondo del espectáculo y se ven miles de luces de cámaras que obturan para grabar tan hermoso recuerdo, todo un espectáculo teatral que mezcla la realidad y el sueño del hombre de volar.



De esta manera transcurren dos horas en donde los nueve integrantes argentinos descrestan, sacan carcajadas y dejan con la boca abierta a los espectadores con su danza en el aire. Mucha adrenalina, es lo que se vive en una maravillosa noche estrellada en la

JOCA VERGO · Porto Alegre, RS 1/9/2008 08:55
sua opinião: subir
JOCA VERGO
 

La plaza de eventos esta a reventar, los medios de comunicación atentos a todo lo que ocurre, y los capitalinos felices de tener un espectáculo de esta magnitud. entre luces destellantes y sonidos estridentes, bajan del cielo los integrantes colgados de las telas, agotados pero satisfechos por su trabajo, con una gran sonrisa entre venias y gestos de agradecimiento a la ciudad, se despiden, los espectadores se levantan, saltan, toman miles de fotos, silban, comentan, y aplauden sin parar.



Pablo el argentino:



Pablo es un hombre de aproximadamente 30 años, blanco, de ojos claros, y con una medida de 1.60 de estatura, el es de Santafe (Argentina), y uno de los integrantes de Voalà!, junto con Roberto Estrada son de las más antiguos, los que iniciaron con esta locura como el mismo lo llama.



El realmente ama lo que hace, y se siente muy orgulloso del trabajo que han logrado durante estos años, pues hacer acrobacias en el cielo, combinadas con el teatro para sacarle una sonrisa a la gente es lo que lo motiva cada día a seguir construyendo sueños.



“El éxito radica en el compromiso que se tiene con lo que uno realmente anhela, el trabajo, la plata, las comodidades hacen que la gente se olvide de hacer realidad lo que lo hace feliz” dice Pablo en la entrevista que concedió al equipo periodístico de Acceso Directo.



Dice además, estar maravillado con Colombia, pues Voala! se ha presentado en muchas ciudades del país lo que los ha llevado a conocer más de nuestro cultura, sus raíces, y su gente calurosa como el lo llama, “no puedo decirles una experiencia concreta en este país, sólo sé que en cada lugar que he estado he aprendido algo nuevo, Colombia es muy bella”.



De esta forma pudimos conocer por medio de la experiencia de Pablo lo que es Voalà!, lo que significa para ellos hacer realidad el sueño de volar, lo que es estar en Colombia, un ejemplo de vida y una reflexión para todos, de que los sueños se cumplen cuando hay entrega, compromiso y amor por lo que se hace. Acceso Directo, logró para ustedes en exclusiva, la entrevista con uno de los integrantes más importantes del grupo Argentino

Adroaldo esta é uma crítica de Bogotá:
Paola Andrea Sánchez Martínez

Reportera.

Paulaandrea04@gmail.com

http://www.newsmatic.e-pol.com.ar/index.php?pub_id=480&sid=0&aid=35584&eid=20&NombreSeccion=Resultados%20de%20la%20Busqueda&Accion=VerArticulo

JOCA VERGO · Porto Alegre, RS 1/9/2008 08:59
sua opinião: subir
Cintia Thome
 

Parabens pela matéria. Bailarinos como cenário o Céu!
Viva o Grupo Voilá!
e Joca vergo!

Cintia Thome · São Paulo, SP 1/9/2008 11:23
sua opinião: subir
Lili_Beth*
 

Esse é o Meu_Querido_Adroaldo_ Por vezes poeta_Por vezes diretor_Por vezes produtor (e até produto da palavra ... rsrsrs ...) Mas sempre impecável admirador da Arte do fazer ... Mostra com determinAção esse meu Brasil que faz acontecer o belo em todos os cantos.
PARABÉNS!
Beijos_Meus*
*

Lili_Beth* · Rio de Janeiro, RJ 1/9/2008 14:39
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Em breve teremos mais. Outra turnê européia está já contratada por Voalá.

Grato, L*L*, pelas palavras nesse tempo.

Cíntia,
Sempre linda, gentil e presente. Agradecido.

Boas resenhas Joca. Suerte, buena dicha!

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 1/9/2008 14:51
sua opinião: subir
azuirfilho
 

Adroaldo Bauer · Porto Alegre (RS)
Voalá apresenta Kaosmos tendo o céu como cenário

Um show admirável que tem tudo para romper com a inibicáo da plateia e iniciasr todos na arte de dancar.
Um espetáculo dindíssimo que precisava usar a sua forca de expressáo para mobilizar a platéia para incorporat essa aptidáo de dancar.
Os Humanos precisam dancar mais.
Um atrabalho muito bom.
Parabéns
Gostei Muito.
Abracáo Amigo.

azuirfilho · Campinas, SP 2/9/2008 00:14
sua opinião: subir
joe_brazuca
 

Show !Show !Show !Show !Show !Show !...tudo e todos...matéria etc e tal...
Joca Vergo...tu é "best", mano !...Cacete !..
Gracias a la vida, que me hay dado tanto...
abs
Joe

joe_brazuca · São Paulo, SP 2/9/2008 00:17
sua opinião: subir
Adroaldo Bauer
 

Agradecido, Joe. Aplausos ao grupo Voalá!
Grato, Azuir. É o que penso também sobre dançar. Quem dança não atira a criança.

Mais do mesmo com qualidade aqui!

Adroaldo Bauer · Porto Alegre, RS 4/9/2008 12:44
sua opinião: subir
Circus do Suannes
 

Confesso que não conhecia.
Muito oportuna a divulgação.

Circus do Suannes · São Paulo, SP 5/2/2009 14:22
sua opinião: subir
rosa melo
 

Escândalo! Assim fico no chão, arrasada, de vontade de ver...e principalmente de oportunizar as crianças do meu cafundó.
Lindo!

rosa melo · Pio IX, PI 6/2/2009 13:30
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

observatório

feed
Nova jornada para o Overmundo

O poema de Murilo Mendes que inspirou o batismo do Overmundo ecoa o "grito eletrônico" de um “cavaleiro do mundo”, que “anda, voa, está em... +leia

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados