Conceito de Favela - Feliz dia das Crianças

Carlos Vale
1
Rosangela Ataíde · Niterói, RJ
17/10/2020 · 0 · 0
 

Amostra do texto

Conceito de Favela - Feliz dia das Crianças

Na favela o bagulho é muito louco!
Certo dia, dormia na casa de minha mãe, mal havia tomado o café da manhã e a coroa avistou 2 corpos desovados no terreno baldio ao lado.

Um casal, malandro! Ela grávida de 8 meses pediu que não fizessem nada a ela, pois estava grávida. Bandido não perdoa não, disse que não faria mal ao bebê e sentou um tiro no meio da testa da mulher. A criança? Viveu por uns dias, mas morreu na UTI. Elas não eram o alvo e sim o marido com dívidas na Boca, mas tava junto, sabe como é?

Teve também o D'menor, rapaz tranquilo, trabalhador, devia ter nem 20 anos... Ninguém diria que puxava moto e levava pra favela pro desmanche. O Comando não aceita! Não leve treta pra comunidade não, aprontou no asfalto, se vira por lá.

A maioria dos caras aqui entra pro Comando pra ter conceito sabe? As minas gostam assim. Os caras entram para agradar uma determinada mina e depois que estão lá, não falta mulher e as minas ficam sozinhas com filho pra criar. E não adianta botar para adoção, nada que envolva Conselho Tutelar, abriu a pernas assume a cria. Mas isso só serve pra minas, os caras estão sempre rumo ao cárcere, tem mais que aproveitar.

Lembrei agora da chacina lá no Pipoqueiro, 2 horas de tiroteio, só Glock e Fuzil Ak. Foi quando o comando invadiu a favela e de lá pra cá tudo mudou. Morre gente todo dia, se não andar na linha, vai pra vala irmão!

Hoje vai ter funk na Associação de Moradores, é dia das crianças. Os PM's ficam doidos sufocando o Comando quando tem funk, estão brotando armados até os dentes, na camufla todos de preto, parece a morte chegando, colocando pistola na testa de morador.

A mãe pediu que eu buscasse o secador na casa da Tia, ela queria secar os cabelos para a festa na Associação. Na hora que estourou a troca de tiros, corri feito louco pelos becos... Alguém me alvejou nas costas mano!

Eu nem estou sentindo dor!
Tô vendo tudo vermelho, a mãe correndo pra cima de mim.
Agora a vista clareou, tá tudo branco e eu não vejo nada.
Tô me sentindo meio surdo, tô com frio, o choro da mãe se distancia, ao longe o som de uma sirene.
Deve ser pra me buscar.
Tá tudo vazio.
Meu nome é Davison, meu professor falou que significa filho de Davi. Tenho pai não Tio.
Davi venceu um gigante com uma funda e uma pedra.
Eu perdi por causa do secador.

13 anos... Vou seguir o meu caminho.

3 dias de luto na Favela, faixa preta na entrada com meu nome nela.

Mano
...Silêncio da porra!

Silêncio.

Baseado em Fatos Reais - rosangela a.

Sobre a obra

Conceito Favela aborda a vida da criança nas comunidades dominadas pelo tráfico de drogas e o embate deste com a polícia Militar e o efeito que esta guerra sem fim provoca nas vidas de seus moradores.

compartilhe



informações

Autoria
Rosangela Ataíde
Ficha técnica
crônica, literatura
Downloads
3 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
rtf, 2.2 Mb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados