Festival de Bonito: o melhor é aqui e agora

arte: livio bozzano
1
Rodrigo Teixeira · Campo Grande, MS
24/8/2006 · 120 · 0
 

Almir Sater e Denise Stoklos são atrações do 7º Festival de Inverno de Bonito

Cito a frase da canção de Gilberto Gil, menos pelo ‘melhor lugar do mundo é aqui’ e bem mais pelo ‘e agora’. Escrevo isso porque estamos falando da sétima edição do Festival de Inverno de Bonito, que teve de ser adiado em praticamente um mês para finalmente ser realizado. Para o público chegar a assistir à oitava edição do festival, em 2007, o evento vai ter de superar a dificuldade dos patrocínios e contar novamente com o apoio governamental, sendo que existe a possibilidade de troca de partido no comando do Estado, já que teremos eleições para governador este ano. Apontado por alguns, assim como o Festival América do Sul, como parte de uma política de eventos grandiosos equivocada do Governo do Estado de MS, o fato é que o Festival de Inverno de Bonito inseriu finalmente o Mato Grosso do Sul no mapa das produções culturais do Brasil. Como o futuro é nebuloso, o melhor mesmo é curtir todos os momentos do Festival de Bonito, bem ao estilo ‘aqui e agora’.

De 23 a 26 de agosto mais uma vez uma celebração cultural acontece às margens de rios cristalinos, grutas e cachoeiras espetaculares. O fato de agregar as atrações artísticas a possibilidade de conhecer uma natureza exuberante, diferente de outros lugares do país, torna o Festival de Inverno de Bonito um biscoito fino gostoso de saborear. Dá para conhecer a Gruta do Lago Azul pela manhã, tomar um banho de cachoeira no Balneário Municipal a tarde e curtir os shows a noite. O bate-papo e a confraternização depois nos bares e restaurantes com gente de todos os cantos do Brasil fecha com chave de ouro os dias de festival.

Gosto também do festival agregar diversas áreas culturais. É delicioso poder conhecer a obra dos artistas plásticos do Brasil Central, assistir ao documentário A Saga da Erva Mate, ver em cena Denise Stoklos em Calendário de Pedra e encerrar a jornada com a música planetária do sul-mato-grossense Antônio Porto tudo em um só dia. Absorver tudo isso e toda a ‘carga’ ecológica que Bonito emana faz pensar nos benefícios que o turismo e a cultura juntos podem trazer para a cidade e toda região. Um progresso não só revertido em dinheiro para os comerciantes e população, mas um lugar para se fazer cultura de qualidade e encontros que só a arte pode gravar em nossas retinas.

Eu, como vou chegar apenas na sexta no festival, vou perder o encontro de Almir Sater com seu filho Gabriel. No mesmo palco vão estar Gisele e Rodrigo, irmãos de Almir, e com certeza vai rolar um bonito e emocionado encontro de uma família que, assim como os Espíndola, já virou referência do estado. Vai ser emocionante também a sessão gratuita na praça da cidade, reunindo o público para ver o filme-documentário sobre a vida da violeira Helena Meirelles, falecida em 2005 e uma respeitada ‘filha da terra’.

Não vou perder, no entanto, a dobradinha Jerry Espíndola e Vanessa da Mata. Não me importo em assistir ao novo show do Caçula dos Espíndola pela terceira vez, até porque tem uma parceria nossa no repertório. Mas a curiosidade é mais para ver a performance de Vanessa da Mata, esta mato-grossense que emplacou algumas canções nas rádios e tevês. É imperdível também conferir as obras de Evandro Prado, o artista plástico revelação de MS, e a exposição com os bugrinhos de Conceição dos Bugres, que sempre é uma 'experiência'.

Abaixo a programação comentada do festival:

QUARTA (23/08)

18H - ABERTURA DO FESTIVAL
Grupo Som Pantaneiro | MS
PRAÇA FESTINBONITO

19H - ABERTURA DAS EXPOSIÇÕES

• Mostra Brasil Central de Artes Plásticas

Adir Sodré | MT
Mato-grossense de Rondonópolis, Adir de Souza Sodré é de família de origem nordestina. No final da década de 70 mudou para Cuiabá, no bairro Pedregal, ao lado da Universidade. É integrante da 2ª geração de Artes Plásticas de Cuiabá. Irreverente, admira Henri Matisse e emprega cores puras e elementos decorativos em obras nas quais o erotismo também é muito presente, como em Falos e Flores (1986) ou Orgia das Frutas (1987). Produz retratos de personalidades conhecidas, partindo da reprodução fisionômica fiel, mas utilizando de humor.

Benedito Nunes | MT
Cuiabano, Benedito Nunes começou sua carreira no III Salão Jovem Arte Mato-grossense em Cuiabá, em 1978. Integrante de uma geração de grandes artistas de Cuiabá e de Mato Grosso. Sua obra tem estilo próprio e personalidade. Benedito, o Zé cuiabano, menino oriundo da periferia que, com seu traço e pinceladas, conquistou um lugar no cerrado brasileiro.

Evandro Prado | Neide Ono | MS
O campo-grandense Evandro Prado é o principal representante da nova geração de artistas sul-mato-grossenses. Com a série de pinturas Habemus Cocam constrói várias situações de poder do mundo globalizado. O conjunto de pinturas tratado de forma bastante realista imita a visualidade de comunicação da linguagem publicitária. Já a campo-grandense Neide Ono faz peças de cerâmica que ganham a dureza da pedra através da queima a 1200 graus.

Marcos Freitas | GO
Nascido em Brasília, Marcus Henrique Neiva de Freitas (1979) é graduado em Artes Visuais com habilitação em Design Gráfico pela Faculdade de Artes Visuais - UFG. Atuante no circuito de arte, recentemente onze de seus trabalhos foram adquiridos para a Coleção Gilberto Chateaubriand do MAM-RJ.

Suyan de Mattos | DF
Licenciada em Artes Plásticas pela UnB (1986), Suyan Santanna Baptista de Mattos é Mestre em Artes Visuais pela Academia de São Carlos/UNAM – México, doutorada em História da Arte pela Universidade Nacional Autônoma do México e pós-doutorada em Artes pela Universidade de Buenos Aires – Argentina. Seu trabalho com objetos cinéticos, como o “Coração-Monumento”, propõe intervenções urbanas e pretende questionar a noção de representação, diferenciando o monumento tradicional (fixo, estático) e o contemporâneo (móvel, dinâmico, flexível).

Antonio Netto | TO
Natural de João Pessoa, Antonio Rodrigues Netto (1972) é pintor e desenhista autodidata. Freqüentou ateliês de artistas plásticos paraibanos, onde estudou as diversas técnicas do desenho e da pintura, tendo como professores J. Carlos, Fred Swendsen, Rômulo M. e Pádua Lucena. Reside no Estado do Tocantins desde 1996.

• Exposição Conceição dos Bugres

• Concurso Nacional de Fotografia - A Imagem do Meio Ambiente

20H30 - ARTESANATO

• Artesanato Indígena | MS
Exposição e comercialização de peças com características únicas de etnias indígenas sul-mato-grossenses e de outras regiões do Brasil: Kadiwéu e Terena, do Mato Grosso do Sul; Karajá, do Tocantins; Juruna, Kayabí, Tapirapé, Kaiapó, Bororó, do Mato Grosso e Txucarramã, do Mato Grosso e Pará.
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

• Projeto Sapicuá Pantaneiro | MS
O projeto nasceu da convivência com os pantaneiros e da vontade de criar ações que colaborassem para manter viva e devidamente registrada a cultura do Pantanal. A exposição apresenta peças de argila, tear e couro e o público poderá vivenciar a experiência de produzir algumas peças durante o Festival.
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

• Artesanato de Bonito | MS
Exposição e comercialização do que há de mais significativo da produção artesanal do município de Bonito.
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

21H - MÚSICA

• Carlos Colman | MS
Acompanhado por um trio que inclui Jorge Gastão no violão de 12, Capim na sanfona e Néio na percussão, Carlos Colman abre oficialmente na quarta-feira, dia 23, às 21 horas o 7º Festival de Inverno de Bonito no palco do Circo Festival.

• Almir Sater | MS
O maior nome da música de MS traz seu carisma e sua musicalidade em um show onde novas canções se contrapõem aos grandes sucessos de sua carreira. O ponto alto vai ser a participação de seu filho Gabriel.

CIRCO DO FESTIVAL – R$ 6,00 E R$ 12,00

QUINTA (24/08)

9H ÀS 12H - OFICINAS

DE 24 A 26/08
• O Artesanato Manual como Linguagem Decorativa para Figurinos | Telumi Helen | SP
A figurinista e cenógrafa de grande personalidade e reconhecida carreira traz ao festival uma curiosa oficina.
Público Alvo: Artesãos, figurinistas e público interessado - 20 vagas
LOCAL: ESPAÇO CULTURAL BRAZIL BONITO

• Oficina de Criatividade | Júlio César Alvarez | MS
Com o objetivo de experimentar materiais, a oficina oferece ao participante a possibilidade de expressar-se plasticamente.
Público Alvo: Artistas e professores do ensino fundamental - 18 vagas
LOCAL: A CONFIRMAR

• Oficina de Contação de Histórias | Maurício Leite | MS
O diretor, ator e contador de histórias faz um delicioso mergulho literário para desvendar os mistérios das estórias contadas através das imagens.
Público Alvo: educadores, pedagogos, bibliotecários, guias de turismo, atores e diretores de grupo, grupo de atores para trabalhar em hospitais, creches e pessoas interessadas na arte de contar histórias - 25 vagas.
LOCAL: INST. DE ENSINO SUPERIOR DA FUNLEC - IESF

9H - PALESTRA E LANÇAMENTO DE LIVRO
• Inocência - Romance Símbolo de Mato Grosso do Sul
Apresentada pelo historiador e filólogo Hildebrando Campestrini, a edição traz um bem elaborado referencial histórico-geográfico do romance símbolo do Estado. Composto por fotos, mapas e ilustrações, a obra apresenta 226 notas, mostrando que o livro é o aproveitamento de figuras e cenários sul-mato-grossenses reais reunidos numa história, com um mínimo de ficção.
Palestrante: Hildelbrando Campestrini | Instituto Geográfico e Histórico de Mato Grosso de Sul (MS)
AUDITÓRIO DO HOTEL MARRUÁ – ENTRADA FRANCA

10H ÀS 22H - EXPOSIÇÕES
GALERIA DO FESTIVAL – ENTRADA FRANCA

10H - MOSTRA NACIONAL DE VÍDEO ECOLÓGICO
Para os cinéfilos e videófilos em geral, o 7° Festival de Inverno de Bonito está reservando, com muitas surpresas, trabalhos inéditos dentro da Mostra Nacional de Vídeo Ecológico, que no segundo dia de Festival, a partir das 10 horas da manhã e se estende até o sábado, no Hotel Pirá Miúna, com entrada franca.
A Mostra é competitiva e serão escolhidos os dois melhores vídeos.

• Peixe Frito | GO
Animação | Dir: Ricardo George De Podestá | 2005 | 19’
Um avô ensina seu neto a pescar e a partir daí, peixes, gaivotas e anzóis se misturam em uma verídica estória de pescador.
• Entretecidas | PB
Experimental | Dir: Elisa Maria Cabral | 2005 | 4’41”
Uma expressão poética sobre o trabalho milenar das tecelãs.
• Asterisco o Princípio | PB
Ficção | Dir: Laurita Caldas | 2006 | 4’41”
...na música Asterisco o princípio do grupo Sol da Meia-noite, as nuances musicais acompanham as imagens do universo infantil com a natureza...
• Ecos | PB
Experimental | Dir: Elisa Cabral e Laurita Caldas | 2006 | 6’30”
Uma síntese dos processos de criação das forças da natureza.
• Rio Acari | RJ
Documentário | Dir: Gisele Cardoso, Josias Pereira | 2006 | 15’
Os problemas de um rio que fica no meio de uma comunidade carente.
HOTEL PIRÁ MIÚNA – ENTRADA FRANCA

11H - MOSTRA DE FILME SUL-MATO-GROSSENSE
CAA - A saga da erva mate
Documentário | Dir: Lu Bigatão | 2005 | 50 min
O documentário registra parte da história da formação de Dourados e outras cidades, através de depoimentos de mineiros, cancheadores, urús, barbacuazeiros, carreteiros e outros trabalhadores. O resgate oral se torna importante pelos poucos registros de uma época fundamental para o surgimento de inúmeras cidades do antigo sul de Mato Grosso e para a compreensão da identidade cultural do Estado.
HOTEL PIRÁ MIÚNA – ENTRADA FRANCA

16H - TEATRO
Calendário de Pedra
Denise Stocklos
|SP
Orgulho do teatro brasileiro, Denise Stocklos, traz a Bonito um espetáculo envolvente, onde a personagem discute a própria existência do Ser.
PRAÇA FESTINBONITO – ENTRADA FRANCA

19H - CINEMA
2 Filhos de Francisco
Drama | Dir: Breno Silveira
2005 | 132’
Elenco: Ângelo Antônio, Dira Paes, Márcio Kieling, Thiago Mendonça, José Dumont, Paloma Duarte, Natália Lage, Lima Duarte
A saga dos cantores Zezé Di Camargo e Luciano, da infância difícil à consagração musical ao se transformarem em uma das duplas sertanejas de maior sucesso do país.
PRAÇA FESTINBONITO – ENTRADA FRANCA

19H - ARTESANATO
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

21H – MÚSICA

• Clarice Maciel | MS
A soprano Clarice Maciel é diretora do Centro Arte Viva. Nasceu em Montes Claros (MG) e começou seus estudos musicais no conservatório Lorenzo Fernandes. Graduou-se em canto pelo Conservatório de Música do Rio de Janeiro.

• Antônio Porto | MS
Nascido em Campo Grande, Antonio Porto é participante ativo do circuito musical campo-grandense desde meados dos anos 80. Seu sangue nômade o levou a morar na Áustria em 1988, onde ficou até 1998. Em terras austríacas, tocou em bandas de jazz, de reggae e teve contato com músicos da África, que acabaram o influenciando definitivamente. Voltou a morar em São Paulo no final da década de 90. Chegou a acompanhar Pena Branca e Xavantinho. Com a morte de Xavantinho em 1999, retornou em 2000 para Campo Grande.

CIRCO DO FESTIVAL – ENTRADA FRANCA

SEXTA (25/08)

9H ÀS 12H - OFICINAS

10H ÀS 22H - EXPOSIÇÕES
GALERIA DO FESTIVAL – ENTRADA FRANCA

10H - MOSTRA NACIONAL DE VÍDEO ECOLÓGICO

• Liberdade para quem? | BA
Documentário | Dir: Salete Maso | 2006 | 20’30”
O documentário aborda o trabalho de conscientização e luta pela preservação do meio ambiente em situações vividas pela ambientalista engenheira agrônoma Telma Lobão.
• Costa dos Corais | RJ
Documentário | Dir: Márcia Paraíso | 2005 | 27’
O documentário revela além das belas imagens do litoral entre Recife (PE) e Maceió (AL), suas águas cristalinas, fauna e a biodiversidade dos corais brasileiros, a riqueza cultural do povo da região presente nos folguedos, na culinária e no jeito de ser da população.
• O Homem que não pode responder por sua própria existência|ES
Documentário | Dir: Gui Castor | 2005 | 10’
Elenco: Wera Kwray, Kwray, Tupã Kwray
Uma alusão à condição atual dos Ameríndios.
HOTEL PIRÁ MIÚNA - ENTRADA FRANCA

10H30 - TEATRO
O Romance do Vaqueiro Benedito | Mamulengo Presepada | DF
Em uma divertida brincadeira para todas as idades o Mamulengo Presepada apresenta os personagens da cultura popular envolvendo a platéia com teatro, música e dança.
ESCOLA MUNICIPAL PROFª DURVALINA DORNELES TEIXEIRA - BAIRRO MARAMBAIA - ENTRADA FRANCA

11H - MOSTRA DE FILME SUL-MATO-GROSSENSE
Tió e a Árvore - Vida e Obra de Zacarias Mourão
Documentário | Dir: Conrado Roel | 2006 | 40’
Documentário trata a vida e obra do artista sul-mato-grossense, Zacarias Mourão, orgulho da cultura sul-mato-grossense e um dos mais importantes nomes da música sertaneja no país.
HOTEL PIRÁ MIÚNA – ENTRADA FRANCA

16H - TEATRO
O Auto do Lampião do Além
Grupo Senta que o Leão é Manso da UCDB | MS
O premiado grupo sul-mato-grossense apresenta a comédia da luta pelo poder, quando Lampião expulso do céu cai no inferno e dá um golpe de estado, tirando o trono de Lúcifer.
PRAÇA FESTINBONITO - ENTRADA FRANCA

18H - TEATRO
A Sombra do Limoeiro
Trupe Teatral Brazil Bonito |MS
A Trupe Teatral Brazil Bonito narra através da magia do teatro de sombras a curiosa estória do Sinhozinho, figura lendária da região de Bonito.
PRAÇA FESTINBONITO - ENTRADA FRANCA

18H - LANÇAMENTO DE LIVRO
Artes Plásticas em Mato Grosso do Sul
A obra é um desenho da pluralidade cultural de um estado onde convivem diversas identidades, línguas e culturas.
Idara Duncan (MS) | Maria da Glória Sá Rosa (MS) | Yara Penteado (MS)
GALERIA DO FESTIVAL - ENTRADA FRANCA

19H - CINEMA
Helena Meirelles, a Dama da Viola
Documentário | Dir.: Franscisco de Paula| 2004 | 75’
Elenco: Helena Meirelles; Rubens de Falco
Violeira do Pantanal, talento original do Brasil, ela passou boa parte da vida tocando em bordéis em Mato Grosso. Além disso, foi lavadeira e bezendeira. Helena, com seu instrumento, traduz a alma do sertão brasileiro.
PRAÇA FESTINBONITO - ENTRADA FRANCA

19H - ARTESANATO
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

21H – MÚSICA

• Jerry Espíndola | MS
Nascido em Campo Grande, irmão caçula dos Espíndola, Jerry Espíndola mostra no Festival de Bonito seu mais recente show, com repertório que vai integrar o novo disco solo.

• Vanessa da Mata | MT
Quando subir ao palco na penúltima noite do Festival de Bonito, Vanessa da Mata estará voltando às suas raízes ao se apresentar em Mato Grosso do Sul, que já foi uno com o seu Mato Grosso Natal. Ela vai mostrar porque é considerada uma das grandes promessas da nova geração da Música Popular Brasileira.

CIRCO DO FESTIVAL - R$ 6,00 E R$ 12,00

SÁBADO (26/08)

9H ÀS 12H - OFICINAS

10H ÀS 22H - EXPOSIÇÕES
GALERIA DO FESTIVAL - ENTRADA FRANCA

10H - MOSTRA NACIONAL DE VÍDEO ECOLÓGICO
• Humano Mar | RJ
Documentário | Dir: Juliana Loureiro | 2006 | 52’
Um documentário de aventura que retrata a dinâmica da pesca na região petroleira da Bacia de Campos, o cotidiano da atividade e as diferentes artes de pesca. Um filme onde o pescador é o protagonista.
• Bahianimada | BA
Animação | Direção: Caó Cruz Alves | 2006 | 5’
Monumentos e paisagens pitorescas da cidade de Salvador da Bahia ganham vida e se movimentam com desenvoltura, humor e lirismo.
HOTEL PIRÁ MIÚNA – ENTRADA FRANCA

10H30 - TEATRO
O Auto do Lampião no Além
Grupo Senta que o Leão é Manso da UCDB |MS
ESCOLA MUNICIPAL PROFª DURVALINA DORNELES TEIXEIRA – BAIRRO MARAMBAIA - ENTRADA FRANCA

11H - MOSTRA DE FILME SUL-MATO-GROSSENSE
• Nanquim
Ficção | Dir: Maurício Copetti | 2005 | 17’
Elenco: Bianca Machado, Buba Marques, Rubem Dario e Tatiana Santiago.
Uma imersão onírica do mundo das formas. Premiado na Mostra de Vídeos de Mato Grosso do Sul, no 3º Festival de Cinema de Campo Grande.
HOTEL PIRÁ MIÚNA – ENTRADA FRANCA

13H - MESA REDONDA
Bonito Conquistando o Turista com Deficiência
Superando Barreiras Atitudinais e Arquitetônicas | UNAIS | CAS | CAP
INSTITUTO DE ENSINO SUPERIOR DA FUNLEC - IESF

16H - TEATRO
O Romance do Vaqueiro Benedito | Mamulengo Presepada |DF
O Mamulengo é a forma mais popular e tradicional de teatro de bonecos no Brasil. Transmitido através de gerações, ao longo dos séculos por teatristas ambulantes, o mamulengo é hoje um legítimo herdeiro da Commedia Dell’Arte e sobrevive, ainda, pelo interior e nos centros populares das grandes cidades.
PRAÇA FESTINBONITO – ENTRADA FRANCA

17H - MÚSICA
Quinteto Haendel | MS
Um dos grupos eruditos mais populares de Campo Grande, o Quinteto Haendel é formado por músicos que tocam instrumento de sopro. Com dois trompetes, uma trompa, um trombone e uma tuba, o quinteto consegue reproduzir em sua música uma riqueza harmônica e timbristica inigualáveis, através da execução de variados estilos musicais.
PRAÇA FESTINBONITO - ENTRADA FRANCA

18H - LANÇAMENTO DE LIVRO
O Trem da Vida
Composta por 124 crônicas, a obra comenta o cotidiano de maneira leve, sutil, às vezes com ironia e outras com assombro, mantendo o lirismo e o humor.
Thereza Hilcar - Jornalista (MS)
GALERIA DO FESTIVAL - ENTRADA FRANCA

19H - CINEMA
Tapete Vermelho
Comédia | Dir: Luiz Alberto Pereira | 2006 | 100’
Elenco: Matheus Nachtergaele, Vinícius Miranda, Gorete Milagres, Rosi Campos, Aílton Graça, Jackson Antunes, Paulo Betti, Débora Duboc, Paulo Goulart, Cássia Kiss
Quinzinho mora em uma roça. Decidido a cumprir uma promessa, ele leva seu filho Neco, de 9 anos, para assistir a um filme estrelado por Mazzaropi em uma sala de cinema.
PRAÇA FESTINBONITO - ENTRADA FRANCA

19H - ARTESANATO
PRAÇA DO CIRCO DO FESTIVAL

21H - MÚSICA

• Bibi do Cavaco | MS
O show de Jair Rodrigues no encerramento do 7º Festival de Inverno de Bonito vai ter a abertura de um representante da ala mais nobre do samba campo-grandense: Bibi do Cavaco e seu grupo.

• Jair Rodrigues e Luciana Mello | SP
A história da Música Popular Brasileira deve um enorme tributo a Jair Rodrigues. Seja pela sua trajetória iniciada nos anos sessenta, seja pela parceria inigualável com Elis Regina em “O Fino da Bossa”, seja porque, ainda na ativa, o Cachorrão, como é carinhosamente conhecido pelos amigos, atravessou décadas levando com competência e musicalidade o seu trabalho inigualável. Vai cantar várias músicas sua filha Luciana Mello no show.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados