A Festa dos Mastros

Foto: Paulo Zab
A Festa dos Mastros na Praça das Etnias
1
PauloZab · Macapá, AP
23/5/2012 · 1 · 0
 

O Museu Sacaca já é conhecido nacionalmente por promover o diálogo cultural entre os povos do Amapá e da Amazônia, esta prerrogativa foi evidenciada ainda mais na semana de programação da 10ª Semana de Museus, em que o espaço também comemorou 10 anos de exposição a céu aberto, onde foi palco do evento A Festa dos Mastros.

As atividades se iniciaram no dia 14/05, e contou com a presença de comunidades tradicionais como a das Parteiras e de outras que vieram ao Museu fazer farinha, amassar açaí e negociar a castanha e produtos da floresta, a programação contou com apresentações artísticas como peças de teatro, exibição de vídeos e apresentações musicais.

Na sexta feira, 18/05, dia do encerramento, o espaço contou com a programação denominada “Festa dos Mastros”. O local utilizado para se fazer tal atividade, a Praça das Etnias, não poderia ser mais adequando. É uma praça que representa a união dos povos do Amapá. Logo na entrada existe um monumento contendo elementos indígenas, caboclos e afro-descendentes, tendo como base uma mão entrelaçada, representando a sua interculturalidade.

A praça é um espaço novo do Museu, que foi aberto em sua reinauguração no mês de fevereiro de 2012. Em seu interior, além do monumento, conta com um círculo cujos traços são inspirados em um escudo indígena Palikur e no centro possui mastros que são alusivos ao Marabaixo, representando a Santíssima Trindade e o Divino Espírito Santo.

A Festa dos Mastros se iniciou às 16h, onde o pessoal da Associação de Capoeira Bimbinha, que há 15 anos desenvolve um trabalho social utilizando a capoeira como ferramenta de socialização de crianças, adolescentes e adultos. O grupo fez uma demonstração de Capoeira de Angola (onde seus movimentos são mais lentos) e da Capoeira Regional (versão mais ritmada), mostrando também a importância da musica, do ritmo, das palmas e couros para a manifestação.

Os índios Tiriyó do Parque Indígena do Tumucumaque foram os próximos a chegar ao espaço com a dança do Turé, que é feita durante as celebrações nas aldeias e que contem elementos alusivos à religiosidade indígena na região. Foi um ponto de transição entre a apresentação de capoeira e dos índios, onde tivemos a oportunidade de visualizar as duas manifestações ao mesmo tempo. Um dos momentos que evidenciou esta harmonia foi quando o cacique Tiriyó ofereceu o Caxiri, uma bebida indígena, para o Mestre de Capoeira dizendo “Essa bebida foi feita para comemorar a nossa cultura”.

A programação seguiu com a apresentação do Marabaixo da escola de ensino Fundamental Oneide Lima e da Instituição Cultural Berço do Marabaixo, onde ambas tem como o objetivo a difusão da cultura do Marabaixo no Estado. A apresentação, como de costume em atividades do gênero, contou com a participação não apenas dos membros dos grupos, mas de todos os presentes, entrando literalmente na roda.

Quem também marcou presença na comemoração foi o Grupo de Hip Hop Mac Crazy Crew, que trabalha o Breakdance ou B Boying com grupos sociais de risco, onde já formou vários adeptos, alunos e parceiros e seu objetivo é demonstrar que o Hip Hop está vivo juntamente com as demais manifestações do Amapá. Conta hoje com 10 membros e faz apresentação por toda a cidade. A apresentação serviu também pra demonstrar a preocupação do Museu não apenas com relação a manifestações tradicionais, mas também com a cultura urbana e seus diversos segmentos, como o grafite, o Rock e o Hip Hop, tendo em vista a importância social destas atividades.

No encerramento das apresentações, todos foram convidados para cortar o bolo de aniversário do Museu, onde puderam, mais uma vez, se confraternizar e comemorar.

Pra quem quiser saber mais detalhes a respeito da programação da Semana de Museus no Sacaca é só entrar no blog, que foi atualizado diariamente pela equipe de comunicação do evento.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

imagens clique para ampliar

Associação de Capoeira Bimbinha zoom
Associação de Capoeira Bimbinha
I. C. Berço do Marabaixo zoom
I. C. Berço do Marabaixo
Escola Oneide Lima zoom
Escola Oneide Lima
Índios Titiyó zoom
Índios Titiyó
Roda de Marabaixo zoom
Roda de Marabaixo
Membros do MEC Crazy Crew zoom
Membros do MEC Crazy Crew

áudio

Discurso de aniversário do Museu Sacaca

Instale o Flash Player para ver o player.

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados