Haroldo Tajra fala sobre o Senado na Pan-Amazônica

Anand Rao
Estande do Senado lotado na Pan-Amazônica
1
senga · Brasília, DF
30/8/2010 · 8 · 0
 

O Diretor-Geral do Senado, Dr. Haroldo Tajra, fala sobre a participação do Senado na feira Pan-Amazônica do Livro que está sendo realizada no Centro de Convenções Hangar em Belém do Pará até o dia 05 de setembro.

O que o Senado apresenta de novo na Feira Pan-Amazônica do livro?

Tajra – Mais um a vez o Senado participa desta feira que é a mais importante da região norte do Brasil. Estamos trazendo um tour pelas dependências da instituição, através de um totem, onde a população paraense poderá navegar no plenário, museu do Senado, entre outros locais. Faremos também o lançamento e doação de publicações em braille, entre elas o Acordo Ortográfico, com as novas normas, a três instituições do estado. As edições do Senado lançaram quase uma dezena de livros em 2010 estes títulos podem ser encontrados no nosso estande. E as Edições Técnicas apresentam novos títulos, como a Lei do Turismo, e a já consagrada Constituição em três formatos (livro, separata e jornal) com preços que variam de 10 a um real. Gostaria de citar também a famosa Coleção Ambiental com cerca de dez títulos. Enfim... Um novo Senado será apresentado, um Senado mais moderno que vem passando por uma profunda reforma administrativa e conceitual.

Porque o Senado participa destas feiras de livro, será que não extrapola a função da instituição?

Tajra – O Senado representa as unidades da federação. Três representantes de cada unidade federativa fazem parte do Senado e isso demonstra um equilíbrio de forças. Além deste equilíbrio cabe à instituição, conceitualmente falando, a revisão das leis e é aí que o Senado difunde esta atividade através das Edições Técnicas com vários títulos que trazem a legislação atualizada. Vendo que o mercado editorial brasileiro possuía uma lacuna, a de só publicar livros com interesse comercial, catalogados, o Senado resolveu publicar livros fora de catálogo. Foi constituído assim um conselho editorial, hoje presidido pelo Presidente do Senado e Imortal, Senador José Sarney, tendo como vice-presidente o Professor Joaquim Campelo, respeitado pela atuação na cultura brasileira. O conselho avalia a publicação a ser impressa e se aprovada ela passa a fazer parte do catálogo das Edições do Senado. Ou outro fator que deve ser divulgado é o preço. As publicações do Senado são veiculadas a preço de custo, absolutamente accessível, a todas as camadas da população. A cidadania do povo brasileiro vê-se assim preservada em sua história, direitos e deveres.

E esta questão do braille, defina melhor esta atuação?

Tajra – O Senado tem um parque gráfico braille que é destaque entre as instituições federais. Ano passado, bem como este ano, adquirimos impressoras que aumentaram nossa produção. Temos um cadastro com diversas instituições, bibliotecas públicas que possuem setor braille, enfim, os cadastrados são contemplados periodicamente com nossos lançamentos e para se cadastrar basta ligar para 0800612211 e informar dados sobre a instituição. São muitos os depoimentos dos portadores de deficiência destacando o Senado como a instituição que tem lhes resgatado valores, cidadania, enfim, é uma atividade elogiada até pelos que questionam o Senado diuturnamente. Em sendo assim, realizamos nas feiras o “evento braille” que é uma cerimônia onde há a doação de uma coleção contendo vários títulos para três instituições previamente contatadas.

Há alguma espécie de doação, publicações que são distribuídas gratuitamente para a população?

Tajra – As crianças recebem duas publicações, uma feita pelo Zirado intitulada “Eu Senadoro um Passeio” tendo como personagem central o Menino Maluquinho numa visita ao Congresso Nacional. A outra, o Jovem Cidadão elaborado por funcionários do Senado divulgando símbolos nacionais, o hino, enfim, uma publicação didática. Para o adolescente e adulto o Manual do Cidadão divulgando seus direitos e deveres e para os que apreciam nossas publicações o catálogo. Por sinal todos os nossos títulos podem ser adquiridos pela internet através da Livraria do Senado, basta acessar o site do Senado (www.senado.gov.br), clicar no “link” publicações, livraria do senado, se cadastrar e solicitar as publicações. Será gerado um boleto, não há custo de correio, e você após o pagamento do boleto receberá as publicações em casa e os preços são os mesmos de feiras e bienais.

Enfim... Alguma coisa ficou pendente que o senhor gostaria de divulgar nesta entrevista?

Tajra – Gostaria de dizer que hoje o Senado participa de feiras no interior do Brasil com maior intensidade. Implementou, respeitando as normas ecológicas, uma sacola de papel reciclado em substituição às sacolas de plástico. Padronizou os estandes minimizando custos. Enfim, segue uma nova linha obedecendo em todas as ações, tanto internamente como externamente, um novo conceito administrativo e agradeço em nome do corpo funcional que participa desta atividade como de todo o Senado o apoio do Presidente do Senado, Senador José Sarney, e do Primeiro-Secretário, Senador Heráclito Fortes.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados