Florian Madruga fala do Senado na Pan-Amazônica

Dr. Florian Madruga apresenta publicação em braille feita pelo Senado
1
Anand Rao · Brasília, DF
1/9/2010 · 7 · 0
 

Florian Madruga é jornalista, diretor da Secretaria Especial de Editoração e Publicações do Senado, SEEP, coordenador da comissão de Feiras de Livro tendo sido ao longo de sua carreira profissional no Senado Diretor do Instituto Legislativo Brasileiro, Diretor-Adjunto de diversos setores, Chefe de Gabinete do Presidente do Senado durante a gestão Garibaldi, enfim, um funcionário de história e destaque dentro da instituição.

Nesta entrevista ele fala sobre a participação do Senado na Feira Pan-Amazônica do Livro.

Dr. Florian, o senhor que ocupou tantos cargos no Senado, como vê a participação da instituição na Feira Pan-Amazônica?

Florian – O Senado está participando de feiras, bienais, eventos literários há cerca de 15 anos. Foram inúmeras as ações feitas durante este tempo. Com mais de uma centena de livros expostos, o estande do Senado traz as Edições do Senado, Técnicas e em Braille. E não é só isso, outras atividades estão sendo divulgadas como o Concurso de Redação, a campanha do voto instituída pela Comunicação Social, há inclusive um totem onde os clientes podem fazer um tour virtual pelo plenário, museu do senado, enfim, estamos inovando dentro das nossas possibilidades e criatividade.

Pode explicar melhor, por exemplo, as edições do Senado?

Florian – Bem... As Edições do Senado publicam livros fora de catalogo aprovados pelo Conselho Editorial do Senado que é presidido pelo Senador José Sarney e tem como Vice-Presidente o professor Joaquim Campelo, ex-proprietário da Editora Alhambra e um dos criadores do dicionario Aurélio. São mais de 100 títulos nas diversas áreas da sociologia, história e etc. Não visamos lucro e é bom citar, nossos preços são de custo e outra forma de adquirir nossas publicações, cito logo, além de feiras é bienais é através do site. Elas podem ser solicitdas no site do Senado (www.senado.gov.br) e não há a cobrança de correio.

E as edições técnicas?

Florian – São voltadas para a divulgação das leis. Temos estatutos, códigos, enfim, um acervo com mais de cem títulos. E sempre estamos atualizando, com reimpressões e encartes, pois, a área legislativa é muito dinâmica. Nosso carro chefe é a Constituição Federal que é comercializada em três formatos: livro (R$ 10,00), separata (R$ 5,00) e tablóide (R$ 1,00). A diferença é que no livro temos o índice temático, por assunto, e a emenda com a redação atual bem como original, ou seja, extrapola o texto consolidado. Já a separata que é comercializada e o tablóide não têm o índice temático e o histórico das emendas, é o texto consolidado. Outra publicação de sucesso é o Acordo Ortográfico com as novas normas ortográficas e poderia ficar falando de inúmeros títulos mas, não quero deixar de citar a RIL (Revista de Informação Legislativaf) que é periódicamente editada pela Edições Técnicas com artigos jurídicos.

E o braille, será que é função do Senado publicar em braille?

Florian – Claro. É função do Senado resgatar a cidadania dos excluídos, dos portadores de deficiência, enfim, de todos os brasileiros. Muitas vezes o cidadão não sabe seus direitos e deveres, e o Senado, através de suas publicações, elucida, informa, conscientiza a todos. No último biênio nosso setor braille foi modernizado com a aquisição de novas máquinas e diariamente cadastramos entidades que nos procuram para receber as publicações, os novos títulos, atualizações legislativas, enfim, o cadastro é vasto e cresce diuturnamente. Nas feiras e bienais o nosso evento de destaque é o “evento braille”, onde três instituições são contatadas, instituições do estado em que a feira se realiza, e em uma solenidade muito concorrida, recebem uma média de 10 títulos, 20 volumes, de doação. Um trabalho que emociona a todos.

Alguma coisa ficou pendente que o senhor gostaria de colocar?

Florian – Gostaria de dizer que para as crianças temos publicações gratuitas. Uma intitulada “Eu Senadoro um Passeio” feita pelo cartunista Ziraldo onde o Menino Maluquinho passeia pelo Senado e divulga as funções da instituição e do Congresso e a outra o “Jovem Cidadão” que fala do hino nacional e símbolos nacionais. Além disso temos o Manual do Cidadão para adolescentes e adultos, enfim, só conhecendo para ter noção. Estamos na Feira Pan-Amazônica do Livro até o dia 05 de setembro das 10 às 22 no Centro de Convenções Hangar aguardando a sua visita.

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados