[X] Brasil prepara campanha para agências da ONU

1
Raï Cajaraville · Rio de Janeiro, RJ
17/9/2009 · 0 · 0
 

Os públicos-alvo das campanhas são gays, lésbicas, transexuais/travestis, profissionais do sexo, pessoas vivendo com HIV/AIDs, refugiados, usuários de drogas e estudantes que enfrentam preconceito nas escolas

A [X] Brasil – primeira agência de comunicação por causas do país – está desenvolvendo uma campanha de prevenção ao estigma e preconceito contra gays, lésbicas, transexuais/travestis, profissionais do sexo, pessoas vivendo com HIV/AIDS, refugiados e usuários de drogas. Haverá também dois filmes voltados para estudantes, combatendo o preconceito dentro das escolas. As campanhas ficarão prontas em setembro e foram encomendadas por seis agências da ONU: UNAIDS (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids), ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), UNIFEM (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), UNFPA (Fundo das Populações das Nações Unidas), UNESCO (organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes).

Ao contrário das tradicionais campanhas públicas nas quais a estética da fome e da pobreza prevalecem, os filmes da [X] Brasil são mais arrojados e informativos. A fim de viabilizar a produção, Daniel de Souza, designer e sócio-diretor da [X] Brasil, propôs às agências um mesmo roteiro para trabalhar com seis grupos: gays, lésbicas, transexuais/travestis, profissionais do sexo, pessoas vivendo com HIV/AIDS e refugiados, sob o tema “Igual a você”.
Neste mês de setembro, serão gravados testemunhais de sete a 10 lideranças de cada um dos grupos, levando em consideração também as diversidades de idade, raça, cor e etnia. Os filmes serão gravados em estúdio com trilha sonora original produzida por Felipe Radicetti. Ao final dos depoimentos será inserida a frase “Todos os dias (gays / lésbicas / travestis / transexuais / pessoas vivendo com HIV AIDS / profissionais do sexo / refugiados, dependendo do caso) são alvo de preconceito no Brasil”.
Já os filmes para os usuários de drogas e para os estudantes serão diferentes. No primeiro caso, serão mostradas cenas reais de usuários de drogas lícitas (bebida e cigarro) e ilícitas (maconha, crack, ectasy) nas ruas, bares, morros, Cracolândia, sem que o rosto dos usuários apareça, apenas uma voz em off. Para os filmes de combate ao estigma e preconceito nas escolas serão utilizadas desenhos feitos por crianças, editados uma voz em off e trilha original.


[X] Brasil – www.xbrasil.net

Em 2009, a [X] Brasil está completando cinco anos de atividades. Tendo à frente a jornalista Marta Porto e o designer Daniel de Souza, a agência é especializada em desenhar, desenvolver e viabilizar estratégias, ações e produtos que garantam o direito do cidadão à informação de qualidade em áreas de interesse público – saúde, educação, direitos humanos, cultura, meio ambiente e responsabilidade social –, bem como à promoção de programas e projetos de conteúdo social realizados pela iniciativa privada, ONGs ou instituições públicas.

O núcleo de Mídia e Mobilização da agência cria, desenvolve e produz campanhas publicitárias de cunho social, como “Brasil Livre da Tuberculose”, “Brasil que dá Gosto”, “Porão do Rock” e “30 anos da Anistia”.

O objetivo da campanha “Brasil Livre da Tuberculose”, desenvolvida em parceria com o Fundo Global, é a mobilização da sociedade para o enfrentamento da epidemia da doença nos grandes centros urbanos. Em 2008, foram produzidos e exibidos em canais abertos e a cabo três filmes nacionais e cinco regionais. O quarto filme nacional, no qual o Agente Comunitário de Saúde responde a dúvidas de personagens de diferentes perfis sócio-econômicos, já está em circulação em todo o país.

Nos próximos meses, serão gravados três novos filmes para a campanha “Brasil que Dá Gosto”. A trilogia será baseada em legumes, frutas e verduras, sempre buscando valorizar os pratos típicos de nosso país como forma de fortalecer os laços regionais, o turismo e a gastronomia.

Para marcar os 30 anos da Lei da Anistia, o Ministério da Justiça encomendou à [X] Brasil dois filmes: um para ser exibido nos lugares por onde a Caravana da Anistia passa; outro, com roteiro do poeta Hamilton Pereira, o Pedro Tierra, e imagens de diversos arquivos, para contar a história do movimento, com direito a uma versão curta, de 30”, para ser exibido na TV.

Outros exemplos do trabalho da agência são as campanhas de mobilização social contra os impactos do racismo na infância e na adolescência e temas como solidariedade, igualdade, liberdade, participação da juventude e população de rua, além de campanhas de inclusão, visando à acessibilidade dos portadores de deficiência física, mental e sensorial. Para o Ministério da Saúde, a [X] Brasil produziu clipes sobre prevenção e importância do exame diagnóstico de AIDS e outras doenças como hanseníase, tuberculose, diabetes e osteoporose, além de conscientização sobre doação de sangue.

Já o núcleo de Conteúdo & Estratégia é responsável pela realização de projetos especiais, como a primeira edição do Marco Universal, que resultou numa coletânea de curtas-metragens que narram histórias reais de violações de direitos humanos no Brasil através da visão autoral de oito documentaristas e de um coletivo de jovens. A segunda edição do Marco está prevista para 2010. O projeto “Olhares Femininos”, um mosaico de ideias, visões, práticas e propostas referentes ao universo feminino brasileiro, culminou com o lançamento de dois livros, uma exposição fotográfica e um ciclo de debates. O fórum de ideias “Paideia” era voltado para a democratização do acesso a temas como filosofia, ética, artes, política, religião e outras áreas do conhecimento.

Neste segmento, a [X] Brasil também conceitua, produz conteúdo, edita e finaliza livros e publicações. A agência desenvolveu e editou os livros “Favela: alegria e dor na cidade”, de Jorge Luiz Barbosa e Jailson de Souza e Silva; “De Mãos Dadas”, que narra experiências de empreendedorismo feminino Brasil afora; e “Nós do Morro 20 anos”, em comemoração aos 20 anos de existência do grupo, lançado em agosto de 2009.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados