Como é que tá aí? Conversas sobre a Quarentena

de 23/2 a 27/3 · Rio de Janeiro, RJ
Dayse Pozato
Selfie da atriz e jornalista, Dayse Pozato
1
Roberta Mattoso · Rio de Janeiro, RJ
22/2/2021 · 0 · 0
 

Em março de 2020 a Organização Mundial da Saúde decretou o estado de pandemia por conta do novo coronavírus. A partir da drástica e disruptiva mudança de hábitos que fez parar boa parte da população ao redor do mundo, a atriz e jornalista Dayse Pozato idealizou o projeto Como é que tá aí? Cadernos de Conversas sobre a Quarentena ao Redor do Mundo, uma série de lives que foram iniciadas em 2020 e que discutiram sobre a quarentena com personagens de mais de 20 países ao longo de seis meses de escuta ativa. Parte dessa escuta será transcrita em cadernos, em formato de pdf, e que serão disponibilizados de forma gratuita. Outro desdobramento dessa escuta é a criação de um audiobook, que tem como objetivo atingir deficientes visuais e pessoas que não conseguem tempo para a leitura, promovendo a acessibilidade. E, por fim, será também disponibilizado um teaser, no Canal do Youtube do projeto. Todo o material elaborado e disponibilizado ao público é parte de um processo para a execução de um futuro documentário sobre o tema. A iniciativa tem patrocínio da Lei Aldir Blanc, Governo Federal e Governo do Estado do Rio de Janeiro e Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.



Além do audiobook, do teaser e da publicação on-line, a artista fará nos meses de fevereiro e março lives no canal do Instagram que darão continuidade com a conversa, uma vez que ainda estamos vivendo a pandemia ao redor do mundo.



Datas das conversas no Canal do Instagram:



23/02 - SICÍLIA, às 19h; 27/02 - ABU DHABI, às 17h; 02/03 - GUINÉ CONACRI, às 11h; 06/03 - NOVA YORK, às 19h; 09/03 - AUSTRÁLIA, às 19h; 13/03 - NOVA ZELÂNDIA, às 17h; 16/03 - ESTOCOLMO, às 17h; 20/03 - MÉXICO, às 20h; 23/03 - LISBOA, às 19h e 27/03 - ISRAEL, às 17h.





A proposta de conversar com pessoas que residem em diferentes países em busca de trocar ideias e de conhecer os hábitos que cada entrevistado passou a ter durante a quarentena resultou no projeto:





“A pandemia chegou para todos, sem discriminação. Estamos vivendo um momento extraordinário na história do planeta. O intuito das lives é o de poder me comunicar com o restante do mundo e ter a informação que não temos nos jornais sobre como o país está encarando esse momento, como está vencendo a pandemia ou não. No meio disso pude perceber como cada país e sua população reagiram a essa história”, conta Dayse Pozato.





A atriz e jornalista conversou com personagens, a maioria atuante na área cultural de diversas regiões, como: Angola, Buenos Aires, Dusseldorf, Eslovênia, Houston, Índia, Inglaterra, Itália, Portugal, Montevidéu, Paris, San Pancho, entre outros. Todos os entrevistados, mesmos os nativos, conversaram em português. Durante o bate-papo a atriz pode perceber características e hábitos culturais distintos em cada país nesse período de pandemia.



“A proposta do projeto é a de passar informação, curiosidades e também positividade ao coletivo com histórias pessoais de como a pandemia transformou a vida, o que trouxe de aprendizado, e mostrar que apesar de todo o caos nós somos capazes de ter resiliência e esperança, assim como o nosso planeta. Conversei com artistas, produtores, colecionadores, bailarinos e também um biólogo, mas todos ligados de alguma forma à cultura”.

onde fica
Instagram: https://www.instagram.com/comoequetaai/
quando ir
23/2/2021 a 27/3/2021
quanto custa
Gratuito

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados