A construção da identidade cinematográfica

1
Rosiane Farias · , AC
10/8/2006 · 82 · 0
 

As singularidades culturais do Acre no processo de construção da identidade cinematográfica é a proposta de discussão do Primeiro Fórum Acreano do Audiovisual (Vídeo, Televisão Educativa e Cinema), de 23 a 28 de outubro de 2006, na Usina de Artes João Donato, em Rio Branco (Acre).

Um dos objetivos do Fórum, segundo os idealizadores, é construir ações para a criação de um pólo formador e produtor de conteúdos para o cinema, vídeo e televisão no Acre, e buscar a inserção da produção acreana no imaginário cultural brasileiro.
O historiador e cineasta Ney Ricardo explica que o Fórum é um plano estratégico que articulará, de forma integrada, ações do governo nas esferas municipais, estadual e federal, com adoção de medidas a curto, médio e longo prazo.

“Entendemos que o processo irá facilitar à comunidade acreana o conhecimento das linguagens, dos conteúdos e das técnicas que possibilitem o acesso aos meios de produção do audiovisual. O programa pretende articular a construção da identidade cultural e cinematográfica acreana, através de um amplo processo de profissionalização, capacitação, reciclagem técnica, fomento e veiculação da produção audiovisual local”.

O processo de construção da identidade cinematográfica do Acre pressupõe, segundo Ney, a realização de ações integradas.

“À ABDC-Acre compete três objetivos fundamentais: formação, produção e difusão e à TV Aldeia a veiculação de produções locais, criação do Departamento de Documentarismo da TV Aldeia do Acre, que alimentará a produção e difusão dos vídeos locais”.

O Fórum contará com oficinas de direção, edição, ator e captação de som; as mostras Vídeo nas Aldeias e Fronteira – Peru, Bolívia e Acre, o 1º Encontro das ABDs Norte: AC, PA,RO,AP, AM e RR, mesa-redonda com o tema: Formação do Olhar (Kinoforum) e palestras sobre as singularidades culturais acreanas no fazer cinematográfico.

“Para as oficinas pretendemos trazer o diretor Roberto Berliner, a atriz Leona Cavalli e o editor Léo Domingues, tá cotado o Eduardo Coutinho para uma palestra sobre o documentário no Brasil”.

O grupo responsável pelo projeto pretende articular a formação de um núcleo de produção.

“A idéia é criar uma produtora audiovisual coordenada de forma colegiada pela ABDC-AC. A produtora será dotada de um parque básico de equipamentos para realização de vídeos digitais com qualidade semi-profissional e profissional. Esse núcleo será multiplicador e formador dos grupos, que usarão os equipamentos em sistema de rodízio”, explica Ney Ricardo. Outro ponto, em relação ao fomento e sustentabilidade é a criação de um Fundo do Audiovisual (Estadual e Municipal) com aproximadamente 20% dos recursos destinados às Leis de Incentivo a Cultura e a Publicação de Editais.

“A criação de editais pelo Governo Estadual através do recurso anual da Assessoria de Comunicação que incluiria no seu orçamento 1% do recurso da comunicação que seria destinado a publicação de editais para a produção de dois vídeos de ficção e dois documentários”.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados