Senado accessível no Salão do Livro de Imperatriz

Anand Rao
Dierlane folheia publicação do Senado sobre portadores de deficiência
1
Anand Rao · Brasília, DF
19/6/2011 · 2 · 0
 

O Senado Federal participa pela segunda vez do Salimpi, Salão do Livro de Imperatriz. A comercialização a preço de custo de livros das Edições do Senado, Edições Técnicas e doações de publicações em braille serão atividades realizadas pela instituição durante o Salão que vai de 19 a 26 de junho e está sendo realizado no Centro de Convenções de Imperatriz.

Na abertura do evento o Senado recebeu a visita da portadora de deficiência e militante da defesa dos direitos dos portadores de deficiência em Imperatriz, Dierlane de Carvalho Vasconcelos, que é formada na UEMA (Universidade Estadual do Maranhão) em Serviço Social e Biologia. Ela considerou o estande absolutamente accessível declarando “a rampa está com a inclinação dentro dos padrões corretos de accessibilidade, a distância entre as estantes possibilitam o acesso a todos os livros e solicito, se possível, que a prateleira mais alta seja rebaixada um pouco para que possamos folhear os livros lá expostos”.

Com relação às publicações disse “é de suma importância que o Senado publique livros elucidando todo o cidadão sobre a questão dos portadores de deficiência” e continuou “qualquer pessoa pode vir a ficar numa cadeira de rodas como eu estou, então, está instituição que é federal e representa todos os brasileiros, não pode esquecer deste segmento tão desvalorizado e ressalto o que está escrito na constituição: todo cidadão tem o direito de ir e vir”. Também sugeriu que os senadores tabalhem fazendo gestão com o governo federal para que todo o portador de deficiência possa receber seja por doação ou preços subsidiados, medicamentos, pois, geralmente os deficientes têm a necessidade de uso contínuo e regular dos mesmos.

Elogiou também as publicações em braille do Senado dizendo “não sou portadora de deficiência visual mas, este é um segmento que cresce a cada dia, portanto, solicito em pról dos portadores de deficiência visual que o Senado cada vez mais amplie o leque de títulos publicados diversificando o acesso do portador de deficiência visual à literatura, legislação e história do Brasil”.

Para finalizar sugeriu que os Senadores lutem façam leis para que os projetos de moradias instituídos pelo governo como “Minha Casa, Minha Vida” sejam accessíveis não só financeiramente mas, arquitetônicamente. Segundo disse “visitou uma residência do Minha Casa, Minha Vida e não havia rampa de acesso como também, as portas estavam em desconformidade com os padrões de acessibilidade”.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados