Saavedra Valentim Vitória, ES

colaborações publicadas

CREDO banco
14/9/2008 20:43 · 224

Desilusão por crer e amar além dos limites que um coração pode surportar. +

E ME FOI DADA A LUZ! banco
1/8/2008 10:47 · 191

Esta é uma simples, mas singela homenagem ao meu amigo contista e iniciado em diversas seitas e entidades filosoficas, inclusive na fraternidade Hisiao Ch`u... rs. O meu grande amigo Raphael! +

ALMA LIBERTA banco
28/7/2008 00:55 · 184

Libertar-nos de um amor que nos sufoca, nos traz martírios e sofrimentos. "Voar" em busca da paz para outro amor conquistar. +

A PAIXÃO banco
29/5/2008 01:17 · 176

Paixão e amor. Um nos inflama, um furor de sentimentos de excitação, delírio e frenesi. O outro, também intenso, como a paixão, mas extrapola para um sentimento mais duradouro, dependente e que não se sobrevive por si só. É limitante e, muitas vezes, decepcionante. Viver um ou outro, o importante é viver intensamente.
+

MÁGOAS banco
18/5/2008 22:37 · 224

O texto retrata, como tantos outros momentos depressivos, com a alma destroçada. Como sempre buscando no "remédio" atenuar o demônio que me oprime, me dilacera o coração: esse demônio chama-se amor! +

FIM DE NOITE banco
4/5/2008 22:22 · 174

Um amor proibido, muita angústia a cada separação da amada. A insegurança quanto ao seu amor, o abandono. O tormento de noites insones! +

A Você banco
2/5/2008 09:00 · 211

Este poema é a glorificação do ser amado. Descreve platonicamente seus atributos físicos, a idealização do pretenso amante, expressando os seus mais íntimos desejos. +

REMINISCÊNCIAS overblog
29/4/2008 11:12 · 236

Eu vou iniciar este ensaio citando o lindo poema de Casimiro de Abreu, que retrata, de forma tempestiva, o meu estado de espírito neste momento: “Ho! que saudades que eu tenho da aurora da minha vida, da minha infância querida, que os anos não trazem mais, que amor, que sonhos, que flores, naquelas tardes fagueiras à sombra das bananeiras, debaixo dos laranjais”.
Empreendi... +

ESPECTRO banco
25/4/2008 20:48 · 151

Um momento de total desespero! Chamaria de um raio de "lucidez" da loucura. +

LUXÚRIA banco
22/4/2008 14:03 · 105

Esta obra fala sobre o êxtase, sobre a explosão do amor em uma entrega total de dois corpos, que se querem que se desejam, até a explosão final no gozo total e pleno. +

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados