Novos Acadêmicos na Academia de Letras, Serra ES

1
Clério José Borges · Serra, ES
10/10/2012 · 1 · 0
 

Academia de Letras e Artes da Serra elege Acadêmicos Titulares e Correspondentes e posse coletiva de 17 ACADEMICOS SERÁ dia 25 de Outubro na Câmara Municipal as 18 horas

Texto Clério José Borges

Ata da Assembleia Geral da ALEAS – Academia de Letras e Artes da Serra

Eleição de Acadêmicos Titulares e admissão de Acadêmicos Correspondentes



Aos nove dias do mês de Outubro do ano de dois mil e doze, na Rua dos Pombos, n.º 2, em Eurico Salles, Serra, ES, sob a presidência do Acadêmico Clério José Borges de Sant Anna, reuniram-se os Senhores Acadêmicos Titulares da Academia de Letras e Artes da Serra, ALEAS, conforme assinaturas de presenças, cópia em anexo, sendo parte inseparável desta, nos termos do Estatuto em vigor, para deliberarem quanto aos itens do Edital de Convocação N.º 003/2012, datado de 30 de Setembro de 2012 e amplamente divulgado, com antecedência mínima de dez dias, por e-mail e correspondência encaminhada e entregue aos Senhores Acadêmicos, (Edital em anexo, sendo parte inseparável desta), conforme Artigo 21 do Estatuto, com a finalidade de elegerem os novos Acadêmicos Titulares com o preenchimento de 07 (Sete) Cadeiras Vagas e admissão de novos Acadêmicos Correspondentes, conforme Normas Estatutárias e deliberarem sobre Assuntos Gerais. Invocando a proteção de Deus o presidente iniciou os trabalhos informando as dificuldades encontradas para a regularização administrativa da Academia e que os obstáculos estavam sendo superados com a recuperação da Ata de Fundação em Cartório da Serra Sede e do CNPJ, que segundo o Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura é 01.209.240/0001-63. O Presidente registrou a presença do Acadêmico Fundador Carlos Dorsch que foi convidado a participar da mesa que dirigiu os trabalhos onde já se encontravam o Presidente Clério José Borges, a 1ª Secretária Maria de Fátima Leandro de Jesus e o Presidente do Conselho Cultural, Paulo Negreiros. Clério Borges informou que de imediato se passaria ao primeiro item do Edital referente a Eleição dos novos Acadêmicos para preenchimento das Cadeiras Vagas, passando a palavra ao Presidente do Conselho Cultural Paulo Negreiros que informou que a ALEAS, no prazo legal de 28 de Agosto a 28 de Setembro haviam sido recebidas DEZ inscrições de pretendentes as 07 (Sete) Vagas existentes, informando que todos os dez inscritos estavam aptos a integrarem a Academia, lendo um trecho do parecer emitido em cada um dos processos onde consta, “o pleiteante atendeu os quesitos solicitados (...) se encontrando apto a preencher a vaga”. Em seguida, o Acadêmico Paulo Negreiros informou que a Academia precisa reassumir o seu papel na Sociedade Serrana, defendendo a Cultura e a Arte. O Presidente Clério José Borges em seguida informou que na nova reestruturação da Academia havia sido identificado que um dos que estavam relacionados como Acadêmico tinha sido eleito, porém não havia tomado posse, sendo consultado o padrinho de tal pessoa, o Acadêmico João Luiz Castello Lopes Ribeiro o qual informou que o professor Paulo Barros, da Cadeira 24 não tinha mais interesse em integrar a Academia de Letras e assim a Cadeira estava sendo declarada VAGA. Clério informou ainda que dos dez pretendentes, duas pessoas, as professoras Berenice de Albuquerque Tavares e Hiléia Araújo de Castro haviam aceitado serem Acadêmicas Correspondentes sem o compromisso de participarem de todas as reuniões e Assembléias, sendo uma delas residente em Vitória e não na Serra. A Assembléia aprovou a proposta por Aclamação e as professoras Berenice e Hiléia foram admitidas na ALEAS como Acadêmicas Correspondentes. Assim, o Presidente informou que os pretendentes passavam a ser 08 (OITO) e que as Cadeiras Vagas também eram em número de OITO. Clério José Borges propôs então a ELEIÇÃO por Aclamação de todos os 08 (OITO) pretendentes, o que foi de imediato aprovado pela Assembléia e aclamado com uma salva de palmas. Assim foram eleitos como Acadêmicos Titulares os seguintes candidatos: Edson Carlos Souza dos Reis, fotógrafo Edson Reis; Fábio Luiz Miranda Boa Morte; Sonísio Damião Pimentel; Michel Dal Col Costa; Odmar Péricles Nascimento; José Martins A. Junior, Cantor e Compositor Júnior Bocca; Givaldo Inácio da Silva, o Mestre Gil e Rogério de Morais Martins. Em seguida o presidente informou que pela ordem de inscrição, cada pretendente escolheria a sua Cadeira e o Patrono que defenderia e exaltaria no discurso de posse ficando assim definido. O Recipiendário Michel Dal Col Costa assumirá a Cadeira N.º 11, que tem como Patrono, Belmiro Geraldo Castelo, sendo o último ocupante o Acadêmico Carlos Gonçalo Amaral. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Galbo Benedicto Nascimento. O Recipiendário Rogério de Morais Martins assumirá a Cadeira N.º 17, que tem como Patrono, José Ribeiro da Silva Rosa, sendo a última ocupante a Acadêmica Marcela Marques, que passou a condição de Correspondente, por estar desaparecida. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Clério José Borges. O Recipiendário Givaldo Inácio da Silva, Mestre Gil assumirá a Cadeira N.º 22, que tem como Patrono, Aristeu Borges de Aguiar, sendo o último ocupante o Acadêmico Rômulo Ramos, que passou a condição de Correspondente por estar desaparecido. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Eci Scardini. O Recipiendário Fábio Luiz Miranda Boa Morte assumirá a Cadeira N.º 24, que tem como Patrono, Presciliano Nascimento Amaral, sendo o último ocupante Presciliano Carlos Amaral, falecido. O novo Acadêmico será recebido pelo seu pai o Acadêmico Teodorico Boa Morte. O Recipiendário Sonísio Damião Pimentel assumirá a Cadeira N.º 28, que tem como Patrono, Álvaro Castello, sendo o último ocupante o Acadêmico Carlos Morandi, que passou a condição de Correspondente por estar residindo atualmente na cidade de Guarapari. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Paulo Negreiros. O Recipiendário Edson Reis assumirá a Cadeira N.º 30, que tem como Patrono, Pedro Feu Rosa, sendo o último ocupante o Acadêmico Antônio José Miguel Feu Rosa, falecido. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura. O Recipiendário José Martins A. Júnior, Cantor e Compositor Júnior Bocca assumirá a Cadeira N.º 32, que tem como Patrono, Antônio Pinto Loureiro, sendo a última ocupante a Acadêmica Cleusa Lourdes Madureira Vidal, que passou a condição de Correspondente por estar residindo na cidade de Vila Velha. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Eci Scardini, proprietário do Jornal Tempo Novo da Serra. O Recipiendário Odmar Péricles Nascimento assumirá a Cadeira N.º 40, que tem como Patrono, Afonso Rodrigues de Miranda, sendo a última ocupante a Acadêmica Elzita Gomes Ferreira, que passou a condição de Correspondente por estar atualmente desaparecida. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura. Na mesma solenidade serão empossados como Acadêmicos Correspondentes quatro personalidades que são a Recipiendária Maria do Rosário Silva Santos que será recebida pelo Acadêmico Clério José Borges; o Recipiendário Albércio Nunes Vieira Machado que será recebido pela Acadêmica Fátima Leandro. A Recipiendária Berenice Albuquerque Tavares que será recebida pelo Acadêmico Aurélio Carlos. A Recipiendária Hiléia Araújo de Castro que será recebida pelo Acadêmico Paulo Negreiros. O Presidente Clério José Borges informou que a POSSE estava confirmada para o dia 25 de Outubro de 2012, uma quinta feira, com início às 19,00 horas, no Palácio Judith Leão Castello Ribeiro, Câmara Municipal da Serra, Plenário Flodoaldo Borges Miguel e conclamou a todos os Acadêmicos para que arregacem as mangas e comecem a trabalhar produzindo cultura no Município, indo as Escolas e aos bairros. Conclamou aos novos Acadêmicos para que realizem um trabalho de Pesquisa sobre os seus Patronos, convidando inclusive alguns parentes se forem vivos. Passou-se em seguida a análise de uma proposta de condução dos trabalhos da Sessão Solene que foi aprovada e que será encaminhada para a Câmara Municipal através da Recipiendária da ALEAS, Márcia Montarroyos. Em seguida foi informado a necessidade da confecção do Fardão para todos os Acadêmicos, veteranos e novos, procurando-se a costureira Iara em Taquara Dois, Telefone: 33 41 25 41. O Fotógrafo e Recipiendário da ALEAS, Edson Reis se colocou à disposição para fotografar os Acadêmicos eleitos e todos os presentes, o que foi feito de imediato visando a confecção da Medalha Acadêmica, ficando a cargo do novo Acadêmico Edilson Celestino Ferreira providenciar a Confecção da Medalha, recebendo de cada Acadêmico o valor de R$ 10,00 (Dez Reais). A Medalha Acadêmica e o Diploma serão entregues por um dos Familiares dos Acadêmicos. Ficou aprovada ainda a realização de uma Recepção com Coquetel no final da Solenidade sendo a cota de cada Acadêmico de R$ 60,00 (Sessenta Reais), informando o Acadêmico Paulo Negreiros que fará a doação dos Refrigerantes. Foi informado que os Acadêmicos Paulo Roberto Luppi, Juiz de Direito e João Miguel Feu Rosa encontravam-se impossibilitados de estarem presentes, mas que iriam providenciar a confecção de seus Fardões e que estariam presentes na posse do dia 25, na Câmara da Serra. Em seguida o Presidente convidou para fazer uso da palavra o Acadêmico Fundador, professor Carlos Dorsch o qual proferiu um belo discurso, destacando estar feliz com o ressurgimento da Academia e que os novos membros possam colaborar para que a Cultura da Serra seja retomada com uma participação maior dos novos Acadêmicos, com novas ideias. Disse ainda que, “a censura é uma tortura, que gera tortura. A criação precisa ser livre. A liberdade de se expressar não pode ter nenhum parâmetro de limite. Quando estamos num ambiente de Academia devemos soltar o nosso pensar.” Encerrando Clério Borges informou que após a posse dos novos Acadêmicos a meta será a luta pela construção da Sede Própria da Academia. Usou da palavra o Recipiendário da ALEAS, Odmar Péricles Nascimento que sugeriu fosse elaborado um projeto da Sede Própria da ALEAS, sendo a proposta Aprovada pelo Plenário tendo o Presidente nomeado uma Comissão para elaborar o referido projeto, sendo escolhidos para a referida Comissão as pessoas de Odmar Péricles Nascimento, Aurélio Carlos Marques de Moura e Márcia Montarroyos, que aceitaram a missão. No horário de 21h30m encerrou-se a reunião convidando-se todos para a próxima, dia 25 de Outubro no recinto da Câmara Municipal da Serra com início às 19 horas com a posse dos novos Acadêmicos, sendo OITO ELEITOS NESTA DATA: EDSON CARLOS SOUZA DOS REIS, FOTÓGRAFO EDSON REIS; FÁBIO LUIZ MIRANDA BOA MORTE; SONÍSIO DAMIÃO PIMENTEL; MICHEL DAL COL COSTA; ODMAR PÉRICLES NASCIMENTO; JOSÉ MARTINS A. JUNIOR, CANTOR E COMPOSITOR JÚNIOR BOCCA; GIVALDO INÁCIO DA SILVA, O MESTRE GIL E ROGÉRIO DE MORAIS MARTINS. CINCO ACADÊMICOS ELEITOS NA ASSEMBLÉIA GERAL DO DIA 28/08/2012: MARIA SUZI COSTA NUNES, CADEIRA Nº 1, PATRONO BRAZ LOURENÇO, ACADÊMICOS FALECIDOS: NALY DA ENCARNAÇÃO MIRANDA E ANTÔNIO JOSÉ PEIXOTO MIGUEL; EDILSON CELESTINO FERREIRA, CADEIRA Nº 5, PATRONO ELPÍDIO PIMENTEL. ACADÊMICO FALECIDO: GETUNILDO PIMENTEL. MÁRCIA ANDRÉIA MONTARROYOS CARVALHO, CADEIRA Nº 6, PATRONO MAESTRO ANTÔNIO CÍCERO PEREIRA PINTO. ACADÊMICO FALECIDO: ANTISTHENES LOUREIRO. LEVI BASÍLIO, CADEIRA Nº 26, PATRONO RACINE LEÃO CASTELLO. ACADÊMICO FALECIDO: MANOEL CUSTÓDIO FERREIRA. MARCOS ARRÉBOLA, CADEIRA Nº 37, PATRONO ALEXANDRE PEREIRA CARDOSO. ACADÊMICO FALECIDO: MARCELLO FURTADO. BEM COMO A ADMISSÃO DE QUATRO ACADÊMICOS CORRESPONDENTES, MARIA DO ROSÁRIO SILVA SANTOS, ALBÉRCIO NUNES VIEIRA MACHADO, BERENICE ALBUQUERQUE TAVARES E HILÉIA ARAÚJO DE CASTRO. Na mesma ocasião haverá a entrega de Diplomas e da Medalha Acadêmica a todos os Acadêmicos da ALEAS. Foi encerrada a Assembléia Geral extraordinária. Eu, Fátima Leandro Secretariei os trabalhos que assino com o presidente.

MARIA DE FÁTIMA LEANDRO DE JESUS – 1ª SECRETÁRIA

CLÉRIO JOSÉ BORGES DE SANT ANNA – PRESIDENTE



ACADEMIA DE LETRAS E ARTES DA SERRA – ALEAS

Ata da Assembleia Geral da ALEAS – Academia de Letras e Artes da Serra

Eleição de Acadêmicos Titulares e admissão de Acadêmicos Correspondentes



Aos nove dias do mês de Outubro do ano de dois mil e doze, na Rua dos Pombos, n.º 2, em Eurico Salles, Serra, ES, sob a presidência do Acadêmico Clério José Borges de Sant Anna, reuniram-se os Senhores Acadêmicos Titulares da Academia de Letras e Artes da Serra, ALEAS, conforme assinaturas de presenças, cópia em anexo, sendo parte inseparável desta, nos termos do Estatuto em vigor, para deliberarem quanto aos itens do Edital de Convocação N.º 003/2012, datado de 30 de Setembro de 2012 e amplamente divulgado, com antecedência mínima de dez dias, por e-mail e correspondência encaminhada e entregue aos Senhores Acadêmicos, (Edital em anexo, sendo parte inseparável desta), conforme Artigo 21 do Estatuto, com a finalidade de elegerem os novos Acadêmicos Titulares com o preenchimento de 07 (Sete) Cadeiras Vagas e admissão de novos Acadêmicos Correspondentes, conforme Normas Estatutárias e deliberarem sobre Assuntos Gerais. Invocando a proteção de Deus o presidente iniciou os trabalhos informando as dificuldades encontradas para a regularização administrativa da Academia e que os obstáculos estavam sendo superados com a recuperação da Ata de Fundação em Cartório da Serra Sede e do CNPJ, que segundo o Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura é 01.209.240/0001-63. O Presidente registrou a presença do Acadêmico Fundador Carlos Dorsch que foi convidado a participar da mesa que dirigiu os trabalhos onde já se encontravam o Presidente Clério José Borges, a 1ª Secretária Maria de Fátima Leandro de Jesus e o Presidente do Conselho Cultural, Paulo Negreiros. Clério Borges informou que de imediato se passaria ao primeiro item do Edital referente a Eleição dos novos Acadêmicos para preenchimento das Cadeiras Vagas, passando a palavra ao Presidente do Conselho Cultural Paulo Negreiros que informou que a ALEAS, no prazo legal de 28 de Agosto a 28 de Setembro haviam sido recebidas DEZ inscrições de pretendentes as 07 (Sete) Vagas existentes, informando que todos os dez inscritos estavam aptos a integrarem a Academia, lendo um trecho do parecer emitido em cada um dos processos onde consta, “o pleiteante atendeu os quesitos solicitados (...) se encontrando apto a preencher a vaga”. Em seguida, o Acadêmico Paulo Negreiros informou que a Academia precisa reassumir o seu papel na Sociedade Serrana, defendendo a Cultura e a Arte. O Presidente Clério José Borges em seguida informou que na nova reestruturação da Academia havia sido identificado que um dos que estavam relacionados como Acadêmico tinha sido eleito, porém não havia tomado posse, sendo consultado o padrinho de tal pessoa, o Acadêmico João Luiz Castello Lopes Ribeiro o qual informou que o professor Paulo Barros, da Cadeira 24 não tinha mais interesse em integrar a Academia de Letras e assim a Cadeira estava sendo declarada VAGA. Clério informou ainda que dos dez pretendentes, duas pessoas, as professoras Berenice de Albuquerque Tavares e Hiléia Araújo de Castro haviam aceitado serem Acadêmicas Correspondentes sem o compromisso de participarem de todas as reuniões e Assembléias, sendo uma delas residente em Vitória e não na Serra. A Assembléia aprovou a proposta por Aclamação e as professoras Berenice e Hiléia foram admitidas na ALEAS como Acadêmicas Correspondentes. Assim, o Presidente informou que os pretendentes passavam a ser 08 (OITO) e que as Cadeiras Vagas também eram em número de OITO. Clério José Borges propôs então a ELEIÇÃO por Aclamação de todos os 08 (OITO) pretendentes, o que foi de imediato aprovado pela Assembléia e aclamado com uma salva de palmas. Assim foram eleitos como Acadêmicos Titulares os seguintes candidatos: Edson Carlos Souza dos Reis, fotógrafo Edson Reis; Fábio Luiz Miranda Boa Morte; Sonísio Damião Pimentel; Michel Dal Col Costa; Odmar Péricles Nascimento; José Martins A. Junior, Cantor e Compositor Júnior Bocca; Givaldo Inácio da Silva, o Mestre Gil e Rogério de Morais Martins. Em seguida o presidente informou que pela ordem de inscrição, cada pretendente escolheria a sua Cadeira e o Patrono que defenderia e exaltaria no discurso de posse ficando assim definido. O Recipiendário Michel Dal Col Costa assumirá a Cadeira N.º 11, que tem como Patrono, Belmiro Geraldo Castelo, sendo o último ocupante o Acadêmico Carlos Gonçalo Amaral. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Galbo Benedicto Nascimento. O Recipiendário Rogério de Morais Martins assumirá a Cadeira N.º 17, que tem como Patrono, José Ribeiro da Silva Rosa, sendo a última ocupante a Acadêmica Marcela Marques, que passou a condição de Correspondente, por estar desaparecida. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Clério José Borges. O Recipiendário Givaldo Inácio da Silva, Mestre Gil assumirá a Cadeira N.º 22, que tem como Patrono, Aristeu Borges de Aguiar, sendo o último ocupante o Acadêmico Rômulo Ramos, que passou a condição de Correspondente por estar desaparecido. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Eci Scardini. O Recipiendário Fábio Luiz Miranda Boa Morte assumirá a Cadeira N.º 24, que tem como Patrono, Presciliano Nascimento Amaral, sendo o último ocupante Presciliano Carlos Amaral, falecido. O novo Acadêmico será recebido pelo seu pai o Acadêmico Teodorico Boa Morte. O Recipiendário Sonísio Damião Pimentel assumirá a Cadeira N.º 28, que tem como Patrono, Álvaro Castello, sendo o último ocupante o Acadêmico Carlos Morandi, que passou a condição de Correspondente por estar residindo atualmente na cidade de Guarapari. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Paulo Negreiros. O Recipiendário Edson Reis assumirá a Cadeira N.º 30, que tem como Patrono, Pedro Feu Rosa, sendo o último ocupante o Acadêmico Antônio José Miguel Feu Rosa, falecido. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura. O Recipiendário José Martins A. Júnior, Cantor e Compositor Júnior Bocca assumirá a Cadeira N.º 32, que tem como Patrono, Antônio Pinto Loureiro, sendo a última ocupante a Acadêmica Cleusa Lourdes Madureira Vidal, que passou a condição de Correspondente por estar residindo na cidade de Vila Velha. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Eci Scardini, proprietário do Jornal Tempo Novo da Serra. O Recipiendário Odmar Péricles Nascimento assumirá a Cadeira N.º 40, que tem como Patrono, Afonso Rodrigues de Miranda, sendo a última ocupante a Acadêmica Elzita Gomes Ferreira, que passou a condição de Correspondente por estar atualmente desaparecida. O novo Acadêmico será recebido pelo Acadêmico Aurélio Carlos Marques de Moura. Na mesma solenidade serão empossados como Acadêmicos Correspondentes quatro personalidades que são a Recipiendária Maria do Rosário Silva Santos que será recebida pelo Acadêmico Clério José Borges; o Recipiendário Albércio Nunes Vieira Machado que será recebido pela Acadêmica Fátima Leandro. A Recipiendária Berenice Albuquerque Tavares que será recebida pelo Acadêmico Aurélio Carlos. A Recipiendária Hiléia Araújo de Castro que será recebida pelo Acadêmico Paulo Negreiros. O Presidente Clério José Borges informou que a POSSE estava confirmada para o dia 25 de Outubro de 2012, uma quinta feira, com início às 19,00 horas, no Palácio Judith Leão Castello Ribeiro, Câmara Municipal da Serra, Plenário Flodoaldo Borges Miguel e conclamou a todos os Acadêmicos para que arregacem as mangas e comecem a trabalhar produzindo cultura no Município, indo as Escolas e aos bairros. Conclamou aos novos Acadêmicos para que realizem um trabalho de Pesquisa sobre os seus Patronos, convidando inclusive alguns parentes se forem vivos. Passou-se em seguida a análise de uma proposta de condução dos trabalhos da Sessão Solene que foi aprovada e que será encaminhada para a Câmara Municipal através da Recipiendária da ALEAS, Márcia Montarroyos. Em seguida foi informado a necessidade da confecção do Fardão para todos os Acadêmicos, veteranos e novos, procurando-se a costureira Iara em Taquara Dois, Telefone: 33 41 25 41. O Fotógrafo e Recipiendário da ALEAS, Edson Reis se colocou à disposição para fotografar os Acadêmicos eleitos e todos os presentes, o que foi feito de imediato visando a confecção da Medalha Acadêmica, ficando a cargo do novo Acadêmico Edilson Celestino Ferreira providenciar a Confecção da Medalha, recebendo de cada Acadêmico o valor de R$ 10,00 (Dez Reais). A Medalha Acadêmica e o Diploma serão entregues por um dos Familiares dos Acadêmicos. Ficou aprovada ainda a realização de uma Recepção com Coquetel no final da Solenidade sendo a cota de cada Acadêmico de R$ 60,00 (Sessenta Reais), informando o Acadêmico Paulo Negreiros que fará a doação dos Refrigerantes. Foi informado que os Acadêmicos Paulo Roberto Luppi, Juiz de Direito e João Miguel Feu Rosa encontravam-se impossibilitados de estarem presentes, mas que iriam providenciar a confecção de seus Fardões e que estariam presentes na posse do dia 25, na Câmara da Serra. Em seguida o Presidente convidou para fazer uso da palavra o Acadêmico Fundador, professor Carlos Dorsch o qual proferiu um belo discurso, destacando estar feliz com o ressurgimento da Academia e que os novos membros possam colaborar para que a Cultura da Serra seja retomada com uma participação maior dos novos Acadêmicos, com novas ideias. Disse ainda que, “a censura é uma tortura, que gera tortura. A criação precisa ser livre. A liberdade de se expressar não pode ter nenhum parâmetro de limite. Quando estamos num ambiente de Academia devemos soltar o nosso pensar.”

compartilhe

comentários feed

+ comentar

Para comentar é preciso estar logado no site. Faça primeiro seu login ou registre-se no Overmundo, e adicione seus comentários em seguida.

filtro por estado

busca por tag

revista overmundo

Você conhece a Revista Overmundo? Baixe já no seu iPad ou em formato PDF -- é grátis!

+conheça agora

overmixter

feed

No Overmixter você encontra samples, vocais e remixes em licenças livres. Confira os mais votados, ou envie seu próprio remix!

+conheça o overmixter

 

Creative Commons

alguns direitos reservados