Ingressos para Copa precisam de transparência

Cobertura colaborativa Preliminares
1
Mariana Ghirello · São Paulo, SP
11/12/2012 · 0 · 0
 

Texto produzido para a cobertura colaborativa do 1º dia do Encontro Preliminares

O caminho dos ingressos dos jogos da Copa do Mundo precisa ser transparente para evitar que sejam usados como pagamento de propina. A recomendação é do jornalista britânico Andrew Jennings, que investiga a FIFA há 12 anos. O debate aconteceu neste sábado (8/12) na Casa Fora do Eixo, em São Paulo, durante o Encontro Preliminares 2013.

Jennings falou ao lado da jornalista Natalia Viana, da Agência Publica, sobre jornalismo investigativo no esporte. O jornalista, que é da rádio BBC, publicou o livro "Jogo Sujo - o mundo secreto da FIFA", que trata dos esquemas de corrupção da organização que ele chama de máfia.

Após investigar as organizações criminosas italianas em Palermo, Andrew Jennings afirma que a FIFA segue alguns ritos típicos da máfia. Segundo ele, lá há um "chefão", o compromisso de enriquecer através de crimes, pacto de silêncio entre os integrantes, e ainda o pagamento de propina para atender os interesses dos negócios.

Em alguns casos, conforme conta, o dinheiro destinado a projetos para a prática esportiva chega nos países, logo sai e segue para contas na Suíça. Para ele, se a venda dos ingressos fosse feita de forma que possibilitasse descobrir para quem são destinados, já seria possível desmontar parte do esquema de corrupção.

compartilhe



informações

Autoria
Cobertura colaborativa cobertura Preliminares
Ficha técnica
Cobertura colaborativa cobertura Preliminares
Downloads
157 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados