“EDUCAÇÃO PÚBLICA DE QUALIDADE URGENTE”

1
Dadá Malheiros · Paulista, PE
30/3/2012 · 2 · 0
 

Nota-se a cada ano que a população jovem não tem o mesmo jeitão dos nossos idos anos 60. A indelicadeza, a maneira como se comportam, a falta de respeito com idosos, mulheres, até mesmo com crianças demonstra em que nível anda a educação pública no Brasil. Espantoso e ao mesmo tempo horrendo o modo como nos deparamos com a atual geração. No meu entendimento é uma questão de valores sociopolíticos que comanda de uma forma a preparar mal o cidadão do futuro, e terão sempre pessoas que não pensam, não questionam situações, sujeitando-se a qualquer coisa no tangente ao trabalho mal remunerado e hiper cansativo que se submetem para não estarem na lista do desemprego. A escola preparando mal o futuro professor certamente este não terá muito que optar em níveis de competência, concorrência e remuneração como no caso das escolas particulares. A Universidade Federal (escola pública), quem realmente pode frequentar são os mais providos de condições financeiras e que tiveram escolas particulares de alto nível quando iniciaram a vida escolar. Os pais por outro lado, não querem ter mais aquele valoroso trabalho em inseri-los nos caminhos que fomos conduzidos pelos nossos que não pouparam tempo tampouco experiências pesadas em educar nossa geração. A pequena minoria que detém o poder monetário não deseja de forma alguma dividir, participar dos sofrimentos causados pela falta da educação pública de qualidade a estes jovens que só querem ter uma oportunidade, um lugar ao sol. A indústria, o comércio e os governantes preferem ter sob o seu domínio uma população de leigos sendo comandada, dirigida e atentamente desorientada pela mídia televisiva que estagna as mentes de crianças, jovens e adultos. Se esta capacidade de aprendizado na escola pública mudar para o que realmente deve ser, o homem de amanhã não será mais este visto hoje como parte de um rebanho de gado a ser tangido pelo abastado detentor do poder monetário do país.
Urgente é que se transforme, volte a ser como antes, o ensino público com qualidade e disciplina. Ambiente onde: crianças, adolescentes e jovens iniciavam os dias do ano letivo com um sentimento patriótico cantando e aprendendo os Hinos do Brasil, do seu Estado, da sua Cidade – Corroborando em grande parte para a sua educação e respeito ao social. A capacidade de instrução de um Mestre Professor sendo bem preparado facilita ao máximo o ‘lecionamento’ tão necessário nos dias atuais. Com o rigor doutrora juntamente com a autoridade denotando respeito, admiração, desenvolvimento social e aprendizagem tornado este cidadão o melhor possível nos âmbitos familiar, social, intelectual – Trazendo em um futuro próximo um país com menos violência, menos dependência de entorpecentes, menos tráfico e ainda menos corrupção. A mentalidade herdada do brasileiro já tem o agravante dos colonizadores que enviavam seus malfeitores que eram obrigados a vir morar no novo país descoberto e tão vasto em território virgem, para servir de castigo. Limpando o mal do seu país de origem para o regozijo daquela nação, e a contaminação crescente do nosso Brasil.
Quando os governantes deste lugar chamado o paraíso Brasil forem realmente atenciosos e com vontade política de mudar este quadro, teremos um dos melhores países do planeta por termos em nosso povo uma determinação única oriunda da diversidade de talentos e garra para transformar esta em uma nação de superpotência. Mudemos a Educação Pública e teremos um Brasil de orgulho novamente. (Dadá Malheiros) 29.03.2012

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados