Você também quer ser uma pin-up?

Valério Cicqueira
ilustração por Valério Cicqueira
1
valério cicqueira · Curitiba, PR
6/5/2007 · 337 · 31
 

Qual o porquê de uma adolescente, entre 15 a 20 anos, criar um perfil em uma página na internet para divulgar seu auto-retrato com fotos sensuais e/ou sexies de seu próprio corpo? Seria uma necessidade ou desejo?

Esse sites são de empresas que disponibilizam um serviço gratuito. Sabemos que há uma especulação no mercado de máquinas fotográficas digitais, que utilizam os “fotologs” como isca, para aumentarem o número de vendas.

Não podemos esquecer que existe uma banalização no uso da imagem feminina, sempre de forma exagerada nos programas de televisão, onde garotas se tornam celebridades ao expor seus corpos nus em programas de competição, para descobrir quem é a mais bonita e “gostosa”.

O mundo atual é da imagem. Consumimos imagens diariamente de forma involuntária e/ou imposta, através da publicidade nos múltiplos meios de comunicação.

As imagens expostas em “fotologs" ou similares é uma alusão à beleza encontrada nos ensaios fotográficos de revistas masculinas, com fotos de corpos perfeitos ou tratada no “Photoshop”. A busca pelo corpo perfeito e esculpido nesta ferramenta de computador ou em uma clínica de estética (beleza).

Quando penso nessas super “modelos” construídas de forma artificial, me pergunto para quais fins? Para atrair o maior número de machos da sua espécie e satisfazer os desejos do sexo oposto de contemplar a figura feminina? Para ser símbolo sexual do momento? Será que ela tem consciência que existe a lei da gravidade e que as células do corpo humano não se repetem? Não sei, posso procurar um sentido profundo e ser o mais racional possível que não vou encontrar uma resposta satisfatória, pois, quem vos escreve é um ser masculino. Aí vou ouvir dos machos de plantão que todas as mulheres têm que ser gostosas e siliconadas.

Ou, sei que essas figuras femininas vão ser usadas de forma demasiada no auge de sua juventude e de vez em quando vão participar nas colunas sociais de um grande jornal. Outras vezes vão mover uma ação judicial, pelo uso indevido de suas imagens e viver desta forma, confortavelmente, para os próximos dias.

É lamentável todas querem ser Cicarelli ou a garota da PlayBoy. Todas querem ser uma bonequinha sexy.

Quando vou ver alguns “fotologs” de desenhos de amigos percebo que é grande o número de imagens de meninas que almejam os seus 15 minutos de fama, e o pior de tudo isso, é que existe um número grande de meninas com menos de 16 anos posando para suas próprias câmeras fotográficas e fazendo fotos “sensuais”, com direito á uma produção e boa iluminação como se fossem uma propaganda de filme “pornô infantil”, isso é pedofilia?

Acredito que seja algo patológico: esquizofrenia em tudo isso. Cada vez que navego, me surpreendo mais. Para quem ela esta se mostrando? É um concurso de beleza mundial para descobrir qual é a foto mais “sexy” da rede, qual é a foto mais sensual? Os espelhos é que o digam: quantos flashes já foram disparados contra eles em um auto-retrato de uma mocinha de 12 anos.

Não acredito que elas estão fazendo fotos para suas amigas da escola, para as pessoas mais próximas ou para descobrir quem tem mais criatividade; quem sabe descobrir entre elas quem é mais “gostosa”. Pelo contrário, devem ter certeza que estão sendo vistas, igual aquele programa que tem algumas câmeras escondidas onde as pessoas simulam a vida real. Todas querem ser uma Pin-up.

compartilhe

comentários feed

+ comentar
Egeu Laus
 

Gostei muito do seu desenho, Valério!

Egeu Laus · Rio de Janeiro, RJ 4/5/2007 02:30
sua opinião: subir
morreale
 

Valério;
Como você mesmo disse "O mundo atual é da imagem. Consumimos imagens diariamente de forma involuntária e/ou imposta, através da publicidade nos múltiplos meios de comunicação." Exato. E a cada geração a multiplicação de imagens se expandem no próposito de convercermos algo ou alguém, que seja na compra do produto ou de uma menina que precisa massagear seu ego diante das amigas (porque mulher se enfeita mais para outra mulher), aos amigos, coleguinhas e afins.. Há uma certa alusão de que a imagem sobrepõe a palavra e a qualidade do Ser. O mundo virtualizado como percebemos a cada minuto nos proporcionam soluções imensuráveis e o mesmo tempo condena a "vida natural e honesta". Somos seres midiáticos e mediatistas, somos seres que sustentam novidades em tempo real. Se uma garotinha fez uma mega super produção caseira com sua máquina digital e um super mega garoto foi lá e comentou: que linda! Que gostosa! É motivo no alvo para dar exemplo para outras garotas. O triste é pensarmos que no ano de 2007 está assim, o que será de nós, do mundo, das garotas de hoje em 2017 (?) ...

morreale · Belo Horizonte, MG 4/5/2007 09:00
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
DaniCast
 

Valério, só faltou o crédito da ilustração. Sempre tenho sugerido que as pessoas coloquem os créditos das ilustrações para dar ao autor a devida visibilidade.

DaniCast · São Paulo, SP 4/5/2007 16:21
sua opinião: subir
valério cicqueira
 

Morreale;
Está projeção do futuro nos deixa um pouco pessimista e chateado. Sei que a remediação custa um tanto caro, para um problema tão barato. Somos a geração de hoje, temos que ser ótimos espelhos e nada de sorriso superficial para a questão. Podemos fazer e/ou mostrar a diferença. ( vamos ser otimista...rs)

DaniCast;
Dei crédito ao autor, eu mesmo. Quando tu passa o mause em cima da imagem/ilustra mostra o autor.

Valeu os comentários.

valério cicqueira · Curitiba, PR 4/5/2007 16:42
sua opinião: subir
Egeu Laus
 

Que tal inventar uma frase pra botar como legenda??
Abraço!

Egeu Laus · Rio de Janeiro, RJ 4/5/2007 22:27
sua opinião: subir
Marcelo V.
 

Acho bastante natural e atemporal esta vaidade toda; talvez a questão midiática esteja superestimada, já que ela apenas amplia o foco de distribuição da imagem. Acho que Freud ou Darwin explicam melhor do que Benjamin, McLuhan, Pierce ou Saussure...

Marcelo V. · São Paulo, SP 6/5/2007 14:46
4 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
SILVASSA
 

texto bom. direto e certeiro.

contudo, só posso dizer que no fundo TODOS NÓS QUEREMOS SER PIN-UPS

é só olhar nossas fotos pretensiosas, mesmo que a gente queira dizer que não.

vida longa

SILVASSA · Salvador, BA 6/5/2007 16:02
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Senhorita Miller
 

Olá
dúvidas pairam na minha mente

primeiro, pq uma gueixa se o texto fala de pin-ups, al´me do que, o que são gueixas senão mulheres "criadas" para satisfazerem desejos sexuais.
segundo, o cukto a imagem sempre existiu, e a internet está aí para que possamos mostrar o melhor de nós, ou você já viu alguém colocar uma foto feiz em perfis de sites?
e como você mesmo disse, são adolescentes, brincando com tecnologia e auto estima.
algum problema????

não leve tudo isso tão a sério
são só fotologs...
não é necessário um estudo social em cima disso.

Senhorita Miller · São Paulo, SP 6/5/2007 17:11
3 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
valério cicqueira
 

Senhorita Miller;

Não tem problema nenhum uma menina de pouco idade querer mostrar seus dotes, nem que seja sensuais, na internet. Aquela velha história (ou estória): Cada um faz o que quer. Vivemos em uma sociedade livre. Onde existe a ditadura da beleza.
Apenas queria discutir este tema, pois à uma um ecesso de fotos de meninas em flog´s, queria entender mais acerca do assunto.

Tem fotolog?

valério cicqueira · Curitiba, PR 7/5/2007 00:16
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Senhorita Miller
 

não tenho
por preguiça
e talvez por não querer mostrar minha carinha
gosto da beleza do anonimato

e sim, acho válida a discussão, desde que não se torne uma condenação à meninas que vivem num mundo tão ligado a imgem,
que se mostrem então...

Senhorita Miller · São Paulo, SP 7/5/2007 02:34
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Fernanda Lizardo
 

Nada contra as mulheres que gostam de ser chamadas de "gostosas". Acho que ainda há uma divisão muito grande, que diz que sensualidade e inteligência não se misturam. É um pensamento um pouco extremista. É lógico que há uma idade ideal para começar a se "sexualizar", mas não vejo mal nessa exposição de sensualidade. O ser humano é libido. E, se souber equilibrar o peso entre sexo e mente, então, está tudo certo. Abraços.

Fernanda Lizardo · Rio de Janeiro, RJ 7/5/2007 11:20
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Talitta Cordeiro
 

O texto é muito bom, a discussão do tema, melhor ainda.
Também acho válido o comentário de Fernanda Lizardo, na parte onde ela diz que, o pensamento de que sensualidade e inteligência não se mistura é extremista. Pessoas inteligentes também podem ser "sensuais".
Entretanto, é necessario pensarmos nessa banalização da imagem. Por que a divulgação dela é tão necessária? e pq é tão grande o número de criação de blogs?
Será q é só uma simples forma de acompanhar a tecnologia? ou apenas um meio p satisfazer o ego, de pessoas "problemáticas" q nao amam a si próprias e por isso precisam que outras falem o quanto são "maravilhosas"?

Talitta Cordeiro · Rio Branco, AC 7/5/2007 11:59
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Nattércia Damasceno
 

Eu tenho um fotolog. Não tem fotos sensuais lá (talvez porque eu já tenha 21 anos rs).
Creio que Freud explica sim, mas Mcluhan e os conhecidos ainda dão conta do recado.
Ê Indústria Cultural...

Nattércia Damasceno · Rio Branco, AC 7/5/2007 12:29
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Edgar Borges
 

A vaidade e o narcisismo sempre existiram. Na sociedade do consumo, foram estimulados pela facilidade gerada pelas câmeras digitais. As fotos não são o problema, o problema é quais são as poses das fotos e quem as visualiza.

Edgar Borges · Boa Vista, RR 7/5/2007 12:59
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Acho que há sim uma banalização da imagem. Mas acho que tudo é modismo. Não creio numa visão pessimista para 2017 porque acredito que a próxima geração, que se forma agora, aproveitará com mais inteligência os recusrsos da informática. O resto é mídia mesmo. E pode ser que não, pode ser que isso continue, acho que só é de grande gravidade quando ultrapassa a simples vontade de se mostrar, quando vira uma obsessão, que leva a outras e outras, invadindo o território da sanidade. Não sei quem explicaria melhor isso, se Freud ou a sociedade de consumo, o fato é que são apenas adolescentes, e adolescentes tendem a se endeusarem, se têm ferramentas para mostrar seus atributos sensuais, mostram mesmo, afinal de contas, "Narciso acha feio o que não é espelho".
O texto aborda um assunto sério, e talvez até preocupante para especialistas na área. Para mim, tudo é passageiro, e até aí, tudo bem, tudo é saudável. Na minha adolescência posei nua, me senti uma deusa. Anos mais tarde me senti ridícula. Para mim, é tudo uma doce e escandalosa fase, o perigo está em passar para muito além disso. Temo mais por quem faz mal uso dessas imagens, do que pela sensualidade explicita das menias divulgadas em fotologs.
Aliás, nunca perco meu tempo abrindo esses sites, tem outros mundos tão mais interessantes para se descobrir na internet.
Contudo, o texto é muito válido, faz a gente pensar.

Dora Nascimento · Olinda, PE 7/5/2007 13:38
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Juliaura
 

no princípio era a Câmara Digital.
Criou-se a mulher.
Em seguida, da unha do pé direito dela, misturada a um fio de cabelo dela também, para chegar-lhe à inteireza e completude do físico e do ser, criou-se o olho do homem (e de outras mulheres, bem depois, ou talvez antes, mas perdi o caderno de anotações).
Daí,
Fusca-te Lux!
(que não tô aí pra fazer propaganda, só graça!)

Então, passaram-se dois mil anos, como na Inteligência Artificial e eu postei, com muita menas sapiência, mas só teve 55 votos, o que penso a respeito, antes de ter sido publicado este pinupi do valério.
Ó:
Ser vaiada ou aplaudida
importa nada
quero é ser notada

uma noite destas
em sonho ou acordada
pedi pra ser beliscada

havia uma platéia imensa
um coro único
um grito alto

me quebrou o salto
esfolei a cara
fiquei pasma

não era pra mim
nem era de mim

era de quem,
pra quem
nem sei

nem quero saber
tenho mais raiva ainda de quem sabe

saí a passo,
disfarçada de mim mesma,
sem ser notada

desesperada e desesperançada
e nem um fiu-fiu, porra!
A vida é dura

(ainda bem, diz um camarada!)

juli 26.04

Juliaura · Porto Alegre, RS 7/5/2007 15:10
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Isabela ramos
 

Gostei do texto Valério, só acho que exagerou um pouco...eu não tenho fotolog, mas tenho orkut e pra mim é mesma coisa, mas a questão é que ás vezes essas pessoas só querem se sentir mais felizes...e quem nesse mundo não adora ser elogiado?
abraços!

Isabela ramos · Teresina, PI 7/5/2007 16:00
sua opinião: subir
Thiago Paulino
 

Boa discussão levantada...
Em alguns casos de flogs, orkutes e sites existe realmente um exagero da sensualidade.. outros é mais uma necessidade de exibição, satisfazer o ego.. Muito boa a colocação de Fernanda e outros overmanos(as) inteligência pode e sim anda junto com sensialidade..

Sempre é bom discutir certos padrões que a sociedade nos impõe. Contra a ditadura da imagem, a "ética da estética"... criatividade e senso crítico são sempre as melhores armas.

Abraço e valeu pela reflexão!

Thiago Paulino · Aracaju, SE 7/5/2007 16:39
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
Dora Nascimento
 

Juli, adorei a criatividade do comentário seguido da bem humorada poesia.

Dora Nascimento · Olinda, PE 7/5/2007 17:12
sua opinião: subir
Juliaura
 

Dora, querida,
Agradecida por teu comento.
Não sei se chega a tanto,
mas, por certo,
Só temos esse momento.
O futuro virá e o passado se foi, não é fato?

Juliaura · Porto Alegre, RS 7/5/2007 17:53
sua opinião: subir
valério cicqueira
 

Senhorita Miller;

Acho bem interessante este lance do anonimato, sou bem familiar a esta "filosofia". Legal saber que você pense desta forma. Em tempo de auto-exposição, nada melhor que o anonimato para ganhar visibilidade (é um elogio, tá).

Fernanda Lizardo;
No texto, em nenhum momento me referi em "inteligência & sensualidade". Quero resaltar o lance do uso da imagem (auto-retrato). Nenhum momento quero julgar as meninas. Aliás vivemos no pais da sensualidade, basta olhar para o Rio de Janeiro.

Talitta Cordeiro;
Esse imediatismo, esta necessidade ou desejo que me assunta. Com certeza, com a chegada das cameras digitais e facilidade de divulgação evidenciou o sintoma das indentidades.

Dora Nascimento;
Concordo plenamente com isso: "Não creio numa visão pessimista para 2017 porque acredito que a próxima geração, que se forma agora, aproveitará com mais inteligência os recusrsos da informática". Ainda estamos seduzido pelos os novos meios de relacionamento ("sociabilidade"), que é internet, como diz o MARCELO VALLETTA: "já que ela apenas amplia o foco de distribuição da imagem".

Também, acredito nisso: "grande gravidade quando ultrapassa a simples vontade de se mostrar, quando vira uma obsessão, que leva a outras e outras, invadindo o território da sanidade.

Juliaura;
Quero ver seu texto.

valério cicqueira · Curitiba, PR 7/5/2007 18:31
sua opinião: subir
valério cicqueira
 

Então, amigos.

Eu tive contato com uma entrevista alguns anos atrás, que fiquei muito curioso sobre o assunto:

É uma Jornalista estadunidense, muito interessante.

valério cicqueira · Curitiba, PR 7/5/2007 18:38
sua opinião: subir
Walesson Gomes
 

Faço minhas as palavras de Fernanda Libardo.

Walesson Gomes · Belo Horizonte, MG 7/5/2007 20:02
sua opinião: subir
Carol Alencar
 

Infelizmente a mídia proporciona esse tipo de padrão para estas "menininhas". Elas abraçam a causa inocentemente e, a sociedade tb abraça. Um depende do outro, se não fosse assim, não estaria tão esturricado ao ponto de elas sentirem desejo em tirar suas fotos, em suas câmeras digitais e publicá-las para que alguem possa elogiá-la...
Enfim, a mídia tem este poder de manipulação...e concordo que se as pessoas se conscientizarem em não dar atenção à esse tipo de coisa e/ou tipo de amostra ela diminuiria. Mas..o povo quer...o povo manda...a gente ainda se entrega!!! Infeliz...

Carol Alencar · Campo Grande, MS 7/5/2007 20:55
2 pessoas acharam útil · sua opinião: subir
Juliaura
 

Ô valério,
O texto que a Dora comentou tá neste mini-fórum aqui mesmo, entre Dora e Isabela.
Tava um dia muito cinza e chuvoso e resolvi reagir daquele modo.
Tem outros postados meus pelaí, em comentos ou de autoria, é só passar lá no perfil meu pra bisoiá. Paga nada.

Juliaura · Porto Alegre, RS 7/5/2007 22:13
sua opinião: subir
jujuba
 

O mundo está cada vez mais apressado. pro isso é que a imagem é tão valorizada hoje, porque imagem a gente vê rá´pido, análises, textos e coisas do gênero não.

Alias, falando em imagem, belo desenho!

jujuba · Santo André, SP 7/5/2007 23:14
sua opinião: subir
lravaglia
 

O fotolog é uma ferramenta de divulgação sim, mas também uma coisa cultural. Uma forma de poder mostrar a todos o quanto ela é gostosa ou o quanto seus seios são bonitos sem precisar andar de bikini pelos corredores da escola.

Talvez não seja uma coisa próxima da nossa realidade, uma vez que acredito que 15 anos não seja a média de idade de quem comenta aqui, mas assim como as meninas se exibem, os meninos frequentam os flogs das gostosinhas da escola. Sempre.

Era mais ou menos como as aulas de vôlei na educação física, oportunidade de ver as gostosas da nossa época de shortinhos de lycra. Se uma chegava aparecendo mais do que as outras, podia contar que na próxima aula, as outras gostosas estariam com os seus shorts ainda menores. Agora essa discussão foi para o mundo virtual. As meninas competem entre si e esses endereços são ssunto de debate entre a molecada. "viu a foto da Dani e da Patrícia na piscina? pqp!" Aí, quando o assunto corre, as outras gostosinhas tb tiram suas fotos de bikini, só que com a bunda na câmera, pra gerar mais comentários dos meninos e mais inveja nas meninas.

Esse tipo de coisa é um costume cultural que não é da nossa época. Como assistir malhação ou ouvir bandas Emo. Simplesmente isso. Nada demais.

lravaglia · Rio de Janeiro, RJ 8/5/2007 14:09
1 pessoa achou útil · sua opinião: subir
valério cicqueira
 

Carol, é bem isso mesmo, "somos o uniforme que vestimos" e/ou o que consumimos" - Eu não acredito nisso. Mas deve ser difícil ficar passível diante de toda a sedução que contém a publicidade. Com certeza, foi FREUD que teorizou tudo isso; foram os estudos dele. Depois destes estudos, os marqueteiros descobriram a fonte da sedução, ou seja, para ter uma boa campanha (boas vendas) basta induzir as pessoas consumirem através de seus desejos; foi substituída a “necessidade pelo desejo”. Não temos a necessidade de ter tal produto, temos o desejo. E sabemos que a maioria de nosso desejos são efêmeros. Depois do desejo vem o gozo, por isso as maquinas digitais fazem tanto sucesso entre este público. Ah uma deformação na contemporaneidade. Estamos em metamorfose?

Iravaglia, bem legal a dissertação sobre a faculdade de suas experiências. Acredito nisso, mudou o plano, “as pessoas se projetam para o mundo virtual”, não deixa de ser, expansão da imagem dentro do campo virtual, através da fotografia. Como disse o VALLETTA: “já que ela apenas amplia o foco de distribuição da imagem”. Mas é interessante pensar desta forma: A forma que as pessoas estão se comunicando (sociabilidade).

valério cicqueira · Curitiba, PR 11/5/2007 22:57
sua opinião: subir
Rodrigo Arruda
 

Isabela Ramos comentou acima e disse algo interessante.
Quem não gosta de um elogio?
E penso que colocou um ponto que deve ser visto também.
É o seguinte, se por um lado existem as garotas que se expõem, tem aqueles que comentam, incentivam, elogiam e tudo o mais, alimentando essa moda.

Rodrigo Arruda · Campinas, SP 25/5/2007 10:52
sua opinião: subir
Geo Euzebio
 

primeiro dominaram o discurso e foi aquele rebuliço: quem tem a palavra, manda!
depois, mas muito depois, começaram a fazer cartazes pra festas e colar na rua - exatamente um cara que caiu da árvore e ficou com as pernas pequenas. e desenhava tão bem.
depois inventaram uma máquina que fazia a imagem se movimentar.
e depois a tv.

e a imagem se sobrepôs a palavra.
o quê que eu vou dizer agora?

Geo Euzebio · Rio de Janeiro, RJ 31/5/2007 16:40
sua opinião: subir
Caru Albuquerque
 

Concordo!
Sexy people sucks!

Caru Albuquerque · São Paulo, SP 19/9/2008 13:53
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados