iarinha Salvador, BA

iarinha

sobre o colaborador

Sobre a caligrafia
Arnaldo Antunes
20/03/2002

Caligrafia.
Arte do desenho manual das letras e palavras.
Território híbrido entre os códigos verbal e visual.
— O que se vê contagia o que se lê.
Das inscrições rupestres pré-históricas às vanguardas artísticas do século XX.
Sofisticadamente desenvolvida durante milênios pelas tradições chinesa, japonesa, egípcia, árabe.
Com lápis, pena, pincel, caneta, mouse ou raio laser.
— O que se vê transforma o que se lê.
A caligrafia está para a escrita como a voz está para a fala.
A cor, o comprimento e espessura das linhas, a curvatura, a disposição espacial, a velocidade, o ângulo de inclinação dos traços da escrita correspondem a timbre, ritmo, tom, cadência, melodia do discurso falado.
Entonação gráfica.
Tais recursos constituem uma linguagem que associa características construtivistas (organização gráfica das palavras na página) a uma intuição orgânica, orientada pelos impulsos do corpo que a produz.
Assim como a voz apresenta a efetivação física do discurso (o ar nos pulmões, a contração do abdómen, a vibração das cordas vocais, os movimentos da língua), a caligrafia também está intimamente ligada ao corpo, pois carrega em si os sinais de maior força ou delicadeza, rapidez ou lentidão, brutalidade ou leveza do momento de sua feitura.
A irregularidade do traço denuncia o tremor da mão. O arco de abertura do braço fica subentendido na curva da linha. O escorrido da tinta e a forma de sua aborção pelo papel indicam velocidade. A variação da espessura do traço marca a pressão imprimida contra o papel. As gotas de tinta assinalam a indecisão ou precipitação do pincel no ar.
Rastos de gestos.
A própria existência de um saber como o da grafologia, independentemente de sua finalidade interpretativa sobre a personalidade de quem escreve, aponta para a relevância que podem ter os aspectos formais que, muitas vezes inconscientemente, constituem a "letra" de uma pessoa.
O atrito entre o o sentido convencional das palavras (tal como estão no dicionário) e as características expressivas da escritura manual abre um campo de experimentação poética que multiplica as camadas de significação.
Além disso, suas linhas, curvas, texturas, traços, manchas e borrões, mesmo que ilegíveis, ou apenas semi-decifráveis, podem produzir sugestões de sentidos que ocorrem independentemente do que se está escrevendo, apenas pelo fato de utilizarem os sinais próprios da escrita.
O A grávido de O.
Érres e ésses atacando Es.
A multiplicação de agás.
Rios de Us e emes e zês.
Esqueletos de signos fragmentados.
Dança de letras sobrepostas possibilitando diferentes leituras.
Paisagens.
Horizontes ou abismos.

colaborações recentes

Sem pai nem mãe nem irmãos agenda
10/10/2010 07:44 · 1

DANÇA E CONECTIVIDADE.

".....................sem pai nem mãe nem irmãos".
Nesta sexta e sábado, dias 08 e 09 de outubro , e na próxima dias 15 e 16 de outubro apresentaremos o projeto Partes sem Roteiros- Dança e Conectividade, do Grupo HIS Contemporâneo de Dança, contemplado pelo Edital Ninho Reis 2008 - Apoio à Circulação de Espetáculos de Dança pelo Estado da Bahia no Centro... +

Corpolhares banco
15/8/2010 00:11 · 1

*Cantora faz show em Los Angeles vestida de franjão, se apresentou no Staples Center com mais um de seus figurinos bizarros.
*Ator se exercita sem camisa nos bastidores de filme
* Ex-BBB curte balada em Salvador
*Cantora faz show em Los Angeles vestida de franjão, se apresentou no Staples Center com mais um de seus figurinos bizarros.
*Atriz admite à Contigo que sabe ser sensual... +

GRUPO HIS - Espetáculo Performance CORPOLHARES agenda
11/8/2010 19:59 · 1



GRUPO HIS DISCUTE POSSIBILIDADES E LIMITAÇÕES NA RELAÇÃO COM O CORPO, No Vão Livre do Teatro Castro Alves - Entrada Franca.
O corpo na sociedade contemporânea – sua fragmentação, transformação, mediatização – é o tema da performance Corpolhares, espetáculo vencedor do Prêmio Klaus Viana 2009, concebido e encenado pela His Contemporânea de Dança. A proposta leva para o Vão Livre... +

1º Encontro de Dança Inclusiva. O que é isso? agenda
18/7/2010 08:28 · 0

De 08 a 12 de Setembro, no Espaço Xisto Bahia. Com convidados importantes na área de dança, comunicação, educação e acessibilidade: Angel Vianna, Helena Katz, Cia Pulsar de Dança (RJ), Gira Dança (RN), Neca Zarvos (SP), Paulo Braz (PR), Carolina Teixeira (RN) e muitos convidados baianos entre eles Liria Moraes, Ninfa Cunha, Lucia Matos, Alexandres Baroni (CORDEF), Joceval Santana,... +

1m e 1/2 de Instantes Poéticos agenda
19/6/2010 14:12 · 10

Laboratório de investigação em vídeo-dança e intervenção no Palacete das Artes Rodin Bahia com Edu O., Fafá Daltro e Victor Venas.Haverá em cada encontro pequenas performances de curta duração (1min. e ½ de instantes poéticos) que serão apresentados pelos participantes com respectivo resumo/reflexão sobre o assunto abordando sua contextualização nos espaços do museu. Essas performances... +
+listar todas

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados