é quase inexistente esta forma de vida

1
Rosangela Ataíde · Niterói, RJ
5/3/2022 · 0 · 0
 

é quase vazio estar aqui



ancorada neste prato de comida às 3hrs da tarde, de um março no calendário, no calor do Rio de Janeiro



a correnteza quer me arrastar

e me alongar

e me apaziguar

mas tem um liame que me segura

ao invés de uma âncora, justo que não estou no mar!



é quase um útero a vida

os cardumes passam por aqui

em seu balé incessante e,

passam baleias,

sardinhas

e já não temo os tubarões branco

afinal estou em terra firme



as aves comemoram

o sol,

a chuva,

os que se perdem dos cardumes

- são aves de rapina



tudo é alimento na vida

e tudo é preparo para a morte,



e eu falo muito sobre



ainda assim,

às vezes preciso gritar

cravar as unhas em meu próprio antebraço

- uma mulher insana!

eu puxo meus cabelos

mas a realidade só me caí

quando tropeço na proa imaginativa

e ralo os joelhos



não tenho tempo para enlouquecer, agora



eu sinto náuseas em terra firme,

você me entende?



porque

é quase inexistente esta forma de vida



prefiro sentir

o vai e vem das ondas,

as variações de seus tamanhos,

o medo quando elas se agigantam e parecem uma língua de tragar barco inteiro



não estou no mar,

não estou no rio tampouco tenho remos e,

não estou em nenhuma BR a 160km por hora



é que me olhei agora pouco no espelho que estava ali (desses de armação abóbora, de homem fazer barba)

e vi a mulher entre minha testa e queixo

comecei a suar frio, quase tive uma crise de pânico

notei entre algumas poucas linhas e vi que estou na vida



mas

é quase intangível

- pode parecer triste, mas não é, sou grata por ver até... apenas é fato tudo isso que digo



é quase inexistente esta

forma

é quase inexistente

é 'quase

.



rosangela a.

Sobre a obra

Eu falo da inexistente ação dos dias. De dias pacatos. E de minha experiência humana diante disso. Busco que o leitor se encontre em sua perspectiva ao ler o poema.

compartilhe



informações

Autoria
Rosangela Ataíde
Ficha técnica
o poema e suas singularidades
Downloads
96 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 4 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados