Pétala não escrita

1
Jefferson de Anglesorath · Duque de Caxias, RJ
27/8/2010 · 0 · 0
 

Eu pego de todas as tardes
Um pouco do sol e das crianças
que brincam na rua
Quando olho pela janela.
Pego tudo que eu posso
Aproveito o ultimo suspiro da tarde
E encho os meus olhos do colírio
Que ilumina a grama e faz poemas
Surgirem como do céu.

Vertem sombras
O cair das folhas pelo chão onde jazem pés
Fatigados das brincadeiras que levam a nada.
Jazem as formigas, as borboletas
As mães, os pais e os filhos
E jaz ali encostado numa pétala não escrita
Um poema meu que deixei de escrever.

Sobre a obra

Visão da minha janela.

compartilhe



informações

Autoria
J. anglesorath
Downloads
192 downloads

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

baixar
pdf, 2 Kb

veja também

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados