Mais Uma Jornada - Enquanto o Tempo Acaba...

1
Rangel Castilho · Anastácio, MS
20/5/2010 · 3 · 2
 

Amostra do texto

O tempo finge morrer
Enquanto decomponho
Ferro naufragado vou oxidando
Desfeito a cupins, tronco decepado
Sou água ao sol
Sob o calor dos meridianos

O tempo finge parar
Enquanto adormeço
Feito casco de navio
Vou escamando
Cresço enquanto pereço
Atrás do futuro acabando
Vou sonhando enquanto apodreço

Enquanto controlo horários
O tempo finge obedecer
Invento horas pra viver
Enquanto vivo a morrer

compartilhe



informações

Autoria
Rangel Castilho
Ficha técnica
Músico, poeta e pantaneiro.
Downloads
242 downloads

comentários feed

+ comentar
Cláudia Campello
 

mas sempre é hora de acordar....
esse poema ta no tempo certo de minhas emoçoes.

adorei!!!

bjsssssssss;

Cláudia Campello · Várzea Grande, MT 25/6/2010 03:36
sua opinião: subir
ayruman
 

Muito bom introspectivo...
O Tempo é Inexorável. Impecável. Aqui chegamos e aqui ainda muitas vezes voltaremos. Um dia haveremos de aprender a grande Lição.


Um grande abraço. jbconrado

ayruman · Cuiabá, MT 24/9/2010 21:16
sua opinião: subir

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
doc, 20 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados